Pesquisa associa as ondas de calor simultâneas às mudanças climáticas antropogênicas

  Sem a mudança climática causada pela atividade humana, as ondas de calor simultâneas não teriam atingido uma área tão grande quanto no verão passado. Esta é a conclusão dos pesquisadores do ETH Zurich com base em dados observacionais e de modelo. Por Peter Rüegg*     Muitas pessoas se lembrarão no verão passado - não apenas na Suíça, mas também em grandes partes do resto da Europa, assim como na América do Norte e na

Telhados reflexivos podem reduzir o efeito de ilha de calor urbano e salvar vidas durante as ondas de calor

  Um novo estudo de modelagem da Universidade de Oxford e colaboradores estimou como a mudança da refletividade dos telhados pode ajudar a manter as cidades mais frias durante as ondas de calor e reduzir as taxas de mortalidade classificadas pelo calor. University of Oxford*     As cidades são geralmente alguns graus mais quentes do que o campo, devido ao efeito de ilha de calor urbana. Este efeito é causado, em parte, pela falta

Pesquisa revisa os impactos das ondas de calor em humanos e animais selvagens

    Ondas de calor: "O verão está rapidamente se tornando uma estação mortal para a vida na Terra", diz o professor de biologia Jonathon Stillman Por Patrick Monahan*, San Francisco State University A mudança climática é frequentemente discutida em termos de médias - como a meta estabelecida pelo Acordo de Paris de limitar o aumento da temperatura da Terra a 2 graus Celsius. O que esses números não conseguem transmitir é que a mudança

Comunidades rurais da China são mais vulneráveis a eventos climáticos extremos do que as pessoas que vivem em áreas urbanas

  Quente ou frio, os moradores rurais são mais vulneráveis a eventos climáticos extremos International Institute for Applied Systems Analysis (IIASA)*   Temperaturas extremas, tanto frias quanto quentes, trazem maior risco de mortalidade para as pessoas que vivem nas comunidades rurais da China do que nas áreas urbanas, de acordo com um estudo recente publicado na revista Environmental Health Perspectives. A disparidade entre o risco de mortalidade urbano e rural foi encontrada em toda

Do calor de 44 graus pro temporal no Rio, artigo de Beatriz Diniz

    [EcoDebate] No sábado 2/2 teve termômetro marcando 44 graus na zona Sul do Rio. Na noite de 6/2 desabou um temporal com enorme volume de água em poucas horas. A cidade entrou em estágio de crise e amanheceu mergulhada no caos depois da chuvona prevista. Ano passado, também em fevereiro, a cidade entrou em estágio de crise depois de temporal [confere aqui]. Isso quer dizer que a prefeitura teve um ano

Temperatura média da superfície global – Década de 2014 a 2023 pode ser a mais quente desde o início dos registros

  Prevê-se que a temperatura média da superfície global para o período de cinco anos até 2023 seja próxima ou acima de 1,0 ° C acima dos níveis pré-industriais, diz o Met Office. Se as observações para os próximos cinco anos acompanharem a previsão que faria a década de 2014 a 2023, a série mais quente de anos desde o início dos registros. Os números de hoje divulgados pelo Met Office incluem dados

O clima global em janeiro de 2019: um mês de extremos

  O mês de janeiro foi marcado por clima de alto impacto em muitas partes do mundo, incluindo frio extremo e perigoso na América do Norte, registro de calor e incêndios florestais na Austrália, altas temperaturas e chuvas em partes da América do Sul e forte nevasca nos Alpes. e Himalaia. World Meteorological Organization (WMO)* Grande parte da América do Norte foi dominada por um influxo de ar do Ártico. Combinado com ventos

Ministro do Meio Ambiente diz que há ‘consenso’ para Brasil permanecer no Acordo de Paris

  O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse ontem (14) que há um consenso no governo para que o Brasil permaneça no Acordo de Paris, que estabelece metas entre os signatários para redução da emissão de gases causadores do efeito estufa. Durante a campanha e depois de eleito, o presidente Jair Bolsonaro criticou por diversas vezes o acordo e sinalizou que o Brasil poderia abandoná-lo.     ABr Salles disse que, “por ora”, o Brasil

Reflorestamento no Camboja traz chuvas de volta para região seca por causa da perda de cobertura vegetal

Reflorestamento - Na montanha de Kulen, no Camboja, um projeto apoiado pela ONU Meio Ambiente promove a restauração de ecossistemas devastados e auxilia aldeões a encontrar meios de subsistência sustentáveis, evitando a atividade madeireira. A recuperação da mata aumentou o volume de chuvas, antes abundante, mas reduzido em anos recentes por causa da perda de cobertura vegetal. ONU Brasil Mulheres retiram ervas daninha num viveiro de mudas no topo da montanha de

Os últimos quatro anos foram os mais quentes já registrados – e o CO2 continua a subir

  Dados mostram que 2018 foi o quarto de uma série de anos excepcionalmente quentes e as concentrações atmosféricas de CO2 continuaram a subir.     Por Silke Zollinger* Dados divulgados pelo Copernicus Climate Change Service (C3S) mostram que 2018 foi o quarto de uma série de anos excepcionalmente quentes e junto com o Copernicus Atmosphere Monitoring Service (CAMS), o C3S relata que as concentrações atmosféricas de CO2 continuaram a subir. O C3S e o CAMS

Como as florestas tropicais se adaptam à seca? por William F. Laurance

  No futuro, as secas podem se tornar mais severas ou freqüentes nos trópicos. Como isso afetará as florestas tropicais ricas em espécies?     Desde 2013, Susan Laurance lidera um experimento em grande escala para simular a seca na floresta australiana de Daintree. O estudo [ Rainforest trees respond to drought by modifying their hydraulic architecture ], liderado pelo pós-doutorado de Sue, David Tng, revela uma descoberta surpreendente: a notável diversidade de estratégias pelas

Pequenos peixes podem não ser mais capazes de prosperar sob níveis de oxigênio decrescentes

  Um novo estudo revela que apenas a menor mudança nos níveis de oxigênio pode ter ramificações tremendas na cadeia alimentar. University of South Florida* O aumento das temperaturas está fazendo com que as regiões de águas intermediárias com oxigênio muito baixo, conhecidas como Zonas Mínimas de Oxigênio (OMZs), se expandam no leste do Oceano Pacífico Norte. Enquanto alguns organismos em certas regiões podem ser capazes de se adaptar, os pesquisadores descobriram que

Top