Factoide presidencial: caso dos preços dos combustíveis (1)

  Factoide presidencial: caso dos preços dos combustíveis (1), artigo de Heitor Scalambrini Costa O termo factoide diz respeito ao fato ou notícia forjada, falsa, com o intuito de atrair a atenção da opinião pública. Uma das características do atual desgoverno federal, não é governar, mas sim confundir, criar falsas notícias, deturpar fatos reais, gerar tensões na sociedade. Este comportamento só ratifica a falta de políticas públicas para áreas realmente que importam: saúde,

Mais idosos do que jovens no eleitorado de 2022

  Mais idosos do que jovens no eleitorado de 2022, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O Brasil está passando pela transição demográfica e a tendência é que o número de jovens continue diminuindo e o número de idosos permaneça em crescimento O eleitorado brasileiro, seguindo uma tendência que ocorre para toda a população nacional, tem mais idosos e menos jovens a cada eleição. No mês de janeiro de 2022 havia apenas 731

Para superar os monstros na política

  Para superar os monstros na política, artigo Gaudêncio Torquato A insanidade continua a pavimentar o caminho dos governantes. Canalhice, mediocridade, vaidade, ignorância, hipocrisia e populismo inundam os espaços públicos Governantes das mais diferentes ideologias dão efetiva contribuição à degenerescência da arte de governar, pela qual Saint Just, um dos jacobinos da Revolução Francesa, já expressava, nos meados do século 18, grande desilusão: “Todas as artes produziram maravilhas, menos a arte de governar,

Meio ambiente continua fora dos temas prioritários para presidenciáveis

  Meio ambiente continua fora dos temas prioritários para presidenciáveis Mesmo com o Dia Mundial do Meio Ambiente gerando milhões de comentários nas redes sociais, pré-candidatos não discutem o tema em seus perfis oficiais Neste último domingo (5), o mundo celebrou o Dia Mundial do Meio Ambiente. Porém, os pré-candidatos à Presidência do Brasil, ao que parece, não dão muita atenção ao assunto. Isso foi percebido no levantamento denominado “Observatório das Eleições 2022 --

Declaração de Voto

  Declaração de Voto, por Roberto Malvezzi (Gogó) Voto contra a fome A miséria O desemprego O lucro de poucos acima da vida de multidões. Voto pelo SUS Pela educação pública Pela saúde pública Pelo transporte público Pela qualidade de vida Pela Renda Mínima Voto pela moradia digna Pelo saneamento ambiental Pelos territórios quilombolas Pelos territórios indígenas Pelos territórios das Comunidades de Fundo e Fecho de Pasto Pela Reforma Agrária Pelos assentamentos Pelas florestas em pé Pela biodiversidade Pela água limpa Pelo ar puro Pela agricultura familiar-camponesa Pela agroecologia Por cinco milhões de casas com

Confrontos com STF e TSE interrompem tendência de crescimento de Bolsonaro na corrida eleitoral

  Confrontos com STF e TSE interrompem tendência de crescimento de Bolsonaro na corrida eleitoral Eleitores avaliam que presidente erra ao propor enfrentamento institucional, pôr em xeque a credibilidade das urnas eletrônicas e ao perdoar deputado condenado pelo Supremo Lula segue liderando com 46% das intenções de voto Bolsonaro fica com 29% e para de subir depois de três meses 45% reprovam perdão a deputado condenado pelo STF; 30% aprovam Desconfiança em

A trilha da insensatez foi aberta

  A trilha da insensatez foi aberta, artigo de Gaudêncio Torquato Para começo de conversa, o perdão concedido pelo presidente Jair Bolsonaro ao deputado Daniel Silveira é um ato de natureza política que não puxará um único voto para o bornal do candidato à reeleição. A hipótese parte do princípio de que a graça ofertada ao parlamentar tem o condão de agradar as bases bolsonaristas, setores dispersos, grupos que defendem um regime de

Geonecropolítica à brasileira: o Pacote da Morte para o Brasil

  Geonecropolítica à brasileira: o Pacote da Morte para o Brasil, artigo de Éder Rodrigues dos Santos O “Pacote da Morte” é um conjunto de projetos de lei proveniente de parlamentares vinculados à bancada ruralista que visam flexibilizar leis ambientais no Brasil, favorecendo a ocupação de terras tradicionalmente ocupadas com fins de exploração e lucro, em detrimento às questões ambientais, climáticas e indiferentes à cultura das populações autóctones. Os territórios tradicionais sofrem constantemente

A responsabilidade de votar e agir por um 2022 mais verde

  A responsabilidade de votar e agir por um 2022 mais verde, artigo de Sergio Margulis Cada voto será estratégico para definir os rumos do país neste momento tão crítico Em 2022, o brasileiro terá decisões históricas a tomar. A mais importante delas é assumir uma postura responsável diante das eleições para presidente da República, governadores, senadores, deputados federais e estaduais. Cada voto será estratégico para definir os rumos do país neste momento tão

Populismo e polarização política se aprofundam globalmente

  Populismo e polarização política se aprofundam globalmente As divisões políticas são mais profundas do que em qualquer momento nos últimos 50 anos, de acordo com um novo estudo conduzido pela Universidade de St Andrews. Movimentos populistas, como o movimento Brexit no Reino Unido e a campanha Trump apoiada por cidadãos comuns, que rompem as normas estabelecidas e agem contra as instituições democráticas, com o tempo tornam-se associados à identidade política, levando a

