Desmatamento no Cerrado reduz quase 30 milhões de hectares em 35 anos

Desmatamento no Cerrado reduz quase 30 milhões de hectares em vegetação nativa em 35 anos O Cerrado perdeu 28 milhões de hectares de vegetação nativa, uma área equivalente ao estado do Rio Grande do Sul, entre 1985 e 2019. Foi um terço de toda a vegetação nativa que o Brasil perdeu no período. Essa área representa, em 35 anos, uma redução líquida de 21%, que é a diferença entre perda da

Lobo-guará sofre com o avanço do desmatamento no Cerrado

  Lobo-guará sofre com o avanço do desmatamento no Cerrado As cédulas são uma das maiores divulgadoras da fauna brasileira. Desde 1994, com o surgimento do real, elas trazem estampados os animais que povoam a biodiversidade do país. Por Claudia Leone Agora, para a nota de R$ 200, que o Banco Central coloca em circulação nesta quarta-feira (2), a imagem escolhida é a do Lobo-Guará, o maior canídeo sul-americano e típico do Cerrado. “O lobo-guará

Pantanal, Cerrado e Amazônia em Chamas

  Pantanal, Cerrado e Amazônia em Chamas Artigo de Juacy da Silva [EcoDebate] Não bastassem a corrupção que continua roubando preciosos recursos que deveriam ser destinados `a saúde pública e `a presença da COVID 19 que continua infectando, trazendo sofrimento e mortes no Brasil inteiro, os Estados que integram os biomas do PANTANAL, do CERRADO e da AMAZÔNIA estão, literalmente sob uma densa camada de fumaça e fuligem, oriunda de dezenas de milhares

Lobo-guará ameaçado com o avanço do desmatamento no Cerrado

  Escolhido para ilustrar a cédula de R$ 200, lobo-guará sofre com o avanço do desmatamento no Cerrado Por Claudia Leone As cédulas são uma das maiores divulgadoras da fauna brasileira. Desde 1994, com o surgimento do real, elas trazem estampados os animais que povoam a biodiversidade do país. Agora, para a anunciada nota de R$ 200, que o Banco Central colocará em circulação em agosto, a imagem escolhida é a do Lobo-Guará,

20% da soja e carne exportadas para a UE podem estar vinculadas ao desmatamento ilegal

  Estudo identifica propriedades que exportam soja e carne ‘contaminadas’ pelo desmatamento ilegal Em artigo na Science, pesquisadores sugerem que União Europeia pode ajudar o Brasil a combater destruição da Amazônia e do Cerrado Representação das propriedades e situação do desmatamento. Acervo do estudo O governo brasileiro e parceiros do Mercosul e da União Europeia (UE) já dispõem de dados concretos à mesa para as discussões sobre as exportações de soja e carne do

Desenvolvimentismo predatório e a Desenvolvimentismo predatório e a devastação da Amazônia e do Cerrado

  Desenvolvimentismo predatório e a Desenvolvimentismo predatório e a devastação da Amazônia e do Cerrado Por Henrique Cortez [EcoDebate] Dentre os movimentos sociais, os ambientalistas têm sido os críticos de primeira hora dos equívocos das políticas públicas, principalmente dos modelos econômico e de desenvolvimento, bem como de seus impactos sociais e ambientais. Por diversas vezes alertamos que o processo de devastação avança sem controle e que não observamos medidas estruturais que possam interromper este

Desmatamento no Cerrado afeta o clima e pode reduzir a produção de milho no Brasil

  Como o desmatamento e a agricultura estão alterando o clima do Cerrado Deforestation in the Cerrado affects the climate and may reduce corn production in Brazil Dartmouth College* O Brasil é um dos três principais produtores mundiais de soja e milho, e seu setor agrícola é responsável por um quinto da economia do país. As práticas de desmatamento e limpeza de terras têm sido associadas a reduções na biodiversidade e aumentos de temperatura,

Estudo revela viabilidade da expansão da soja em 18,5 milhões de hectares já desmatados no Cerrado

·         Número é mais do que o dobro dos 7,3 milhões de hectares necessários para garantir a demanda crescente por ,pelo menos, dez anos; ·         Instrumentos financeiros podem auxiliar no desenvolvimento de uma nova economia para a soja, atendendo à demanda do mercado por produtos mais sustentáveis Por Maria Paula Angelelli A organização ambiental The Nature Conservancy (TNC) mostra, em estudo, que é possível garantir o aumento de produção de soja no

A área de vegetação nativa suprimida no Bioma Cerrado no ano de 2019 foi de 6.484 km²

INPE O Ministério da Ciência, Tecnologia,Inovações e Comunicações (MCTIC) e o Ministério do Meio Ambiente (MMA) divulgam os dados de desmatamento no bioma Cerrado para o ano de 2019, que totalizou 6.484 km2, correspondente ao período de agosto de 2018 a julho de 2019. Esse valor é o menor valor anual para a série, desde o seu início em 2000, e representa uma redução de 2,26% em relação ao ano de

Agricultura conservacionista: conheça os preceitos e práticas para o Cerrado

  Agricultura conservacionista: conheça os preceitos e práticas para o Cerrado Trincheira de solo mostrando aprofundamento das raízes da braquiária Em tempos de busca pela sustentabilidade dos sistemas agropecuários frente às mudanças climáticas e ao aumento dos custos de produção, a agricultura conservacionista, que reúne um complexo de tecnologias de caráter sistêmico para preservar e restaurar ou recuperar os recursos naturais com o manejo integrado do solo, da água e da biodiversidade compatibilizados

Incêndio na Chapada dos Veadeiros já queimou 6,5 mil hectares e ameaça território quilombola

