Cidades do Rio de Janeiro com decrescimento populacional em 2020

  Cidades do Rio de Janeiro com decrescimento populacional em 2020, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “Não é só a morte que iguala a gente. O crime, a doença e a loucura também acabam com as diferenças que a gente inventa” Lima Barreto (1881-1922) A pandemia da covid-19 afetou a dinâmica demográfica aumentando o número de mortes e diminuindo o número de nascimentos. No território fluminense, 22 cidades apresentaram variação vegetativa (Nascimentos – óbitos

A redução da expectativa de vida em 2020 e a Tábua de Vida do IBGE

  A redução da expectativa de vida em 2020 e a Tábua de Vida do IBGE, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Sem conhecer o tamanho real da população e sua estrutura por sexo e idade fica impossível calcular com exatidão a expectativa de vida O século XX foi marcado por um grande aumento da expectativa de vida ao nascer no Brasil e na maioria dos países. O avanço foi excepcional e a

Aumenta o número de mortes e diminui o número de nascimentos no Brasil

  Aumenta o número de mortes e diminui o número de nascimentos no Brasil, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Os dados das estatísticas do Registro Civil, do IBGE, confirmam que houve aumento dos óbitos, redução dos nascimentos e redução dos casamentos no Brasil em 2020. Este quadro deve se repetir em 2021 “Não há vivos, há os que morreram e os que esperam a vez” Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) O IBGE divulgou, no

Pandemia aumentou a mortalidade e reduziu a natalidade no Brasil

  Pandemia aumentou a mortalidade e reduziu a natalidade no Brasil No ano de 2020, marcado pela chegada da pandemia da Covid-19 ao país, o número de óbitos no Brasil aumentou 14,9% em comparação a 2019, a maior variação desde 1984 Por Cristiane Crelier / Arte: Brisa Gil / IBGE Resumo No ano de 2020, marcado pela chegada da pandemia da Covid-19 ao país, o número de óbitos no Brasil aumentou 14,9% em

Rio de Janeiro com crescimento demográfico zero em 2021

  Rio de Janeiro com crescimento demográfico zero em 2021, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O período de crescimento populacional contínuo do estado do Rio de Janeiro vai, em pouco tempo, ficar para trás. Isto é, nas próximas duas décadas a população fluminense deve continuar crescendo, mas em ritmo cada vez mais lento “Ninguém ainda sabe se tudo apenas vive para morrer ou se morre para renascer” Marguerite Yourcenar (1903 - 1987) O dia

As estimativas populacionais do IBGE para 2021 no Brasil

  As estimativas populacionais do IBGE para 2021 no Brasil, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O fato é que as estimativas populacionais para 2021 estão sobrestimadas, pois não considerou o aumento dos óbitos e a redução dos nascimentos provocados pela pandemia O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou as estimativas da população brasileira, no dia 27 de agosto de 2021. Desde meados da década de 1970, o IBGE divulga as

A crise climática afeta as decisões reprodutivas da juventude

  A crise climática afeta as decisões reprodutivas da juventude, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O impacto da crise climática e ambiental atingirá essencialmente as crianças e adolescentes atuais mas, principalmente, as novas gerações que ainda vão nascer   “Os olhos de todas as gerações futuras estão sobre vocês. E se vocês optarem pelo fracasso, eu digo que nunca iremos perdoá-los” Greta Thunberg (Nova York, 23/09/2019)   Uma pesquisa internacional feita com jovens de dez países

Envelhecimento populacional e terceiro bônus demográfico na China

  Envelhecimento populacional e terceiro bônus demográfico na China, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “Em termos simples, embora não seja a solução completa, a estabilização ou declínio das populações nacionais em todo o planeta tornarão muito mais fácil para os países reduzirem a queima de combustíveis fósseis e as emissões de gases de efeito estufa, bem como abordar de forma mais eficaz a degradação ambiental, a perda de biodiversidade, a poluição

A CIPD do Cairo se aproxima dos 30 anos

  A CIPD do Cairo se aproxima dos 30 anos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O mundo precisa rever a concepção antropocêntrica que levou ao Antropoceno e abraçar as perspectivas da Ecologia Profunda, caminhando rumo ao Ecoceno “Não confie em ninguém com mais de 30 anos” - Jack Weinberg (1940 - ) A Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento (CIPD), realizada de 5 a 13 de setembro de 1994, na cidade do Cairo,

Qual o tamanho da população brasileira atual?

