O mar de Aral e a transposição do Rio Piumhi, artigo de Paulo Afonso da Mata Machado

  [EcoDebate] Após visitar o mar de Aral, o secretário-geral da ONU, ao ser entrevistado em Nukus, capital da região autônoma de Karakalpak, assim se manifestou: "No cais, eu não estava enxergando nada, eu podia ver apenas um cemitério de navios. É claramente um dos piores desastres ambientais do mundo”.1 Que terá acontecido para motivar tão grave acontecimento? Recebendo água de dois rios, o Amu-Daria e o Syr-Daria, o mar de Aral tem secado

Crise hídrica ou nova relação com recursos hídricos, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Na verdade não se vive crise de recursos hídricos. A situação demonstra claramente que é necessária nova atitude e nova relação com todos os fatores ambientais. Não é só o desmatamento ou a mudança climática que reduzem as chuvas e provocam crises. É a necessidade de uma nova postura frente a todas as intervenções ambientais. Criar e manter unidades de conservação (UCs) da natureza nas áreas urbanas pode ser uma

Recursos Hídricos na Comunidade de Triângulo: potencial de aproveitamento e gestão, por Adinoraide Oliveira dos Santos e Antonio Sousa Silva

    Adinoraide Oliveira dos Santos Aluna do Programa de Pós-Graduação Latu Sensu em Desenvolvimento Sustentável no Semiárido com ênfase em Recursos Hídricos Antonio Sousa Silva Professor do IF Baiano, Campus Senhor do Bonfim SINOPSE O uso racional da água é uma preocupação global e deve ser redobrada em regiões semiáridas. Sobretudo na região nordeste do Brasil, o acesso a água é, em geral, bastante limitado, seja por condições climáticas ou pela falta de infraestrutura

Resíduos de Agrotóxicos em frutos e hortaliças, parte 3/3 (Final), artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] REIS (2013) mostra que resíduos de 16 organoclorados (OCP) foram investigados em 39 amostras de farinha de trigo, óleo de girassol, açúcar branco e subprodutos de beterraba adquiridos na província de Vojvodina, na Sérvia, entre 2002 e 2004. O inseticida 4,4-DDT (diclorodifeniltricloroetano) foi detectado com maior frequência (76,9 %) em relação ao total das amostras analisadas, seguido pelo lindano (66,7 %), β-HCH (beta-hexaclorocicloexano) (48,7 %), e endosulfan II (41,0

A estagnação das emissões de CO2 do setor de energia, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A Agência Internacional de Energia (IEA em inglês) divulgou em março os dados que mostram que as emissões globais de dióxido de carbono relacionadas à energia ficaram estáveis pelo terceiro ano consecutivo (2014, 2015 e 2016). Isto aconteceu mesmo com o crescimento da economia internacional, sinalizando um desacoplamento relativo das emissões de CO2 e da atividade econômica. Este fato inédito nas últimas décadas foi possível graças ao crescimento da

Resíduos de Agrotóxicos em frutos e hortaliças, parte 1/3, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] REIS (2013) apresenta discussões provenientes de pesquisas sobre resíduos de agrotóxicos em alimentos de origem vegetal, com enfoque na determinação dos Limites Máximos de Resíduos (LMR) desses produtos em frutas e hortaliças. Foram abordados também o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) e o Plano Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes de Produtos de Origem Vegetal (PNCRC/Vegetal) criados pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Impacto do aquecimento global no permafrost é maior do que anteriormente estimado

  O aquecimento global irá descongelar cerca de 20% mais permafrost do que se pensava, estimam pesquisadores em nova pesquisa, o que, potencialmente, pode liberar quantidades significativas de gases de efeito estufa para a atmosfera da Terra.     Um novo estudo internacional, incluindo especialistas em mudanças climáticas da Universidade de Leeds, da Universidade de Exeter e do Met Office, revela que o permafrost é mais sensível aos efeitos do aquecimento global do que

Agrobiodiversidade, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] FERNANDES et al (2014) asseveram que rápidas mudanças sociais e os processos de aculturação econômica e social afetam fortemente a agrobiodiversidade de propriedades. A fim de identificar a agrobiodiversidade presente em propriedades em processos de transição agroecológica, investigam as plantas alimentícias, medicinais e condimentares presentes nos sistemas de produção familiares utilizando questionários semiestruturados. Observam ainda que plantas alimentícias são as mais consumidas quando comparadas com medicinais e condimentares. E que espécies

O negacionismo pueril contra as evidências científicas é a nova trincheira da guerra cultural no Brasil

  IHU Você não precisa ser um ávido leitor de jornais ou um militante ligado ao ambientalismo para ter ouvido várias vezes frases como “Nós [os ruralistas] somos os que mais preservamos”,“61% do território brasileiro é mato”, “O que o código florestal quer é a interdição do uso da propriedade”, “É muita terra para pouco índio”. É com esse arsenal retórico que a bancada ruralista no Congresso Nacional dispara contra os direitos dos

A liberação do metano ártico pode criar um cenário apocalíptico, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] Existem bombas relógios climáticas explodindo ao redor do mundo. O artigo “Methane Hydrate: Killer cause of Earth's greatest mass extinction” (Uwe Branda et. al., 2016) publicado na prestigiosa revista Palaeoworld, em dezembro de 2016 faz um alerta preocupante: “O aquecimento global provocado pela liberação maciça de dióxido de carbono pode ser catastrófico. Mas a liberação do hidrato de metano pode ser apocalíptica”. A pior extinção em massa da Terra foi

Plantas brasileiras recém-descobertas no Espírito Santo correm perigo de extinção

  Parte de sua área de ocorrência situa-se em áreas florestais desprotegidas do Espírito Santo   O Brasil é reconhecido pela riqueza de sua flora. São quase 50 mil espécies já identificadas e o número não para de crescer. Duas novas plantas da família Melastomataceae (a mesma das quaresmeiras e manacás-da-serra), foram descobertas recentemente no Espírito Santo: Bertolonia duasbocaensis e Bertolonia macrocalyx. Mesmo recém-descritas, ambas estão criticamente ameaçadas de extinção, se considerados os

O ‘custo’ China para os recursos naturais globais

    Caros colegas, Este ensaio vai surpreender algumas pessoas, que podem não perceber o quão profundamente a China está mudando o mundo - às vezes para o bem, mas muitas vezes às custas do ambiente global. The Dark Legacy of China’s Drive for Global Resources http://e360.yale.edu/features/the-dark-legacy-of-chinas-drive-for-global-resources Meus cumprimentos a todos(as), Bill William F. Laurance, PhD, FAA, FAAAS, FRSQ Distinguished Research Professor Australian Laureate & Prince Bernhard Chair in International Nature Conservation (Emeritus) Director of the Centre for

Top