Desmatamento no Bioma Cerrado no ano de 2020 foi de 7.340 km²

    Desmatamento no Bioma Cerrado no ano de 2020 foi de 7.340 km² O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) divulga os dados de desmatamento no bioma Cerrado para o ano de 2020, que totalizou 7.340 km2 correspondente ao período de agosto de 2019 a julho de 2020. Esse valor representa um aumento de 13% em relação ao ano de 2019, último período divulgado. Esse resultado é proveniente do projeto PRODES Cerrado, desenvolvido

Deter/Inpe 2020 revela o segundo pior ano de desmatamento apurado pelo sistema

  Deter/Inpe 2020 revela o segundo pior ano de desmatamento apurado pelo sistema Índice de desmatamento só perde para o recorde histórico no primeiro ano do governo Bolsonaro. Por Solange A. Barreira Os alertas de desmatamento atingiram 216 km2 em dezembro do ano passado, segundo divulgou na sexta-feira (8/1), o Instituto Nacional de Estudos Espaciais (Inpe). A área é 14% maior do que a verificada no mesmo mês de 2019 e fecha o ano

Desmatamento, secas, surtos virais e infraestrutura são tendências que impactarão as florestas globais

  Desmatamento, secas, surtos virais e infraestrutura são tendências que impactarão as florestas globais Um novo estudo UCPH reuniu uma série de especialistas para destacar as principais tendências que afetarão as florestas do mundo e as pessoas que vivem ao redor delas na próxima década. Essas tendências incluem secas, surtos virais e vastas expansões de infraestrutura em todo o mundo. Segundo os pesquisadores, uma estratégia global de interação homem-natureza deve ser desenvolvida se

Em 2020 o Brasil atingiu recordes de desmatamento e queimadas

  Em 2020 o Brasil atingiu recordes de desmatamento e queimadas Enfraquecimento de órgãos de controle, como o IBAMA, favoreceu a alta de números Por Rita Silva Ao longo de 2020, o Brasil viu recordes no aumento da devastação, nas queimadas e um avanço da destruição em áreas protegidas - como Terras Indígenas e Unidades de Conservação. Os dados indicam claramente que a tendência para 2021 é que esses problemas se agravem ainda mais, caso

Estudo relaciona a Cargill ao desmatamento na Amazônia e no Cerrado

    Estudo relaciona a Cargill ao desmatamento na Amazônia e no Cerrado Cargill é principal responsável por envio de soja de desmatamento recente ao Reino Unido, diz ONG - Estudo estabelece mais um elo na intrincada cadeia produtiva internacional que destrói Amazônia e Cerrado Por Cinthia Leone, ClimaInfo A Cargill, a maior importadora de soja do Reino Unido, está ligada ao desmatamento de 61.260 hectares de florestas na Amazônia brasileira e no Cerrado desde

Quais as empresas de pior desempenho associado ao desmatamento no Brasil?

    Quais as empresas de pior desempenho associado ao desmatamento no Brasil? O Novo Monitor de Deflorestação Mighty Earth Soja e Gado e Recomendações para Compradores de Supermercado  Por Mighty Earth Sumário  Não obstante uma década de compromissos tomados pelos supermercados e empresas de bens de consumo associados às suas cadeias de abastecimento, o rápido desflorestamento de florestas e vegetação nativa no Brasil continua.[i]    Os números do Instituto Espacial Brasileiro INPE em novembro de 2020 demonstram

Desmatamento em áreas griladas na Amazônia cresce 50% em dois anos

  Desmatamento em áreas griladas na Amazônia cresce 50% em dois anos A área derrubada em 2019 e 2020 em terras registradas ilegalmente como propriedade particular em florestas públicas não destinadas cresceu 50% em relação a anos anteriores; a maioria se concentra em terrenos com CAR. Por Cristina Amorim e Sara Pereira O desmatamento em florestas públicas não destinadas da Amazônia cresceu 50% nos últimos dois anos em comparação aos cinco anos anteriores: de

O mundo pode ficar mais verde se metade da Terra for para a natureza

O mundo pode ficar mais verde se metade da Terra for para a natureza, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “A floresta precede os povos. E o deserto os segue” François-René Chateaubriand (1768-1848) [EcoDebate] As florestas estão desaparecendo no mundo. Havia 6 trilhões de árvores no passado. Mas a humanidade destruiu a metade das florestas desde o crescimento exponencial da população e da economia. A população mundial passou de 1 bilhão em 1800 para

O antiambientalismo do governo sob pressão internacional

  O antiambientalismo do governo sob pressão internacional, artigo de Helena Margarido Moreira [EcoDebate] A cada novo mês, nos deparamos com quebras de recordes nos desmatamentos e queimadas de nossa vegetação nativa. Até o dia 22 de outubro, o número de queimadas na Amazônia já havia superado os registros do ano de 2019, quando a média mensal de áreas que receberam alertas de desmatamentos pelo Deter (Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real)

De tanto a boiada passar, devastação na Amazônia atinge a maior taxa em 12 anos

  De tanto a boiada passar, devastação na Amazônia atinge a maior taxa em 12 anos Plano de Bolsonaro funciona e desmatamento tem nova alta De tanto a boiada passar, devastação na Amazônia atinge a maior taxa em 12 anos, valor 70% maior que a média vista na década anterior ao atual governo. Saíram nesta segunda-feira (30) os aguardados dados preliminares do Inpe sobre o desmatamento na Amazônia: a taxa oficial de 2020, dada

Percepção dos moradores da Amazônia Legal sobre o meio ambiente, desmatamento e como isso afeta a vida deles

