Amazônia: Discurso ‘pró-garimpo’ aumenta desmatamento, ameaça indígenas e internacionaliza floresta

  Discurso ‘pró-garimpo’ aumenta desmatamento, ameaça indígenas e internacionaliza floresta. Entrevista especial com Dário Bossi, Bruno Milanez e Luiz Jardim Wanderley Segundo os ambientalistas, a abertura do atual governo para a atividade traz consigo mais desmatamento na Amazônia, expõe comunidades originárias e ‘entrega’ recursos naturais a capital estrangeiro Por: Patricia Fachin | Edição: João Vitor Santos / IHU Que o governo de Jair Bolsonaro não é afeito à atenção e cuidado com a região amazônica não é nenhuma

A Geopolítica de um Quadrilátero Mortífero: a mineração, enquanto a “pedra” no caminho de Drummond

  https://epoca.globo.com/jose-miguel-wisnik-visita-itabira-para-entender-relacao-da-mineracao-com-obra-de-drummond-22967898 A Geopolítica de um Quadrilátero Mortífero: a mineração, enquanto a “pedra” no caminho de Drummond Artigo de Vagner Luciano de Andrade [EcoDebate] Mineiro, Minério, Minerar, Mineração, Minerador, Minerário. Quando se analisa algumas palavras-chave na literatura nacional e internacional verificam-se publicações múltiplas que versam sobre ecologia política, sobre paisagem cultural, sobre patrimônio natural e outras premissas do tempo presente. Assim o respectivo texto discute questões inerentes à temática do ambiente (in)sustentável em

Notas sobre Contaminação de Águas por Trabalhos Mineiros. Exemplo de Diagnóstico por Zonas de Amostragem

Notas sobre Contaminação de Águas por Trabalhos Mineiros. Exemplo de Diagnóstico por Zonas de Amostragem Artigo de Carlos A. de Medeiros Filho [EcoDebate] As operações de mineração, de tratamento e concentração de minérios e descarte de rejeitos fornecem fontes óbvias de contaminação no ambiente da superfície, combinada às águas residuais das minas e dos moinhos (Adriano, 1986). Os rejeitos de minas são fontes de elementos potencialmente tóxicos, maiores e traços, para o

Narrativa falaciosa de exploração de nióbio na Amazônia pode comprometer os ecossistemas, por Juliana Siqueira-Gay e Luis E. Sánchez

  [EcoDebate] Estudo recente (Siqueira-Gay & Sánchez, 2020) investigou mais uma das narrativas falaciosas do presidente Bolsonaro: a miraculosa riqueza que a mineração de nióbio traria para os brasileiros. Antes da recente fábula sobre a hidroxicloroquina, em diversas ocasiões o presidente havia manifestado publicamente sua intenção de explorar as reservas de nióbio amazônicas, enfatizando o Morro dos Seis Lagos, localizado no Parque Nacional Pico da Neblina e se sobrepõe à Reserva

Milicianos invadem área ambiental na Baixada Fluminense e formam máfia da areia no Rio de Janeiro

  Moradores vivem sob regime de medo dentro de uma APA na Baixada Fluminense que tinha oito areais clandestinos funcionando; empresa flagrada tem 11 notificações de órgãos ambientais     Por Mariana Simões, Agência Pública Rio de Janeiro. Tucanos sobrevoam densas camadas de Mata Atlântica que cercam duas construções brancas, de um andar. Uma frase em azul-marinho escrita à mão sinaliza que ali funciona a Escola Municipal Sargento João Délio dos Santos. Os mais de

Mineração fragmenta florestas na Amazônia, por Juliana Siqueira-Gay e Luis E. Sánchez

[EcoDebate] Áreas de mineração ocupam menos de 1% da superfície terrestre, mas seus impactos vão além dos limites das minas. A abertura de uma nova mina de grande porte em regiões remotas pode influenciar consideravelmente a paisagem, devido à necessidade de construir vias de acesso e infraestrutura de transporte, como portos. Em áreas de florestas, esses impactos indiretos podem representar um desmatamento até 12 vezes maior do que aquele causado

