Desmatamento no Cerrado afeta o clima e pode reduzir a produção de milho no Brasil

  Como o desmatamento e a agricultura estão alterando o clima do Cerrado Deforestation in the Cerrado affects the climate and may reduce corn production in Brazil Dartmouth College* O Brasil é um dos três principais produtores mundiais de soja e milho, e seu setor agrícola é responsável por um quinto da economia do país. As práticas de desmatamento e limpeza de terras têm sido associadas a reduções na biodiversidade e aumentos de temperatura,

Cientistas mapeiam grilagem em florestas públicas na Amazônia

  Grilagem na Amazônia - Área equivalente a duas vezes o estado do Rio de Janeiro foi irregularmente declarada como imóvel rural no sistema do governo; mais de 2 milhões de hectares já foram desmatados. Por Cristina Amorim Um novo artigo científico de autores brasileiros, publicado nesta segunda-feira (23) na revista “Land Use Policy", mapeia a grilagem em florestas públicas não-destinadas na Amazônia. Dos 49,8 milhões de hectares de florestas sob responsabilidade estadual

Terras Indígenas na Amazônia são as Áreas de Proteção que mais sofrem pressão por desmatamento, revela Imazon

  Desmatamento - Relatório mostra que a TI Yanomami foi a mais pressionada entre fevereiro e abril deste ano. A Terra Indígena é uma das mais vulneráveis para a Covid-19. Por Stefânia Costa De acordo com o Imazon*, das dez Áreas Protegidas que mais sofreram pressão por desmatamento, cinco são Terras Indígenas. A TI Yanomami (RR/AM) foi o maior alvo dos criminosos responsáveis pela destruição ilegal da floresta. As TIs Alto Rio Negro (AM),

Compra de terras em larga escala por investidores estrangeiros eleva desmatamento em zonas tropicais, diz estudo

  Aquisições de terras em larga escala -- que cobrem pelo menos 200 hectares -- contribuem para a destruição das florestas tropicais. É o que indica um estudo publicado pela revista Nature Geosciences, que analisou as consequências de mais de 80 mil acordos de compra e venda feitos entre 2000 e 2018 em 15 países da América do Sul, África Subsaariana e Sudeste Asiático. Cerca de 76% dessas aquisições foram feitas por

Investidores internacionais pressionam governo brasileiro sobre crise ambiental

Grupo de 29 fundos, com ativos de US$ 3,6 trilhões, diz que desmatamento e violações de direitos indígenas expõem empresas investidas a risco e pode prejudicar títulos brasileiros. Por Solange A. Barreira Um grupo de 29 investidores internacionais enviou, na segunda-feira (22/6), uma carta às embaixadas do Brasil nos EUA, no Reino Unido, na Holanda, na França, na Noruega e na Suécia, solicitando reuniões com os embaixadores para discutir as políticas ambientais

Desmatamento na Amazônia aumenta 54% em dez meses; Apenas em maio, a Amazônia perdeu 649 km² de floresta nativa

Apenas em maio, a Amazônia perdeu 649 km² de floresta nativa. Essa é a segunda maior taxa de desmatamento para o mês de maio dos últimos dez anos. Por Stefânia Costa De acordo com os dados do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD*) do Imazon, no período acumulado do calendário do desmatamento, que vai de agosto do ano passado a maio deste ano, a destruição da floresta segue em alta.

Projeto de regularização fundiária premia atividades criminosas na Amazônia

  Para Paulo Artaxo, o projeto de lei 2.633/2020 é um “sinal verde” para que garimpeiros e desmatadores continuem com atividades ilegais na Amazônia brasileira Por Gabrielle Abreu, Rádio/Jornal da USP Está em tramitação na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 2.633/2020 , que trata da regularização fundiária de imóveis da União. O projeto substitui a Medida Provisória 910, de 2019, e determina que as regras para a regularização serão aplicadas a

Pesquisadores alertam para explosão de desmatamento em 2020

  Dados de monitoramento por satélite apontam para nova escalada de fogo e ocupações na Amazônia e outros biomas Texto: Herton Escobar Diagramação: Cleber Siquette Jornal da USP desmatamento consumiu 12 mil quilômetros quadrados (km2) de vegetação nativa do Brasil em 2019, num ritmo devastador de quase 1,5 km2 por hora. E o cenário para este ano é ainda mais preocupante, segundo especialistas. A conclusão inicial vem de um relatório do Projeto MapBiomas, que revisou e consolidou todos os alertas de

O Brasil e o mundo dependem da Amazônia: ela não merece ser destruída pela ilegalidade

  A Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura chama a atenção, mais uma vez, para o grave cenário de desmatamentos e focos de incêndios ilegais na Amazônia, que têm representado sério risco à biodiversidade, ao clima e à segurança hídrica e têm sido avassalador para as populações tradicionais e para a reputação do país frente a mercados, investidores e à sociedade em geral. Por Fernanda Macedo Segundo o MapBiomas, 99% de todo o

Área desmatada na Amazônia a ser queimada em 2020 pode superar os 4,5 mil km2

    Amazônia: Se tudo virar fumaça, região pode enfrentar estado de calamidade pública na saúde devido à sobreposição com pandemia de covid-19 Por Cristina Amorim e Natália Moura     Uma área desmatada de pelo menos 4.500 quilômetros quadrados na Amazônia, equivalente a três vezes o município de São Paulo, está pronta para queimar. Resultado da soma do que foi derrubado no ano passado e nos primeiros quatro meses desse ano, e ainda não queimado,

Como as mudanças no uso da terra afetam a disseminação de doenças entre animais e pessoas?

