Comportamento humano sabota estratégias de redução de dióxido de carbono

  Comportamento humano sabota estratégias de redução de dióxido de carbono “Precisamos pensar nessas soluções de forma mais holística, é preciso pensar em reestruturar a sociedade de forma a torná-la mais eficiente em geral” Nos últimos 150 anos, os humanos bombearam quantidades extraordinárias de gases do efeito estufa, como o CO 2 , na atmosfera e aqueceram o planeta a uma taxa alarmante. Para desacelerar as mudanças climáticas, as sociedades tendem a se

Termelétricas podem agravar a crise hídrica e os impactos ambientais

  Termelétricas podem agravar a crise hídrica e os impactos ambientais Documento avalia a atual crise hídrica, o planejamento energético e suas consequências ao meio ambiente O Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) lança a nota técnica “Crise hídrica, termelétricas e renováveis: Considerações sobre o planejamento energético e seus impactos ambientais e climáticos”. Atualmente, a principal medida adotada no Brasil para evitar um apagão energético foi acionar as termelétricas fósseis e, além disso,

Limitar a extração de combustível fóssil para manter o aquecimento global abaixo de 1,5°C

  Limitar a extração de combustível fóssil para manter o aquecimento global abaixo de 1,5°C Quase 60% do petróleo e do gás metano fóssil e quase 90% do carvão devem permanecer no solo até 2050 para manter o aquecimento global abaixo de 1,5°C, constata um estudo de pesquisadores da UCL. University College London* A produção global de petróleo e gás deve cair 3% ao ano até 2050 para atingir essa meta. Muitos projetos de

Transição energética nos países em desenvolvimento depende de nova abordagem

  Transição energética nos países em desenvolvimento depende de nova abordagem Estudo realizado por pesquisadores do Poli-USP, RCGI e Universidade de Queensland, na Austrália, mostra quais são os principais desafios para que a tecnologia de fontes renováveis criada nos países desenvolvidos seja de fato implantada nos de baixa e média renda. Se de um lado países desenvolvidos dominam tecnologias de fontes de energia renováveis, essenciais para a descarbonização do setor elétrico, países de

A contra transição e a lisura na política energética do Brasil

  A contra transição e a lisura na política energética do Brasil, artigo de Heitor Scalambrini Costa Enquanto o mundo propõe políticas no sentido da descarbonização de suas matrizes energéticas, o país insiste em incentivar o uso dos combustíveis fósseis Transição é um termo cujo significado é mudança, alteração, modificação, substituição, transformação, troca. É isso que se espera diante da emergência climática que o Planeta está vivenciando, e que os estudos científicos têm

FMI sabota metas climáticas promovendo investimento em combustíveis fósseis

  FMI sabota metas climáticas promovendo investimento em combustíveis fósseis FMI orientou países a privatizar empresas de eletricidade em condições que dificultam o abandono da energia suja O Fundo Monetário Internacional (FMI) tem minado a ação climática global ao promover a expansão dos combustíveis fósseis por meio de seus conselhos de política pública, afirma uma pesquisa do Projeto Bretton Woods e a ActionAid EUA divulgada nesta quarta-feira (25/8). O estudo afirma que o

Nova tecnologia de energia limpa extrai duas vezes mais energia das ondas do mar

  Nova tecnologia de energia limpa extrai duas vezes mais energia das ondas do mar Os pesquisadores desenvolveram uma tecnologia de protótipo que pode dobrar a energia colhida das ondas do mar, em um avanço que poderia finalmente tornar a energia das ondas uma alternativa renovável viável. Royal Melbourne Institute of Technology (RMIT)* O potencial inexplorado da energia das ondas oceânicas é vasto - estima-se que a potência das ondas costeiras em todo o

Novas barragens hidrelétricas planejadas ameaçam rios em todo o mundo

  Novas barragens hidrelétricas planejadas ameaçam rios em todo o mundo Mais de 260.000 quilômetros de rio podem ser potencialmente cortados por projetos hidrelétricos planejados, de acordo com pesquisadores da Universidade McGill. McGill University* O estudo, liderado pelo World Wildlife Fund e publicado recentemente na Global Sustainability , mostrou que represas e reservatórios planejados são os principais contribuintes para o declínio dos rios de fluxo livre em todo o mundo. Ele também fornece uma

Amazônia pode gerar 1,1 TWh de eletricidade com biogás

  Amazônia pode gerar 1,1 TWh de eletricidade com biogás Estudo mostra que nos estados da Amazônia é possível produzir 537 milhões de m3 de biogás por ano e gerar 1,1 TWh de eletricidade, o suficiente para atender 556 mil residências e beneficiar 2,2 milhões de pessoas Enquanto o Brasil se depara com mais uma crise hídrica e de eletricidade, pagando mais caro na conta de luz e ainda correndo o risco de ficar no

Passos para o desenvolvimento da geração distribuída de energia no Brasil

  Passos para o desenvolvimento da geração distribuída de energia no Brasil, artigo de Jackson Chirollo A Geração Distribuída é o único meio de fazer com o que o Brasil se torne líder global na geração de energias renováveis De forma simples, descomplicada e direto ao ponto. As ações necessárias para o desenvolvimento sustentável e descarbonização, estão na maior adoção possível do consumidor em gerar sua própria energia renovável. Diante disso, abordaremos o

