Direito à informação sobre contaminação por agrotóxicos em alimentos é essencial

  A lei garante os direitos à alimentação adequada, à saúde e à informação da qualidade dos alimentos Do Jornal da USP “Uma alimentação saudável deve ser: acessível física e financeiramente, saborosa, variada, colorida, harmoniosa e segura”, segundo o Ministério Público do Estado, instituição pública autônoma que informa, em seu Manual clínico de alimentação e nutrição: alimentos seguros, sem agrotóxicos, não oferecem riscos à saúde por qualquer tipo de contaminação físico-química, biológica ou

Pesquisa revela que consumo abusivo de álcool na balada expõe homens e mulheres a riscos diferentes

    Por Karina Toledo, Agência FAPESP Um levantamento feito com 2.422 jovens frequentadores de “baladas” na cidade de São Paulo revelou que a prevalência de consumo abusivo de álcool nessa população é de 43,4% – índice bem superior ao observado na população brasileira como um todo: 18,4%. No dia em que foram entrevistados, 30% dos “baladeiros” deixaram a casa noturna com um nível alcoólico que se enquadra no chamado binge drinking (ao menos

#GravidezSemAlcool: Campanha lança alerta sobre Síndrome Alcoólica Fetal

ABr   O Brasil não tem estatísticas oficiais, nem programa de prevenção específico sobre a Síndrome Alcoólica Fetal (SAF), doença que atinge bebês de mulheres que ingeriram bebidas alcoólicas durante a gravidez. O alerta é da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Ela está lançando este mês uma ferramenta para ampliar a conscientização das mães e profissionais da saúde sobre os danos da ingestão de álcool durante a gravidez para os bebês. Os pediatras

Vamos levar os produtos químicos a sério, nossas vidas dependem disso, artigo de Elizabeth Maruma Mrema

  ONU Em artigo publicado na imprensa suíça, a diretora da Divisão de Direito da ONU Meio Ambiente, Elizabeth Mrema, alerta para a gestão inadequada de produtos químicos, incluindo as substâncias presentes no lixo eletrônico. Até 13 milhões de pessoas morrem a cada ano por causa da poluição e da degradação ambiental, incluindo cerca de 190 mil por intoxicação acidental. Por Elizabeth Maruma Mrema, diretora da Divisão de Direito da ONU Meio Ambiente* Quando

Suicídio entre jovens hoje é um fenômeno mundial e uma questão de saúde pública

Aumento nos últimos 24 anos foi de 27,2% e as drogas estão entre os principais fatores de risco Por Gabriel Soares, Rádio USP   http://jornal.usp.br/wp-content/uploads/SUICIDIO-ENTRE-JOVENS-MATERIA-FECHADA-T-7.37.mp3   Para o psiquiatra assistente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) da USP, Cristiano Cardoso Moreira, o aumento do suicídio na população jovem hoje é um fenômeno mundial e uma questão de saúde pública. O psiquiatra afirma que atualmente um dos principais fatores de

9 verdades e 1 mentira sobre doenças cardiovasculares

    Inspirado na corrente “9 verdades e 1 mentira”, que circula pelo Facebook, a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (SOCESP) elenca alguns fatores de risco para doenças cardíacas Em 2016, ocorreram 349 mil óbitos por doenças cardiovasculares no Brasil, um aumento de 1,39% em relação a 2015. Mesmo sabendo da importância da prevenção e sobre os fatores de risco que desencadeiam doenças cardiovasculares, algumas pessoas não conseguem aderir uma

Aleitamento materno: isso é ‘para inglês ver’? artigo de Moises Chencinski

  [EcoDebate] Não acredito que alguém tenha qualquer dúvida a respeito da importância do aleitamento materno, segundo as recomendações da Organização Mundial de Saúde, (OMS): desde a sala de parto, exclusivo e em livre-demanda até o 6º mês, estendido até 2 anos ou mais. Dia após dia, esse tema é debatido, discutido e ainda não consigo entender quais os motivos que dificultam essa prática de alimentação saudável, levando benefícios ao bebê (lactente)

Sabe o que pode te ajudar a dormir melhor? artigo de Antonio Carlos de Souza

    [EcoDebate] É hora de dormir, mas quem disse que o sono chega? Você vira para um lado e para o outro, ajeita o travesseiro, vai até a janela tomar um vento, volta para a cama e nada de adormecer. A agonia é tanta que recorre ao velho conselho de contar carneirinhos, mas tudo sem sucesso! Estudos recentes da Organização Mundial de Saúde (OMS) revelam que essa dificuldade faz parte da

Automutilação, suicídio e bullying: o que podemos aprender a Baleia Azul e 13 Reasons Why

    Nas últimas semanas não se fala em outro assunto: o jogo da Baleia Azul e a série 13 Reasons Why. Em ambos uma coisa em comum: o suicídio de adolescentes. A BBC Brasil divulgou na semana passada dados que comprovam que o suicídio entre os jovens cresceu 27,2% entre 1980 e 2014. Portanto, a Baleia Azul e série da Netflix não podem ser julgados isoladamente pelas mortes dos jovens brasileiros.

Sinais e Sintomas de Envenenamento por Agrotóxicos, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Sempre ocorre lembrar que as pessoas leigas e que exercem as mais variadas atividades, não podem ser expostas a reflexão similar a sintomatologia encontrada em sites especializados em medicina. Mas buscar determinar a ação dos agrotóxicos sobre a saúde humana, que costuma ser deletéria e muitas vezes fatal, provocando desde náuseas, tonteiras, dores de cabeça ou alergias até lesões renais e hepáticas, cânceres, alterações genéticas e doença de Parkinson, merece

Campanha: Não matem os macacos! Eles são aliados da saúde no combate à Febre Amarela

  Esses animais têm papel fundamental na vigilância da doença. Quem é responsável pela transmissão de febre amarela em humanos é um mosquito “Eles servem como anjos da guarda, como sentinelas da ocorrência da Febre Amarela”, explica Renato Alves, gerente de vigilância das Doenças de Transmissão Vetorial, do Ministério da Saúde. Esse é um alerta para que a população não mate os macacos, principalmente em regiões onde há incidência da Febre Amarela

Fiocruz cria aplicativo para pesquisar doenças e monitorar animais silvestres

    Em tempo de uso crescente da tecnologia para soluções de problemas da sociedade, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) conta com a população para ajudar no combate de doenças no Brasil e na coleta de informações por meio do uso de um aplicativo [SISS-Geo] gratuito e disponível no Google Play. A bióloga Márcia Chame, que está à frente de um projeto de biodiversidade da Fiocruz, informou que, para ampliar a base de

Top