  Um incêndio espalha-se pelo Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, destruindo parte da unidade de conservação localizada no nordeste de Goiás. ABr Em comunicado divulgado nas redes sociais, a Rede Contra o Fogo, que reúne voluntários, afirma que o fogo atingiu cerca de 3 mil hectares no interior do parque e mais 3,5 mil hectares no entorno da unidade de conservação. A Delegacia Estadual do Meio Ambiente instaurou inquérito para investigar as

Coletores de sementes nativas restauram Cerrado de MG e resgatam tradições locais

  “Berço das águas” ou “caixa d’água do Brasil”. Assim é conhecido o Cerrado, bioma que abriga oito das 12 regiões hidrográficas brasileiras e abastece seis das oito grandes bacias do país. Com mais de 50% de seu território original devastado, o Cerrado e suas comunidades lutam para a preservação da biodiversidade, considerada a savana do mundo mais rica em espécies. A Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Nascentes Geraizeiras, da região do

Pesquisadores descrevem trajetória do ‘rio de fumaça’ que escureceu São Paulo

    Karina Toledo | Agência FAPESP – Dois sistemas que permitem o monitoramento de poluentes atmosféricos – desenvolvidos nas últimas duas décadas com apoio da FAPESP – estão ajudando cientistas a entender fenômenos raros observados na cidade de São Paulo na última segunda-feira (19/08): o escurecimento repentino do céu no meio da tarde e a chuva acinzentada observada logo depois em algumas partes da Região Metropolitana. Ainda no domingo (18/08), uma intensa

Moratória da soja precisa ser estendida para o Cerrado, defendem pesquisadores

  Moratória da soja precisa ser estendida para o Cerrado, defendem pesquisadores   Elton Alisson, de São Pedro (SP)  |  Agência FAPESP – A implementação, em 2006, de um acordo entre a sociedade civil, agroindústrias e o governo para coibir a comercialização da soja proveniente de áreas desmatadas na Amazônia brasileira permitiu deter a expansão da produção da commodity naquele bioma sobre a floresta. Em contrapartida, o problema foi transferido para o Cerrado,

Cerrado é o bioma brasileiro com maior taxa de desmatamento, diz estudo

  Cerrado é o bioma brasileiro com maior taxa de desmatamento, diz estudo Cerrado - Região possui apenas 7,7% de seu território integrado às áreas públicas de proteção integral, enquanto 45% da superfície original é ocupada por pastagens e cultivos agrícolas     Conhecido como a “savana brasileira”, o Cerrado é o bioma que vem sendo mais impactado pelo desmatamento no País. Cerca de 10 mil km² são devastados na região por ano, o que

A importância das pequenas plantas do Cerrado na proteção do solo da erosão e na preservação de mananciais

  A importância das pequenas plantas do Cerrado na proteção do solo da erosão e na preservação de mananciais Por José Tadeu Arantes | Agência FAPESP   “As pessoas só dão valor para aquilo que conhecem.” Foi este pensamento que inspirou a pesquisadora Giselda Durigan a coordenar a empreitada coletiva que resultou no livro Plantas pequenas do Cerrado: biodiversidade negligenciada. Com 720 páginas, quase todas ilustradas com deslumbrantes fotos coloridas, o livro apresenta um levantamento exaustivo das plantas

Desmatamento no Cerrado é de 6.657 km2, no período de agosto de 2017 a julho de 2018

Desmatamento no Cerrado é de 6.657 km2, no período de agosto de 2017 a julho de 2018 Desmatamento no Cerrado - O resultado do mapeamento no bioma Cerrado, realizado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), aponta 6.657 km2 de desmatamento no período de agosto de 2017 a julho de 2018. INPE Por meio do projeto chamado PRODES Cerrado, foram analisadas 118 imagens do satélite Landsat 8/OLI para registrar e quantificar as áreas desmatadas maiores que

Relatório do Greenpeace mostra que 58% dos municípios do Matopiba continuam pobres, com produção e qualidade de vida piores do que a média de seus estados

  Matopiba - Estudo aponta concentração de renda e terras como efeitos da produção de commodities no Cerrado Por Rebecca Cesar, Greenpeace Estudo inédito apoiado pelo Greenpeace sobre as dinâmicas socioeconômicas na região de Cerrado denominada Matopiba mostra que municípios campeões na produção de soja na região não tem indicadores de desenvolvimento social condizentes com a riqueza que produzem na balança comercial. Segundo o relatório “Segure a Linha: A Expansão do Agronegócio e a

Denúncia de desmatamentos do Cerrado, no Maranhão

    As comunidades de Pau Serrado, Rio Grande dos Lopes, Capão se fizeram presentes na comunidade de Cabeceira da Tabatinga, município de Santa Quiteria, para discutirem e denunciarem os desmatamentos do Cerrado que são verificados em boa parte da Fazenda Tabatinga. As informações prestadas pelos moradores da Cabeceira e pelos participantes dão conta que espécies do Cerrado como Bacuri e Pequi quase não existem mais em alguns trechos da Chapada e que

Sem um ‘choque de gestão’ e ‘uma ação conjunta entre entes públicos e privados’ será impossível eliminar o desmatamento ilegal

  Sem choque de gestão é impossível eliminar o desmatamento ilegal. Entrevista especial com Ana Paula Valdiones IHU Sem um “choque de gestão” e “uma ação conjunta entre entes públicos e privados” será impossível eliminar o desmatamento ilegal em Mato Grosso, meta que deveria ser cumprida até 2020 segundo o acordo firmado na COP-21, adverte Ana Paula Valdiones, analista de Gestão Ambiental do Instituto Centro de Vida, na entrevista a seguir, concedida por e-mail à IHU On-Line. Segundo ela, o aumento

Top