O dia em que a hipocrisia perdeu, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Finalmente o barco Temer afundou. Uma hipocrisia monumental como essa não tinha como durar, ainda que protegida pela mídia e pela justiça de Curitiba. Se Temer continua aí como um cadáver ambulante, um walking dead, tanto fez como faz. Seu governo morreu e ele também. O estrago é incalculável e só a história dirá em que abismo os golpistas meteram o povo brasileiro. Aécio suspenso do mandato, irmã dele presa,

Deputados e senadores na mira do povo, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Cresce em todos os recantos do Brasil – ouço isso da Amazônia ao Apodi, passando pelo Pampa Gaúcho – a ideia de marcar severamente todos os deputados e senadores que votaram pelo golpe de 2016 e, principalmente, aqueles que estão votando contra o povo brasileiro. Vamos ilustrar claramente onde votam contra o povo: PEC do fim do mundo que congelou os gastos de saúde e educação por vinte anos; reforma

As greves e a crise vieram para ficar, artigo de Nilo Sergio S. Gomes

    [EcoDebate] A greve geral realizada no último 28 de abril foi apenas a primeira de uma série de mobilizações que deverão acontecer e incorporar-se à conjuntura atual do país, já marcada pela crise econômica, cuja superação parece situar-se em um horizonte não tão próximo. E mesmo que se inicie um processo de recuperação da economia a partir do final deste ano, como anunciam economistas do Ministério da Fazenda e do

Discernimentos para o momento atual, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] A filosofia nos ensinava que o “bom filósofo sabe distinguir”. Na Teologia o discernimento é um dom do Espírito Santo. Porém, discernir não é apenas um ato racional como quer a filosofia, mas buscar com reta intenção e reto coração o que é justo e bom. Então, vamos a alguns discernimentos para o momento atual brasileiro: Primeiro, todos os grandes partidos – inclusive grande parte dos menores - se utilizaram fartamente do

Foi ela, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Vejo coisas absurdas no meu trabalho em Psiquiatria, por exemplo, já ouvi mais de um homem que esfaqueou a mulher alegar que “foi ela quem se agarrou na faca”. O “non sense” faz parte da profissão mas agora, cada vez mais, tem feito parte da política brasileira também, temos ouvido cada coisa “de louco” no país. As práticas usadas como justificativas morais para a queda do governo anterior tem sido

A impopularidade de Donald Trump e a decadência do Império Americano, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Só amanhece o dia para o qual estamos acordados” (Henry Thoreau, 200 anos de seu nascimento)     [EcoDebate] A eleição do bilionário do setor de especulação imobiliária, Donald Trump, para a presidência dos Estados Unidos da América (EUA), é uma consequência e, ao mesmo tempo, uma confirmação do processo de decadência do Império Americano. Todos os grandes Impérios do mundo tiveram seus momentos de ascensão e declínio: Império Persa, Império Romano, Império Otomano,

A cassação da chapa Dilma-Temer, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O Brasil vem perdendo participação na economia mundial desde o quinquênio 1980-1985. A chamada Nova República tem sido marcada pela mediocridade do crescimento econômico e do avanço do desenvolvimento humano (e não se trata do declínio próspero de Odum). O FMI mostra que a participação do PIB brasileiro (em poder de paridade de compra) no PIB mundial está caindo desde os anos 80. Em 1980, o Brasil representava 4,37%

O Brasil sem futuro, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] Um dos mitos nacionais mais recorrentes é que o “Brasil é o país do futuro”. No hino nacional está escrito que o Brasil é um “gigante pela própria natureza” e, por suposto, em constante crescimento e com um futuro grandioso pela frente. Vários sociólogos e ícones da brasilidade difundiram a ideia de que esse gigante, em algum momento, iria se levantar de seu berço esplêndido e surgiria uma maravilhosa sociedade

De 1 milhão de mortos para 1 milhão de cisternas, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Na seca de 82 a estimativa foi que pelo menos 1 milhão de Nordestinos ainda morreram de inanição, isto é, fome ou sede. Nessa seca que vem de 2012 até 2016, não há registros de mortes por inanição, nem o fenômeno das grandes migrações, nem frentes de emergência e muito menos saques nas cidades do sertão. O IX ENCONASA – Encontro da Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA) -, acontecido entre

A mulher de César, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Se aplica ao Juiz Sérgio Moro o ditado que “a mulher de César não basta ser honesta, tem de parecer honesta”, o mais clássico sobre a postura de pessoas públicas. As fotos de Moro, agora em dezembro, em evento às gargalhadas junto com Aécio Neves, em evento com este e outros tucanos investigados pela Justiça, como Serra e Alckmin, além do Temer. Claro que os citados tem foro privilegiado e

EUA: A vitória do populismo, uma reflexão do noticiário da TV alemã, por Johannes Gierse

A VITÓRIA DO POPULISMO - UMA REFLEXÃO DO NOTICIÁRIO DA TV ALEMÃ EM 3 PARTES Jornalista Pinar Atalay: O novo é muito diferente dos presidentes anteriores dos EUA. E é exatamente este o motivo pelo qual muitos americanos votaram nele. E a metade do eleitorado enxerga nele um salvador que fala palavras claras e, finalmente, combate os descasos. Até mesmo aquelas pessoas aos quais Trump tinha atacado fortemente: boa parte das

A tragédia com a Chapecoense e a comoção mundial, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] O estádio cheio de torcedores do Atlético Nacional da Colômbia cantando em homenagem à Chapecoense foi de arrepiar. O Real Madrid com a camiseta “Somos Todos Chapecoense” também foi comovente. No país e no mundo, chocados com a perda das dezenas de vidas da delegação esportiva, assistimos a reações que foram muito além do imaginado. No noticiário habitual estamos acostumados a notícias ruins sobre a humanidade: guerras, flagelos, injustiças, exploração

Top