Avanços e desafios da economia brasileira nos 200 anos da Independência

  Avanços e desafios da economia brasileira nos 200 anos da Independência, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O Brasil chega ao Bicentenário da Independência sem ter muito a comemorar, pois o quadro econômico e social da atualidade é de retrocesso Na época da Independência, em 1822, o Brasil era o maior país da América do Sul, mas tinha uma dimensão demográfica e econômica menor, por exemplo, do que o México e a

O avanço da Ásia emergente e a estagnação da América Latina

  O avanço da Ásia emergente e a estagnação da América Latina, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A América Latina e Caribe (ALC) e a Ásia emergente (países asiáticos de renda média e baixa) são duas regiões do mundo que estão apresentando ritmos diferentes e opostos nos resultados do processo de desenvolvimento. Enquanto a Ásia em desenvolvimento é uma região emergente que tem apresentado bons indicadores econômicos e cresce acima da média

Singapura e Taiwan deixam Brasil e Cuba para trás

  Singapura e Taiwan deixam Brasil e Cuba para trás, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A dinâmica econômica dos países da América Latina e dos Tigres Asiáticos tem sido marcadamente diferente nas últimas 7 décadas. Considerando os 4 países do gráfico abaixo, percebe-se que Cuba tinha uma renda per capita (em poder de paridade de compra – ppp), em 1952, de US$ 2,8 mil, superior à renda do Brasil US$ 2,4 mil,

O grupo BRICS supera o G7 e pretende se tornar líder econômico e político global

  O grupo BRICS supera o G7 e pretende se tornar líder econômico e político global, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O termo BRIC foi inventado pelo economista Jim O' Neill, do banco de investimento Goldman Sachs, em 2001, com o objetivo de orientar as empresas e os investidores mundiais como ganhar dinheiro com os grandes países “emergentes” do mundo: Brasil, Rússia, Índia, China. Estes quatro países estão entre aqueles da comunidade

Crescimento econômico da África Subsaariana e déficit social e ambiental

  Crescimento econômico da África Subsaariana e déficit social e ambiental, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A África Subsaariana corresponde à parte do continente africano situada ao sul do deserto do Saara e engloba 48 países. É a região mais pobre do mundo e tem apresentado momentos de crescimento econômico maior e menor do que a média mundial. O gráfico abaixo, com dados do FMI, mostra o crescimento anual do mundo e

De quem é a culpa? Da Petrobras?

  De quem é a culpa? Da Petrobras? artigo de Juacy da Silva É importante também inserirmos esta questão dos preços dos combustíveis no contexto das mudanças climáticas e o papel que o uso dos combustíveis fósseis (carvão, petróleo e derivados e gás natural) tem no aquecimento global, emissão de gases de efeito estuda e das mudanças climáticas “O Governo Federal vai receber R$ 37,3 bilhões em dividendos da Petrobras após lucro recorde

Crise das criptomoedas pode gerar oportunidades

Crise das criptomoedas pode gerar oportunidades Com a queda das criptomoedas, o mercado está se movimentando para tentar prever os próximos passos. Muitos investidores ficaram assustados com as baixas, mas outros estão aproveitando o momento para comprar Terra Luna e outras moedas digitais. A ideia é lucrar quando elas voltarem a subir. Após mais de uma década de boom, o segmento vive uma de suas piores crises. No entanto, como toda

Caminho do fracasso: Brasil tem uma das menores taxas de investimento do mundo

  Caminho do fracasso: Brasil tem uma das menores taxas de investimento do mundo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Maiores taxas de investimento são fundamentais para a criação de emprego e, especialmente, para se atingir a bandeira do “Pleno emprego e trabalho decente” O aumento das taxas de investimento é a variável mais importante para explicar o desenvolvimento econômico e social dos países. Nas sociedades tradicionais e pobres, a estrutura produtiva tinha

Renda per capita brasileira abaixo da média da América Latina

  Renda per capita brasileira abaixo da média da América Latina, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O Brasil acompanha pari passu o ritmo da América Latina e Caribe (ALC) e também está preso à armadilha da renda média A economia internacional cresceu 3,4% ao ano no período 1980-2027, segundo os dados e as projeções do Fundo Monetário Internacional (FMI), divulgados no relatório WEO em abril de 2022. Mas este crescimento foi diferenciado

As energias renováveis bateram recordes de crescimento em 2021

  As energias renováveis bateram recordes de crescimento em 2021, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O mundo precisa urgentemente descarbonizar a economia e recuperar os ecossistemas, além de ampliar as áreas anecúmenas e promover o bem-estar de todas as espécies vivas do Planeta As energias renováveis bateram recordes de crescimento em 2021, segundo a Agência Internacional de Energia (IEA). Apesar dos persistentes desafios gerados pelo rompimento das cadeias de suprimentos dos insumos

