Índice da edição nº 3.113, 2018 [de 14/12/2018]

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394 Informações, notícias e artigos sobre temas socioambientais   A vida secreta das árvores e o déficit de natureza, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O desmatamento na Amazônia e sua influência no regime de chuvas do Brasil, artigo de Marco Antonio Ferreira Gomes O estigma da recuperação escolar, artigo de Marcos Aurélio Pereira Fuligem proveniente do tráfego rodoviário contribui para o aquecimento global Pesticidas expostos pelo degelo do Alasca apresentam risco de

A vida secreta das árvores e o déficit de natureza, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

"Este mundo curioso que nós habitamos é mais maravilhoso do que conveniente, mais bonito do que útil, mais para ser admirado e apreciado do que usado" Henry Thoreau (1817-1862) “O bem-estar e o florescimento da vida humana e da não-humana sobre a terra têm valor em si próprios (valor intrínseco, valor inerente). Esses valores são independentes da utilidade do mundo não-humano para os propósitos humanos” Arne Næss e George Sessions (1984)   [EcoDebate] O livro “A vida

O desmatamento na Amazônia e sua influência no regime de chuvas do Brasil, artigo de Marco Antonio Ferreira Gomes

    [EcoDebate] No artigo veiculado em 2017 neste site sob o título “A importância dos rios voadores e da floresta amazônica”, foi enfatizado pelo autor deste trabalho o quão é relevante a conservação do bioma amazônico para a manutenção e equilíbrio do regime de chuvas em todo território brasileiro. No entanto, o desmatamento na região amazônica continua sem controle. Informações recentes, por exemplo, dão conta de que em 1 ano foi desmatada

O estigma da recuperação escolar, artigo de Marcos Aurélio Pereira

    [EcoDebate] O ano letivo vem chegando ao fim e as esperadas férias escolares podem se tornar um verdadeiro banho de água fria para alguns pais e alunos. O motivo? A temida recuperação escolar. O período de recuperação na educação regular é um daqueles momentos do calendário que pode causar espanto, decepção e frustração aos estudantes, colegas e responsáveis. Isso acontece pelo estigma com que a recuperação é encarada socialmente, vista como

Fuligem proveniente do tráfego rodoviário contribui para o aquecimento global

  Redução das emissões de transporte teria impactos positivos na saúde e no clima Leibniz Institute for Tropospheric Research*     A fuligem proveniente do tráfego rodoviário em países emergentes pode atingir grandes altitudes, onde pode ser transportada por longas distâncias e, assim, contribui para o aquecimento global. Esta é a conclusão de um estudo realizado por uma equipe internacional de pesquisadores nas cidades bolivianas de La Paz (sede do governo), El Alto e o vizinho

Pesticidas expostos pelo degelo do Alasca apresentam risco de câncer

  Crianças no Alasca, cuja dieta inclui muitos peixes de rios alimentados pela Cordilheira Oriental do Alasca, podem ter um elevado risco de câncer a longo prazo por causa de inseticidas, incluindo o DDT, expostos pelo degelo. Mesmo com níveis baixos de pesticidas organoclorados (OCPs) no degelo glacial, o risco de câncer para jovens e adultos que contam com o peixe como alimento básico em sua dieta está acima do limite máximo

Explicando eventos climáticos extremos da perspectiva das mudanças climáticas

  Bulletin of the American Meteorological Society (BAMS) apresenta avaliações de como as mudanças climáticas causadas pelo homem podem ter afetado a força e a probabilidade de eventos climáticos extremos individuais. Da Redação EcoDebate As secas das planícies do norte dos EUA e da África Oriental de 2017, as inundações na América do Sul, China e Bangladesh e as ondas de calor na China e no Mediterrâneo foram mais prováveis pelas mudanças climáticas

Índice da edição nº 3.112, 2018 [de 13/12/2018]

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394 Informações, notícias e artigos sobre temas socioambientais   Metais pesados e suas toxidades, artigo de Roberto Naime Programa nuclear brasileiro nas mãos dos militares - A hora e a vez da bomba atômica tupiniquim? Artigo de Heitor Scalambrini Costa 13/12/1968 - O Ato Institucional nº 5 e seu significado histórico, artigo de Elival da Silva Ramos Emissões globais de dióxido de carbono (CO2) aumentam mesmo com a diminuição do carvão e

Metais pesados e suas toxidades, artigo de Roberto Naime

    Os metais pesados diferem de outros agentes tóxicos porque não são sintetizados nem destruídos pelo homem [EcoDebate] A primeira lembrança que se materializa quando se fala em metais é a visão da tabela periódica dos elementos químicos, inicialmente desenvolvida pelo russo Gregor Mendeleiev. Metais integram a tabela periódica dos elementos químicos e talvez sejam os agentes tóxicos mais conhecidos pelo homem. Já em antigas eras, grandes quantidades de chumbo eram obtidas de

Programa nuclear brasileiro nas mãos dos militares – A hora e a vez da bomba atômica tupiniquim? Artigo de Heitor Scalambrini Costa

  Historicamente a relação entre o uso da energia nuclear para fins energéticos e para fins militares é muito estreita. [EcoDebate] O Programa Nuclear Brasileiro surgiu durante a ditadura militar, e até hoje atende demandas de setores das forças armadas, fascinados pelo poder que a energia nuclear lhes traz, e com a justificativa da necessidade de proteção e de segurança das nossas fronteiras, e de nossas riquezas. No governo que tomará posse no

13/12/1968 – O Ato Institucional nº 5 e seu significado histórico, artigo de Elival da Silva Ramos

  [Jornal da USP] Há 50 anos, no dia 13 de dezembro de 1968, o general Artur da Costa e Silva, 2º presidente da República do regime autoritário implantado em 31 de março de 1964, após ouvir o Conselho de Segurança Nacional, editou o Ato Institucional nº 5, que representou importante inflexão nos rumos traçados pelo governo anterior, comandado pelo marechal Castelo Branco. Não cabe aqui a discussão acerca do nível de apoio

Emissões globais de dióxido de carbono (CO2) aumentam mesmo com a diminuição do carvão e o aumento das energias renováveis

  Emissões globais de dióxido de carbono aumentaram pelo segundo ano consecutivo, impulsionadas pelo crescente consumo de energia Escola de Ciências da Terra, Energia e Meio Ambiente de Stanford (Stanford Earth)* As emissões globais de dióxido de carbono se encaminham para aumentar pelo segundo ano consecutivo, principalmente devido ao crescente consumo de energia, de acordo com novas estimativas do Projeto Carbono Global, uma iniciativa liderada pelo cientista Rob Jackson, da Universidade Stanford. As novas

Top