Decreto do Rio de Janeiro que subtraiu 68% da área original da APA Tamoios é inconstitucional, diz PGR

    O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, propôs ao Supremo Tribunal Federal (STF) ação direta de inconstitucionalidade (ADI) 5676 contra decreto do Rio de Janeiro que reduz o território da Área de Proteção Ambiental (APA) de Tamoios. De acordo com a ação, a norma questionada promoveu subtração de aproximadamente 15.356 hectares, ou seja, 68% da área original. Janot pede a inconstitucionalidade da expressão “com área total aproximada de 7.173,23 hectares”, contida no

Adotar o princípio de precaução é determinante para preservar o Pantanal

  Adotar o princípio de precaução é determinante para preservar o Pantanal. Entrevista especial com Pierre Girard IHU Apesar de o cultivo de soja não ter se expandido pelo Pantanal no mesmo ritmo em que esse tipo de cultura se desenvolveu em outros ecossistemas, nos dois biomas que contornam as áreas alagadas do Pantanal, o Cerrado e a Amazônia, crescem os cultivos de soja e o uso de fertilizantes, diz o geólogo Pierre Girard à IHU

Desmatamento no Cerrado pode resultar na extinção de 1140 espécies nos próximos 30 anos

  Combinação de políticas pode evitar extinções de proporções históricas projetadas para o Cerrado Estudo coordenado por brasileiros, publicado na Nature Ecology and Evolution, mostra que o Brasil pode perder até 1140 espécies, entre elas, bromélias e Arara-Azul     O avanço do desmatamento no Cerrado poderá resultar na extinção de 1140 espécies de plantas nos próximos 30 anos, um número oito vezes superior a todas as espécies de plantas registradas como extintas desde 1500

Campanha alerta para os impactos da destruição do Cerrado

    Alguns estados já têm tido racionamento de água e especialistas afirmam que o desmatamento do Cerrado é uma das causas do problema. No dia 22 de março foi comemorado o Dia Mundial da Água e você sabia que o Cerrado é fundamental para continuarmos tendo água no Brasil? Notícias sobre racionamento de água já foram manchetes em alguns estados do Brasil, como São Paulo, Rio de Janeiro e agora Brasília. Diferentes

Um rio com o mesmo status legal de um ser humano, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  "Este mundo curioso que nós habitamos é mais maravilhoso do que conveniente, mais bonito do que útil, mais para ser admirado e apreciado do que usado" Duzentos anos do nascimento de Henry Thoreau (1817-1862)     [EcoDebate] Se o ser humano depende da natureza e não a natureza depende do ser humano, então por que somente as pessoas têm status de sujeito de direito? Por que um rio não tem o direito de ser

Uma política nacional de recuperação da vegetação nativa pronta para decolar, por Marcelo Furtado e Severino Ribeiro

    [EcoDebate] A assinatura do decreto presidencial criando a Política Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa (Proveg), em janeiro, é fundamental para o cumprimento dos compromissos internacionais e nacionais assumidos pelo Brasil em favor da mitigação dos efeitos das mudanças climáticas e da proteção à biodiversidade. É um sinal positivo em direção à implementação efetiva do Acordo do Clima, da Convenção da Biodiversidade, das adesões ao Desafio de Bonn e à

As nascentes da Serra de Jacobina (BA) pedem socorro, artigo de Carlos Victor Rios da Silva Filho

  Em várias regiões do mundo, em um futuro não muito distante, à água de boa qualidade será escassa e começará a ser considerada como um bem de alto valor econômico, estratégico e social. Isto ocorre devido a sua importância para os mais diversos setores da atividade humana. Neste contexto, as Serras de Jacobina são consideradas como principal fonte de água potável da Bacia hidrográfica do Rio Itapicuru. Suas elevações, com cotas

Parques nacionais de Anavilhanas e Viruá e a Estação Ecológica do Taim terão conservação das áreas úmidas reforçada

    Por Letícia Verdi, do MMA O Brasil aprovou, junto à Convenção sobre Zonas Úmidas de Importância Internacional, sediada na Suíça, três novas propostas para sítios Ramsar. O Parque Nacional de Anavilhanas (AM), o Parque Nacional do Viruá (RR) e a Estação Ecológica do Taim (RS) serão os novos sítios, aumentando de 13 para 16 o número de áreas reconhecidas pela convenção internacional. A certificação ocorrerá ainda no primeiro semestre de 2017,

Febre Amarela: Medo e desinformação põe em risco macacos na Mata Atlântica

    Ministério esclarece que primatas não transmitem o vírus a humanos. Animais ajudam a alertar sobre a presença da doença. O surto de febre amarela tem provocado uma grave ameaça a primatas da Mata Atlântica, inclusive a espécies ameaçadas de extinção. O Ministério do Meio Ambiente (MMA) emitiu, nesta semana, um alerta à sociedade para reforçar a preservação dessas espécies e evitar maus-tratos e violência provocados pela ação do homem em áreas

Mulheres têm papel fundamental na proteção ambiental

    Se por um lado a população feminina é mais suscetível a problemas como mudança climática, por outro lado também pode ser agente de transformação A população feminina é a mais afetada pelos desastres causados pelas mudanças climáticas em todo o mundo. Dados do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC*) mostram que as mulheres compõem 72% do total de pessoas que estão em condições extremas de pobreza e também das mais vulneráveis

Novos estudos sobre conservação da natureza

    Caros Colegas, Na última semana foram publicados três estudos importantes sobre conservação da natureza. Recomendo a leitura. Os estudos, no original em inglês e no formato PDF, estão disponíveis abaixo: 1. As peace breaks out in Colombia, can its environment survive? (Nature Ecology & Evolution) 170307-1 Baptiste et al. 2017-Greening Colombia 2. Can we build roads without destroying nature? (Australasian Science) 170307-2 Campbell et al. 2017-Australasian Science-roads 3. Have indigenous peoples altered the biodiversity of Amazonia? (Science) 170307-3

Proteção da biodiversidade é uma questão de direitos humanos, aponta relator da ONU

  ONU O mundo caminha rumo à sexta onda de extinção global de espécies, ameaçadas cada vez mais pela destruição de habitats naturais, pela caça ilegal e pelas mudanças climáticas. O alerta é do especialista independente da ONU, John Knox, que lembrou nesta semana que (1) que os direitos a alimentação, saúde, água e vida dependem da biodiversidade. “Estamos indo em direção à sexta onda global de extinção de espécies na história do

Top