Dos limites do crescimento ao decrescimento da Pegada Ecológica, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Acreditar que o crescimento econômico exponencial pode continuar infinitamente num mundo finito é coisa de louco ou de economista” Kenneth Boulding (1910-1993)     [EcoDebate] A economia é um subsistema da ecologia. Desta forma, a Pegada Ecológica gerada pela economia não pode ser maior do que a biocapacidade fornecida pela ecologia. Para manter a sustentabilidade e garantir o adequado padrão de vida da humanidade, sem degradar as condições ambientais, a Pegada Ecológica, no

A urgência em colocar a questão ambiental na agenda da urbanização, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Espaço concedido por agência de informações e coordenado pela professora Ermínia Maricato trouxe a questão urbana para o epicentro do noticiário. Assim se materializa "As cidades fornecem destaques diários para a mídia escrita, falada e televisionada. A questão urbana, então, ocupa um espaço prioritário na agenda política nacional. Certo? Muito longe disso, a questão urbana está fora da agenda política nacional. Carta Maior abriu uma editoria permanente de discussão sobre

A internet das coisas, ou as coisas da internet? artigo de Antonio Silvio Hendges

    [EcoDebate] A “internet das coisas” ou internet of things - IoT é um conceito proposto em 1999 por Kevin Ashton do Instituto de Tecnologia de Massashusetts – MIT que expôs a possibilidade de conexão na rede mundial não apenas por computadores, mas também de outras maneiras e através de outros objetos utilizados no cotidiano das pessoas em suas atividades. Como funciona? Cada aparelho eletrônico possui uma identificação única, geralmente realizada por

Medo, combustível da violência, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Medo é uma emoção essencial, para evitarmos perigos, mas sentir medo também provoca consequências perigosas. Em Fisiologia se chama de “reação de luta e fuga” a descarga de adrenalina que o organismo produz quando nos assustamos. Ou seja, uma pessoa com medo não apenas está propensa a fugir como também a agredir, mesmo antes de ser agredida, se achar que corre risco. Criminosos com medo são mais perigosos que os

A França em marcha para a paridade de gênero na política, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  Ou nenhum indivíduo da espécie humana tem verdadeiros direitos, ou todos têm os mesmos; e aquele que vota contra os direitos do outro, seja qual for a sua religião, cor ou sexo, desde logo abjurou o seu próprio. Marquês de Condorcet (03/07/1790)     [EcoDebate] Ao contrário do Brasil que já elegeu e reelegeu uma mulher para a Presidência da República, a França nunca teve uma mulher no posto máximo do Poder Executivo.

Impactos na Percepção Visual em Ambientes Industriais de Produção Contínua Automatizada, por Aparecida Ferreira Frias e Fernando Maida

    Introdução Com a globalização e o crescimento industrial desorganizado consorciado com a falta de planejamento de longo prazo, inúmeras consequências de danos ambientais e com perdas de vidas humanas levaram a um clamor da sociedade por maior rigor nos controles dos processos industriais. A chegada da automação industrial associada a ferramentas de alta tecnologia informatizada foram a saída para a busca da melhoria contínua dos processos industriais e seus controles. Desde

As novas projeções da ONU sobre a população brasileira e mundial, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A Divisão de População da ONU divulgou, dia 21/06/2017, as novas projeções de população para todos os países e para a população regional e mundial. A Revisão 2017 da ONU, traz uma série muito grande de dados e gráficos, assunto para muitas análises e debates. Para o Brasil, a nova revisão média indica que o pico populacional (máximo da população antes do início do decrescimento) deve ocorrer em 2047, quando

Lei de pagamentos por serviços ambientais do Acre beneficia mercado financeiro, por Amyra El Khalili e Arthur Soffiati

    [EcoDebate] A Lei nº 2.308, de 22 de outubro de 2010, do Estado do Acre, que cria o Sistema Estadual de Incentivos a Serviços Ambientais (SISA), o Programa de Incentivos por Serviços Ambientais (ISA), Carbono e demais Programas de Serviços Ambientais e Produtos Ecossistêmicos parece já manifestação da economia verde, antes que este conceito fosse badalado na Rio+20. Se o trabalho dos polinizadores pode ser valorado e precificado, quem receberá

Clima bom para acordar e mudar, artigo de Ricardo Tammela

    [EcoDebate] Quando boa parte do mundo fica chocada porque o presidente dos Estados Unidos resolveu boicotar o Acordo de Paris sobre Mudanças Climáticas, vale refletirmos sobre o que cada um de nós está fazendo para defender o planeta. Sim, as atitudes individuais contam muito para conter o aquecimento global. Os cientistas já disseram que, se não mudarmos hábitos de consumo, precisaremos de duas Terras, já que estamos esgotando sem freios

Indígenas na metrópole, sinal de que outro modo de vida é possível, artigo de Nayá Fernandes

    [EcoDebate] A bebida do povo Tabajara é o Mocororó. Ela é feita somente com o sumo do caju, que é espremido na mão e colocado numa cuia que fica embaixo da terra por sete dias. “Para tirar a cuida da terra é preciso realizar um ritual, o Toré. São duas rodas. Na roda central ficam o tambor e as lideranças indígenas, entre elas o cacique o e pajé. Também as

Teste para psicopata, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Na internet há vários testes para identificar se uma pessoa é psicopata. Seu vizinho é suspeito? Algum parente tem tendências? Ou você mesmo, tem alguns traços encontrados em psicopatas? Uma moça encontra no enterro de sua mãe alguém que considera “o homem da sua vida”, mas ao final ele sai sem que ela tenha o contato dele. Uma semana depois morre sua única irmã. Qual a conexão possível entre

Os municípios do Pará ‘fora da lei’, artigo de João de Deus Barbosa Nascimento Júnior

    [EcoDebate] O governo do Estado do Pará definiu como macro-objetivos da sua política de desenvolvimento a redução da pobreza e das desigualdades sociais, uma vez que cerca de 39% da população paraense vivem abaixo da linha da pobreza e 40% enquadradas em nível de insegurança alimentar. Mas, o Estado do Pará, pela riqueza e diversidade de seus recursos naturais, possui um amplo e diferenciado leque de oportunidades para impulsionar um

Top