Eleições presidenciais em 2022 influenciarão as questões climáticas brasileiras

  Eleições presidenciais em 2022 influenciarão as questões climáticas brasileiras, por Rodrigo Silva e Marília Fattori As próximas eleições serão cruciais para selar novos acordos diplomáticos (e de apoio financeiro), além de definir quais serão as políticas públicas sobre a proteção ao meio ambiente A presença do Brasil na COP26, Cúpula do Clima das Nações Unidas, em Glasgow, na Escócia, mostrou que o país (não somente ele) está caminhando a passos muito lentos

Do estelionato eleitoral às fake news

  Do estelionato eleitoral às fake news, artigo de José Ricardo Bandeira Infelizmente, grande parte dos estelionatos eleitorais ainda não estão tipificados como crimes no código penal e na legislação eleitoral. Com o acirramento e a polarização da disputa eleitoral, novamente a população fica a mercê do jogo político partidário e das diversas artimanhas praticadas pelos partidos e seus políticos e, dentre as mais conhecidas, estão os “Estelionatos eleitorais” e as Fake News,

Declive institucional na direção de um passado autoritário é um risco

  Declive institucional na direção de um passado autoritário é um risco, artigo Gaudêncio Torquato Ao fundo, remanesce a discussão sobre a militarização do governo. Nunca tantos militares foram convocados para integrar a linha de frente da máquina governamental O ministro da Defesa, Braga Netto, fez um desmentido que não apagou a fogueira. Disse que não disse o que o Estadão publicou: se não for aprovado o voto impresso não haverá eleição em

O que o período Bolsonaro pode nos ensinar?

  O que o período Bolsonaro pode nos ensinar? artigo Roberto Malvezzi (Gogó) Em primeiro, um alerta aos ingênuos e mal-intencionados: quem muito fala de corrupção pode ser tão ou mais corrupto que aqueles que denuncia. Falamos de corrupção no sentido amplo, “cor ruptum”, coração rompido. Prestem atenção em Moro, Dallagnol e Bolsonaro. Segundo, a pior das democracias sempre é melhor que qualquer ditadura. Se a ilusão com as ditaduras for derrotada nesse

Analfabeto político é cúmplice do genocídio

  Analfabeto político é cúmplice do genocídio, artigo de Gilvander Moreira Analfabeto político é cúmplice do genocídio Por Gilvander Moreira1 “Felizes os que constroem a paz, pois serão chamados filhos de Deus” (Mateus 5,9), bradou Jesus Cristo no Discurso da Montanha, na Palestina, colônia com povo escravizado e explorado pelo Imperialismo Romano. Vivemos em uma Casa Comum, onde tudo está interconectado com tudo. Sendo assim, não há espaço para neutralidade e omissão, pois toda

Do luto à luta, nas ruas!

  Do luto à luta, nas ruas! artigo de Gilvander Moreira Lutar tem risco, mas o maior risco hoje é não lutar pela superação dos desmandos na política brasileira. A política genocida está se reproduzindo cotidianamente. Do luto à luta, nas ruas! Por Gilvander Moreira1 O dia 29 de maio de 2021 provavelmente entrará para a história como o dia do início de uma nova onda de lutas populares massivas no Brasil por vários direitos,

O ex-capitão e o antiministro do meio ambiente

  O ex-capitão e o antiministro do meio ambiente, artigo de Heitor Scalambrini Costa Com a intenção clara e declarada de acabar com o MMA, o despresidente colocou na pasta alguém que pudesse destruí-lo, de afrouxar e mesmo extinguir a legislação ambiental do país Vivemos tempos sombrios. A música da artista Vanessa da Mata, "Absurdo", retrata muito bem esta situação, quando em um dos versos diz “Falsos bens, progresso? Com a mãe, ingratidão. Deram

O voto católico poderá garantir a vitória de Lula em 2022

  O voto católico poderá garantir a vitória de Lula em 2022, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Na conjuntura atual, os evangélicos estão divididos e a maioria dos católicos estão contra o atual mandatário instalado no Palácio do Planalto As eleições de 2022 devem apresentar resultados opostos aos das eleições presidenciais de 2018, quando se considera o voto segundo o perfil religioso do país, especialmente o eleitorado cristão que abarca a grande

Bertold Brecht, a Democracia e a Extrema Direita

  Bertold Brecht, a Democracia e a Extrema Direita, artigo de Juacy da Silva [EcoDebate] Sempre é bom a gente tentar entender a realidade atual que nos cerca, sem perder de vista a caminhada da história, os acontecimentos que marcaram a vida de países e de gerações, o surgimento dos conflitos, das guerras e as razões que levam alguns grupos a tentarem impor suas crenças, suas ideologias e suas visões de mundo,

Não dá para esperar as eleições de 2022

    Não dá para esperar as eleições de 2022 Por Gilvander Moreira1 No Brasil, estamos imersos em uma gravíssima crise que afeta de diferentes formas as áreas política, econômica, social, ambiental, religiosa, agrária e urbana, entre outras. Estamos sob o sistema capitalista, máquina de moer vidas, que fomenta de muitas formas o egoísmo, a ganância, a usura, a competição, a concorrência, o egocentrismo, o individualismo e o consumismo, que desumaniza muitas pessoas e

Top