Emergência Climática – Relatório indica perigosa perda de gelo se mundo aquecer dois graus

Um grupo de cientistas especializados em criosfera de todo o mundo está divulgando um novo estudo que parte do Relatório Especial do IPCC sobre Oceanos e Criosfera para analisar os riscos de longo prazo da perda de cobertura de gelo e neve no planeta decorrente da elevação da temperatura média do planeta Terra. Os cientistas reforçam a importância de se manter o aquecimento abaixo de 1,5oC por conta dos riscos que

Emergência Climática: Aquecimento do Ártico pode ter consequências globais

Por Orion Rummler*, Axion O permafrost de degelo do Ártico pode liberar cerca de 300 a 600 milhões de toneladas de carbono líquido na atmosfera a cada ano, de acordo com o Arctic Report Card 2019 da NOAA divulgado terça-feira. Por que é importante: as conseqüências das mudanças no clima do Ártico - aceleradas pelo aquecimento da temperatura do ar e pela diminuição do gelo do mar - resultarão em "padrões climáticos alterados, aumento das emissões

Emergência Climática: Pesquisadores avaliam efeitos generalizados do aquecimento polar

    Com 2019 no ritmo de um dos anos mais quentes já registrados, um grande novo estudo da Universidade da Califórnia, Davis, revela a rapidez com que o Ártico está se aquecendo e examina as consequências globais do aquecimento polar contínuo. Por Kat Kerlin* ** O estudo [The polar regions in a 2°C warmer world], publicado na revista Science Advances, relata que o Ártico aqueceu 0,75 C na última década. Em comparação, a

Diminui a extensão do gelo marinho na Antártida, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Em nossa opinião, a evidência dos pontos de inflexão sugere que estamos em um estado de emergência planetária: tanto o risco quanto a urgência da situação são acentuados” Timothy Lenton (27/11/2019)   “Por muitas décadas, a espécie humana está em guerra com o planeta. E o planeta está revidando” António Guterres (02/12/2019)   [EcoDebate] Cai uma das últimas desculpas dos negacionistas da crise climática. A extensão de gelo marinho ao redor da Antártida que crescia ligeiramente nas

Emergência Climática – Pesquisadores projetam que o clima em várias regiões do Ártico pode mudar abruptamente

    Pesquisadores da Universidade McGill projetam que, à medida que o permafrost continua se degradando, o clima em várias regiões do Ártico pode potencialmente mudar abruptamente, em um futuro relativamente próximo. McGill University* A pesquisa, publicada na revista Nature Climate Change , também sugere que, à medida que o permafrost se degrada, a gravidade dos incêndios florestais dobrará de um ano para o próximo e permanecerá na nova e mais alta taxa de

Emergência Climática – Porque uma geleira da Groenlândia em crescimento não significa boas notícias para o aquecimento global

  Por Alan Buis, Laboratório de Propulsão a Jato da NASA* Uma grande piscina de águas abertas na borda da Geleira Helheim, no leste da Groenlândia, como vista da aeronave Oceans Melting Greenland (OMG). A equipe OMG lançou com sucesso uma sonda oceânica nesta poça de água e mediu a temperatura da água bem na face da geleira. Em março, uma equipe de pesquisa liderada pela NASA anunciou que Jakobshavn Isbrae, a geleira mais fina e

Relatório do IPCC sobre a degradação dos oceanos e da criosfera, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), divulgou, no dia 25 de setembro de 2019, um novo relatório que analisa e sintetiza as descobertas científicas mais recentes sobre a crise climática, os oceanos e a criosfera (superfície terrestre coberta permanentemente por gelo e neve). O relatório contou com a coordenação de mais de 100 especialistas de 30 países e foi estruturado para apresentar os diversos cenários sobre como o

Emergência Climática – Mudanças climáticas aumentam risco de contaminação por mercúrio pelo derretimento do permafrost

  À medida que as temperaturas globais continuam subindo, o degelo do permafrost nas áreas do Ártico está acelerando e o mercúrio que ficou preso no solo congelado agora está sendo liberado de várias formas nas vias fluviais, no solo e no ar. University of New Hampshire*   Degelo do permafrost De acordo com pesquisadores da Universidade de New Hampshire, esse processo pode resultar na grande transformação do mercúrio em formas mais móveis e potencialmente

Emergência Climática – As geleiras peruanas estão desaparecendo em ritmo alarmante

  Em certas cadeias de montanhas nos Andes, como a Cordilheira Blanca, as geleiras estão se retirando a uma taxa acelerada desde os anos 80. Friedrich-Alexander-Universität* É do conhecimento geral que as geleiras estão derretendo na maioria das áreas do mundo. A velocidade com que as geleiras tropicais nos Andes peruanos estão recuando é particularmente alarmante, no entanto.  Na primeira investigação detalhada de todas as cadeias de montanhas do Peru, uma equipe de pesquisa da

Emergência Climática – Cientistas alertam que mudanças climáticas estão acontecendo ‘antes e pior’ do que o previsto

  ONU A maior geleira dos Alpes suíços, o Aletschgletscher, está derretendo rapidamente e pode desaparecer completamente em 2100. Foto: Geir Braathen Cientistas especializados em clima apresentaram no domingo (22) um relatório que expõe de que forma, nos últimos anos, o aquecimento global, o aumento de nível dos mares, a diminuição das geleiras e a poluição por carbono aceleraram. O relatório, apresentado durante Cúpula de Ação Climática das Nações Unidas na segunda-feira (23), destacou a disparidade

O derretimento da superfície faz com que as geleiras antárticas deslizem mais rapidamente em direção ao oceano

  Estudo mostra pela primeira vez uma ligação direta entre o derretimento da superfície e breves explosões de aceleração de geleiras na Antártica Durante esses eventos, as geleiras da Península Antártica movem-se 100% mais rápido que a média Os cientistas pedem que essas descobertas sejam contabilizadas nas previsões de aumento do nível do mar Geleira Drygalski, Península Antártica. Crédito: Google Earth. A água de derretimento da superfície, que drena através do gelo e

Recorde de degelo nos polos em julho de 2019, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  [EcoDebate] O mês de julho de 2019 bateu todos os recordes de degelo nos polos, contribuindo para a elevação do nível dos oceanos e servindo de alerta para bilhões de pessoas que moram nas áreas litorâneas. Depois de cinco sucessivos anos (2014, 2015, 2016, 2017 e 2018) de recordes de temperaturas globais, o ano de 2019 caminha para ser o segundo mais quente já registrado. Os meses de junho e

Top