  Qual o tamanho da população brasileira atual? artigo de José Eustáquio Diniz Alves Vivemos no tempo da sociedade da informação e conhecer os dados estatísticos do país é essencial para orientar as ações governamentais e para o cálculo dos investimento da iniciativa privada. Para saber o tamanho de uma população é preciso contar, atualizar a contagem ou ter bons registros administrativos atualizados de nascimentos, mortes e migração. O último censo demográfico brasileiro

A pandemia reduziu os nascimentos e aumentou os óbitos no Amapá

  A pandemia reduziu os nascimentos e aumentou os óbitos no Amapá, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O ritmo do crescimento vegetativo do Amapá caiu quase pela metade, pois continua a queda da natalidade e continua o aumento da mortalidade O Amapá é a Unidade da Federação (UF) com a estrutura etária mais rejuvenescida e apresenta uma das maiores taxas de crescimento demográfico do país. Enquanto a população brasileira deve apresentar um

Tamanho da população não determina desempenho nas Olimpíadas

  Tamanho da população não determina desempenho nas Olimpíadas, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Os países com melhor desempenho olímpico são aqueles com maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e não, necessariamente, aqueles mais populosos “Choramos ao nascer porque chegamos a este imenso cenário de dementes” William Shakespeare (1564-1616) Existe uma ideologia pronatalista e nacionalista que considera o tamanho da população uma variável fundamental para a grandeza das nações. Há um conjunto de formadores

Dinâmica demográfica e pandemia: nascimentos e óbitos gaúchos

  Dinâmica demográfica e pandemia: nascimentos e óbitos gaúchos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Nas próximas duas décadas o RS deve continuar tendo aumento da população, mas em ritmo cada vez menor O estado do Rio Grande do Sul tinha uma população de apenas 434,8 mil habitantes segundo o censo de 1872, passou para 1,15 milhão em 1900, chegou a mais de 10 milhões no ano 2000 e atingiu 10,7 milhões na

Dinâmica demográfica fluminense, pandemia e o decrescimento populacional

Dinâmica demográfica fluminense, pandemia e o decrescimento populacional, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Em algum momento da década de 2030 o estado do Rio de Janeiro deve começar um contínuo e persistente processo de decrescimento demográfico O estado do Rio de Janeiro tem uma série de especificidades em relação às demais Unidades da Federação (UF). Nenhum estado brasileiro tem uma história territorial e jurídica tão complexa. Em 1763, a cidade do

Sobrecarga da Terra: decrescimento da economia e da população

  Sobrecarga da Terra: decrescimento da economia e da população, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “Ainda crescendo em torno de 80 milhões pessoas por ano, ou mais de 200.000 por dia, a população mundial precisa ser estabilizada e, idealmente, reduzida gradualmente” Alerta dos cientistas mundiais sobre a emergência climática (05/11/2019) O Dia da Sobrecarga da Terra marca a data em que a demanda da humanidade por recursos e serviços ecológicos em um

Dinâmica demográfica: nascimentos e óbitos em São Paulo

  Dinâmica demográfica: nascimentos e óbitos em São Paulo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves O estado de São Paulo, entre todas as Unidades da Federação, teve o maior crescimento populacional absoluto no século XX pois tinha uma população de 2,3 milhões de habitantes em 1900 e passou para 37 milhões em 2000 (um crescimento de mais de 16 vezes em 100 anos) e chegou a 44,8 milhões de habitantes em 2021,

Impacto da pandemia nos nascimentos, óbitos e crescimento vegetativo no Brasil

  Impacto da pandemia nos nascimentos, óbitos e crescimento vegetativo no Brasil, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A pandemia da covid-19 teve o efeito de aumentar os óbitos e diminuir os nascimentos, reduzindo o crescimento natural do país O Brasil está em plena transição demográfica, com redução do número de nascimentos e aumento do número de óbitos. A tendência estrutural é de redução do ritmo do crescimento populacional até a estabilização e

População e transição demográfica no Brasil: 1800-2100

  População e transição demográfica no Brasil: 1800-2100, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “Não tive filhos, não transmiti a nenhuma criatura o legado de nossa miséria” Machado de Assis (1839-1908) em Memórias póstumas de Brás Cubas O Brasil foi um dos países de maior crescimento populacional do mundo, pois tinha 3,4 milhões de habitantes em 1800 (representando 0,35% da população global) e passou para cerca de 213 milhões em 2021 (representando 2,7% da

O bônus demográfico feminino e a crise do mercado de trabalho: um debate revisitado

  O bônus demográfico feminino e a crise do mercado de trabalho: um debate revisitado, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A pandemia da covid-19 veio para excluir ainda mais as mulheres do mercado de trabalho e acirrar as desigualdades da divisão sexual do trabalho “O grau de emancipação das mulheres é o termômetro através do qual se mede a emancipação de toda a sociedade”. Charles Fourier (1772-1837) As mulheres foram consideradas cidadãs de segunda classe

O Reino Unido teve mais óbitos que nascimentos em 2020

  O Reino Unido teve mais óbitos que nascimentos em 2020, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A pandemia da covid-19 teve o efeito de aumentar o número de mortes e diminuir o número de nascimentos no Reino Unido em 2020. Assim, pela segunda vez em mais de um século houve decrescimento natural da população da Grã-Bretanha. O gráfico abaixo, da BBC com base nos dados do Office for National Statistics, mostra que ano

Top