Cacarejos no Estado-Espetáculo, artigo de Gaudêncio Torquato

    [EcoDebate] Os estilos da galinha e da pata servem para comparar governantes, partidos e, de modo geral, os políticos. A primeira põe um ovo pequenino, mas cacareja e todo mundo vê, enquanto a segunda põe um ovo maior e ninguém nota. O ovo da pata, segundo os nutricionistas, é mais completo que o da galinha, mas é este que gera atenção, intenção, desejo e ação – a fór­mula AIDA –

A corrosão da política, artigo de Gaudêncio Torquato

    [EcoDebate] A degradação política se espraia pela comunidade mundial. A rede da representação não tem passado no teste de qualidade. Aqui e alhures. Espraia-se pelos continentes o sentimento de que a política, além de não corresponder aos anseios das sociedades, não é representada pelos melhores cidadãos, como pregava o ideário aristotélico. Norberto Bobbio já descrevia as promessas não cumpridas pela democracia, entre as quais a educação para a cidadania, o

As boas brasileiras, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] O Presidente chamou de “maus brasileiros” aqueles que divulgam que está aumentando o desmatamento da Amazônia o que, segundo ele, não é verdade. Essa medida é feita pelo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), criado em 1961 e desde então referência científica. O Diretor do INPE foi exonerado do cargo agora, em agosto, após o relatório de julho que informava o aumento do desmatamento. Segundo o Presidente, a notícia prejudicou

Nossa cultura individualista, artigo de Gaudêncio Torquato

    [EcoDebate] São múltiplas as razões para a extensão das redes criminosas que agem à sombra do Estado. Uma das fontes desse poder oculto é a própria Constituição de 88. Parece uma sandice, pela antinomia expressa: a lei maior, no mais elevado pedestal da Pátria, ser responsável por mazelas. Há lógica? Ao abrir o leque de direitos sociais e individuais, a Carta construiu as vigas institucionais com autonomia, liberdade e competência funcional.

O ‘empoderamento’ da ‘Revenge’, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] O Rei Leão agora foi acusado de ser um filme “machista”, como as histórias de Monteiro Lobato já foram acusadas de “racistas” e quem não gosta da música de Pablo Vittar é acusado de “homofóbico”. Um amigo professor universitário me explica que está errado falar “índio”, mas é correto “indígena”. Palavras que décadas atrás eram de uso popular corrente, como negro ou mulata, são hoje interpretadas como ofensivas. Interpretações geralmente

Entidades da sociedade civil discutem medidas do governo federal que descaracterizam o modelo de controle social no país

  Participação social e democracia no Brasil Por Cátia Guimarães - EPSJV/Fiocruz “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente”. Passadas mais de três décadas, o texto do parágrafo único do artigo 1º da Constituição Federal voltou a ser lembrado, citado e usado como argumento na discussão sobre as formas de participação da sociedade civil no aparelho de Estado brasileiro. De tão emblemático, recentemente ele

Teste para as instituições, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Você não pode fazer o que acha certo, da sua cabeça, porque considera que é “justo”, não se pode fazer “justiça pelas próprias mãos”, ou o chamado “exercício arbitrário das próprias razões”. O que caracteriza a civilização são as regras para o convívio em sociedade, que para isso criou o Estado e suas instituições. Fazer o que dá vontade sempre é uma tentação, não fossem os limites legais. As pessoas

Aumenta o número de mortes acidentais de crianças e adolescentes por armas de fogo, afogamento, queimadura e intoxicação no país

Por Vanessa Machado De 2016 a 2017, o número de mortes por acidentes de crianças e adolescentes de até 14 anos caiu 1,93% no Brasil, passando de 3.733 casos fatais para 3.661, de acordo com os dados mais recentes divulgados pelo Ministério da Saúde.  Essa foi a menor queda na mortalidade na infância e adolescência por acidentes observada desde 2011, fato que deve ser observado com atenção pelos gestores públicos

O papel da educação no processo de ressocialização, artigo de Janguiê Diniz

    [EcoDebate] Que o sistema prisional e socioeducativo brasileiro está longe de ser bom, disso ninguém duvida. Nossa realidade é de prisões mal-cuidadas, com superlotação e sem nenhuma estrutura que possibilite a real ressocialização do detento ou o desenvolvimento de ações socioeducativas com os adolescentes apreendidos. Como resultado, temos apenas “depósitos de gente” que, em vez de cumprir o papel que lhes era devido, acabam por atuar totalmente na contramão. Segundo o

A sub-representação feminina no Congresso Nacional, artigo de Doacir Gonçalves de Quadros

    [EcoDebate] A sociedade até o século passado foi marcada pelo perfil de uma elite dirigente formada sobretudo pelos homens, na qual “eles” eram o polo dominante e as mulheres eram marcadas pela submissão. Segundo o sociólogo francês Alain Touraine, no século 21 há indícios de uma inflexão nesta inferioridade da mulher. Vejamos. Atualmente aqui nas terras brasileiras a mulher representa 51% do total da população de nosso país. Na economia, com

O véu que encobre o casamento infantil no Brasil, artigo de Cynthia Betti

    Casamento infantil - País ocupa a quarta posição no ranking mundial de uniões de meninas [EcoDebate] Em um país onde as pessoas ainda se surpreendem ao saber que ocupamos a quarta posição no ranking mundial de casamentos infantis de meninas em números absolutos, ainda precisamos falar muito sobre o tema. Mais do que falar, precisamos tirar o véu que encobre os casamentos e as uniões forçadas e precoces de meninas adolescentes

O ‘congestionamento’ no Everest e a busca pelo prazer do risco

Por Henrique Cortez No final de maio, circularam notícias e fotos do inacreditável congestionamento de alpinistas rumo ao cume do Everest, a 8.848 m de altura. A cada ano, o número de alpinistas que solicitam autorização das autoridades nepalesas, para tentar escalar o Everest, vem aumentando e, na temporada de 2019, superou mil autorizações. Várias razoes podem levar ao desafio de escalar o monte mais alto do planeta, tais como busca de aventura,

Top