Ondas de calor colocam em risco os trabalhadores ao ar livre

  Ondas de calor colocam em risco os trabalhadores ao ar livre Trabalhar ao ar livre durante períodos de calor extremo pode causar desconforto, estresse por calor ou doenças causadas pelo calor Estudo explora os efeitos das ondas de calor do verão na saúde da força de trabalho em Las Vegas, Phoenix e Los Angeles Desert Research Institute (DRI)* Trabalhar ao ar livre durante períodos de calor extremo pode causar desconforto, estresse por calor ou

Aquecimento global aumentará a exposição da população a superciclones

  Super Ciclone Amphan, 22/05/2020. Imagem: European Space Agency - ESA Aquecimento global aumentará a exposição da população a superciclones Pesquisas mostram que futuros superciclones exporiam um número muito maior de pessoas nas partes mais vulneráveis do mundo a inundações extremas University of Bristol* Um novo estudo revelou que os superciclones, a forma mais intensa de tempestade tropical, provavelmente terão um impacto muito mais devastador sobre as pessoas no sul da Ásia nos próximos anos. A

Benefícios climáticos das florestas vão muito além do sequestro de carbono

  Florestas saudáveis, como esta na ilha de Dominica, podem mitigar as mudanças climáticas por meio de processos biofísicos e do sequestro de carbono. Crédito: Santiago Florez Benefícios climáticos das florestas vão muito além do sequestro de carbono As florestas influenciam o clima e promovem a estabilidade, reduzindo temperaturas extremas e inundações em todas as estações e em todas as latitudes Por Santiago Florez* A política e as negociações climáticas historicamente se concentraram no papel

Aumento de temperatura e de secas prejudicam as árvores tropicais

  A Floresta Nacional de Caxiuanã - um dos locais de coleta de anéis de árvores do estudo - ao nascer do sol. A foto foi tirada no topo de uma torre alta para medir o clima e o fluxo de dióxido de carbono que atravessa a floresta. Foto de Peter Groenendijk   Aumento de temperatura e de secas prejudicam as árvores tropicais O crescimento do tronco das árvores tropicais é reduzido nos anos

Frequência de eventos do El Niño deve aumentar até 2040

  Frequência de eventos do El Niño deve aumentar até 2040 As flutuações climáticas globais chamadas eventos El Niño provavelmente se tornarão mais frequentes até 2040, mostra um novo estudo. University of Exeter* El Niño – o aquecimento incomum das águas superficiais no leste do Oceano Pacífico tropical – afeta o clima, os ecossistemas e as sociedades em todo o mundo. O estudo examinou quatro cenários possíveis para futuras emissões de carbono e encontrou um

A pobreza é a real tragédia nos extremos climáticos

  A pobreza é a real tragédia nos extremos climáticos, artigo de José Ricardo Bandeira “Logicamente, a culpa sempre recai sobre a mãe natureza, mas certamente um olhar mais atento e imparcial pode revelar a crueldade social que se esconde por trás de uma tragédia[...]” O mundo inteiro sofre com tragédias causadas por eventos climáticos como furacões, tempestades, terremotos e tantos outros, porém, na grande maioria dos países, essas tragédias normalmente não causam

A tragédia de Petrópolis e os problemas ambientais iminentes

  A tragédia de Petrópolis e os problemas ambientais iminentes, artigo de Helânia Pereira da Silva É fato que muitos negam o aquecimento global e a possibilidade de chuvas mais intensas, em lugares cada vez mais habitados, e nessa categoria de urbanização desordenada, o homem ocupa os espaços, além dos limites da natureza ali existentes. Para Santos (1997), A produção do espaço é resultado da ação dos homens agindo sobre o próprio

A culpa não é da chuva

  Fevereiro 2022. Deslizamento de terra causado pelas chuvas em Petrópolis, na comunidade da 24 de Maio. Foto. EBC A culpa não é da chuva, artigo de Kathya Balan Mais de uma década depois da reestruturação do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil, manchetes apontam o volume pluviométrico da estação como culpado do desastre ocorrido em Petrópolis nesta semana. A culpa é mesmo da forte chuva? Em 2011, a região serrana do Rio

Vidas soterradas em Petrópolis: A lúgubre ‘novela’ se repete

  Fevereiro/2022 - Bombeiros, moradores e voluntários trabalham no local do deslizamento no Morro da Oficina, após a chuva que castigou Petrópolis, na região serrana fluminense. Foto: Tânia Rêgo/ABr Vidas soterradas em Petrópolis: A lúgubre 'novela' se repete, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos Como um “carma” já desgraçadamente internalizado pela sociedade brasileira, especialmente por suas autoridades públicas e privadas e por sua mídia, repetem-se anualmente, à época das chuvas mais intensas, as

A natureza como solução para as enchentes no Rio de Janeiro

  A natureza como solução para as enchentes no Rio de Janeiro Já se sabe que a natureza é capaz de prover inúmeros benefícios adicionais, além da prevenção de enchentes, que superam significativamente os custos da recuperação vegetal A solução para o problema das enchentes no Rio de Janeiro pode ser mais simples do que se pensava: as ‘Soluções baseadas na Natureza’ visam solucionar problemas da sociedade com base na proteção e