50 anos do livro Limites do Crescimento

  50 anos do livro Limites do Crescimento, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “Acreditar que o crescimento econômico exponencial pode continuar infinitamente num mundo finito é coisa de louco ou de economista” Kenneth Boulding (1910-1993)   São cada vez mais alarmantes os sinais dos desastres ecológicos. O mundo está começando a perceber a dimensão da crise climática e ambiental. Os diversos relatórios do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) mostram que o modelo hegemônico de produção

10 homens mais ricos do mundo têm riqueza equivalente a 3,1 bilhões de pessoas

10 homens mais ricos do mundo têm riqueza equivalente a 3,1 bilhões de pessoas A riqueza total dos bilionários do mundo é hoje equivalente a 13,9% do PIB global – quase três vezes maior do que o verificado em 2000 (4,4%) Um novo bilionário surgiu no mundo a cada 30 horas nos últimos dois anos, durante a pandemia de Covid-19 O total de 2.668 bilionários – 573 a mais que em

As 14 maiores economia do mundo de 1980 a 2022

  As 14 maiores economia do mundo de 1980 a 2022, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A economia brasileira cresce menos do que a média mundial e tem perdido posição para os países asiáticos, como a Indonésia e a Coreia do Sul A economia global (em preços correntes e em poder de paridade de compra - ppp), passou de US$ 13,4 trilhões em 1980 para US$ 211,5 trilhões segundo o Fundo Monetário

FMI reduz estimativa de crescimento da economia mundial em 2022

  FMI reduz estimativa de crescimento da economia mundial em 2022, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O relatório do FMI mostra que as perspectivas econômicas globais pioraram significativamente em 2022 O Produto Interno Bruto (PIB) global retraiu -3,1% em 2020 em função da pandemia da covid-19, mas cresceu 6,1% em 2021. A média do crescimento da economia internacional foi de 1,5% no biênio 2020-21. É um valor bem abaixo da média da

Benefícios são maiores do que custos na redução das emissões de carbono

    Benefícios são maiores do que custos na redução das emissões de carbono Pesquisadores encontram custo econômico limitado para metas robustas de emissão de carbono Oxford University Press USA* Um novo artigo na Oxford Open Climate Change, publicado pela Oxford University Press, indica que, embora vários modelos para medir o impacto econômico da redução das emissões de carbono mostrem baixos benefícios econômicos atuais, após 2050, a maioria dos cenários mostra benefícios maiores do que

Estudo conclui que reduzir as emissões de carbono não prejudicará o crescimento econômico

  Estudo conclui que reduzir as emissões de carbono não prejudicará o crescimento econômico Um novo estudo indica que os países podem chegar a zero emissões líquidas de carbono até 2050, mantendo o crescimento econômico. Oxford University Press USA* Emissões líquidas zero até 2050 são a meta para a política climática agora perseguida por muitos países, em linha com o objetivo do Acordo de Paris de 2015 de “manter o aumento da temperatura média

Herman Daly e o mundo antropicamente cheio

  Herman Daly e o mundo antropicamente cheio, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Conhecer o trabalho de Heman Daly é fundamental para entender a situação econômica e ecológica atual “O impacto ambiental é o produto do número de pessoas vezes o uso de recursos per capita. Em outras palavras, você tem dois números multiplicados um pelo outro - qual é o mais importante? Se você mantiver uma constante e deixar a outra

A República Democrática do Congo na armadilha da pobreza

  A República Democrática do Congo na armadilha da pobreza, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “Enquanto houver pobreza no mundo, nenhuma pessoa poderá ser totalmente rica mesmo se tiver um bilhão de dólares” Martin Luther King (1929-1968) A República Democrática do Congo (RDC) é o país mais rico do mundo em reservas de cobalto, um metal essencial para a produção de turbinas de avião, baterias de celulares, computadores, carros, etc. Mas em termos de

Brasil continua subutilizando sua força de trabalho

  Brasil continua subutilizando sua força de trabalho, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O desemprego em massa e a subutilização da força de trabalho é um fenômeno que agride os direitos humanos e também compromete o desenvolvimento das nações “Se alguém quiser reduzir o ser humano a nada, basta dar ao seu trabalho o caráter de inutilidade”. Fiódor Dostoiévski (1821-1881)   O Brasil continua desrespeitando o direito ao trabalho e desperdiçando a utilização de grande parcela

O tamanho demográfico e econômico da Rússia

  O tamanho demográfico e econômico da Rússia, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A Rússia é o maior país do mundo em termos geográficos, com 17,1 milhões de km2, mais do dobro da área do Brasil. Também é uma potência militar. Porém, tem uma dimensão bem menor em termos demográficos e econômicos. O gráfico abaixo, da Divisão de População da ONU (projeções de 2019), mostra que a população da Rússia já vem

Top