Sistemas de restauração ecológica, reconfiguração especial e manutenção e monitoramento em fragmentos de Mata Atlântica com índice populacional no Rio de Janeiro, artigo de Bianca de Souza Ambrosio

  Sistemas de restauração ecológica, reconfiguração especial e manutenção e monitoramento em fragmentos de Mata Atlântica com índice populacional no Rio de Janeiro Bianca de Souza Ambrosio¹ 1Estudante de Graduação em Geografia na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. bianca_ambrosio@ymail.com Resumo: Este trabalho refere-se à de criação de um plano que cruza três sistemas que resultam numa mudança completa da paisagem. O primeiro, um plano de restauração ecológica de áreas de Mata Atlântica reconfigurando

Ministério do Meio Ambiente recomenda veto às MP’s 756 e 758

    O Ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, enviou na quarta-feira (24/05), ao Presidente da República, Michel Temer, recomendação de veto aos contrabandos que desvirtuaram e extrapolaram as Medidas Provisórias nº 756/2016 e 758/2016, aprovadas ontem pelo Senado. A posição do Ministério do Meio Ambiente é baseada em estudos e pareceres técnicos do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da Secretaria de Biodiversidade. Segundo os pareceres, o texto

Publicação apresenta plantas importantes para a regeneração natural do Cerrado e da Mata Atlântica

    O novo Código Florestal criou a maior agenda de restauração florestal ecológica no Brasil. Dentre as técnicas para recuperar Reserva Legal e Áreas de Preservação Permanente (APPs), a regeneração natural é a mais barata para o produtor rural. Para contribuir com este grande desafio que é levar a restauração florestal para o chão, o projeto INPUT (Iniciativa para o Uso da Terra) lança o “Guia de Plantas da Regeneração Natural

10 impactos causados pela redução de áreas naturais no Brasil, por Carlos Nobre, Carlos Eduardo Young, Fábio Olmos e Marcelo Dantas

    Recentemente, o governo federal propôs a redução de mais de 1 milhão de hectares da área de unidades de conservação (UCs), que inclui áreas do Pará, na Amazônia, e de outras regiões do Brasil. A mudança, que já foi aprovada por uma comissão mista de deputados e senadores, acontece por meio de uma ferramenta ágil e destinada apenas a assuntos urgentes: as medidas provisórias. No último dia 16 de maio, a

Pesquisa contribui para redução de danos e conservação da floresta africana na Nigéria

    Caros colegas, Estou muito satisfeito em enviar-lhes a nossa pesquisa “Alternative routes for a proposed Nigerian Superhighway to limit damage to rare ecosystems and wildlife”, publicada na Tropical Conservation Science, Volume 10: 1–10. Na Nigéria, uma autoestrada de seis pistas e 260 quilômetros de extensão seria cortada através do coração dos países mais críticos em termos de ecossistemas e habitats florestais, abrindo uma caixa de Pandora de desmatamento, exploração madeireira, incêndios, caça

Dossiê do WWF-Brasil denuncia perigoso retrocesso na legislação ambiental brasileira

    Ofensiva abrange unidades de conservação federais de Norte a Sul. Grilagem de terras e mineração são vetores do desmanche. Um desmonte de quase 80 mil quilômetros quadrados – equivalente ao território de Portugal – em áreas protegidas federais no Pará, Amazonas e Santa Catarina é o que está prestes a acontecer no Brasil. São parques nacionais, reservas biológicas e florestas nacionais que deveriam estar sob o mais rigoroso cuidado devido à

SOS Parque Ricardo Franco: uma prioridade socioambiental da sociedade civil em Mato Grosso

  Por Sucena Shkrada Resk/ICV O combate ao processo de desmonte das unidades de conservação estaduais no Mato Grosso se tornou, neste ano, prioridade da agenda de mobilização da sociedade civil. Uma das atuais bandeiras é a defesa do Parque Estadual Serra de Ricardo Franco, por meio do movimento SOS Ricardo Franco e do Ministério Público Estadual (MPE). Esta área de 158.620 hectares fica localizada no município de Vila Bela da Santíssima

Câmara aprova MP que reduz área da Floresta Nacional (Flona) do Jamanxim, no Pará

  ABr O plenário da Câmara dos Deputados aprovou ontem (16) a Medida Provisória (MP) 756 que altera os limites da Floresta Nacional (Flona) do Jamanxim, no município de Novo Progresso, no Pará, desmembrando parte de sua área para a criação da Área de Proteção Ambiental (APA) do Jamanxim. Apesar de também ser uma unidade de conservação, a APA tem critérios de uso mais flexíveis.     Os deputados aprovaram um texto substitutivo do deputado

Câmara aprova outra mudança em limites da Flona do Jamaxin para passagem de ferrovia

  ABr Após a aprovação da Medida Provisória (MP) 756/16, que alterou os limites da Floresta Nacional (Flona) do Jamaxin, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou no final da noite ontem (16) mais uma alteração na área de proteção ambiental com a votação da MP 758/16. Desta vez, a alteração servirá para dar passagem à Estrada de Ferro (EF)170, também chamada de Ferrogrão, em fase de construção e próxima à BR-163,

Guariba-Roosevelt: sociedade civil e MPE se mobilizam em defesa da única Resex do Estado de Mato Grosso

    Por Sucena Shkrada Resk/ICV O decreto legislativo 51/2016 de Mato Grosso, datado de 21 de dezembro de 2016, que diminui em 70% a Reserva Extrativista (Resex) Guariba-Roosevelt, localizada entre os municípios de Colniza e Aripuanã, única nessa categoria no estado, resultou em uma mobilização que começou no início do ano, que envolve a sociedade civil e Ministério Público Estadual (MPE). Os promotores Ana Luíza Ávila Pertelini de Souza (ex- secretária de

Caatinga: Brazilian savanna unprotected, study finds

    Sumaia Villela, correspondent from Agência Brasil It is the only biome found exclusively in Brazil, and it is usually known by its appearance in times of drought. Fernando Frazão/Agência Brasil Illegal occupation of land, deforestation, and monitoring efforts were some of the problems detected during the three years of research by the Joaquim Nabuco Foundation (FUNDAJ) in 14 of the country's Federal Conservation Units of Total Protection, located in the caatinga—a biome

Mico-leão-dourado reaparece no Rio após mais de um século

  Um mico-leão-dourado foi fotografado na Estação Biológica Fiocruz Mata Atlântica, campus avançado para pesquisas em biodiversidade e saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Jacarepaguá. A espécie de primata exclusiva da Mata Atlântica brasileira - estampada na nota de R$ 20 - foi avistada juntamente com um grupo de saguis-de-tufo-branco pelos biólogos Iuri Veríssimo e Monique Medeiros, que trabalham na gestão ambiental e no levantamento da biodiversidade da Estação Biológica

Top