Jovens de todo o mundo, uni-vos! artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“A mudança está chegando, gostem ou não” Greta Thunberg (20/09/2019) [EcoDebate] Jovens de todo o mundo, uni-vos! Este foi o mote que mobilizou mais de 4 milhões de pessoas, em mais de 163 países, em mais de 5 mil cidades, somente no dia 20 de setembro de 2019, contra a crise climática e ambiental. Outras passeatas ocorreram no fim de semana. A maior mobilização global da história foi liderada pela greve de

250 anos do nascimento do grande ambientalista Alexander von Humboldt, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] Quem pensa que os estudos e as preocupações com o meio ambiente são fenômenos recentes é porque não conhece a vida e a obra do cientista alemão Friedrich Wilhelm Heinrich Alexander von Humboldt (14/09/1769 – 06/05/1859). No dia 14 de setembro de 2019 se comemora os 250 anos do nascimento de Alexander von Humboldt. É uma data para recordar o pensamento, as ideias e os ideais de um grande

Governo brasileiro na contra-mão da sustentabilidade, artigo de José Rodrigues Filho

    [EcoDebate] A maioria do povo brasileiro acreditou que o sujeito oculto seria a solução dos problemas de nossa sociedade, embora sejamos carentes de soluções reflexivas para quase todos nossos problemas. Apesar dos conflitos, o país vinha adotando políticas ambientais e de controle de queimadas que se tornaram um modelo de preservação ambiental para o mundo, embora a partir dos governos de Dilma e Temer as queimadas na Amazônia aumentaram de

Na crise ambiental, já estamos lutando pela sobrevivência, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Seu emprego, segurança e saúde são fundamentais para a sobrevivência, não são? Pois vários países da Europa, além disso, se preocupam com a subida do nível do mar, causado pelo derretimento do gelo do Polos, que podem alagar seus territórios, como é o caso da Noruega, ou da Inglaterra. Quando presidentes da França, Inglaterra, Alemanha, Canadá se preocupam com o desmatamento da Amazônia, é porque ela é “o ar condicionado

Clima sem saúde, artigo de Paulo K. de Sá

    [EcoDebate] Em tempos de avanço no desmatamento da Amazônia, uma das áreas mais importantes do planeta para a regulação do clima, biodiversidade e sobrevivência de inúmeras espécies, inclusive a nossa, assistimos a uma voraz investida sobre um dos maiores patrimônios da humanidade. Como se não bastasse, a Mata Atlântica e, principalmente, o Cerrado são devastados em meio à nuvem de fumaça na Amazônia. Sabemos que o modelo econômico dita as decisões

Desordem na governança global e o caos nas mudanças climáticas, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  [EcoDebate] A humanidade tem degradado a biocapacidade da Terra e alterado as condições climáticas do Planeta gerando uma situação, cada vez mais grave, de caos ambiental, sendo que a desordem na governança global agrava a crise ecológica e dificulta a implementação de soluções para retirar o mundo da rota do precipício. O artigo “Disarray in Global Governance and Climate Change Chaos”, de Martine e Alves, publicado na Revista Brasileira de Estudos

Os efeitos do desastre ecológico estão cada vez mais sendo sentidos

  “Os efeitos do desastre ecológico estão cada vez mais sendo sentidos”. Entrevista com Herve Kempf IHU     Herve Kempf é um jornalista francês especializado em meio ambiente. Trabalhou no jornal parisiense Le Monde e é atualmente editor-chefe da revista Reporterre, especializada em questões ecológicas. Algumas de suas obras tiveram grande repercussão, como: Para salvar o planeta, liberte-se do capitalismo (2010) e Como os ricos destroem o planeta (2011). Mirador Provincial falou exclusivamente com esse notável pensador e referência em sua matéria a nível mundial. Kempf estava

Dia da sobrecarga (29/07/2019) e os limites da resiliência da Terra, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Precisamos pegadas menores, mas também precisamos de menos pés”. (Enough is Enough, 2010)   [EcoDebate] Em 2019, o Dia da Sobrecarga da Terra (Earth Overshoot Day) acontece em 29 de Julho, a data mais precoce, desde que o planeta entrou em sobrecarga pela primeira vez no início da década 1970. Este dia marca o momento em que o sistema de produção e consumo absorveu todos os insumos naturais renováveis oferecidos pelo planeta, previstos

A extinção da política ambiental no Brasil e os riscos para a vida no planeta

  A extinção da política ambiental no Brasil e os riscos para a vida no planeta. Entrevista especial com Cristiana Losekann Por João Vitor Santos, IHU Desde que tomou posse, as ações do governo de Jair Bolsonaro têm deixado claro que o meio ambiente é uma área que deve se submeter às demais. E por aí vem liberação recorde de agrotóxicos, questionamentos sobre dados de desmatamento, o desejo de emprego de recursos do Fundo Amazônia para indenizar agricultores (quando o recurso

Bolsonaro, o ecocida; análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  JORNAL DA UNICAMP TEXTO LUIZ MARQUES FOTOS LEONOR CALASANS | IEA-USP EDIÇÃO DE IMAGEM LUIS PAULO SILVA O mote Écrasons l’infâme, com o qual Voltaire assinava suas cartas, exprimia sua indignação contra o obscurantismo e o desprezo pela ciência. No Brasil de hoje, a infâmia chama-se Bolsonaro, agente de anomia social e, acima de tudo, um ecocida que está acelerando exponencialmente a trajetória de nossas sociedades em direção a um colapso socioambiental. É preciso que

A terra inabitável, artigo de Lucio Carvalho

  Imagem: pbs.org   [EcoDebate] O twitter de David Wallace-Wells nunca mais foi o mesmo depois de 09 de julho de 2017. Nesse dia, na New York Magazine, onde é editor-assistente e articulista, ele publicou um artigo desconcertante a respeito das mudanças climáticas em curso no mundo contemporâneo. Além do titulo assustador, A Terra Inabitável, digno dos clássicos filmes do gênero catástrofe, no artigo Wallace-Wells fazia o apanhado visionário distópico mais aterrador sobre

Por que é mais correto falar em ‘crise climática’ e não em ‘mudança climática’

    IHU A realidade informativa da Espanha, incluindo este jornal, utiliza de maneira habitual termos como “mudança climática” e “aquecimento global” para se referir aos problemas ambientais sofridos pelo planeta. Embora estes conceitos sejam válidos, a expressão “crise climática” parece ter penetrado nos ambientes ecologistas. Com ela se busca evidenciar que a situação ambiental do planeta pende de um fio temporal de tão somente dez anos, conforme advertem os cientistas do Painel

Top