Nutricídio: A relação entre a indústria da agropecuária e a produção da fome no Brasil

Nutricídio: A relação entre a indústria da agropecuária e a produção da fome no Brasil, artigo de Karine Agatha França As principais causas do nutricídio estão no uso de agrotóxicos, transgênicos e ultraprocessados. O Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo, sobretudo aqueles proibidos no exterior.   NUTRICÍDIO: A RELAÇÃO ENTRE A INDÚSTRIA DA AGROPECUÁRIA E A PRODUÇÃO DA FOME NO BRASIL Dados alarmantes sobre a fome no Brasil, foram

A fome vem ai e não é culpa do lockdown: Fora Bolsocaro!

  A fome vem ai e não é culpa do lockdown: Fora Bolsocaro! artigo de José Eustáquio Diniz Alves O Brasil está passando por uma crise sanitária inigualável, conjuntamente com uma enorme crise econômica, com aumento da pobreza e da fome “De pé ó vítimas da fome; De pé famélicos da terra” A Internacional [EcoDebate] O Brasil está passando por uma crise sanitária inigualável, conjuntamente com uma enorme crise econômica, com aumento da pobreza e

Desastres naturais afetam cada vez mais os sistemas agroalimentares

  Desastres naturais afetam cada vez mais os sistemas agroalimentares Em nenhum outro momento da história os sistemas agroalimentares foram confrontados com tamanha variedade de novas ameaças e sem precedentes, incluindo mega incêndios, clima extremo, grandes enxames de gafanhotos do deserto e ameaças biológicas emergentes como a pandemia da COVID-19 ONU Brasil   A agricultura absorve a maior parte das perdas e danos financeiros causados por desastres que aumentaram em frequência, intensidade e complexidade,

A produção de alimentos e a perda de biodiversidade

  A produção de alimentos e a perda de biodiversidade, por José Eustáquio Diniz Alves “É triste pensar que a natureza fala e que a humanidade não a ouve” Victor Hugo (1802-1885) [EcoDebate] O Relatório Planeta Vivo 2020 elaborado pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF) mostra que o avanço do processo de crescimento contínuo da produção e consumo de bens e serviços ao bel-prazer da humanidade tem provocado uma degradação generalizada dos ecossistemas

Com a pandemia, 2021 começa com alta no preço da comida

  Com a pandemia, 2021 começa com alta no preço da comida, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “De pé ó vítimas da fome; De pé famélicos da terra” Hino da Internacional Socialista A pandemia da covid-19 provocou um grande abalo na economia brasileira em 2020 e o aumento do preço dos alimentos contribuiu para o aumento da inflação [EcoDebate] O Índice de Preços de Alimentos (FFPI) da Organização das Nações Unidas para Agricultura e

O aumento do preço dos alimentos no mundo e no Brasil

  O aumento do preço dos alimentos no mundo e no Brasil, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “Existe uma forte correlação entre o aumento do preço dos alimentos e a ocorrência de protestos contra a carestia” NECSI (28/09/2012) [EcoDebate] O preço dos alimentos caiu no início da pandemia da covid-19, mas voltou a subir a partir de maio de 2020. O Índice de Preços de Alimentos da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação

Mais de 3 mil plantas não convencionais podem ser usadas na alimentação. Conheça as PANCs

  Mais de 3 mil plantas não convencionais podem ser usadas na alimentação. Conheça as PANCs Existem mais de três mil plantas alimentícias não convencionais catalogadas no Brasil - ricas em nutrientes e com alto teor de proteína - e que podem ser incluídas em nossa alimentação, mas ainda não são conhecidas pela população. Por Andreza Rossini As PANC, acrônimo para Plantas Alimentícias Não Convencionais, estão em quase todo lugar: nas pracinhas, em terrenos,

A fome no Brasil é um problema antigo que está cada vez mais presente

  A fome no Brasil é um problema antigo que está cada vez mais presente Artigo de Caitano Neto A fome é uma realidade para milhares de pessoas no Brasil e no mundo e com a crise causada pela pandemia do coronavírus esse problema está significativamente aumentando Fome provém da falta de alimentos que atinge um número elevado de pessoas no Brasil e no mundo. Apesar dos grandes avanços econômicos, socias, tecnológicos, a falta

Guia prático de Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC)

  Guia prático de Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) O projeto-piloto Viva Agroecologia, desenvolvido na EMEF Desembargador Amorim Lima em São Paulo, teve como objetivo fomentar, ampliar e estimular a inserção das PANC nas hortas escolares, na pedagogia e na composição do cardápio, de modo a enriquecer e complementar a alimentação escolar. Ter as PANC na horta com possibilidade de enriquecimento do cardápio escolar está previsto no plano de ação da regulamentação da

No Brasil, metade das crianças de até 4 anos vive em insegurança alimentar

  No Brasil, metade das crianças de até 4 anos vive em insegurança alimentar Metade das crianças menores de 5 anos do país viviam em domicílios com algum grau de insegurança alimentar em 2017-2018. ABr Dados divulgados ontem (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que 5,1% da população de até 4 anos estavam em lares com insegurança alimentar grave; 10,6%, moderada; e 34,2%, leve. À medida que a idade aumenta, cresce

Dos Alimentos Que Matam Para Os Que Curam – Por uma Política de Segurança Alimentar e Nutricional

