Cúpula do Clima: ‘Vocês estão falhando conosco’, diz ativista Greta Thunberg a líderes mundiais

  Falando no início da Cúpula de Ação Climática das Nações Unidas nesta segunda-feira (23), em Nova Iorque, a aclamada ativista Greta Thunberg, de 16 anos, não poupou críticas aos líderes mundiais, dizendo que eles não estão sendo capazes de ver a realidade como ela é no que se refere às mudanças do clima. Ela acrescentou, sem rodeios: “vocês estão falhando conosco, mas os jovens estão começando a entender sua traição”. “Os

A ‘Amazônia sem Lei’ e a Greve Mundial pelo Clima, 20/9

  Prezadas e Prezados, Envio abaixo notícia sobre o Relatório do Human Rights Watch. Bolsonaro e seus cúmplices devem responder por crimes contra a humanidade e ecocídio nos tribunais nacionais (se ainda houver Justiça entre nós) e internacionais. É dever nosso divulgar esses fatos à sociedade e envidar esforços organizados para que a destruição cesse e para que esses crimes não fiquem impunes. O primeiro passo é marcar presença maciça no dia 20, em

Ministro do Meio Ambiente diz que há ‘consenso’ para Brasil permanecer no Acordo de Paris

  O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse ontem (14) que há um consenso no governo para que o Brasil permaneça no Acordo de Paris, que estabelece metas entre os signatários para redução da emissão de gases causadores do efeito estufa. Durante a campanha e depois de eleito, o presidente Jair Bolsonaro criticou por diversas vezes o acordo e sinalizou que o Brasil poderia abandoná-lo.     ABr Salles disse que, “por ora”, o Brasil

Encerrada a COP24, manga arregaçada e mão na massa, por André Ferretti e Juliana Baladelli Ribeiro

    O Brasil tem ocupado um papel de protagonismo e liderança técnica e diplomática desde que as Conferências da ONU foram criadas na Rio-92. Essa visibilidade nos maiores fóruns globais sobre desenvolvimento e sustentabilidade se dá muito por sermos considerados a maior potência mundial em biodiversidade e água potável, donos da maior área de floresta tropical úmida, um dos maiores produtores de alimentos do planeta e proprietários do maior programa de

COP24: Representantes de cerca de 200 nações concordaram em manter os compromissos do Acordo de Paris

  Programação adotada na COP24, em Katowice, inclui série de padrões para medir emissões de gases poluentes e que países desenvolvam políticas nacionais. ONU News Representantes de cerca de 200 nações concordaram este sábado em manter os compromissos do Acordo de Paris, adotando regras para implementar o pacto na Conferência do Clima, COP24, realizada em Katowice na Polônia. O Programa de Trabalho do Acordo de Paris, aprovado após duas semanas de negociações, prevê padrões para medir as

COP24 termina sem definir como o chamado mercado de carbono será regulado

  Regulamentação do mercado de carbono será decidida somente na COP 25; Próxima Conferência do Clima será no ano que vem no Chile ABr A 24ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 24) foi encerrada no sábado (15), depois de intensas negociações entre os delegados de mais de 190 países, sem definir como o chamado mercado de carbono será regulado. Realizada em Katowice, Polônia, desde o último dia 3, a COP 24

Bolsonaro diz que ‘pode sair fora’ do Acordo de Paris; Presidente eleito também critica Pacto Global de Migração

  O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse ontem (12) em pronunciamento pelas redes sociais que pretende propor, via Itamaraty, mudanças ao Acordo de Paris. "Se não mudar, sai fora. Porque temos de ficar? É um acordo possivelmente danoso para a nossa soberania", afirmou. "Muitos estão fora, não assinaram. Por que o Brasil tem de ficar, para ser politicamente correto?", questionou. Segundo ele, o Brasil pode não conseguir cumprir, até 2030, as exigências previstas no Acordo de Paris

COP24 – Sociobiodiversidade e populações tradicionais são destaques em programação do Espaço Brasil

Por Bruno Bianchin Martim Da Polônia KATOWICE - Números indicam que a coleta de produtos encontrados no interior da floresta amazônica, como castanha, açaí e babaçu, garantem a subsistência de mais de 2 milhões de pessoas no Brasil. Apenas em áreas protegidas, estas atividades extrativistas movimentam mais de R$ 1 bilhão por ano, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Esse foi um dos assuntos discutidos ontem (6), na COP24

Relatório da ONU mostra que cumprimento do Acordo de Paris pode salvar cerca de um milhão de vidas por ano até 2050

  Acordo de Paris - Benefícios para saúde ultrapassam em muito custos do combate à mudança climática ONU News Novo relatório da ONU mostra que cumprimento do Acordo de Paris pode salvar cerca de um milhão de vidas por ano até 2050; poluição do ar causa 7 milhões de mortes em todo o mundo, todos os anos, e custa cerca de US$ 5,11 trilhões. Apenas através de reduções na poluição do ar, cumprir o Acordo

Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP24) inicia sob pressão de medidas urgentes

  COP24 - Países devem apresentar plano para redução das emissões de carbono     ABr A cidade de Katowice, na Polônia, abriu ontem (2) a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP24). Sob o clima gelado do inverno polonês, a ONU começa as negociações com a expectativa de que os 196 países-membros possam fazer um plano de ação e mostrem como vão implementar o chamado Acordo de Paris, firmado em 2015 pelas nações

Bolsonaro defendeu não realizar COP-25 no Brasil

  O presidente eleito Jair Bolsonaro disse ontem (28) que teve participação na decisão do governo brasileiro de retirar sua candidatura para sediar a COP-25 (Conferência das Partes da Convenção do Clima das Nações Unidas), destinada a negociar a implementação do Acordo de Paris, que ocorrerá de 11 a 22 de novembro de 2019. ABr     O Itamaraty informou na terça-feira (27) sobre a decisão ao Secretariado da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança

Aquecimento Global – Qual é a importância do Brasil no Acordo do clima de Paris, artigo de Alexandre Kossoy

  Em artigo publicado na imprensa brasileira, o especialista sênior do Banco Mundial, Alexandre Kossoy, explica detalhadamente os compromissos que o Brasil assumiu para combater o aquecimento global. O profissional do organismo financeiro alerta que as mudanças climáticas podem levar à pobreza 100 milhões de pessoas em todo o mundo, pelos próximos dez anos. Para o analista, preparar-se para os futuros desastres naturais extremos e ajudar a evitá-los faz sentido economicamente e

Top