Brasil diante da emergência climática e a transição energética

  Brasil diante da emergência climática e a transição energética, artigo de Heitor Scalambrini Costa Ignorando a realidade e contrariando a ciência, o país marcha como um verdadeiro pária dentre os países civilizados A emergência climática está há vários anos na ordem do dia, e cada vez mais frequentes e intensos eventos climáticos como chuvas torrenciais, ciclones tropicais, incêndios, elevação do nível do mar, secas prolongadas e elevadas temperaturas em locais tradicionalmente frios;

Nordeste registra dez recordes de energia renovável

  Nordeste registra dez recordes de energia renovável De acordo com dados do ONS, a energia eólica hoje representa 10,9% da matriz elétrica brasileira e a expectativa é que chegue ao fim de 2025 atingindo 13,6%. Já a energia solar representa 2% da matriz, com expectativa de atingir 2,9% até o fim do ano Geração eólica, em 22 de julho, atendeu a 102% da demanda de toda região O segundo semestre chegou trazendo raios solares potentes e bons

China, Japão e EUA financiam energia de combustível fóssil no exterior

  China, Japão e EUA financiam energia de combustível fóssil no exterior China, Japão e EUA continuam a financiar a dependência de combustíveis fósseis nos países em desenvolvimento por meio de financiamento bilateral Afastar-se de sistemas de energia intensivos em carbono e investir em tecnologias renováveis CO2é fundamental para descarbonizar o setor de energia global e reduzir as mudanças climáticas globais. Mas os três países que dominam as finanças bilaterais no exterior no

Qual o impacto das mudanças climáticas no futuro do setor eólico brasileiro?

  Qual o impacto das mudanças climáticas no futuro do setor eólico brasileiro? Estimar os possíveis impactos que as mudanças climáticas podem ter no futuro sobre a disponibilidade de recursos eólicos no Brasil é de suma importância para um adequado planejamento energético Introdução: A diversidade na matriz energética de um país é um fator extremamente importante para evitar episódios de crise energética, como ocorrido no Brasil em 2001 , já que nesta época

É preciso adaptar a geração de energia atual às mudanças climáticas

  É preciso adaptar a geração de energia atual às mudanças climáticas Pedro Luiz Côrtes diz que é necessário diversificar ainda mais as fontes de energia atuais e direcionar investimentos significativos às energias eólica e solar Jornal da USP no Ar / Rádio USP A Crise do Apagão, que aconteceu no início deste século, revelou para o Brasil a vulnerabilidade das usinas hidrelétricas durante períodos de estiagens mais severos. A partir dela, criaram-se investimentos

Mobilidade elétrica avança na América Latina e Caribe durante pandemia

  Mobilidade elétrica avança na América Latina e Caribe durante pandemia Mantidas as tendências atuais, a partir de 2025 mais de 5.000 ônibus elétricos serão implantados a cada ano nas cidades da América Latina e Caribe. Modelos de negócios inovadores são necessários para superar as barreiras que impedem o ganho de escala do transporte elétrico, assim como mais medidas de apoio fiscal.   As mudanças causadas pela pandemia da COVID-19 no

Negacionismo na crise elétrica custará caro ao país, dizem especialistas

  Negacionismo na crise elétrica custará caro ao país, dizem especialistas Assim como na pandemia da Covid-19, o Brasil pagará um preço alto pelo negacionismo do governo federal na crise elétrica. A falta de transparência e a postura omissa do Executivo diante da intromissão de parlamentares no planejamento energético tornam a Nação mais vulnerável a apagões e elevação do Custo Brasil. O alerta é de alguns dos maiores especialistas brasileiros na questão elétrica,

BNDES deixará de financiar térmicas a carvão

  BNDES deixará de financiar térmicas a carvão Na sequência de campanhas da 350.org e de outras ONGs que pedem o fim do apoio a combustíveis fósseis, BNDES confirma mudança em política de crédito para usinas térmicas a carvão Pressionado pela sociedade civil brasileira e pela crescente relevância das políticas de ESG (ambientais, sociais e de governança) no cenário global, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) confirmou nesta terça-feira, 27

Recuperação na Europa tem demanda energética em alta e emissões em queda

  Recuperação na Europa tem demanda energética em alta e emissões em queda Abandono de usinas fósseis na Europa reduziu em 12% as emissões de 2021 em relação aos níveis pré-pandemia, diz estudo Por Cínthia Leone, Instituto ClimaInfo Um relatório publicado na Inglaterra na quarta-feira (28/7) pelo think tank de energia Ember revela que as emissões do setor elétrico europeu baixaram 12% em comparação aos níveis pré-pandêmicos no primeiro semestre de 2021. Os combustíveis fósseis

Crise hídrica e a importância das novas fontes na matriz de energia brasileira

  Crise hídrica e a importância das novas fontes na matriz de energia brasileira Com mais incentivos e abertura de mercado, é possível ampliar e diversificar a matriz de energia brasileira e reduzir seus impactos ambientais, econômicos e sociais. Por Milena de Fatima Chezanoski 1 Atualmente, o Brasil enfrenta uma das piores crises hídricas da sua história. A vazão média dos principais rios utilizados para gerar energia é a pior em 91 anos2

Top