Aquecimento antropogênico aumenta a frequência de eventos de calor extremo

  Aquecimento antropogênico aumenta a frequência de eventos de calor extremo Institute of Atmospheric Physics*, Chinese Academy of Sciences O fluxo de calor antropogênico, ou de origem humana, na atmosfera próxima à superfície mudou os ambientes térmicos urbanos. Grande parte dessa flutuação foi observada com o rápido desenvolvimento da economia global e da urbanização desde a virada do século 21. Enquanto isso, o número de eventos de temperatura extrema na primeira década do século 21

Mudanças climáticas podem dobrar o número de pessoas que sofrem com secas extremas

  Mudanças climáticas podem dobrar o número de pessoas que sofrem com secas extremas A Michigan State University está liderando um esforço de pesquisa global para oferecer a primeira visão mundial de como a mudança climática pode afetar a disponibilidade de água e a severidade da seca nas próximas décadas. Por Kim Ward*, Michigan State University No final do século 21, a área global de terras e a população que enfrenta secas extremas poderiam

Cúpula de Ação Climática e os 5 anos do Acordo de Paris

    Cúpula de Ação Climática e os 5 anos do Acordo de Paris, artigo de José Eustáquio Diniz Alves "A distância entre o que precisamos fazer e o que realmente está sendo feito está aumentando a cada minuto. Ainda estamos acelerando na direção errada". Greta Thunberg [EcoDebate] O Acordo de Paris completou 5 anos no dia 12 de dezembro de 2020. Para comemorar a data e avançar nas propostas para controlar o aumento do

Concentração de CO2 bate recorde em 2020 mesmo com pandemia

  Concentração de CO2 bate recorde em 2020 mesmo com pandemia, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “Nossa casa ainda está pegando fogo e vocês estão jogando gasolina nas chamas!” Greta Thunberg [EcoDebate] A concentração de CO2 na atmosfera ficou abaixo de 280 partes por milhão (ppm) durante todo o Holoceno (últimos 12 mil anos). Mas após a grande arrancada do crescimento demoeconômico global propiciado pela Revolução Industrial e Energética – que iniciou a

Lições e oportunidades perdidas para o meio ambiente no 2020 do Covid

  Lições e oportunidades perdidas para o meio ambiente no 2020 do Covid "Se em 2021 os líderes políticos da comunidade internacional aprenderem com a lição de 2020, uma crise global, aquela do coronavírus, poderia servir para reduzir ou resolver outra, a do aquecimento do planeta", escreve Enrico Franceschini, em artigo publicado por La Repubblica, 30-12-2020. A tradução é de Luisa Rabolini. IHU Eis o artigo. O lockdown global causado pelo Covid foi uma oportunidade

Imagens de satélite confirmam o impacto desigual das mudanças climáticas

  Imagens de satélite confirmam o impacto desigual das mudanças climáticas Pesquisadores da Universidade de Copenhagen têm seguido as tendências da vegetação nas áreas mais secas do planeta usando imagens de satélite das últimas décadas. Eles identificaram uma tendência preocupante: muito pouca vegetação brota da água da chuva nos países em desenvolvimento, enquanto as coisas estão indo na direção oposta nos países mais ricos. Como resultado, o futuro pode ver escassez de

Mudanças climáticas estão secando o Mar Cáspio e outros lagos interiores

  Mudanças climáticas estão secando o Mar Cáspio e outros lagos interiores A mudança climática está afetando não apenas os oceanos, mas também grandes lagos interiores. Como o maior lago do mundo, o Mar Cáspio é um exemplo perfeito de como um corpo d'água pode e vai mudar. Em um artigo na revista Nature Communications Earth & Environment , o Dr. Matthias Prange do MARUM - Centro de Ciências Ambientais Marinhas da Universidade

Decrescimento é o caminho para descarbonizar a economia?

  Decrescimento é o caminho para descarbonizar a economia? Conseguiremos ficar abaixo da marca de aquecimento de 2°C se não resolvermos diminuir o PIB? Um debate relançado pela crise da Covid. IHU A reportagem é de Antoine de Ravignan, publicada por Alternatives Économiques, 21-12-2020. A tradução é de André Langer. As emissões globais de CO2 relacionadas à energia devem cair 9% em 2020, de acordo com a consultoria Enerdata. Um efeito direto do congelamento de

Mudanças climáticas alteram os padrões globais de precipitação

    Mudanças climáticas alteram os padrões globais de precipitação A variação nas diferenças de temperatura entre os trópicos e as regiões polares desempenha um papel fundamental no controle da circulação atmosférica e, em consequência, é uma potencial causa futura das mudanças climáticas regionais. Johannes Gutenberg-Universität Mainz* O sistema climático da Terra é amplamente determinado pelas diferenças de temperatura entre os trópicos e os pólos. O aquecimento global provavelmente fará com que a circulação atmosférica

Limite para aquecimento global perigoso provavelmente será ultrapassado entre 2027-2042

  Limite para aquecimento global perigoso provavelmente será ultrapassado entre 2027-2042 Os cientistas apresentam uma nova forma de prever o aquecimento global, reduzindo consideravelmente as incertezas McGill University* O limite para o aquecimento global perigoso provavelmente será cruzado entre 2027 e 2042 - uma janela muito mais estreita do que a estimativa do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas entre agora e 2052. Em um estudo publicado na Climate Dynamics , pesquisadores da Universidade McGill apresentam um novo

