Índice da edição nº 2.905, 2018 [de 17/01/2018]

    O mundo sinocêntrico: a iniciativa um cinturão uma rota, energia renovável e o Ártico, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Distrito Federal convive com racionamento de água há um ano e sem data para terminar RJ: Moradores de Barra Mansa temem criação de aterro para resíduos tóxicos Meta análise sobre a infecção por hepatite B em expostos a resíduos Febre amarela: dose fracionada da vacina imuniza por oito anos diz pesquisa do Bio-Manguinhos/Fiocruz Operação conjunta

O mundo sinocêntrico: a iniciativa um cinturão uma rota, energia renovável e o Ártico, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A China está buscando reconfigurar a globalização a seu favor, com a iniciativa Um Cinturão Uma Rota (One Belt One Road, ou OBOR) que busca abarcar 68 países, em quatro continentes, atingindo mais de 60% da população mundial, um terço do PIB global e uma quarta parte de todos os bens transacionados no comércio internacional. O volume de recursos mobilizados está previsto na casa de US$ 1 trilhão. Quarenta

Distrito Federal convive com racionamento de água há um ano e sem data para terminar

  ABr Há um ano moradores do Distrito Federal convivem com racionamento de água. Ontem (16), a Barragem do Descoberto, o maior reservatório do DF, chegou a 38,7% do volume útil Há um ano, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) interrompeu por um dia o fornecimento de água para cerca de 480 mil moradores de Recanto das Emas, Riacho Fundo II e de parte de Ceilândia, cidades do Distrito Federal.

RJ: Moradores de Barra Mansa temem criação de aterro para resíduos tóxicos

  ABr A criação de novo aterro sanitário em Barra Mansa, no Rio de Janeiro, no sul do estado, está gerando descontentamento entre moradores e organizações ambientais da região. O projeto envolve a construção de uma unidade de tratamento de resíduo industrial, para a qual seriam destinados tintas e óleos, telhas de amianto, solos contaminados, latas e outras embalagens de produtos químicos, os chamados resíduos classe 1. A principal preocupação é com a

Meta análise sobre a infecção por hepatite B em expostos a resíduos

    Resumo por Marcos Paulo Gomes Mol Pesquisador da Fundação Ezequiel Dias - Funed O contato humano com resíduos sólidos implica em riscos biológicos, químicos e físicos à saúde dos trabalhadores envolvidos com a coleta, transporte e armazenamento. A exposição abrange fatores como excesso de ruído, exposição à radiação solar, esforço muscular excessivo, presença de materiais perfurocortantes, agentes patogênicos e reagentes químicos perigosos. Buscando compreender melhor os possíveis danos à saúde aos quais

Febre amarela: dose fracionada da vacina imuniza por oito anos diz pesquisa do Bio-Manguinhos/Fiocruz

  Por Pamela Lang (Agência Fiocruz de Notícias) A estratégia anunciada pelo Ministério da Saúde (MS), na última terça-feira (9/1), de fracionar a vacina de febre amarela para três estados brasileiros teve como base um estudo da Fiocruz, realizado pelo seu Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), que comprova que 1/5 da dose da vacina gera uma proteção equivalente à da dose padrão por oito anos. A pesquisa com doses fracionadas da vacina de

Operação conjunta resgata 10 trabalhadores em condições análogas a de escravo em Araruama (RJ)

    Ação foi a primeira com resgate após a edição da Portaria nº 1.293, em dezembro Dez trabalhadores flagrados em condições análogas a de escravo foram resgatados de uma salina no município de Araruama, Região dos Lagos, no Rio de Janeiro. A salina ficava na localidade de Praia Seca, onde os trabalhadores eram submetidos a condições degradantes. A empresa responsável, a ISSAL – BR Salina, foi notificada. Os trabalhadores foram desligados do

Índice da edição nº 2.904, 2018 [de 16/01/2018]

    Eclipse da homeostase, artigo de Roberto Naime Estratégias de Ocupação dos Espaços Rurais Urbanos e Periurbanos como forma de Sobrevivência Socioeconômica de Comunidades Agrícolas Municipais, artigo de João de Deus Barbosa Nascimento Júnior Pesquisadores identificam como as mudanças climáticas alteram o crescimento das plantas Desmatamento recorde em Terras Indígenas de Rondônia e Mato Grosso Benefícios econômicos gerados pela mineração não revertem em desenvolvimento humano Comissão Pastoral da Terra (CPT) registra 65 pessoas assassinadas em conflitos

Eclipse da homeostase, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Vânia Luisa Spressola reflete sobre uma discussão que atravessa as disciplinas desde os primeiros antropólogos evolucionistas, passando pelas tradições norte-americana e britânica, fica suspensa no estruturalismo e vai até ramificações recentes. As primeiras abordagens se preocupavam com as origens da cultura, mas sempre com perspectiva histórica. Já a tradição estrutural-funcionalista dos ingleses e sua correlata neo-funcionalista na antropologia ecológica subestimam as contribuições da história para a compreensão da cultura. Se

Estratégias de Ocupação dos Espaços Rurais Urbanos e Periurbanos como forma de Sobrevivência Socioeconômica de Comunidades Agrícolas Municipais, artigo de João de Deus Barbosa Nascimento Júnior

    [EcoDebate] Existe no mundo um triste fenômeno que atesta o fracasso da revolução verde e de seus métodos destruidores: segundo a ONU, mais de um bilhão de pessoas estão sem acesso à alimentação mínima necessária para garantir a segurança alimentar individual e de sua família, dos quais 800 milhões estão passando fome, literalmente falando, essa endemia é a penas o início de um ciclo que leva à morte pela desnutrição.

Pesquisadores identificam como as mudanças climáticas alteram o crescimento das plantas

  Martin-Luther-Universität Halle-Wittenberg* O aquecimento global afeta mais do que apenas a biodiversidade vegetal - ele também altera a forma como as plantas crescem. Uma equipe de pesquisadores da Universidade Martin Luther Halle-Wittenberg (MLU) uniu forças com o Leibniz Institute for Plant Biochemistry (IPB) para descobrir quais processos moleculares estão envolvidos no crescimento da planta. Na edição atual da revista de renome internacional Current Biology , o grupo apresenta as últimas descobertas

Desmatamento recorde em Terras Indígenas de Rondônia e Mato Grosso

      Monitoramento mostra desmate ilegal recorde no Corredor Indígena Tupi-Mondé Área equivalente a mais de 1,7 mil campos de futebol foi ilegalmente desmatada em Terras Indígenas entre Rondônia e Mato Grosso. Garimpo, pastagens e extração de madeira para venda lideram o ciclo de destruição. Os dados foram extraídos de uma plataforma internacional e gratuita de monitoramento. Tecnologia de ponta e colaboração coletiva na troca e checagem de informações são a base do aplicativo

Top