Como as florestas tropicais se adaptam à seca? por William F. Laurance

  No futuro, as secas podem se tornar mais severas ou freqüentes nos trópicos. Como isso afetará as florestas tropicais ricas em espécies?     Desde 2013, Susan Laurance lidera um experimento em grande escala para simular a seca na floresta australiana de Daintree. O estudo [ Rainforest trees respond to drought by modifying their hydraulic architecture ], liderado pelo pós-doutorado de Sue, David Tng, revela uma descoberta surpreendente: a notável diversidade de estratégias pelas

Mudanças Climáticas definem a difícil escolha entre ficar ou partir na América Central

  Mudanças Climáticas - No chamado “Corredor Seco”, que vai do sul do México até o Panamá, secas que normalmente não excediam 20 dias agora duram mais do dobro; estudo aponta que jovens de áreas rurais com até 24 anos formam maior parte de migrantes da região. ONU News A cidade de Katowice, na Polônia, recebe a Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, COP24. Líderes mundiais trabalham num plano

As perdas econômicas causadas pela seca na China podem dobrar, com o aquecimento global

  As perdas econômicas causadas pela seca na China podem dobrar, se a temperatura global subir 1,5°C para 2,0°C acima dos níveis pré-industriais, com o aumento da intensidade da seca e da expansão de áreas áridas na China. E o que indica um novo estudo de avaliação econômica realizado por cientistas chineses.     O estudo, baseado em 30 anos de estatísticas de perda de 31 províncias e cidades ,desde 1986, identifica a intensidade,

Pesquisadores investigam técnicas tradicionais de cultivo para viver com escassez de água

  Incêndios florestais, falta de água e quebra de safra - esses foram os efeitos do verão de 2018 em grande parte da Europa. Os cientistas do clima pedem novas políticas agrícolas, dizendo que os agricultores precisam se preparar para maiores extremos de temperatura e clima. Universitaet Tübingen*     Pesquisadores do Centro de Pesquisas Colaborativas de Tübingen (SFB) ResourceCultures estão investigando como sociedades agrárias no passado aprenderam a lidar com calor e aridez enquanto

Mudanças Climáticas: Aumentos de temperatura durante os períodos de seca superam o aquecimento médio do clima

  Os meses secos estão ficando mais quentes em grande parte dos Estados Unidos, outro sinal de que a mudança climática causada pelo homem está forçando as pessoas a encontrar novos extremos.     University of California, Irvine* Em um estudo publicado na revista Science Advances , pesquisadores da Universidade da Califórnia relatam que as temperaturas durante as secas estão subindo mais rápido do que em climas médios nas últimas décadas, e apontam para mudanças

48,6% dos municípios do país foram afetados por secas nos últimos 4 anos

    IBGE Entre 2013 e 2017, dos 5.570 municípios brasileiros, 2.706 (48,6%) foram afetados por secas, 1.726 (31,0%) por alagamentos, 1.515 (27,2%) por enxurradas, 1.093 (19,6%) por processos erosivos acelerados e 833 (15,0%) por deslizamentos. No entanto, em 2017, 59,0% dos municípios brasileiros não apresentavam nenhum instrumento voltado à prevenção de desastres, e apenas 14,7% (821 municípios) tinham Plano de Contingência e/ou Prevenção para a seca. Os dados são do Perfil dos Municípios

Mudanças Climáticas: Cientistas projetam uma Amazônia seca no futuro

    Estudo conduzido pela UCI examina o papel de árvores na transferência global de chuvas University of California, Irvine* Os modelos climáticos prevêem que um aumento nos gases de efeito estufa secará a floresta amazônica no futuro, ao mesmo tempo em que causará condições mais úmidas nas florestas da África e da Indonésia. Pesquisadores da Universidade da Califórnia, Irvine e outras instituições identificaram um fator inesperado, mas importante, nessa mudança de precipitação mundial:

Estudo indica que o aquecimento global intensificará as secas na Europa

  Helmholtz Centre for Environmental Research – UFZ* O aquecimento global exacerbará as secas na Europa - as secas durarão mais, afetarão áreas maiores e terão impacto sobre mais pessoas. Se a Terra se aquecer em três graus Celsius, os eventos extremos - como a seca que atingiu grande parte da Europa em 2003 - poderão se tornar o estado normal no futuro. Este cenário foi descrito na revista científica Nature Climate Change

Março de 2018: seca e estiagem marcam a realidade brasileira, na semana dos fóruns das águas, por Sucena Shkrada Resk

    Diante da realidade, não há meias palavras, quando se trata de insegurança hídrica e do cenário das mudanças climáticas. Neste mês das águas, em que fóruns internacionais ocorrem em Brasília para discutir o tema em diferentes ângulos e propor soluções, dezenas de municípios brasileiros, agora em março, registram “situação de emergência”, não só por causa das chuvas, mas em decorrência da seca e/ou estiagem, que se prolonga há sete anos.

Crises hídricas: A corda arrebenta para todos, artigo de Maurício Dziedzic

    [EcoDebate] Ao pensar na África, geralmente formamos imagens com exuberância de recursos naturais. Falta de água nos remeteria aos desertos daquele continente, especialmente o Saara, no Norte. No Sul, ficam os desertos do Kalahari e da Namíbia. De resto, não se imaginaria escassez hídrica. Todavia, no extremo sul, a Cidade do Cabo, capital legislativa da África do Sul, está vivendo uma das piores crises hídricas urbanas que se tem notícia

Pesquisa desenvolvida na Unicamp aponta alto risco de desertificação na Bahia

  Identificação de áreas vulneráveis em polos de produção agrícola serve de alerta para agricultores e representantes do poder público JORNAL DA UNICAMP TEXTO CAROLINA ROQUE - LABJOR | ESPECIAL PARA O JU FOTOS ANTONINHO PERRI | REPRODUÇÃO EDIÇÃO DE IMAGEM LUIS PAULO SILVA   Pesquisa desenvolvida na Unicamp revela que o Estado da Bahia vem apresentando aumento no índice de aridez e diminuição de chuvas. Os estudos indicam que a tendência é que a situação se

Indústria da seca aflige a população nordestina e irriga os bolsos dos empreiteiros

  Indústria da seca aflige a população nordestina e irriga os bolsos dos empreiteiros. Entrevista especial com João Abner Guimarães Júnior IHU Pelo sétimo ano consecutivo a estiagem no Nordeste dá as caras. Apesar de o período de chuvas ter iniciado regionalmente na última semana, durante o carnaval, os volumes de precipitação ainda são insuficientes. De acordo com o professor e pesquisador João Abner Guimarães Júnior, em entrevista por telefone à IHU On-Line, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, no Rio Grande

Top