Agricultura de países em desenvolvimento sentiu 23% dos danos causados por desastres de média e grande escala

  ONU Novos números divulgados pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) indicaram que 23% de todos os danos e prejuízos causados por desastres de média e grande escala no mundo foram registrados na agricultura de países em desenvolvimento no período de 2006 a 2016. No caso da seca, a agricultura respondeu por até 80% dos danos no mesmo período, uma indicação do severo impacto dos desastres naturais

FAO alerta que oceanos serão ainda mais vitais no futuro da segurança alimentar

  Diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, José Graziano da Silva, afirmou que os oceanos serão ainda mais importantes no futuro da alimentação da população terrestre.   Foto: ONU/Milton Grant   Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque. Uma política eficiente de proteção de mares e oceanos é vital para a segurança alimentar. O diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, afirmou que os oceanos serão ainda

Cientistas documentam entrada de plástico na cadeia alimentar terrestre

  Da Agência EFE / ABr     Uma equipe de cientistas mexicanos e holandeses documentou pela primeira vez a entrada de microplásticos na cadeia alimentar terrestre, graças a um estudo de campo desenvolvido na reserva da biosfera de Los Petenes (México). As informações são da agência EFE. Apesar de existirem, há anos, estudos sobre a entrada do plástico na cadeia alimentar marinha, este seria o primeiro trabalho documentando o fenômeno no entorno terrestre, disse

Resíduos de Agrotóxicos em frutos e hortaliças, parte 3/3 (Final), artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] REIS (2013) mostra que resíduos de 16 organoclorados (OCP) foram investigados em 39 amostras de farinha de trigo, óleo de girassol, açúcar branco e subprodutos de beterraba adquiridos na província de Vojvodina, na Sérvia, entre 2002 e 2004. O inseticida 4,4-DDT (diclorodifeniltricloroetano) foi detectado com maior frequência (76,9 %) em relação ao total das amostras analisadas, seguido pelo lindano (66,7 %), β-HCH (beta-hexaclorocicloexano) (48,7 %), e endosulfan II (41,0

Resíduos de Agrotóxicos em frutos e hortaliças, parte 1/3, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] REIS (2013) apresenta discussões provenientes de pesquisas sobre resíduos de agrotóxicos em alimentos de origem vegetal, com enfoque na determinação dos Limites Máximos de Resíduos (LMR) desses produtos em frutas e hortaliças. Foram abordados também o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) e o Plano Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes de Produtos de Origem Vegetal (PNCRC/Vegetal) criados pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Até onde se vai com resíduos de agrotóxicos nas plantas, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] MIRANDA e BORGES (2014) fazem avaliação da presença de resíduos de agrotóxicos em alimentos no distrito federal, entre 2009 e 2012, encontrando médias entre 20 e 40% de amostras insatisfatórias em relação ao total analisado. Nas amostras insatisfatórias foram encontrados 08 ingredientes ativos de agrotóxicos que estão em reavaliação toxicológica ou em fase de descontinuidade programada pela ANVISA. Adicionalmente, em todas as amostras insatisfatórias foram encontrados diversos agrotóxicos não autorizados

Adulteração de alimentos e a lógica do agronegócio, artigo de Ana Alvarenga

    [EcoDebate] BRF e JBS, duas das maiores multinacionais da indústria de carnes do mundo, companhias brasileiras responsáveis pela exportação – além da comercialização doméstica – principalmente de carne bovina e de aves para Europa, Ásia e América Latina, são protagonistas do novo episódio de corrupção no Brasil envolvendo grandes companhias, neste caso entre fiscais de governo e funcionários das mencionadas corporações, incluindo-se o diretor de uma delas. O que a operação

Má nutrição afeta um terço da população mundial e custa US$ 3,5 trilhões por ano, diz FAO

  ONU Brasil Uma em cada três pessoas no mundo não possui uma alimentação adequada, segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). Mais de 2 bilhões de indivíduos no planeta sofrem de deficiências nutricionais e cerca de 150 milhões de crianças com menos de cinco anos de idade têm o crescimento atrofiado devido a dietas pobres. Ao mesmo tempo, 1,9 bilhão de indivíduos estão acima do

Anvisa divulga relatório sobre resíduos de agrotóxicos em alimentos

Divulgado relatório sobre resíduos de agrotóxicos em alimentos Programa de Análises de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos, o PARA, avaliou mais de 12 mil amostras de alimentos ao longo de três anos. Pela primeira vez, o documento revela o risco dos resíduos para a saúde. Quase 99% das amostras de alimentos analisadas pela Anvisa, entre o período de 2013 e 2015, estão livres de resíduos de agrotóxicos que representam risco agudo para

Pesquisa ponta que São Paulo tem 4 mil avícolas clandestinas vendendo frango, ovos e doenças

  Pesquisa da FMVZ aponta que estabelecimentos não adotam medidas básicas de higiene e produtos sujeitam o consumidor a infecções alimentares diversas Pesquisa feita na USP revela que as cerca de 4 mil avícolas existentes em São Paulo operam na clandestinidade e sem as mínimas condições de higiene. A prática informal do abate de aves expõe as pessoas que consomem carne de frango e ovos a vários tipos de doenças. No balcão

Alimentos são aliados na luta contra a pressão alta, por Isabela C. Pimentel Mota, Nágila Damasceno e Marcia Gowdak

    [EcoDebate] A hipertensão arterial afeta cerca de 40% da população mundial adulta e 30% da brasileira, sendo o principal fator de risco para doenças cardiovasculares. Doença silenciosa do aparelho circulatório, associada a alterações nos pequenos e grandes vasos sanguíneos, aumenta o risco de perda do funcionamento dos rins, alteração da visão, incidência de infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral (derrame). Maus hábitos alimentares, fumo, excesso de peso, uso de

Teste realizado pelo Greenpeace encontra agrotóxico em comida de fornecedor de merenda no Rio

  Rio, essa merenda não parece legal! Teste realizado pelo Greenpeace indica cinco alimentos fora de conformidade com a legislação brasileira; um deles contém resíduos de substância proibida desde 2012 Até o prato mais básico do brasileiro, o popular arroz e feijão, pode representar um risco aos alunos da rede municipal de ensino da cidade do Rio de Janeiro. Segundo teste toxicológico em alimentos fornecidos por uma das seis empresas com contratos vigentes

Top