Vacina HPV: mitos e preconceitos provocam sua subutilização

    O apoio parental para crianças de 11 e 12 anos de idade vacinadas contra o HPV tem sido muito pequeno Quando os pais são informados de uma vacina que pode prevenir futuros cânceres em seus filhos, eles aproveitam a chance de protegê-los? Certo? Infelizmente, esse não é o caso de uma vacina que previne infecções com o vírus do papiloma humano, causador de câncer ou HPV. A vacina, que tem sua

Estudo da Fiocruz alerta para risco de reintrodução do vírus da febre amarela no ambiente urbano no Brasil

    Estudo feito pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) em parceria com o Instituto Pasteur, da França, mostrou que o Brasil corre o risco de uma reintrodução do vírus da febre amarela no ambiente urbano. A pesquisa envolveu 11 populações de mosquitos transmissores da doença no Brasil (Aedes aegypti, Aedes albopictus, Haemagogus leocucelaenus e Sabethes albipirvus) e uma do Congo, na África, local de origem do vírus. O trabalho foi publicado na

Pesquisador da Ensp/Fiocruz alerta sobre os malefícios das drogas prescritas, em especial os antidepressivos

  Por Eliane Bardanachvili (CEE/Fiocruz) Não se pode medir depressão como se mede glicemia, anemia ou hipertensão. Por se tratar de problema para o qual não há um índice padrão de detecção, a depressão tornou-se um conceito maleável, posto a serviço dos interesses da indústria farmacêutica, para incrementar a venda de medicamentos. “Elegeu-se a depressão como doença a ser cada vez mais alargada, para abarcar situações da vida, como conflitos, desgosto, desemprego,

‘A epidemia é de diagnósticos, não de transtornos mentais’, diz especialista da Unicamp

  UFMG É cada vez maior o número de pacientes diagnosticados com algum transtorno mental, como a depressão, a bipolaridade e o transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH). O crescente aumento do número desses diagnósticos será tema da conferência A epidemia de transtornos mentais, que ocorre em 21 de julho, a partir das 10h30, em local a ser definido, como parte da programação da 69ª Reunião da Sociedade Brasileira para

Zika Vírus: o risco continua

    Novas descobertas e estudos sobre o tema deixam especialistas no Brasil e no mundo em estado de alerta Depois de alguns meses sem estampar as manchetes dos jornais, o Zika vírus volta a chamar a atenção da imprensa e também dos especialistas. Por um lado, algumas notícias veiculadas nas últimas semanas apontam para o fim da epidemia e uma aparente tranquilidade da população, que volta a fazer planos para aumentar a

Se automedicar para dormir traz riscos para a saúde

    De acordo com a Associação Mundial de Medicina do Sono, a insônia é uma epidemia global que ameaça a saúde e a qualidade de vida de até 45% da população mundial. Muitas pessoas buscam nos remédios uma solução para acabar com o problema, mas, apesar de ser considerada normal, a automedicação é um erro que pode gerar complicações mais graves. Um levantamento realizado pelo IBGE, por intermédio da Pesquisa Nacional de

Impactos na Percepção Visual em Ambientes Industriais de Produção Contínua Automatizada, por Aparecida Ferreira Frias e Fernando Maida

    Introdução Com a globalização e o crescimento industrial desorganizado consorciado com a falta de planejamento de longo prazo, inúmeras consequências de danos ambientais e com perdas de vidas humanas levaram a um clamor da sociedade por maior rigor nos controles dos processos industriais. A chegada da automação industrial associada a ferramentas de alta tecnologia informatizada foram a saída para a busca da melhoria contínua dos processos industriais e seus controles. Desde

Vídeo sobre os agroquímicos: Nuvens de veneno

  Vídeo: Nuvens de veneno VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz A nuvem se espraia pelas plantações. Em vez de molhar, seca. Ela não traz a chuva, traz o veneno. O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de soja, algodão, milho e também um dos maiores consumidores de fertilizantes químicos e agrotóxicos. Nuvens de veneno expõe as preocupações com as consequências do uso desses agroquímicos no ambiente, especialmente, na saúde do trabalhador. Um documentário

La Agencia Europea de Sustancias Químicas (ECHA) reconoció que el Bisfenol A es un disruptor endocrino para los seres humanos

    Por Graciela Vizcay Gomez. El 3 marzo de 2009: la asociaciación francesa Réseau Environnement Santé (RES) organizó una rueda de prensa con motivo de su creación. Como un ejemplo de la necesidad de la salud ambiental en un foco importante de la política sanitaria, la RES lanzó una alerta en el disruptor endocrino Bisfenol A carácter pidiendo su prohibición en los biberones y la participación de la experiencia sesgada la agencia

Incidência Política: Secretário Nacional da SESAI recebe Delegação Indígena

  Distâncias geográficas não impedem os indígenas da região do médio rio Solimões e afluentes de exigir respeito. Representantes das etnias Kokama, Deni, Maku Nedëb, Miranha e Kanamari estão em Brasília para levar aos órgãos públicos federais, as violações dos direitos sofridas pelos povos da região. Querem soluções imediatas para os problemas e querem saber o que esses órgãos têm planejado para resolve-los.     A delegação está representada por Jó dos Anjos Samias

Por que as vacinas são tão importantes, artigo de Natalia Pasternak Taschner

  Natalia Pasternak Taschner é pesquisadora do Instituto de Ciências Biomédicas da USP Jornal da USP     O ano era 1922. Duas crianças de uma mesma família morreram no mesmo dia. Anna Ivene Miller, com dois anos e meio, e Stanley Lee Miller, que tinha acabado de fazer um ano, foram vítimas de caxumba, sarampo e coqueluche, simultaneamente. As outras crianças da família, um total de cinco, também adoeceram, mas sobreviveram. Essa situação era comum

Direito à informação sobre contaminação por agrotóxicos em alimentos é essencial

  A lei garante os direitos à alimentação adequada, à saúde e à informação da qualidade dos alimentos Do Jornal da USP “Uma alimentação saudável deve ser: acessível física e financeiramente, saborosa, variada, colorida, harmoniosa e segura”, segundo o Ministério Público do Estado, instituição pública autônoma que informa, em seu Manual clínico de alimentação e nutrição: alimentos seguros, sem agrotóxicos, não oferecem riscos à saúde por qualquer tipo de contaminação físico-química, biológica ou

Top