Quase metade do PIB global tem metas líquidas reais ou previstas de emissão zero: a ambição triplica em oito meses

Quase metade do produto interno bruto (PIB) do mundo é agora gerado em locais onde as autoridades estabeleceram ou propõem estabelecer uma meta de levar as emissões de carbono a zero líquido em ou antes de 2050. Por Karol Domingues, AviV, para o EcoDebate Uma nova análise da Unidade de Inteligência Energética e Climática (ECIU), um think tank com sede em Londres, mostra que pouco mais de US$ 39 trilhões, cerca de

Antártica, 20 graus: o continente gelado emite sinal de alerta, por Sucena Shkrada Resk

  Nem sempre os recordes são sinais de celebração. O que dizer, então, sobre o registro da temperatura de 20,75 graus C na Ilha Seymour, na Antártica, no último dia 9 de fevereiro? É bom frisar – GRAUS POSITIVOS, no continente gelado. O anúncio foi feito pelo cientista brasileiro Carlos Schaefer, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que integra o Projeto brasileiro Terrantar (que monitora os impactos das

Treze teses sobre a catástrofe ecológica iminente, artigo de Michael Löwy

  IHU “O dogmatismo operário/industrialista do século passado não é mais atual. As forças que hoje estão na linha de frente do confronto são os jovens, as mulheres, os povos indígenas, os camponeses. As mulheres estão muito presentes na tremenda revolta da juventude lançada pelo chamado de Greta Thunberg – uma das grandes fontes de esperança para o futuro”, escreve o sociólogo Michael Löwy, em artigo publicado por A Terra é Redonda, 11-02-2020. Eis o artigo. A crise ecológica já é,

Chuvas e estiagens demonstram vulnerabilidade das cidades brasileiras aos efeitos do aquecimento global

  Mudança climática nas cidades: “Precisamos ficar preparados para o pior" Jornal da USP Texto: Herton Escobar Diagramação: Cleber Siquette Era início de janeiro quando o professor Pedro Leite da Silva Dias viu as primeiras notícias sobre uma grande “explosão” de chuvas na ilha de Java, na Indonésia. Para a maioria dos brasileiros, era uma notícia sem importância, sobre um lugar distante, desconectado da nossa realidade. Mas Dias enxergou ali o prenúncio de mais uma

Janeiro de 2020 foi o mês mais quente já registrado; A tendência a longo prazo de temperaturas acima da média continua

  No período de 141 anos de registros climáticos, nunca houve um janeiro mais quente que o mês passado, de acordo com cientistas dos Centros Nacionais de Informação Ambiental da NOAA. Além disso, a saída de temperatura da média foi a maior partida mensal já registrada sem um El Niño presente no tropical Oceano Pacífico. Janeiro 2020 marcou o 44º janeiro consecutivo e o 421º mês consecutivo com temperaturas, pelo menos nominalmente, acima

Emergência Climática: Um terço das espécies vegetais e animais pode desaparecer em 50 anos

  Pesquisadores da Universidade do Arizona estudaram extinções recentes das mudanças climáticas para estimar a perda de espécies vegetais e animais até 2070 University of Arizona* Prever com precisão a perda de biodiversidade devido às mudanças climáticas requer uma compreensão detalhada de quais aspectos das mudanças climáticas causam extinções e quais mecanismos podem permitir que as espécies sobrevivam. Um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade do Arizona apresenta estimativas detalhadas da extinção global

A inflexão da Antártida: aquecimento e aceleração do degelo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Em nossa opinião, a evidência dos pontos de inflexão sugere que estamos em um estado de emergência planetária: tanto o risco quanto a urgência da situação são acentuados” Timothy Lenton (27/11/2019) [EcoDebate] Os últimos 6 anos foram os mais quentes já registrados e a década 2011-20 é a mais quente da série histórica. O Planeta está com febre e não só está esquentando, com aquece a taxas crescentes. Por isso, o aquecimento

Emergência Climática: Com 18,3°C, temperatura no extremo norte da península Antártica alcança um novo recorde

  A base de pesquisa argentina, Esperanza, no extremo norte da península Antártica, estabeleceu uma nova temperatura recorde de 18,3 ° C em 6 de fevereiro, batendo o recorde anterior de 17,5 ° C em 24 de março de 2015, segundo o serviço nacional de meteorologia da Argentina (SMN). Base de pesquisa argentina, Esperanza, no extremo norte da península Antártica   WMO* Um comitê do Arquivo de Extremos de Clima e Clima da OMM agora

Emergência Ambiental: O derretimento do gelo ártico está mudando as correntes oceânicas

  NASA* Uma grande corrente oceânica no Ártico é mais rápida e turbulenta como resultado do rápido derretimento do gelo do mar, mostra um novo estudo da NASA. A corrente faz parte de um ambiente ártico delicado que agora é inundado com água doce, um efeito da mudança climática causada pelo homem. Usando 12 anos de dados de satélite, os cientistas mediram como essa corrente circular, chamada de Gyuf Beaufort, equilibrou precariamente um

O Sol está causando o aquecimento global? NÃO!

  O gráfico acima compara as mudanças globais de temperatura da superfície (linha vermelha) e a energia do Sol recebida pela Terra (linha amarela) em watts (unidades de energia) por metro quadrado desde 1880. As linhas mais claras / mais finas mostram os níveis anuais enquanto as mais pesadas / linhas mais grossas mostram as tendências médias de 11 anos. As médias de onze anos são usadas para reduzir o ruído natural

Emergência Climática: Mudança climática afeta a saúde dos solos agrícolas

  Pesquisadores das universidades de Kassel e Bonn mostram que os patógenos do solo se espalham após o estresse causado pelo calor e pela seca Universität Bonn* As mudanças climáticas estão afetando a saúde dos solos agrícolas. O aumento do calor e da seca facilitam a vida do fungo patogênico Pythium ultimum. Como uma equipe internacional de pesquisadores liderada pelas Universidades de Kassel e Bonn demonstrou, o fungo causa quase uma total perda

Em 2018, desastres deslocaram 17,2 milhões de pessoas; 90% fugiram por causa de questões e riscos relacionados ao clima

  ONU: desastres forçam mais pessoas de suas casas que conflitos e violência Vítimas de desastres naturais na província de Rumonge, no Burundi (28 de novembro de 2018). Foto: Ocha Burundi / Ana Maria Pereira   ONU News Segundo Escritório das Nações Unidas para Redução do Risco de Desastres, em 2018, desastres deslocaram 17,2 milhões de pessoas; 90% fugiram por causa de questões e riscos relacionados ao clima. Eventos climáticos extremos, como inundações, tempestades, incêndios florestais

Top