  A maioria dos novos vírus e outros patógenos que surgem nos seres humanos são transmitidos por outros animais, como no caso do vírus que causa o COVID-19. Por Henrique Cortez, EcoDebate * Uma revisão recente publicada na Mammal Review examina como as mudanças no uso da terra - como desmatamento, urbanização e conversão para agricultura - afetaram a transmissão de novos vírus e outros patógenos. A maioria dos novos vírus e outros patógenos

MPF instaura mais de mil ações por desmatamento ilegal na Amazônia

    Em atuação coordenada pela Câmara de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (4CCR), o Ministério Público Federal (MPF) instaurou, somente no mês de maio, 1.023 ações civis públicas contra 2.262 réus em razão de desmatamentos ilegais na Amazônia. A iniciativa faz parte da 3ª fase do Projeto Amazônia Protege, que mapeou polígonos de 60 hectares ou mais desmatados entre agosto de 2017 e dezembro de 2019. Ao todo, as ações cobram

MT: Em plena pandemia, madeireiros invadem Terra Indígena Urubu Branco

  É urgente a desintrusão e proteção do território, para evitar contaminação e garantir os direitos do povo Apyãwa, aponta o Cimi Regional Mato Grosso Madeira apreendida em operação da Polícia Civil na TI Urubu Branco, em maio de 2020. Foto: povo Tapirapé Enquanto membros do governo federal sinalizam em reunião que querem aproveitar o momento da pandemia para deixar passar “a boiada” da desregulamentação, fragilizando ainda mais os órgãos que deveriam agir

Continuam tirando o verde da nossa terra, artigo de Márcia Brandão Leão

  [EcoDebate] Em 1987, Roberto Duailibi, da agência DPZ criou a campanha "Estão tirando o verde da nossa terra". A imagem da bandeira brasileira perdendo o verde ao som do hino nacional foi a maior ação de comunicação voltada para o meio ambiente já feita no Brasil e acabou se transformando no logotipo da Fundação SOS Mata Atlântica. A Mata Atlântica é um tipo de floresta tropical que se estende pela costa

Entre 2018-2019 desmatamento na Mata Atlântica cresce quase 30%

  A boa notícia é que Alagoas e Rio Grande do Norte conseguiram zerar desflorestamento; outros sete estados estão próximos de zero Após dois períodos consecutivos de queda, aumentou o desmatamento na Mata Atlântica. Foram desflorestados entre 2018-2019 um total de 14.502 hectares – um crescimento de 27,2% comparado com o período anterior (2017-2018), que foi de 11.399 hectares. As informações são do Atlas da Mata Atlântica, iniciativa da Fundação SOS Mata

Área desmatada no Brasil em 2019 equivale a oito cidades de São Paulo

  Relatório inédito do MapBiomas consolida dados de desmatamento em todos os biomas brasileiros e aponta perda de ao menos 1,2 milhão de hectares de vegetação nativa.   Por Solange A. Barreira O primeiro Relatório Anual do Desmatamento no Brasil, lançado ontem (26/05), mostra, de forma inédita, a perda de vegetação nativa detectada em todos os biomas do país em 2019. Pela primeira vez, alertas de desmatamento do território nacional foram analisados e consolidados

Com 10 milhões de hectares perdidos todos os anos, proteção de florestas é fundamental para salvar biodiversidade

  ONU News Novo relatório destaca importância desses ecossistemas para proteger espécies do planeta; mico-leão-de-cara-dourada, no Brasil, é um dos exemplos do risco de extinção; cerca de 420 milhões de hectares foram destruídos desde 1990, mas taxa de desmatamento anual diminuiu. É preciso tomar ação urgente para se proteger a biodiversidade das florestas devido a taxas alarmantes de desmatamento e degradação, segundo a última edição do relatório Estado das Florestas do Mundo. Publicada no Dia

Brasil contraria tendência global e pode ter alta em emissões na pandemia

  Análise do Observatório do Clima indica que carbono emitido por desmatamento pode subir até 50% em relação a 2018, compensando queda em energia Por Solange A. Barreira A recessão global gerada pela Covid-19 deve causar uma redução nas emissões de gases de efeito estufa da ordem de 6% em 2020. Mas um país foge a essa escrita: análise do Observatório do Clima lançada nesta quinta-feira (21) indica que as emissões do Brasil

Abril registra recorde de desmatamento na Amazônia nos últimos dez anos, mostra sistema de monitoramento do Imazon

  O desmatamento na Amazônia atingiu 529 km² em abril deste ano, um aumento de 171% em comparação com abril do ano passado. Por Stefânia Costa O total desmatado em abril é o maior dos últimos dez anos. Os dados são do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Imazon. A área desflorestada em abril é aproximadamente do tamanho da cidade de Porto Alegre. Responsável por 32% da área total desflorestada em abril,

Desmatamento e grilagem ameaçam indígenas isolados na TI Ituna-Itatá em meio a pandemia

  Ituna-Itatá: uma terra indígena da Amazônia tomada por ganância e destruição Na agenda antiambiental do governo federal, terras indígenas viram recompensa a criminosos que invadem a floresta Sobrevoo realizado na Terra Indígena Ituna-Itatá em setembro de 2019, na época de queimadas. © Fábio Nascimento / Greenpeace Enquanto uma parcela da sociedade fica em casa para se proteger da pandemia da Covid-19, muitas outras esforçam-se para resistir à própria sorte. Entre os grupos mais vulneráveis

Top