O envelhecimento populacional compromete o crescimento econômico no Brasil? artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] O Brasil, em decorrência da transição demográfica, está passando por um intenso e rápido processo de envelhecimento populacional, como mostraram Alves e Cavenaghi em capítulo do livro “Longeviver, política e mercado”, organizado por Côrte e Lopes (2019). O número de brasileiros idosos de 60 anos e mais era de 2,6 milhões em 1950 (4,9% do total), passou para 29,9 milhões em 2020 (14% do total) e deve alcançar 72,4 milhões

Economia brasileira consumiu 6,3 litros de água para cada R$ 1 gerado em 2017

  Por Carlos Alberto Guimarães | Arte: Helga Szpiz IBGE Para cada R$ 1 de valor adicionado bruto gerado pela economia brasileira em 2017, foram consumidos, aproximadamente, 6,3 litros de água. A atividade que exigia maior volume de água era a Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura, com 1.061 litros para cada R$ 1 gerado. Entre as grandes regiões, o Centro-Oeste apresentou a maior intensidade de consumo desse recurso natural, com 1.511,9

A globalização e a Covid-19, artigo de Arthur Soffiati

    Pelos meios de comunicação, sobretudo pelas redes de televisão, as informações sobre cuidados com a higiene pessoal e as orientações para não criar pânico invadem as residências mais que o próprio novo vírus Corona. Estamos tão imersos no dia a dia da pandemia que não nos interessam conhecer as causas profundas das doenças transmissíveis. As TVs dedicam tanto tempo insistindo no controle do pânico que as pessoas acabam concluindo que

A pandemia da covid-19 e a disputa entre os “Consensos” geoestratégicas globais, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] A pandemia de coronavírus deve ter um impacto geoestratégico semelhante ao que o período entre as duas Grandes Guerras – que assistiu a pandemia da Gripe Espanhola e o crash da Bolsa de Nova Iorque, junto com a grande depressão dos anos 1930. Neste período houve a passagem do centro dinâmico do mundo da Europa – onde existia a disputa entre Alemanha, Reino Unido e França – para os

Alemanha, Reino Unido, China e ONU pedem estímulo verde para a recuperação econômica pós-COVID-19

Os pacotes de recuperação econômica pós COVID-19 devem respeitar o meio ambiente e o Acordo de Paris sobre mudança do clima, afirmaram a chanceler alemã Angela Merkel, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson, o secretário geral da ONU Antonio Guterres e o enviado de Xi Jinping, Huang Runqiu, em uma cúpula climática global em Berlim. Por Bruno Toledo Em suas falas no Diálogo Climático de Petersberg - realizado on-line pela primeira vez devido

A pandemia da covid19 a bolha de carbono e o menor preço do petróleo em 150 anos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Assim como a Idade da Pedra não acabou por falta de pedras, a Era do Petróleo chegará ao fim, não por falta de óleo”. Ahmed-Zaki Yamani     [EcoDebate] A economia mundial cresceu, nos últimos 250 anos, em função dos combustíveis fósseis (primeiro carvão mineral, depois petróleo e gás). O petróleo tem um protagonismo de pelo menos 150 anos. Nos 100 anos de aproximadamente de 1875 a 1975 o preço do petróleo (em termos reais)

OCDE e África: diferentes dinâmicas demográficas, econômicas e de emissão de CO2, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Na África estamos sofrendo a crise climática agora” Vanessa Nakate (12/12/2019)     [EcoDebate] No dia 22 de abril de 2020 o mundo comemora os 50 anos do Dia da Terra. Estavam programadas grandes manifestações de rua em todo o mundo, porém a pandemia de covid-19 impediu aglomerações, diante da emergência global de saúde pública. Contudo, a emergência climática e ambiental não passou e mesmo que a paralisação das atividades produtivas e a quarentena

Covid-19: Economia e Saúde são irmãs siamesas, artigo de Amyra El Khalili

    [EcoDebate] Éramos crianças e já convivíamos, eu e meus irmãos, com o drama da emergência das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), quando minha mãe, administradora hospitalar, nos levava nos fins de semana para a ala infantil do Hospital Tide Setúbal, na Zona Leste de São Paulo, por não ter com quem nos deixar. Foi assim que vivenciei, por anos e anos, o meu aprendizado de como se faz saúde pública na

A pandemia de Covid-19 vai acelerar a passagem do centro do mundo para a Ásia, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

"O Mediterrâneo é o oceano do passado. O Atlântico é o oceano do presente e o Pacífico, o oceano do futuro” John Hay, secretário de Estado dos EUA, em 1900 [EcoDebate] O futuro será da Ásia e do Pacífico. Esta frase, tantas vezes repetida, pode estar mais perto da realidade. A suma ironia atual é que a pandemia do novo coronavírus que surgiu e teve o epicentro original na China, pode, indiretamente,

A pandemia de Covid-19 e o pior decênio da história da economia brasileira, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] A pandemia de covid-19 atingiu quase 2 milhões de casos e 127 mil mortes em 14 de abril. O Brasil já vivia a sua segunda década perdida, isto é, a segunda década com baixíssimo crescimento econômico e com redução da renda per capita, antes mesmo do surgimento deste surto pandêmico que está provocando um pandemônio na economia internacional. Se a economia brasileira crescesse 2,5% ao ano em 2020 (como

Coronavírus: como a renda básica universal poderia frear esta crise

  Por Vinícius Chamlet, Agência Pressenza No Brasil os casos de Coronavírus subiram para 234, no mundo dezenas de milhares de pessoas estão contaminadas pelo vírus. Em situações de crises as parcelas da população que mais padecem são as que pertencem a base da pirâmide social, os mais pobres, que não tem, por exemplo, como parar por conta do Coronavírus, pois as contas, os boletos não esperam. O Brasil possui um número grande de

Decrescimento, uma alternativa, artigo de Iosu Perales

  O decrescimento é uma alternativa econômica? Quando um rio transborda, queremos que decresça e as águas retornem ao seu leito. Trata-se disso. Na realidade, o decrescimento não é uma opção, é uma necessidade – Iosu Perales IHU “Diante dessa ideia que quer colocar no centro da vida humana a produção e o consumo, o imaginário coletivo deve ser descolonizado. Vivemos em um planeta de cinco ou mais velocidades que classifica países, regiões e

Top