Baixo Jequitinhonha, MG – Minerar no Parque Alto Cariri deixará Salto da Divisa sem água, artigo de Gilvander Moreira

Minerar no Parque Alto Cariri deixará Salto da Divisa sem água Por Gilvander Moreira1 [EcoDebate] Na cidade de Salto da Divisa, no Baixo Jequitinhonha, MG, e em frente ao portão de entrada da Barragem da Usina Hidrelétrica da empresa Itapebi Geração de Energia S.A, que atinge vários municípios em Minas Gerais e na Bahia, dia 14 de março de 2020, aconteceu a Romaria das Águas e da Terra da Diocese de

Liminar suspende licenciamento ambiental da Mina Guaíba, no Rio Grande do Sul

  A Justiça Federal, através da 9ª Vara Federal de Porto Alegre, determinou na sexta-feira, 21, a suspensão imediata do processo de licenciamento ambiental do projeto Mina Guaíba. Segundo a juíza Clarides Rahmeier, que concedeu a liminar, os procedimentos só poderão seguir após análise conclusiva pela Fundação Nacional do Índio (Funai) do componente indígena. A liminar atendo à solicitação feita através de Ação Civil Pública movida pelo Instituto Arayara e pela

Em nota pública, MPF critica projeto de lei que permite mineração em terras indígenas

  Arte: Secom/PGR Em nota pública divulgada nesta sexta-feira (7), a Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do Ministério Público Federal (6CCR/MPF) manifesta preocupação com as consequências do Projeto de Lei n. 191/2020, que regulamenta pequisa e lavra de recursos minerais e hidrocarbonetos em terras indígenas, além do aproveitamento de recursos hídricos para geração de energia elétrica. A Câmara alerta que a aprovação do projeto pode levar à “destruição de importantes

Quem são os donos da Vale e como cobrá-los por mais fiscalização

Guia dos Bancos Responsáveis mostra se instituição se preocupa com impactos ambientais e sociais de empresas nas quais investe A tragédia de Brumadinho completa um ano no próximo sábado (25). De lá para cá, a Vale, responsável pela barragem que se rompeu, enfrentou uma breve desvalorização no mercado, mas já recuperou seu valor na Bolsa de Valores. Mas como o consumidor pode ajudar a evitar tragédias como essa e cobrar que

Crime da Vale e do Estado cresce em Brumadinho: 1 ano de impunidade, artigo de Gilvander Moreira

Crime da Vale e do Estado cresce em Brumadinho: 1 ano de impunidade Por Gilvander Moreira1 Dia 25 de janeiro de 2020, às 12h28, completa exatamente um ano do crime tragédia da mineradora Vale, com autorização do Estado, em Brumadinho, MG. Em luto e luta, realizaremos a 1ª Romaria da Arquidiocese de Belo Horizonte pela Ecologia Integral a Brumadinho, romaria de solidariedade e luta por justiça, em sintonia com as orientações do

O caso Braskem-Maceió, a mineração e a geologia de engenharia, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos

  [EcoDebate] Foi definitivamente assinado o acordo, envolvendo, além da BRASKEM, o Ministério Público Federal (MPF), o Ministério Público de Alagoas (MPE Alagoas) e a Defensoria Pública da União (DPU) e de Alagoas (DPE Alagoas), pelo qual a companhia de mineração se compromete a reparar os prejuízos causados a milhares de cidadãos por afundamentos de solo e decorrentes danos estruturais em edificações ocorridos ao longo dos últimos anos nos bairros de

Bolsonaro diz que projeto para exploração de minério em terras indígenas está pronto

  Proposta de exploração de minério em terras indígenas deve ser encaminhada ao Congresso a qualquer momento ABr O presidente Jair Bolsonaro disse, ontem (19), que já está pronto, e em vias de ser apresentado ao Congresso Nacional, o projeto de lei que possibilitará a exploração de minério em terras indígenas. Segundo o presidente, a ideia é dar condições aos índios de arrendar suas terras para pecuária ou para produção de soja ou

Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) reconhece a tragédia de Mariana como crime contra a humanidade

    O Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) reconheceu a tragédia de Mariana (MG) como violação "a direitos humanos de excepcional gravidade". A decisão tomada de forma unânime pelos 22 conselheiros foi registrada na Resolução nº 14/2019. Segundo o próprio conselho, trata-se de classificação equivalente a crime contra a humanidade, definido no âmbito do Tribunal Penal Internacional. ABr A tragédia de Mariana ocorreu em 5 de novembro de 2015, quando uma barragem da mineradora

Tragédia de Mariana: Estudo revela poeira com metais em áreas afetadas por lama da Samarco

  Concentrações de ferro, cádmio e cobre acima dos valores de referência estabelecidos pelos padrões de saúde no Brasil foram detectadas na poeira coletada dentro das casas em comunidades de Mariana (MG) e Barra Longa (MG). ABr As duas cidades são as mais afetadas pela lama que vazou da barragem da mineradora Samarco, após a ruptura ocorrida em novembro de 2015. A análise foi realiza pelas empresas Ambios e Technohidro e os resultados

Por territórios livres de mineração, artigo de Gilvander Moreira

Por territórios livres de mineração Por Gilvander Moreira1 Dias 1º e 2 de dezembro último (2019), estivemos no município do Serro, na região do Alto Jequitinhonha, MG, participando da luta para impedir a instalação da mineradora Herculano no município do Serro. Fizemos reuniões com comunidades nos distritos de São Gonçalo do Rio das Pedras e em Milho Verde, duas comunidades que são ainda verdadeiros paraísos naturais, com muitas cachoeiras, ar puro

MPMG e MPF querem impedir licenciamento ambiental de projeto minerário que vai de Minas à Bahia

  Projeto minerário Bloco 8 prevê reservatórios maiores que barragens de Mariana e Brumadinho ABr Em parceria com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), o Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação civil pública com objetivo de impedir a continuidade do processo de licenciamento ambiental de um empreendimento minerário a ser instalado no norte de Minas Gerais. Trata-se de um projeto conduzido pela empresa de capital chinês Sul Americana de Metais (SAM), subsidiária

Mina Guaíba e o futuro da saúde de 4 milhões de pessoas em risco, artigo de Eduardo Luís Ruppenthal

  O processo de licenciamento da Mina Guaíba, projeto da maior mina de carvão mineral a céu aberto do Brasil, não dimensiona os reais impactos socioambientais que ameaçam perigosamente toda a Região Metropolitana de Porto Alegre e diretamente as mais de 4 milhões de pessoas que vivem nela, com prejuízos graves à sua saúde, a médio e longo prazos. A mina a céu aberto está projetada entre os municípios de Charqueadas e

Belo Monte e Belo Sun. O desenvolvimentismo triunfalista e violento que afunda a região amazônica em degradações

  Belo Monte e Belo Sun. O desenvolvimentismo triunfalista e violento que afunda a região amazônica em degradações. Entrevista especial com Elielson Silva Por João Vitor Santos, IHU Com a promessa de gerar empregos e prosperidade econômica através de megaempreendimentos de mineração, uma ideia de desenvolvimentismo acaba sendo vendida como saída para a região amazônica. Mas, na verdade, o que fica para as populações locais são inúmeras degradações, de ambientais a sociais. “Em síntese, é um processo social

Catástrofe: este é o cenário provável na Mina Guaíba (RS)

    Uma audiência pública promovida pelo Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul (MP-RS) na noite de terça-feira (20), em Porto Alegre, debateu a viabilidade de implantação do projeto Mina Guaíba e teve a presença de autoridades e ambientalistas de vários lugares do país. Caso o projeto for autorizado, será a maior área de extração de carvão mineral a céu aberto do Brasil. Isso também acarretará em uma concentração de

Top