EcoDebate: Índice da edição nº 3.205, de 17/05/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   No Brasil, o racismo é 'coisa rara'? O posicionamento presidencial e os reflexos de uma abolição inconclusa, artigo de Sheila de Carvalho CPT, em MG, 40 anos de luta por justiça agrária ao lado dos/as camponeses/sas, por frei Gilvander Moreira Mudanças Climáticas - Estudo revela que 24% do gelo da Antártica Ocidental é agora instável Quando o plástico biodegradável não degrada mais rápido que o polietileno convencional Alastra-se o rechaço

No Brasil, o racismo é ‘coisa rara’? O posicionamento presidencial e os reflexos de uma abolição inconclusa, artigo de Sheila de Carvalho

    [EcoDebate] O atual Presidente da República, Jair Bolsonaro, em entrevista para uma rede de televisão nacional, alegou que “o racismo no Brasil é coisa rara”, e que “isso já encheu o saco”. A enfática afirmação presidencial nos obriga a olhar o que foi e o que é ser negro no Brasil. E todos os dados e pesquisas aqui apontam que o racismo não somente existe na sociedade brasileira, como é

CPT, em MG, 40 anos de luta por justiça agrária ao lado dos/as camponeses/sas, por frei Gilvander Moreira

CPT, em MG, 40 anos de luta por justiça agrária ao lado dos/as camponeses/sas. Por frei Gilvander Moreira1 No Brasil, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) nasceu em junho de 1975, em plena ditadura militar-civil-empresarial. Em Minas Gerais, a CPT foi criada em 1979. Em 2019, a CPT-MG celebra 40 anos de luta por justiça agrária ao lado dos camponeses e das camponesas. Segundo Ivo Poletto, o primeiro secretário da CPT, "os

Mudanças Climáticas – Estudo revela que 24% do gelo da Antártica Ocidental é agora instável

  Mudanças Climáticas - Em apenas 25 anos, o derretimento do oceano fez com que o afinamento do gelo se espalhasse pela Antártida Ocidental tão rapidamente que um quarto do gelo de sua geleira foi afetado, segundo um novo estudo. American Geophysical Union* Cientistas do Centro de Observação Polar e Modelagem (CPOM), sediado na Universidade de Leeds, no Reino Unido, combinaram 25 anos de medidas de satélites satélites da Agência Espacial Européia e

Quando o plástico biodegradável não degrada mais rápido que o polietileno convencional

    O onipresente saco de plástico é útil para transportar mantimentos e outros itens para casa da loja. No entanto, essa conveniência prejudica o meio ambiente, com detritos plásticos cobrindo a terra e os cursos de água. Os fabricantes oferecem sacolas plásticas biodegradáveis ou compostáveis, mas em muitos casos, essas alegações não foram testadas em ambientes naturais. Agora, os pesquisadores relatam na Environmental Science & Technology da ACS que os sacos não

Alastra-se o rechaço a Bolsonaro; análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  Alastra-se o rechaço a Bolsonaro JORNAL DA UNICAMP TEXTO LUIZ MARQUES FOTOS REPRODUÇÃO EDIÇÃO DE IMAGEM LUIS PAULO SILVA Bolsonaro deflagrou uma Blitzkrieg contra a sociedade brasileira e a natureza. Mas a sociedade começou a se mobilizar para derrotá-lo, política, científica e ideologicamente. O dia 15 pode e deve vir a ser mais um passo importante na demonstração para a sociedade de que, como escreve Jânio de Freitas, “a vida pública de Bolsonaro é demarcada pela ideia

Trem turístico para 240 passageiros será movido a energia solar entre Argentina e Peru

Para os amantes de mochila nas costas e uma boa viagem abastecida com paisagens exuberantes, a notícia não poderia ser melhor. Será inaugurado o primeiro trem turístico da América Latina movido a energia solar. As montanhas entre Jujuy, no noroeste da Argentina, até Cusco no Peru, poderão ser admiradas e sem emissão de poluentes pelo caminho. Isso por que a tecnologia que transforma a energia dos raios solares em energia

Pesquisa da Andifes mostra que a maior parte dos estudantes de universidades federais é de baixa renda

    A maior parte dos estudantes das universidades federais, 70,2%, é de baixa renda, de acordo com pesquisa apresentada ontem (16) pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes). Esses estudantes são de famílias com renda mensal de até 1,5 salário mínimo per capita, ou seja, R$ 1.431, no valor de 2018, quando a pesquisa foi realizada. ABr Os dados são da quinta edição da Pesquisa do Perfil Socioeconômico

EcoDebate: Índice da edição nº 3.204, de 16/05/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   O uso seguro de agrotóxicos é um mito, por Roberto Naime Água para o desenvolvimento sustentável, artigo de Cleverson V. Andreoli 'Historicamente, o Brasil sempre chegou atrasado ao futuro. Mas agora, ao que parece, chegaremos atrasados ao passado'; Entrevista com o jornalista Henrique Cortez 15 de maio e as manifestações pela educação - Um grito em defesa do futuro do País Estudo revela que adolescentes com sobrepeso têm risco elevado

O uso seguro de agrotóxicos é um mito, por Roberto Naime

    [EcoDebate] Em entrevista realizada por Leila Leal, da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/FIOCRUZ), a professora Raquel Rigotto, do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), defende o debate sobre uso de agrotóxicos como um tema estratégico e critica a ideia de que é possível utilizá-los de forma segura. Sobre a importância da discussão sobre agrotóxicos na atual conjuntura assevera que “os agrotóxicos

Água para o desenvolvimento sustentável, artigo de Cleverson V. Andreoli

    [EcoDebate] Um recente relatório publicado pela Organização das Nações Unidas (ONU), denominado “Perspectivas do Meio Ambiente Mundial”, apresenta um quadro sombrio sobre as consequências para a sociedade, da degradação da qualidade ambiental planetária. Com relação a água, o relatório mostra que uma em cada três pessoas no mundo, cerca de 2,3 bilhões de habitantes, não tem acesso ao saneamento. Além disso, aponta que, desde o ano de 1990, está sendo

‘Historicamente, o Brasil sempre chegou atrasado ao futuro. Mas agora, ao que parece, chegaremos atrasados ao passado’; Entrevista com o jornalista Henrique Cortez

  ''Historicamente, o Brasil sempre chegou atrasado ao futuro. Mas agora, ao que parece, chegaremos atrasados ao passado'; Entrevista com o jornalista Henrique Cortez Por Patricia Fachin, IHU A condução da agenda ambiental brasileira no governo Bolsonaro é ancorada em duas vertentes: a primeira visa dar continuidade ao modelo de desenvolvimento que “considera a defesa das questões ambientais como uma ameaça aos negócios e ao lucro”, e a segunda é ancorada na “visão antiestado da ultradireita, para a qual

Top