Pesquisa avalia o impacto negativo das mudanças climáticas nos corpos de água doce

    Ruhr-University Bochum* Os oceanos não são os únicos corpos de água que acidificam devido a mudanças climáticas feitas pelo homem; Os sistemas de água doce também são afetados - e isso, por sua vez, pode ter um impacto nos organismos que vivem neles. Esta é a conclusão feita pelos biólogos da Ruhr-Universität Bochum na sequência de uma análise dos dados a longo prazo de uma série de reservatórios de freswhater em

Tema água precisa estar na agenda do cidadão comum, diz diretor do 8° Fórum Mundial

    ABr ela primeira vez, o Fórum Mundia da Água ocorrerá em um país do Hemisfério Sul. O potencial hidrográfico fez com que o Brasil fosse escolhido como sede. Para o diretor executivo do 8º Fórum Mundial da Água, Ricardo Andrade, um dos principais objetivos é chamar a atenção do cidadão comum. “É fazer com que o tema água entre na agenda do dia a dia do cidadão. Não só do cidadão mobilizado,

A Marcha Contínua de Contaminação por Nitrato, artigo de de Carlos Augusto de Medeiros Filho

  [EcoDebate] O jornal Tribuna do Norte de 17 de março de 2013 reportava que “do total de 131 poços perfurados pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) em Natal, mais de 30 estavam contaminados por nitrato”. Correspondia, na época, a 23% dos poços. Há poucos dias atrás, em 01 de dezembro de 2017, novamente a Tribuna do Norte transmitiu uma matéria com a manchete “ Natal

Disponibilidade Hídrica e Áreas de Conservação, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Disto todo mundo já sabe, ou então infere facilmente. Site do portal Brasil assevera que criar e manter unidades de conservação (UCs) da natureza nas áreas urbanas pode ser uma resposta para a falta de água. A escassez está associada a fatores como a carência de planejamento dos assentamentos urbanos, os equívocos no manejo do uso da água, a utilização de equipamentos urbanos de distribuição ineficientes e responsáveis por

Fracking: Representantes da Justiça de SP criticam exploração de xisto; ANP defende atividade

  O gás de xisto pode servir na geração de energia elétrica ou como combustível nas indústrias. Um dos temores é que sua extração possa contaminar o Aquífero Guarani Lúcio Bernardo Jr./Câmara dos Deputados Representantes da Justiça de São Paulo criticaram nesta quinta-feira (7) a exploração de gás de xisto na região da bacia do rio Paraná. Para eles, a 12ª Rodada de Licitações para explorar o combustível deve continuar suspensa. Já para

Estudo internacional revela que legislação ambiental brasileira não protege os rios de forma adequada

  A pesquisa foi realizada em 83 pequenos igarapés (até 3 metros de largura) nos municípios de Santarém e Paragominas, no Pará, regiões com 60% de cobertura florestal, mas, também, com grande atividade agropecuária Ascom Inpa Fotos: Acervo pesquisadora Cecília Gontijo Leal Estudo internacional, liderado pelo Museu Paraense Emilio Goeldi, publicado no periódico científico Journal of Applied Ecology (Reino Unido) mostra a importância dos igarapés em regiões de expansão agropecuária para a conservação da

Análise do Plano de Recuperação do Igarapé Patauateua (PROJETO Reviva Patauateua), por Maria Lindalva Oliveira Fernandes e Débora Barros Andrade

    ANÁLISE DO PLANO DE RECUPERAÇÃO DO IGARAPÉ PATAUATEUA (PROJETO REVIVA PATAUATEUA) Maria Lindalva Oliveira Fernandes Débora Barros Andrade RESUMO A ação antrópica, associada especialmente à ocupação populacional de forma desordenada e a retirada da cobertura vegetal principalmente nas nascentes e nas áreas de preservação permanente – APP, tem ocasionado a degradação e acarretado diversos problemas ambientais aos igarapés urbanos do município de São miguel do Guamá -Pará, em especial igarapé Patauateua. Este trabalho analisa as

Água, poder e política, artigo de Flávio José Rocha da Silva

Água, poder e política Flávio José Rocha da Silva1 [EcoDebate] Desde muito cedo na história da humanidade, como nós a conhecemos por relatos historiográficos, a posse da água foi importante para manter a hegemonia de alguns agrupamentos humanos, principalmente onde ela não jorrava com abundância. A posse dos mananciais de água doce era também a posse do seu entorno e uma arma poderosa para dominar a terra e o rio (territó-rio) na

Contaminantes Emergentes: Uma ameaça real na água usada para consumo humano, por Marco Antonio Ferreira Gomes e Lauro Charlet Pereira

    [EcoDebate] A partir de 2012 os estudos sobre contaminantes emergentes (CE) se tornaram mais comuns no país, motivados pelo número crescente de geração desses produtos, com o consequente descarte ou eliminação dos mesmos no meio ambiente, principalmente nos cursos d’água. O CE é uma alusão aos produtos tóxicos que não são removidos ou eliminados pelos processos tradicionais de tratamento de água para consumo humano. Entre esses produtos estão os hormônios

O colapso da Bacia Hidrográfica do Rio Paraguaçu e o eminente conflito entre os usuários

  CPT Na segunda-feira (23), o Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – INEMA decretou a suspensão de 50% do volume outorgado para o rio Utinga e todos seus afluentes, exceto para consumo humano e dessendentação animal. A intervenção, por meio da Portaria 15.068, aconteceu durante toda semana e atingiu também os produtores com bombas não licenciadas, acima de 5 CV (cavalos de potência).   (Por Claudio Dourado - CPT Bahia, Equipe

Análise crítica e recomendações para o saneamento básico da Vila Itaitu em Jacobina, BA, por Carlos Victor Rios da Silva Filho

  [EcoDebate] O despejo de esgoto sem tratamento nos rios, lagos e mares está afetando a qualidade das águas brasileiras e têm se tornado um problema ambiental, social e de saúde pública. E não tem sido diferente em Jacobina, tão pouco na Vila de Itaitu, distrito de Jacobina- BA. Nesta Vila, o sistema de abastecimento de água para a população local é rudimentar e se dá por meio das águas das

Contaminações dos lençóis freáticos, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Lençóis de águas podem ser freáticos ou superficiais quando controlados pela topografia e assentados em controles topográficos ou de solos e subterrâneos quando a água é armazenada em rochas e não depende de situação geomórfica local. Além das atividades do homem, poluindo o meio ambiente, causas naturais afetam as águas subterrâneas, como a presença de teores de elementos químicos nocivos, oriundos de solos ou rochas armazenadoras chamadas aquíferos. A despoluição

Top