Índice da edição nº 2.704, 2017 [de 20/02/17]

    Estamos febris, artigo de Montserrat Martins O quintilema da Agenda 2030 da ONU, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Seca no semiárido do Nordeste do país, que já dura seis anos, poderá se agravar até abril Expedição aos Corais da Amazônia encontra peixes que estão sob risco de extinção e possíveis novas espécies Estudo indica que políticas de controle do desmate dependem da fatia do agronegócio no PIB Água virtual reforça importância do consumo consciente APA

Seca no semiárido do Nordeste do país, que já dura seis anos, poderá se agravar até abril

    Por Claudia Izique | Agência FAPESP A seca no semiárido do Nordeste do país, que já dura seis anos, poderá se agravar até abril: há 75% de probabilidade de as chuvas ficarem na média e abaixo da média climatológicas entre os meses de fevereiro e abril, aponta o último relatório do Grupo de Trabalho em Previsão Climática Sazonal (GTPCS) do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTI). As previsões, produzidas com

Expedição aos Corais da Amazônia encontra peixes que estão sob risco de extinção e possíveis novas espécies

  ABr A expedição a bordo do navio Esperanza da organização não-governamental (ONG) Greenpeace, com pesquisadores brasileiros e ativistas ambientais, pela região dos chamados Corais da Amazônia, encontrou peixes que estão sob risco de extinção e possíveis novas espécies nos recifes de corais localizados na Foz do Rio Amazonas, costa norte do Brasil. “Tinha recifes muito maiores do que imaginávamos, mais extensos, muito mais complexos do que imaginávamos, cheios de pargos e chernes

Estudo indica que políticas de controle do desmate dependem da fatia do agronegócio no PIB

    IPAM Um estudo publicado na última edição da revista “Global Environmental Change” indica que a efetividade de políticas de controle do desmatamento é inversamente proporcional ao peso do agronegócio na economia de um país, pelo menos na América do Sul. Já eventos que envolvam a sociedade nessa discussão fortalecem estratégias de conservação. Essas são algumas das conclusões obtidas pelos autores, nesta que é a primeira comparação já feita sobre a eficácia desse

Água virtual reforça importância do consumo consciente

    Cálculo revela a quantidade do recurso envolvida na produção de diversos insumos e resultados surpreendem Qual a quantidade de água que você acredita utilizar diariamente? Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), 110 litros devem ser suficientes para atender às necessidades de uma pessoa ao longo de 24 horas, mas um banho de cinco minutos já consome cerca de 60 litros de água. Entretanto, essa estimativa da ONU não considera um

APA do Tietê, SP – Secretário do Meio Ambiente é investigado por improbidade administrativa

  Força-tarefa do Gaema e Patrimônio Público apura alteração de mapas da APA do Tietê   Uma força-tarefa do Ministério Público de São Paulo, formada por promotores de Justiça do Patrimônio Público e do Gaema (Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente), investiga por que ao menos seis mapas de zoneamento do Plano de Manejo da APA (Área de Proteção Ambiental) da Várzea do Rio Tietê foram alterados indevidamente.  A área,

Tagged

Brasil é 10º país que mais mata jovens no mundo; em 2014, foram mais de 25 mil vítimas de homicídio

  ONU Dados são do ‘Mapa da Violência’, lançado na semana passada (15/2) na Câmara dos Deputados, em cerimônia que contou com a participação do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA). Relatório aborda letalidade das armas de fogo no Brasil e ranqueia país em uma lista de cem nações. Documento alerta para a vulnerabilidade da população negra brasileira: atualmente, morrem 2,6 vezes mais afrodescendentes do que brancos por homicídios cometidos com armas

Índice da edição nº 2.703, 2017 [de 17/02/17]

    O colapso do gelo da Antártica e o aumento do nível do mar, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Cortinas e poluição urbana, artigo de Carlos Augusto de Medeiros Filho Comunidade científica alerta para mortandade de macacos por causa da febre amarela Reduzir unidades de conservação e desproteger 1 milhão de hectares não é bom para o agronegócio Mato Grosso: PM prende oito pessoas e apreende contrabando de 2,8 toneladas de inseticida de uso

Comunidade científica alerta para mortandade de macacos por causa da febre amarela

    Em nota, especialistas de instituições de pesquisa e conservação sobre primatas disponibilizam informações sobre o ciclo da doença e pedem à mídia – jornais, rádios, TVs e sites de notícias – que ajude na divulgação correta dos dados Representantes da comunidade científica brasileira, ligados à área da conservação dos primatas, expediram na quarta-feira (15) nota à imprensa alertando para um desastre ambiental “gravíssimo” que ocorre neste momento: a mortandade sem precedentes

Reduzir unidades de conservação e desproteger 1 milhão de hectares não é bom para o agronegócio

    Por André Guimarães e Paulo Moutinho* Parlamentares do Amazonas e seus convivas que desejam reduzir unidades de conservação criadas no ano passado na Amazônia impõem um risco considerável a um setor da economia que tanto defendem: o agronegócio. Eles pleiteiam que mais de 1 milhão de hectares sejam “desprotegidos”, pois atrapalhariam interesses econômicos, e o fazem de forma temerosa. Antes, deveriam escutar a ciência. A preservação florestal tem um papel fundamental no equilíbrio

Mato Grosso: PM prende oito pessoas e apreende contrabando de 2,8 toneladas de inseticida de uso ilegal

  O produto contrabandeado do Paraguai é de uso proibido e seria vendido em Mato Grosso Por Alecy Alves | Polícia Militar Em Nova Mutum (269 km de Cuiabá), uma operação que envolveu 10 policiais militares resultou na prisão de oito pessoas, apreensão de um caminhão com 2,8 toneladas de inseticida contrabandeados, além de R$ 8 mil, quatro carros e rádios transmissores. A ação aconteceu na noite desta terça-feira (14.02) e começou com a apuração de

FAO pede apoio para adaptação de pequenos agricultores à mudança climática

  Para chefe da agência da ONU, falta de ação imediata compromete futuro da produção de alimentos; José Graziano da Silva alerta para ameaça à Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável.   Por Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque. Em Dubai, durante a Cúpula Mundial de Governos, o chefe da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, fez um alerta. Para José Graziano da Silva, não agir imediatamente para tornar os

Top