Consumo frequente de alimentos ultraprocessados pode causar doenças cardiovasculares e crônicas

  Má alimentação potencializa desenvolvimento de doenças crônicas Por Laura Alegre, Jornal da USP no Ar, Rádio USP https://jornal.usp.br/wp-content/uploads/2019/06/ULTRAPROCESSADOS-DOEN%C3%87AS.mp3   Alimentos ultraprocessados são pobres nutricionalmente, ricos em açúcares e gorduras e têm sabor realçado por meio de aditivos químicos. O Ministério da Saúde aconselha evitar esse tipo de comida, e pesquisas divulgadas recentemente corroboram com essa ideia. Teses indicam a relação entre consumo de ultraprocessados e o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e crônicas. Para saber

O modelo de produção e consumo capitalista é o que está levando ao esgotamento do planeta

  Ecossocialismo: caminho para superação das crises ambientais e econômicas. Entrevista especial com Arlindo Manuel Esteves Rodrigues João Vitor Santos, IHU O modelo de produção e consumo capitalista é o que, na visão do professor Arlindo Manuel Esteves Rodrigues, está levando ao esgotamento do planeta, e o estado de crises econômicas que se vive é uma das faces dessa degradação. “Inicio citando o ativista e economista Kenneth Boulding: ‘quem acredita que um crescimento infinito é possível em um mundo

EcoDebate: Índice da edição nº 3.220, de 12/06/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Concentração de CO2 na atmosfera atinge novo recorde em maio de 2019, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Poluição do ar: Qual é o valor de cinco segundos? artigo de Sucena Shkrada Resk Nossos diagramas do ciclo da água dão uma falsa sensação de segurança hídrica DETER/INPE registra em maio 1.102,57 km² de alertas de desmatamento e degradação na Amazônia Legal Para especialistas, causas ambientais sofrem por ações erráticas e

Concentração de CO2 na atmosfera atinge novo recorde em maio de 2019, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  [EcoDebate] A concentração de CO2 na atmosfera atingiu novo recorde na semana de 12 a 18 de maio de 2019, com 415,39 partes por milhão (ppm), segundo dados da National Oceanic & Atmospheric Administration (NOAA). Devido às variações sazonais, sempre ocorre o pico em maio e o vale em setembro. O gráfico abaixo mostra o aumento ocorrido nos últimos anos e o ritmo da escalada é impressionante.   A concentração de

Poluição do ar: Qual é o valor de cinco segundos? artigo de Sucena Shkrada Resk

    A maioria de nós provavelmente nunca pensou quanto valem cinco segundos nos dias de hoje, não é? Valem literalmente uma vida, pois neste curto espaço de tempo morre uma pessoa no mundo em decorrência de doenças associadas à poluição do ar, correspondendo anualmente a 7 milhões de pessoas. Para compreender melhor a gravidade do problema, faça a conta: nove em dez pessoas respiram ar poluído e contaminado no mundo, segundo

Nossos diagramas do ciclo da água dão uma falsa sensação de segurança hídrica

  Imagens do ciclo da água da Terra, usadas em educação e pesquisa em todo o mundo, precisam urgentemente de atualização para mostrar os efeitos da interferência humana, de acordo com nova análise feita por uma equipe internacional de especialistas em hidrologia.     Deixar os humanos fora de cena, argumentam os pesquisadores, contribui para uma falta básica de consciência de como os humanos se relacionam com a água na Terra - e uma

DETER/INPE registra em maio 1.102,57 km² de alertas de desmatamento e degradação na Amazônia Legal

  O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) registrou em maio 1.102,57 km² de áreas de alerta de desmatamento e degradação na Amazônia Legal. As informações são do DETER, o Sistema de Detecção do Desmatamento em Tempo Real, que é baseado em imagens de satélites e destinado a orientar a fiscalização em campo, feita pelos órgãos competentes. Considerando somente os alertas do tipo desmatamento, onde já houve a remoção completa da cobertura

Para especialistas, causas ambientais sofrem por ações erráticas e irresponsáveis do Ministério do Meio Ambiente

  Para Pedro Jacobi e Ana Paula Fracalanza, o Brasil precisa de ações que visem ao desenvolvimento sustentável Por André Netto, TV USP / Rádio USP   No último dia 5 de junho, foi comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente e da Ecologia. Mais do que ser mais uma data festiva sem grandes repercussões, esse dia se reveste de uma extrema importância devido aos muitos problemas ambientais que enfrenta o mundo contemporâneo: poluição

Energia solar traz lucratividade e reconhecimento para empresas brasileiras

Por Ruy Fontes Na constante evolução do mercado, as grandes marcas estão sempre buscando inovações tecnológicas como forma de economizar em seus processos e se manter relevantes aos consumidores. E, com a recente popularização dos sistemas fotovoltaicos no Brasil, muitas das empresas do país estão apostando na energia solar para alcançar esses objetivos. Segundo os dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), que controla o segmento de geração distribuída, já são mais

EcoDebate: Índice da edição nº 3.219, de 10/06/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Caso Neymar e o abuso do abuso, artigo de Montserrat Martins Pior recessão, pior recuperação e pior octênio (2012-1019) da história brasileira, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Por que Angra dos Reis não deve se transformar em uma Cancún, artigo de Rita de Cássia Ariza da Cruz Tragédia de Mariana: Nota técnica da Anvisa recomenda consumo limitado de peixes da bacia do Rio Doce MPF abre investigação para apurar

Caso Neymar e o abuso do abuso, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Neymar acusado de estupro é assunto em ebulição nas redes sociais e o assunto é daquela gravidade em que “temos de falar sobre isso”. A violência contra a mulher, com aumento dos casos de feminicídio, desafia o Judiciário, as Polícias, o M.P., o Legislativo, os governos e a sociedade toda, a exercer medidas mais eficazes de proteção. Em meio a esse drama, surge um novo fator nessa equação, que

Pior recessão, pior recuperação e pior octênio (2012-1019) da história brasileira, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  [EcoDebate] O Brasil vive o seu pior período de recessão e recuperação dos últimos 120 anos. A retração do Produto Interno Bruto (PIB) entre os anos de 2014 a 2016 foi longa e profunda, mas pior tem sido a inédita a lenta recuperação, com a manutenção de altas taxas de desemprego e de subutilização da força de trabalho. O Gráfico abaixo, com base em texto do IBRE, de Borça Jr, Barboza

Top