  Dos Alimentos Que Matam Para Os Que Curam - Por uma Política de Segurança Alimentar e Nutricional Artigo de José Rodrigues Filho [EcoDebate] Em recente artigo no New York Times, intitulado “Nosso Alimento está Matando Muitos de Nós” (Our Food Is Killing Too Many of Us), os autores trataram os alimentos do ponto de vista nutricional, alegando que uma dieta pobre é a principal causa de mortalidade nos Estados Unidos, causando mais

Webconferência aborda a importância da conservação da agrobiodiversidade para a soberania alimentar

  José Nestor Lourenço, pesquisador da Embrapa Amazônia Ocidental, profere palestra, por meio de webconferência, sobre "Agrobiodiversidade e Soberania Alimentar nas Comunidades", no dia 10 de julho, das 16h às 17h30, horário de Brasília (15h às 16h30 no horário de Manaus). A palestra é promovida pelo Centro Regional de C&T em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional na Região Norte (CTSSAN Norte), coordenado pelo Instituto de Pesquisas da Amazônia (Inpa), e

Agricultura urbana poderia cultivar frutas e vegetais para 15% da população

  Agricultura urbana poderia cultivar frutas e vegetais para 15% da população Agricultura urbana - O cultivo de frutas e legumes em apenas 10% dos jardins de uma cidade e em outros espaços verdes urbanos poderia fornecer alimentação a 15% da população local, de acordo com uma nova pesquisa. University of Sheffield* Em um estudo publicado na Nature Food , acadêmicos do Instituto de Alimentos Sustentáveis ​​da Universidade de Sheffield investigaram o potencial da horticultura urbana através do

O sistema alimentar atual pode alimentar apenas 3,4 bilhões de pessoas, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    O sistema alimentar atual pode alimentar apenas 3,4 bilhões de pessoas, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “Todos os nossos problemas ambientais se tornam mais fáceis de resolver com menos gente e mais difíceis e, em última instância, impossíveis de resolver com cada vez mais pessoas”. David Attenborough     [EcoDebate] Está cada vez mais difícil produzir alimentos de forma sustentável. O relatório “Climate Change and Land”, do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) da

PANCs: Projeto visa divulgar plantas alimentícias não convencionais

  PANCs: Projeto visa divulgar plantas alimentícias não convencionais Estudo da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) mostra que o número de plantas consumidas pelo homem nos últimos cem anos se reduziu de 10 mil para apenas 170. No Brasil, apesar da riqueza e variedade de espécies encontradas na natureza, a demanda do mercado se concentra em algumas dezenas de itens, esquecendo milhares de outras espécies disponíveis. ABr Com base

Mudanças climáticas podem trazer insegurança alimentar para 90% da população mundial, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    Mudanças climáticas podem trazer insegurança alimentar para 90% da população mundial, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “Somos de uma geração em que as decisões que tomamos nos próximos 10 anos podem significar a diferença na morte de 100 milhões ou 400 milhões de pessoas” Jane Fonda   “Nossa guerra contra a natureza precisa parar” António Guterres     [EcoDebate] A produção de alimento libera gases de efeito estufa (GEE) que contribuem para aumentar o aquecimento global, enquanto

Emergência Climática – Mudanças climáticas ameaçam os ‘celeiros’ globais

Condições climáticas extremas podem levar a um risco aumentado de colheitas agrícolas extraordinariamente baixas se mais de um celeiro global for afetada por condições climáticas adversas ao mesmo tempo. As conclusões de um novo estudo do IIASA mostram que esses 'celeiros' globais, as áreas geográficas responsáveis pelo cultivo de grande parte dos alimentos do mundo, correm o risco de não produzir trigo, milho e soja em quantidade suficiente, devido a temperaturas

O aquecimento global e as secas podem reduzir a produção global de trigo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    O aquecimento global e as secas podem reduzir a produção global de trigo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves "A mudança climática é agora uma emergência planetária que representa uma ameaça existencial para a humanidade" Jem Bendell     [EcoDebate] O trigo é um dos principais alimentos da humanidade. Em termos globais, o trigo é a segunda maior cultura de cereais, perdendo apenas para o arroz e ficando à frente do milho. O grão de trigo

Hortas Cariocas e Gastromotiva unem ações para inclusão social no Rio de Janeiro

    A Organização Não Governamental (ONG) Gastromotiva e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente do Rio de Janeiro (SMAC) firmaram ontem (7) parceria para elaborar ações conjuntas para melhoria da qualidade de vida de comunidades carentes. “Quando a gente fala de gastronomia social, o primeiro papel é sentar à mesa e daí poder ver que tipo de conexão sai”, disse à Agência Brasil o empreendedor social David Hertz, responsável pela Gastromotiva. ABr A

No Brasil, quase 30% das crianças indígenas com menos de 5 anos sofrem de desnutrição crônica

  No Brasil, quase 30% das crianças indígenas com menos de 5 anos sofrem de desnutrição crônica Nas últimas décadas, o Brasil reduziu significativamente a taxa de desnutrição crônica entre menores de 5 anos (de 19,6% em 1990 para 7% em 2006), atingindo, antes do prazo, a meta dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Entretanto, a desnutrição crônica ainda é um problema em grupos mais vulneráveis, como indígenas, quilombolas e ribeirinhos. De acordo

Top