Bolsonaro defende mineração e agropecuária em terras indígenas

  Mineração e agropecuária em terras indígenas O presidente Jair Bolsonaro defendeu ontem (17), em uma transmissão ao vivo em sua página no Facebook, a possibilidade de comunidades indígenas desenvolverem atividades de mineração e agropecuária em seus territórios. ABr Bolsonaro recebeu um grupo de indígenas das etnias Parecis (Mato Grosso), Macuxi (Roraima), Xucuru (Pernambuco) e Yanomamis (Amazonas/Roraima), que reivindicam o direito de explorar as reservas tradicionais. Eles foram levados ao encontro com o presidente

Estudo de Caso Kanamari e Kulina – Terras Indígenas e os desafios da demarcação

TERRAS INDÍGENAS E OS DESAFIOS DA DEMARCAÇÃO Estudo de Caso sobre as violações de direitos dos povos Kanamari e Kulina, habitantes das Terras Indígenas Bauana, Taquara e Kulina do Rio Ueré, respectivamente, localizadas no município de Carauari. Este documento foi elaborado com a participação financeira da União Europeia. O seu conteúdo é de responsabilidade exclusiva de Cáritas de Tefe e CIMI Tefe, não podendo, em caso algum, considerar que reflita a posição

A Sebraelização do Indigenismo na Amazônia Ocidental como estratégia para a mercantilização e a financeirização, artigo de Lindomar Dias Padilha

A Sebraelização do Indigenismo na Amazônia Ocidental como estratégia para a mercantilização e a financeirização Por Lindomar Dias Padilha[1] O presente texto tem por intenção expor alguns apontamentos a serem aprofundados sobre uma leitura, talvez peculiar, que fazemos do processo que estamos chamando de “sebraelização[2] do indigenismo”. Em tempos bicudos quanto os atuais, refletir sobre certos temas é antes de tudo um corajoso exercício de releitura quase exegética. Entretanto, como

As questões da questão indígena sob a perspectiva do governo Bolsonaro, artigo de Ricardo Luiz da Silva Costa

  As questões da questão indígena sob a perspectiva do governo Bolsonaro. Por Ricardo Luiz da Silva Costa1 [EcoDebate] Para começar arrisco-me a identificar, do ponto de vista técnico, algumas questões indígenas que as considero cruciais, mas que, recentemente, foram atropeladas pelo governo Bolsonaro: 1º. A questão jurídica. – A temática indígena enquanto cláusula pétrea gravada no texto da ordem constitucional do país (CF. Arts. 231 e 232), reveste-se de um caráter singular de

Indígenas Xavante denunciam ameaças de invasão do território Maraiwãtsédé, em Mato Grosso

  Câmara de Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais do MPF se comprometeu a mediar diálogo em busca de solução pacífica para a situação Foto: Leonardo Prado Secom/PGR A Câmara de Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais do MPF (6CCR) recebeu na manhã desta quarta-feira (6) indígenas da etnia Xavante, que vivem na terra indígena Maraiwãtsédé, em Mato Grosso. No encontro, eles denunciaram ameaças e pressões de posseiros da região que se articulam com a intenção

CIMI: Pelo menos seis terras indígenas sofrem com invasões e ameaças de invasão no início de 2019

  Terras indígenas - Invasão de madeireiros, loteamento dentro de terras demarcadas e ameaças de posseiros foram registrados em terras do Maranhão, Mato Grosso, Pará e Rondônia Devido à falta de proteção da área, os invasores chegam a montar acampamentos dentro do território Karipuna para fazer a retirada ilegal de madeira. Foto: RogerioAssis/Greenpeace POR TIAGO MIOTTO, DA ASCOM/CIMI O ano de 2019 inicia com uma intensificação das denúncias de invasão a terras indígenas no Brasil.

Ministro do Meio Ambiente afirma que há excesso de demarcações de terras indígenas no Brasil

    Radioagência Nacional O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, criticou o que chamou de excesso de demarcações de terras indígenas. Para ele, essa política deveria ter mais foco e substância. A declaração foi dada na quarta-feira (23), em Brasília, durante evento do Ministério Público Federal sobre as perspectivas dos direitos constitucionais indígenas. Acompanhe na matéria de Renata Martins.   http://audios.ebc.com.br/ea/eae2dc4229a5fd687b9aca77544902e1.mp3   in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 25/01/2019   [CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido

MPF pede ao Ministério da Justiça medidas urgentes de proteção a comunidades indígenas sob ameaça de grileiros

  Comunidades indígenas sob ameaça de grileiros - Atos de violência foram registrados nos estados do Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Rondônia Arte: Secom/PGR A Câmara de Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais (6CCR) do MPF enviou ofício ao Ministério da Justiça (MJ) pedindo que sejam tomadas medidas urgentes de proteção a comunidades indígenas que se encontram sob graves ameaças. Em Rondônia, grileiros invadiram em 12 de janeiro a terra indígena Uru Eu

Os povos Kanamari e Madja Kulina, do AM, realizam encontro para discutir sua realidade e defender seu modo de vida

  UM ESTUDO DE CASO PARA OS POVOS KANAMARI E KULINA DE CARAUARI, AM Os povos Kanamari, das aldeias Bauana e Taquara, e Madja Kulina, da aldeia Matatibem, município de Carauri, Amazonas, realizaram nos dias 03 e 04 de novembro, um encontro para estudar sua realidade. Apresentações culturais, celebrações, debates, diálogos, produção de mapas e levantamento de informações sobre o direito à demarcação territorial conduziram os dois dias de integração entre as

Comunidades indígenas denunciam ao menos quatro ataques em Mato Grosso do Sul e em Pernambuco

    Após o resultado das eleições, foram registrados ao menos dois ataques intimidatórios a comunidades indígenas em Mato Grosso do Sul e em Pernambuco. Autoridades e a Fundação Nacional do Índio (Funai) confirmam o registro. O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) informa ter recebido relatos de outras duas ações violentas em Mato Grosso do Sul. Os atos envolveram uso de armas de fogo, balas de borracha, além de atearem fogo a uma escola

Estudo avalia que títulos minerários em Terras Indígenas e Unidades de Conservação (UCs) são risco potencial

  Num momento em que aumentam as pressões para impedir a criação e reduzir o tamanho e o status de proteção de Unidades de Conservação no país, a existência de pedidos de pesquisa e autorizações de lavra em UCs e Terras Indígenas, ainda que suspensas, são risco potencial.     Estudo do WWF-Brasil divulgado hoje identificou nas Terras Indígenas e Unidades de Conservação (UCs) de proteção integral na Amazônia 5.675 processos de exploração mineral

Lideranças indígenas da etnia Tembé resolvem combater desmatamento e apreendem equipamentos no Pará

  Lideranças indígenas da etnia Tembé decidiram combater o desmatamento por conta própria. Um grupo de 600 indígenas autodenominados fiscais passaram a fazer nos últimos dias apreensões de caminhões, tratores e ferramentas de madeireiros que atuariam ilegalmente na Reserva Indígena Alto Rio Guamá, em Paragominas, sudeste do Pará. No domingo, os fiscais indígenas apreenderam cinco máquinas e fizeram a detenção de duas pessoas. De acordo com Wender Tembé, os madeireiros foram liberados,

Top