Teresina/Piauí: a capital mais católica do Brasil, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] Como já repetido, o Brasil está passando por uma transição religiosa, com declínio das filiações católicas e aumento das filiações evangélicas, paralelamente ao aumento do percentual de outras religiões e do percentual de pessoas que se declaram sem religião (incluindo ateus e agnósticos). No conjunto do território nacional, os católicos eram 73,6% em 2000 e passaram para 64,6% em 2010. No mesmo período, os evangélicos passaram de 15,4% para 22,2%.

Rio Branco/Acre: a capital mais adiantada na transição religiosa, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] Depois de 500 anos de predominância católica, o Brasil está passando por uma transição religiosa, com declínio das filiações católicas e aumento das filiações evangélicas, além do aumento do percentual de outras religiões e do percentual de pessoas que se declaram sem religião. Esse fenômeno acontece em todo o território nacional, mas com ritmos diferentes nas regiões, nos estados e nos municípios. A Unidade da Federação com menor percentual de

A Terra perde dois terços dos animais selvagens em 50 anos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Cada pôr-do-sol que vejo me inspira o desejo de partir para um oeste tão distante e belo quanto aquele onde o sol sumiu” Henry Thoreau (200 anos de seu nascimento)     [EcoDebate] O Antropoceno (Era da dominação humana sobre o Planeta) tem sido péssimo para a sobrevivência das espécies não humanas e para os ecossistemas. Quanto mais crescem as atividades antrópicas mais diminuem as áreas selvagens e a biodiversidade. O relatório Planeta Vivo

O impressionante crescimento da população humana através da história, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

"A terra não nos pertence, nós pertencemos a Terra" Chefe Seattle "Somos a primeira espécie capaz de auto-aniquilação" Elon Musk     [EcoDebate] Um vídeo do Museu de História Natural norte-americano mostra a evolução da população humana, desde o surgimento do Homo Sapiens – há cerca de 200 mil anos – até os dias atuais, contando a expansão da presença humana e as migrações em apenas 5 minutos. Como descrevi no artigo, “Somos todos afrodescendentes”

A inevitável Reforma da Previdência, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  [EcoDebate] A reforma da previdência é absolutamente inevitável. Ela vai acontecer, de uma forma ou de outra, pelo simples fato de que não há como manter regras fixas, quando a economia e a demografia estão mudando de forma acelerada. Tudo na vida e na sociedade é impermanente. Não existe mágica capaz de eliminar a matemática. Não há como fazer mágica para apagar a diferença entre receitas e despesas. Resta saber:

O paradoxo das baixas taxas de desemprego em 2013 e 2014, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A economia brasileira, que havia apresentado um crescimento econômico relativamente elevado entre 2004 e 2010 (com forte redução do desemprego), entrou em uma fase de desaceleração do PIB nos anos de 2013 e 2014, em função do fim do superciclo das commodities e do insucesso da “Nova matriz econômica”, do primeiro governo Dilma Rousseff. Na fase de expansão do Produto Interno Bruto, a taxa de ocupação (PO/PIA), nas seis maiores

Neomalthusianismo anarquista, feminista e de esquerda, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Amem-se mais uns aos outros e não se multipliquem tanto” Maria Lacerda de Moura (1887-1945)   “Aquí y ahora declaro la guerra a este sistema y no descansaré hasta que sea liberado el camino para una libre maternidad y una saludable, alegre y feliz niñez” (Emma Goldman, 1916).     [EcoDebate] Existe uma corrente do neomalthusianismo que é pouco conhecida pelas ciências humanas e que nada tem a ver com o controle populacional autoritário e

Crise no mercado de trabalho, bônus demográfico e desempoderamento feminino, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] As mulheres brasileiras obtiveram conquistas históricas no século XX. Como já mostrei em diversos artigos, elas conquistaram o direito de voto, passaram a ser maioria da população a partir da década de 1940; atingiram a maioria do eleitorado em 1998; elevaram a esperança de vida e vivem, em média, sete anos acima da média masculina; ultrapassaram os homens em todos os níveis educacionais; aumentaram as taxas de participação no

Longevidade, singularidade, criogenia e transumanismo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  "A morte é o agente de mudança da vida" (Steve Jobs)     [EcoDebate] O biogerontologista inglês Aubrey de Grey costuma dizer que a primeira pessoa que vai chegar aos 150 anos já nasceu e que está próximo o dia em que nós, humanos, viveremos 1.000 anos. Em entrevista à Folha de São Paula, no dia 30/01/2017, ele reafirmou suas ideias de que o envelhecimento é uma doença que pode ser vencida pela

Uma projeção linear da transição religiosa no Brasil: 1991-2040, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O Brasil está passando por uma grande transformação na sua moldura religiosa. Os católicos continuam como o grupo majoritário, mas perdem espaço em termos absoluto e relativo. Os evangélicos, em sua multiplicidade e diversidade, é o grupo que mais cresce. Mas também tem aumentado as demais denominações não cristãs e o número de pessoas que se declaram sem religião. Isto quer dizer que o Brasil está passando por uma

Reforma da Previdência: É Justo Trabalhar até Morrer? artigo de Adrimauro Gemaque

    [EcoDebate] Está imagem circulou em todas as redes sociais nos últimos dias. Trata-se da indignação das pessoas sobre a alteração da idade mínima para aposentadoria. Esta alteração está contida na PEC 287/2016 que institui a Reforma da Previdência proposta pelo presidente Michel Temer e que prevê idade mínima de 65 anos para a aposentadoria de homens e mulheres no Brasil. Ela é válida tanto para quem atua na iniciativa privada

O envelhecimento se espalha pelo mundo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O envelhecimento populacional ocorre quando a proporção de pessoas idosas aumenta muito em relação aos demais grupos etários da população. Nações envelhecidas são uma novidade na história. No passado, os países eram jovens, pois a esperança de vida era baixa e os casais tinham que gerar grande número de filhos para se contrapor aos óbitos precoces. Porém, a partir do momento em que as taxas de natalidade e mortalidade declinam,

Top