Agrotóxicos chegam às bacias de abastecimento público

  Agrotóxicos chegam às bacias de abastecimento público. Entrevista especial com Denise Barbosa da Veiga Por Patricia Fachin, IHU A combinação entre o uso intensivo de agrotóxicos em culturas agrícolas e a escassa cobertura vegetal de matas ciliares próximo a bacias de abastecimento público tem favorecido o escoamento de agrotóxicos para mananciais e pode contaminar a água, diz a geógrafa Denise Barbosa da Veiga, autora da pesquisa “O impacto do uso do solo na contaminação por agrotóxicos das águas superficiais de

Resistência Sistêmica Induzida (RSI) em plantas, artigo de Roberto Naime

    Resistência Sistêmica Induzida (RSI) em plantas [EcoDebate] ABREU destaca que de maneira geral, a resistência em vegetais é definida como sendo a capacidade da planta em atrasar ou evitar a entrada e a subsequente atividade de um patógeno em seus tecidos, por meio de mecanismos de defesa próprios, inativos ou latentes (ATHAYDE SOBRINHO et al., 2005). Como sistema multigênico, a resistência se manifesta por meio de respostas de hipersensibilidade, que resultam em

Jesus, água e agrotóxicos, artigo de Flávio José Rocha

Jesus, água e agrotóxicos Flávio José Rocha1 [EcoDebate] Diante das notícias recentes do envenenamento das nossas águas com agrotóxico em um quarto das cidades brasileiras, o que teria a experiência de Jesus e a sua relação com a água, um dos elementos essenciais à vida neste planeta, a nos ensinar? Tendo crescido em uma região semiárida, Jesus sabia da importância da água para o seu povo. Por isso mesmo ele a utilizou como

O uso seguro de agrotóxicos é um mito, por Roberto Naime

    [EcoDebate] Em entrevista realizada por Leila Leal, da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/FIOCRUZ), a professora Raquel Rigotto, do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), defende o debate sobre uso de agrotóxicos como um tema estratégico e critica a ideia de que é possível utilizá-los de forma segura. Sobre a importância da discussão sobre agrotóxicos na atual conjuntura assevera que “os agrotóxicos

Agrotóxicos chegam às torneiras de uma em cada quatro cidades, segundo recente levantamento de dados

    Municípios brasileiros têm água contaminada por agrotóxicos Por Pedro Teixeira, Rádio USP As Agências Pública e Repórter Brasil fizeram levantamento de dados, em conjunto com a ONG suíça Public Eyes, no qual usaram informações do Ministério da Saúde, a fim de apurar a presença de agrotóxicos na água. O estudo constatou um coquetel de 27 pesticidas no abastecimento de um em cada quatro municípios brasileiros e 92% dos testes apontaram contaminação por

Estudos demonstraram os efeitos negativos do glifosato no sistema nervoso e respiratório de peixes nativos da Colômbia

    Glifosato - Estudos realizados por pesquisadores da Universidade Nacional da Colômbia (U.N.) demonstraram os efeitos negativos deste herbicida no sistema nervoso e respiratório de espécies nativas de peixes como o yamú, o peixe fantasma, o bocachico e o cachama blanca. ABr “Nossos trabalhos em laboratório baseiam-se na exposição de animais a uma concentração conhecida do agente tóxico. Aplicando as quantidades necessárias e suficientes, conseguimos determinar seu efeito tóxico nos peixes”, explicou o

Mortandade de abelhas é indicador biológico da saúde do meio ambiente: tudo pode estar contaminado

  Mortandade de abelhas é indicador biológico: tudo pode estar contaminado. Entrevista especial com Dayson Castilhos Patricia Fachin, IHU A correlação entre o uso de agrotóxicos em lavouras agrícolas e a mortandade de abelhas é apontada em estudo recente, realizado por Dayson Castilhos, autor da tese de doutorado “Desaparecimento e morte de abelhas no Brasil, registrados no aplicativo Bee Alert”. A partir de análises toxicológicas em duas matrizes de abelhas africanizadas em seis estados brasileiros, Castilhos afirma que

Agrotóxicos e a contaminação invisível, artigo de Roberto Naime

    Agrotóxicos e a contaminação invisível [EcoDebate] Uma parte dos agrotóxicos pode se acumular no organismo humano e podem interagir entre si, produzindo efeitos adversos diferentes, às vezes mais graves do que se tivessem sido provocados separadamente por produtos isolados. É como misturar efluentes industriais antes do tratamento. As substâncias reagem entre si e o princípio das propriedades emergentes, que da biologia, é mobilizado às avessas. Uma preocupação especial é em relação a

Estudo indica que combinação de agrotóxicos encurta a vida e modifica comportamento de abelhas

    Peter Moon  |  Agência FAPESP – Um novo estudo realizado por biólogos brasileiros sugere que o efeito dos agrotóxicos sobre as abelhas pode ser maior do que se imagina. Mesmo quando usado em doses consideradas não letais, um inseticida encurtou o tempo de vida dos insetos em até 50%. Além disso, os pesquisadores observaram que uma substância fungicida considerada inofensiva para abelhas alterou o comportamento das operárias, tornando-as letárgicas –

O que o agrotóxico do agronegócio está matando, por Jacques Távora Alfonsin

  "Já foram liberados pela atual administração pública da União 121 agrotóxicos, ou seja, até ali, um por dia. 28 deles classificados como 'extremamente tóxicos'. Outros 30 produtos já se encontram na fila para registro. A notícia arrola um número significativo de empresas multinacionais e brasileiras que se habilitam à permissão de venda para esse tipo de veneno", escreve Jacques Távora Alfonsin, procurador aposentado do estado do Rio Grande do Sul

Agricultores consomem agrotóxico porque fumam ao aplicar, diz ministra da Agricultura em audiência pública

  Tereza Cristina não apresentou estudos para embasar afirmação feita durante audiência pública na Câmara dos Deputados. Chamada para explicar aumento de aprovação de agrotóxicos, Ministra defendeu a política e culpou agricultores pela má aplicação Por Pedro Grigori, Agência Pública/Repórter Brasil   A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, esteve na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (9/4) para esclarecer os critérios utilizados para a liberação do uso de agrotóxicos no Brasil. Em menos de

Produção agrícola baseada no uso indiscriminado de pesticidas afeta os polinizadores naturais

  Uso indiscriminado de pesticidas afeta os polinizadores Morte de meio bilhão de abelhas é consequência de agrotóxicos Por Caroline Aragaki, da Rádio USP.   Abelha – Foto: Marcos Santos/USP   Em três meses, meio bilhão de abelhas foram encontradas mortas no Brasil. É o que aponta o levantamento da Agência Pública e Repórter Brasil. O professor Tiago Maurício Francoy, do curso de Licenciatura em Ciências da Natureza da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da

Top