Emergência Climática – Chuvas extremas desaceleram a economia global

  Emergência Climática - Chuvas extremas desaceleram a economia global O crescimento econômico diminui quando o número de dias úmidos e de dias com chuvas extremas aumenta, segundo uma equipe de cientistas de Potsdam. Os países ricos são os mais severamente afetados e, neste caso, os setores manufatureiro e de serviços, de acordo com seu estudo agora publicado como reportagem de capa na renomada revista científica Nature. Potsdam Institute for Climate Impact Research

Em 2021 já enfrentamos a ameaça dos eventos climáticos extremos

  Em 2021 já enfrentamos a ameaça dos eventos climáticos extremos Calor e chuvas recordes, incêndios devastadores e secas debilitantes estiveram entre os eventos extremos de clima e água de 2021, com impactos humanos, econômicos e ambientais que durarão muito mais do que o ano civil. Pela World Meteorological Organization (WMO)* De acordo com a Organização Meteorológica Mundial, os últimos sete anos devem ser os sete mais quentes já registrados. Um evento de resfriamento

Perdas globais por catástrofes seguradas sobem para US$ 112 bilhões em 2021

  Perdas globais por catástrofes seguradas sobem para US$ 112 bilhões em 2021 • Catástrofes naturais causaram perdas globais seguradas estimadas em US ﹩ 105 bilhões em 2021, a quarta maior alta desde 1970 • O furacão Ida foi o principal evento deficitário, mas, novamente, mais da metade das perdas globais vieram de perigos secundários • As perdas por catástrofes naturais provavelmente continuarão a crescer mais do que o PIB global, dados os aumentos

Ondas de calor simultâneas já são sete vezes mais frequentes do que na década de 1980

  Ondas de calor simultâneas já são sete vezes mais frequentes do que na década de 1980 Os eventos de calor simultâneos também ficaram mais quentes e maiores: sua intensidade aumentou 17% e sua extensão geográfica aumentou 46% Várias ondas de calor grandes do tamanho da Mongólia ocorreram ao mesmo tempo quase todos os dias durante as estações quentes da década de 2010 em todo o hemisfério norte, de acordo com um estudo

Aquecimento global acelera a frequência dos extremos de calor

  Aquecimento global acelera a frequência dos extremos de calor A frequência de extremos de calor e temperaturas e chuvas recordes têm aumentado em todo o mundo como resultado do aquecimento global, de acordo com um projeto de pesquisa internacional liderado pela Universidad Complutense de Madrid (UCM) e envolvendo a participação do Instituto de Geociências (CSIC- UCM). Pela Universidad Complutense de Madrid O estudo, publicado na Climate and Atmosphere Science estima que a ocorrência

Os avanços tímidos da COP26 e as ilusões do desenvolvimento sustentável

  Os avanços tímidos da COP26 e as ilusões do desenvolvimento sustentável, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Defender a sustentabilidade ambiental junto ao velho modelo de desenvolvimento consumista e em um quadro de permanente desigualdade social é o mesmo que se deixar levar pelas ilusões da maquiagem verde e pelas falsas promessas do desenvolvimento sustentável “A Terra está falando. Ela nos diz que não temos mais tempo” Txai Paiter Suruí (01/11/2021) Líderes governamentais, como

COP26 – Um fracasso político e diplomático

  COP26 - Um fracasso político e diplomático O objetivo fundamental da COP26 era garantir que nosso clima não esquentasse mais do que 1,5 grau - com essa medida, ele falhou desastrosamente Após a publicação do acordo final da COP26, Molly Scott Cato, Professora de Economia na Universidade de Roehampton, diz que o evento falhou no que a história verá como nossa última chance de proteger o mundo do desastroso superaquecimento. Por Chiara Barreca/

COP26 acorda a redução gradual de combustíveis fósseis e falha com os mais afetados pela crise climática atual

  COP26 acorda a redução gradual de combustíveis fósseis e falha com os mais afetados pela crise climática atual Para que a ação de cada setor da economia ajude a fechar a lacuna para a meta-limite de 1,5C, os governos precisarão implantar políticas claras e os signatários desses acordos precisarão ser responsabilizados para cumprir suas promessas Análise Esta COP refletiu em certa medida as conclusões do relatório IPCC SR1.5 e IEA net zero,

Texto final da COP26 é enfraquecido para agradar Índia e China

  Texto final da COP26 é enfraquecido para agradar Índia e China É preciso se perguntar se, nesse ponto, ainda está ao alcance das mãos o objetivo de permanecer abaixo do limiar de 1,5ºC IHU Termina uma sessão plenária e, uma hora e meia depois, começa outra. Mas, desta vez, os delegados de quase 200 países sabem que, no documento principal e definitivo da COP-26, será feita uma modificação antes da publicação. A reportagem

COP26: Metas atualizadas ainda levam a aumento de 13% das emissões até 2030

  COP26: Metas atualizadas ainda levam a aumento de 13% das emissões até 2030 As promessas nacionais de redução das emissões divulgadas até o começo da COP26 ainda não são capazes de cumprir a meta de manter o aumento médio da temperatura do planeta em 1,5°C, de acordo com a atualização do Relatório Síntese da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (UNFCC). A nova versão do documento inclui as atualizações

Top