A inevitável Reforma da Previdência, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  [EcoDebate] A reforma da previdência é absolutamente inevitável. Ela vai acontecer, de uma forma ou de outra, pelo simples fato de que não há como manter regras fixas, quando a economia e a demografia estão mudando de forma acelerada. Tudo na vida e na sociedade é impermanente. Não existe mágica capaz de eliminar a matemática. Não há como fazer mágica para apagar a diferença entre receitas e despesas. Resta saber:

O paradoxo das baixas taxas de desemprego em 2013 e 2014, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A economia brasileira, que havia apresentado um crescimento econômico relativamente elevado entre 2004 e 2010 (com forte redução do desemprego), entrou em uma fase de desaceleração do PIB nos anos de 2013 e 2014, em função do fim do superciclo das commodities e do insucesso da “Nova matriz econômica”, do primeiro governo Dilma Rousseff. Na fase de expansão do Produto Interno Bruto, a taxa de ocupação (PO/PIA), nas seis maiores

Neomalthusianismo anarquista, feminista e de esquerda, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Amem-se mais uns aos outros e não se multipliquem tanto” Maria Lacerda de Moura (1887-1945)   “Aquí y ahora declaro la guerra a este sistema y no descansaré hasta que sea liberado el camino para una libre maternidad y una saludable, alegre y feliz niñez” (Emma Goldman, 1916).     [EcoDebate] Existe uma corrente do neomalthusianismo que é pouco conhecida pelas ciências humanas e que nada tem a ver com o controle populacional autoritário e

Crise no mercado de trabalho, bônus demográfico e desempoderamento feminino, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] As mulheres brasileiras obtiveram conquistas históricas no século XX. Como já mostrei em diversos artigos, elas conquistaram o direito de voto, passaram a ser maioria da população a partir da década de 1940; atingiram a maioria do eleitorado em 1998; elevaram a esperança de vida e vivem, em média, sete anos acima da média masculina; ultrapassaram os homens em todos os níveis educacionais; aumentaram as taxas de participação no

Longevidade, singularidade, criogenia e transumanismo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  "A morte é o agente de mudança da vida" (Steve Jobs)     [EcoDebate] O biogerontologista inglês Aubrey de Grey costuma dizer que a primeira pessoa que vai chegar aos 150 anos já nasceu e que está próximo o dia em que nós, humanos, viveremos 1.000 anos. Em entrevista à Folha de São Paula, no dia 30/01/2017, ele reafirmou suas ideias de que o envelhecimento é uma doença que pode ser vencida pela

Uma projeção linear da transição religiosa no Brasil: 1991-2040, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O Brasil está passando por uma grande transformação na sua moldura religiosa. Os católicos continuam como o grupo majoritário, mas perdem espaço em termos absoluto e relativo. Os evangélicos, em sua multiplicidade e diversidade, é o grupo que mais cresce. Mas também tem aumentado as demais denominações não cristãs e o número de pessoas que se declaram sem religião. Isto quer dizer que o Brasil está passando por uma

Reforma da Previdência: É Justo Trabalhar até Morrer? artigo de Adrimauro Gemaque

    [EcoDebate] Está imagem circulou em todas as redes sociais nos últimos dias. Trata-se da indignação das pessoas sobre a alteração da idade mínima para aposentadoria. Esta alteração está contida na PEC 287/2016 que institui a Reforma da Previdência proposta pelo presidente Michel Temer e que prevê idade mínima de 65 anos para a aposentadoria de homens e mulheres no Brasil. Ela é válida tanto para quem atua na iniciativa privada

O envelhecimento se espalha pelo mundo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O envelhecimento populacional ocorre quando a proporção de pessoas idosas aumenta muito em relação aos demais grupos etários da população. Nações envelhecidas são uma novidade na história. No passado, os países eram jovens, pois a esperança de vida era baixa e os casais tinham que gerar grande número de filhos para se contrapor aos óbitos precoces. Porém, a partir do momento em que as taxas de natalidade e mortalidade declinam,

Trabalho e meio ambiente, Parte 4/5, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] TAYRA (2002) determina que os pontos centrais do conceito de desenvolvimento sustentável elaborados pela CMMAD e contidos no relatório Nosso Futuro Comum (WCED, 1991) e que se tornaram a linha mestra da Agenda 21, são: "tipos de desenvolvimento capazes de manter o progresso humano não apenas em alguns lugares e por alguns anos, mas em todo o planeta e até um futuro longínquo. Assim, o "desenvolvimento sustentável" é um objetivo

Ser humano: maior espécie invasora, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “O ser humano é um ectoparasita que está matando o seu hospedeiro” Alves (28/09/2016) “Há 10.000 anos os seres humanos e seus animais representavam menos de um décimo de um por cento da biomassa dos vertebrados da terra. Agora, eles são 97 por cento” Patterson (07/05/2014)     [EcoDebate] Em 2012, escrevi um artigo provocativo no Portal Ecodebate perguntando se a expansão do ser humano por todos os cantos e espaços do Planeta poderia

Trabalho e meio ambiente, Parte 2/5, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] TAYRA (2002) manifesta que a população dos países em desenvolvimento é hoje quatro vezes maior que a dos países industrializados e a maioria desta população vive em condições de pobreza. O crescimento econômico é a solução que a maioria dos economistas e políticos propõem para gerar uma maior prosperidade e igualdade nas diferentes regiões do planeta. Mas o problema disso é que o processo de crescimento econômico mundial nas últimas décadas

A transição religiosa no mundo no século XXI, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O mundo vai passar por uma grande transição religiosa no século XXI. As filiações cristãs (católicas + evangélicas), que representavam 31,4% da população mundial em 2010, devem passar para 33,8% em 2100. No mesmo período, as filiações muçulmanas passarão de 23,2% para 34,9%. O ponto de inflexão deve ocorrer em 2070, quando os dois grupos devem ter, cada um, cerca de um terço (32,3%) do total da população mundial,

Top