Quando a desinformação é menos tecnológica e mais cultural, artigo de Alexsandro Ribeiro

    [EcoDebate] Passou longe a realidade de que a democratização do acesso à internet se apontava como possibilidade no horizonte, em que teríamos longos e frutíferos debates da juventude em uma esfera pública digital, e em que promoveríamos a participação cidadã on-line. Décadas depois, o excesso de informação e a capacidade quase que infinita de armazenamento em nuvem não resultaram em um aumento do conhecimento e de reflexão. Longe de recair

A febre dos memes na política, comunicação e educação – um novo termômetro, artigo de Ricardo Santos David

A FEBRE DOS MEMES NA POLÍTICA, COMUNICAÇÃO E EDUCAÇÃO UM NOVO TERMÔMETRO Ricardo Santos David1 Resumo: O presente artigo científico pretende realizar uma análise inicial sobre o papel da indústria do entretenimento na mídia no que concerne à construção de novas formas de linguagem na contemporaneidade. A partir tema propomos uma análise ideológica, sociedade, política ao ser referir as ferramentas utilizadas cotidianas e ganham grande repercussão internacional. Palavras-chave: Marketing Política, Ciências Religião, Estratégias

O alerta do tio do Peter Parker, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] “A grandes poderes correspondem grandes responsabilidades”, aprendemos com o tio do Peter Parker, o Homem Aranha. O poderoso Getúlio Vargas teria desabafado, num momento íntimo, sua mágoa porque as pessoas que lhe procuravam “nunca vieram pedir nada pelo Brasil”, só para si mesmas. O que distingue uma atitude de grandeza, em relação à pequeneza humana, é a capacidade de “transcender” a si próprio, a fazer algo pelo bem de

Transparência pública: quando a lei avança, a prática retrocede, artigo de Alexsandro Ribeiro

    [EcoDebate] A luta pelo direito do cidadão aos dados governamentais encontra no dia 28 de setembro uma das datas mais emblemáticas, a de comemorar o Dia Internacional do Acesso Universal à Informação. Neste ano, contudo, pouco nos resta a celebrar no país os parcos avanços e as muitas fragilidades que o direito à informação enfrenta em todas as esferas do poder público. Não se trata apenas da possibilidade de acompanhar gastos

Conscientização continua sendo um problema enquanto as greves climáticas globais atraem milhões

    IHU Depois de aproximadamente 6.000 ações em mais de 180 países em dois dias de manifestações, a terceira greve climática global chegou ao fim. A reportagem é de Brian Roewe, publicada por National Catholic Reporter, 30-09-2019. A tradução é de Moisés Sbardelotto. Para Solenne Ramsay-Cortés, a greve climática do dia 20 de setembro em Quezon City, nas Filipinas, foi a primeira. Estudante do Ensino Médio do Assumption College San Lorenzo, a jovem de 15

O paradoxo da violência, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Estão na moda as produções intelectuais sobre "fascismo" para explicar o apoio a Bolsonaro, esquecendo que os mesmos eleitores deram dois terços dos votos a Lula uma década atrás, os mesmos que também quase elegeram Marina Silva em 2010 e 2014. O que de fato mudou, na forma de pensar da população, em tão pouco tempo? Sérgio Buarque de Hollanda foi quem melhor explicou esse fenômeno, que seria cíclico pois

Uma esperança chamada Greta Thunberg, artigo de Marcia Marques

    [EcoDebate] O movimento mundial de jovens contra o aquecimento global teve mais um importante evento, a Greve Global pelo Clima. O movimento, iniciado pela jovem sueca Greta Thunberg em março deste ano, não parou mais e tem sido uma fagulha de esperança em tempos de negacionismo à ciência e ataques reiterados ao meio ambiente, incluindo o que se acompanha recentemente na Amazônia. Quando Greta e seus seguidores ocuparam as ruas alertando

Ecologia dos Saberes segundo Boaventura Santos, Parte 4/4 (Final), artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] SANTOS (2007) relaciona que a ecologia de saberes é basicamente uma contra-epistemologia. O impulso básico resulta das novas emergências políticas de povos do outro lado da linha como parceiros da resistência. Em termos geopolíticos, trata-se de sociedades periféricas do sistema-mundo moderno onde a crença na ciência moderna é mais tênue, onde é mais visível a vinculação da ciência moderna aos desígnios da dominação colonial e imperial, onde conhecimentos não-científicos e

Menos mortes violentas não quer dizer mais segurança, artigo de Marco Antônio Barbosa

    [EcoDebate] Neste mês foi divulgada a 13ª Edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, feito por pesquisadores do Fórum e do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). O documento aponta uma queda de mais de 10% no número de mortes violentas em 2018 se comparado com o ano anterior. A menor taxa de criminalidade desde 2014. Então, temos motivos para comemorar, certo? Infelizmente ainda não é bem assim. Apesar da melhora,

Lei do mais forte, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Já passei tantas décadas ouvindo sobre roubos, homicídios e latrocínios, no meu trabalho, que me obrigo a compartilhar o que aprendi com os autores de tais crimes. Sendo Psiquiatra Judiciário, entrevisto os que já estão cumprindo sentença e que muitas vezes revelam abertamente suas motivações. É impressionante o caráter mais psicológico do que material das motivações. Entre jovens infratores, por exemplo, a revelação mais comum é que roubaram um carro

Ecologia dos Saberes segundo Boaventura Santos, Parte 3/4, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] SANTOS (2007) afirma que o pensamento abissal continuará a auto-reproduzir-se, por mais excludentes que sejam as práticas que origina, a menos que se defronte com uma resistência ativa. A resistência política deve ter como postulado a resistência epistemológica. Não existe justiça social global sem justiça cognitiva global. Isso significa que a tarefa crítica que se avizinha não pode ficar limitada à geração de alternativas. É preciso um novo pensamento, uma concepção

Setembro amarelo: prevenção ao comportamento suicida, por Ivana Maria Saes Busato e Luciana Elisabete Savaris

    [EcoDebate] Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o suicídio é a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos. Por esse motivo, o enfoque da campanha do Dia Mundial de Prevenção do Suicídio de 2019 será este público: os jovens. A data é celebrada em todo o mundo nesta terça-feira. No Brasil, desde 2015, a prevenção ao suicídio tomou conta de todo o mês de setembro

Top