O Holoceno está para o ‘paraíso’ assim como o Antropoceno está para o ‘inferno’

  O Holoceno está para o 'paraíso' assim como o Antropoceno está para o 'inferno', artigo de José Eustáquio Diniz Alves “Oh! que vergonha para a estirpe humana! Firme concórdia reina entre os demônios: E os homens, na esperança de alcançarem A ventura do Céu, vivem discordes, A racional essência desmentindo!” John Milton (1608-1674) em Paraíso Perdido [Ecodebate] O Holoceno (os 12 mil anos antes da Revolução Industrial e Energética) foi um período de

Aquecimento e secas reduzem o tempo de vida de árvores em florestas tropicais

  Aquecimento e secas reduzem o tempo de vida de árvores em florestas tropicais Luciana Constantino  |  Agência FAPESP Temperaturas elevadas e o clima mais seco que vêm sendo registrados com maior frequência nos últimos anos em vários países estão afetando a dinâmica das florestas tropicais, como Amazônia e Mata Atlântica. Sob essas condições climáticas, as árvores morrem mais rapidamente. Em biomas nos trópicos elas já crescem, em média, duas vezes mais rápido do

O que aprendemos com a pandemia para evitar a crise climática?

  O que aprendemos com a pandemia para evitar a crise climática? "O que nós aprendemos com a pandemia que possa fomentar uma ação climática mais ambiciosa?", escreve Chiara Martinelli, assessora da CIDSE, coalizão de organizações católicas pela justiça social, em artigo publicado por National Catholic Reporter, 11-12-2020. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo. IHU Eis o artigo. Cinco anos atrás, o Acordo de Paris foi adotado pelos líderes governamentais: um compromisso resultado

Cinco anos do Acordo de Paris e a desgovernança do clima

  Cinco anos do Acordo de Paris e a desgovernança do clima Artigo de Dr. Norman Arruda Filho [EcoDebate] Nos últimos dias, o Pacto Global das Nações Unidas (ONU) uniu-se aos Programas da ONU para o Ambiente e para as Alterações Climáticas, além dos dirigentes da COP 25 e COP 26, juntamente com líderes de empresas e finanças da sociedade civil na oitava reunião anual do High Level Meeting of Caring for Climate

Mudanças Climáticas: O Ártico está esquentando duas vezes mais rápido que a média global

  Mudanças Climáticas: O Ártico está esquentando duas vezes mais rápido que a média global WMO A mudança climática continua a perturbar o Ártico, com a segunda maior temperatura do ar e a segunda mais baixa no verão, causando uma cascata de impactos, incluindo a perda de neve e incêndios florestais extraordinários no norte da Rússia em 2020. Isso está de acordo com o 15º Arctic Report Card da NOAA , uma compilação de observações ambientais

União Europeia estimula a retomada verde para maior redução das emissões

União Europeia estimula a retomada verde para maior redução das emissões Celebrados em meio à pandemia, cinco anos do Acordo de Paris reforçam a necessidade de cooperação entre nações  Ao buscar soluções inovadoras para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e impulsionar a retomada da economia, a União Europeia estimula que os países signatários do Acordo de Paris façam o mesmo. Por Bia Murano Colocar a economia de volta aos trilhos após

Recuperação verde pós-pandemia é essencial para reduzir as emissões de gases de efeito estufa

    Recuperação verde pós-pandemia é essencial para fechar a lacuna de emissões, afirma relatório da ONU. Políticas corretas poderiam cortar até 25% das emissões previstas para 2030 A recuperação verde pós-pandemia pode aproximar as emissões de 2030 dos níveis necessários para limitar o aquecimento em até 2°C. Mais ações seriam necessárias para alcançar a meta de 1,5°C. A queda de até 7% das emissões em 2020 causadas pela pandemia terá um

Relatório global mostra que o desempenho climático do Brasil está andando para trás

  Relatório global mostra que o desempenho climático do Brasil está andando para trás Brasil piora desempenho em índice de mudança climática Nível de emissões está caindo na maioria dos países, mas esforço dos grandes poluidores é insuficiente O Índice de Desempenho em Mudança Climática ( Climate Change Performance Index ) 2021 lançado hoje (7/12) indica que o Brasil - quinto maior emissor global - caiu da posição 21 para a 25. Em uma

Observatório do Clima defende que o Brasil deve reduzir emissões em 81% até 2030

  Observatório do Clima defende que o Brasil deve reduzir emissões em 81% até 2030 Proposta da sociedade civil para segunda meta nacional no Acordo de Paris é limitar emissões líquidas a 400 milhões de toneladas de CO2e, zerando desmatamento A nova NDC (Contribuição Nacionalmente Determinada) do Brasil para o Acordo do Clima de Paris, a ser submetida neste ano, deveria se comprometer com uma redução de emissões líquidas de 81% até 2030

Produção de combustíveis fósseis deve ser reduzida em 6% ao ano para limitar aquecimento catastrófico

  Produção de combustíveis fósseis deve ser reduzida em 6% ao ano para limitar aquecimento catastrófico Uma edição especial do Relatório sobre a Lacuna de Produção – desenvolvido por renomadas organizações de pesquisa e pela ONU – conclui que a recuperação da COVID-19 marca um ponto de virada potencial. Países devem mudar de rumo para evitar níveis de produção de carvão, petróleo e gás muito superiores ao necessário para limitar a

Top