  Percepção dos moradores da Amazônia Legal sobre o meio ambiente, desmatamento e como isso afeta a vida deles Para 86% da população da Amazônia Legal, desenvolvimento só ocorre com preservação ambiental; Pesquisa Decisores da Amazônia mostra que atividade com mais potencial é o turismo Por Tiago Pariz A preservação ambiental é condição fundamental para o desenvolvimento econômico na avaliação de 86% dos dos brasileiros que vivem na Amazônia Legal, mostrou a pesquisa Decisores

Instituições financeiras de 3 países europeus investem em empresas que contribuem com desmatamento no Brasil, revelam estudos

Instituições financeiras de 3 países europeus investem em empresas que contribuem com desmatamento no Brasil, revelam estudos Instituições financeiras da Holanda, Alemanha e Noruega têm grandes investimentos em companhias que atuam em setores que estão ligados a ações de desmatamento dos principais biomas brasileiros Idec A compilação de três estudos realizados pela rede Fair Finance International (FFI) divulgada na quinta-feira (15) revelou que instituições financeiras da Holanda, Alemanha e Noruega investiram mais

Pecuária é causa de desmatamento na Amazônia, diz relatório

  Pecuária é causa de desmatamento na Amazônia, diz relatório Relatório evidencia desmatamento causado pela pecuária na Amazônia Legal brasileira Levantamento da ONG Mercy For Animals aponta relação entre o aumento da área de pastagem e a perda da cobertura natural em região dominada comercialmente por grandes frigoríficos como JBS, Minerva e Marfrig Por Mauricio Sacramento Um relatório inédito produzido pela ONG Mercy For Animals evidencia a relação direta entre o desmatamento da Floresta Amazônica

Sob Bolsonaro, desmatamento dobra de patamar

  Sob Bolsonaro, desmatamento dobra de patamar Média mensal de alertas de desmatamento de maio a setembro, meses de seca, salta de 576 km2 para 1.189 km2 Por Solange A. Barreira O Inpe divulgou, na sexta-feira (9), o dado de alertas de desmatamento de setembro. É o segundo pior da série histórica do sistema de monitoramento Deter-B, com 964 km2, perdendo apenas para setembro do ano passado, que teve 1.543 km2 devastados. Os satélites indicam

Na Amazônia destruímos o que não entendemos

  Na Amazônia destruímos o que não entendemos Carta da Amazônia: destruímos o que não entendemos IHU "Provavelmente vocês não estejam acostumados que uma mulher indígena os chame de ignorantes, e menos ainda num cenário como este. Mas para os povos indígenas uma coisa é clara: quanto menos você sabe sobre algo, menos valor isso tem para você ― e, portanto, mais fácil será de destruir", escreve Nemonte Nenquimo, cofundadora da organização sem fins lucrativos dirigida pelos indígenas Ceibo Alliance,

Desmatamento e queimadas na Amazônia: causas e consequências

  Desmatamento e queimadas na Amazônia: causas e consequências A cada ano são registrados índices crescentes no desmatamento e nas queimadas na Amazônia, com graves consequências sociais, ambientais e econômicas. Desmatamento e queimadas na Amazônia - Já sentimos os impactos desta devastação atingindo todo o país, principalmente no clima e no regime de chuvas do sul e sudeste. O que, mantidos os níveis atuais, devem se agravar já nos próximos anos. Estudos já indicam

A perda da credibilidade do governo brasileiro na preservação ambiental

  A perda da credibilidade do governo brasileiro na preservação ambiental A perda da credibilidade do governo brasileiro frente aos dilemas internacionais na preservação ambiental e na degradação da Floresta Amazônica e do Pantanal Por Junio Cesar dos Santos Carmo e Gabriel Henrique Alves [EcoDebate] Com o pós Guerra Fria e a entrada no século XXI novas demandas tomaram espaço na agenda internacional, perdendo o caráter estrito voltado para segurança e armamento como definição

Biomas brasileiros perderam 8,34% das áreas naturais entre 2000 e 2018

  Biomas brasileiros perderam 8,34% das áreas naturais entre 2000 e 2018 Entre 2000 e 2018 todos os biomas brasileiros - Amazônia, Caatinga, Cerrado, Pantanal, Mata Atlântica e Pampa - tiveram saldo negativo em números absolutos (489.877 km²) das áreas naturais, o que representa menos 8,34%, mas a perda diminuiu de magnitude ao longo desses anos. A maior desaceleração ocorreu no Bioma Mata Atlântica que saiu de uma perda de 8.793 km², entre

Na Amazônia, a floresta perde espaço para pastagens

  Na Amazônia, a floresta perde espaço para pastagens IBGE Resumo Biomas terrestres brasileiros perderam cerca de 500 mil km² de sua cobertura natural entre 2000 e 2018. Em números absolutos, a maior perda neste período aconteceu no bioma Amazônia (269,8 mil km²), seguido pelo Cerrado (152,7 mil km²), mas, em termos percentuais, o Pampa foi o que mais perdeu área natural, -16,8%. A cobertura florestal representava 81,9% da área total da

Por desmatamento, França se opõe ao acordo com Mercosul

Por desmatamento, França se opõe ao acordo com Mercosul Desmatamento: Relatório encomendado pelo governo indica "oportunidade perdida" e custo ambiental superior a ganho econômico Por Cinthia Leone A França rejeita um acordo de livre comércio em sua forma atual entre União Europeia e Mercosul devido a "grandes preocupações" com o desmatamento na região. O pronunciamento do governo francês vem após a divulgação de um relatório encomendado pelo país sobre o tema. Os franceses

Top