Poxa Odebrecht, magoei! artigo de Adalberto Luis Val

    “Eu tentei imaginar o que poderia ser feito na área de Ciência e Tecnologia com uma pequena fração desse recurso”. Artigo do professor Adalberto Luis Val, ex-diretor da SBPC, para o Jornal da Ciência. Nos últimos meses vimos que vocês, Emilio e Marcelo Odebrecht, tornaram público que a empresa que administram repassou consideráveis somas de dinheiro não contabilizado para um sem número de pessoas inescrupulosas para obter vantagens para suas empresas.

A humildade socioambiental, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    Foi a natureza que lhe deu a água que bebe O ar que você respira A biodiversidade que lhe sustenta O clima ameno que lhe permite viver Foi o operário que fez o ônibus ou o carro que você anda Foi o agricultor que cultivou o alimento que você come Foi o padeiro que fez o pão de sua mesa Foi uma equipe de engenheiros que imaginou o celular que você usa O avião que você voa A ponte

No meu tempo não havia Baleia Azul, artigo de Daniel Clemente

[EcoDebate] “A minha geração não sofreu Bullying”. Essa afirmativa temporal é indicativa de um descolamento perceptivo da atualidade, desclassificando argumentos do presente utilizando-se do passado retratado e revivido pela memória. E existem casos onde diversos indivíduos também sofreram sistemática humilhação nas salas de aula em tempos anteriores, porém, possuem o mesmo discurso, “a minha geração não sofreu Bullying”. Talvez como provável tentativa “inclusiva” numa retrospectiva biográfica ou pelo desconhecimento da

Mr. Trump, ou ‘nada é tão ruim que não possa piorar’, artigo de Miguel Serediuk Milano

    [EcoDebate] Não é de admirar que o Sr. Trump, presidente estadunidense, tenha tomado a iniciativa destrambelhada, para usar um adjetivo pouco agressivo, de desmontar a política americana de combate às mudanças climáticas estabelecida por seu antecessor. De admirar é o fato de ele ser o presidente do país mais poderoso do planeta em termos econômico, científico e militar – este um comentário apenas para lembrar que não é só na

Gervini, o médico, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Ao falarmos de uma pessoa, falamos de toda a humanidade; ao falarmos de um profissional, falamos de sua ciência. Roberto Lopes Gervini foi um grande médico e deixou um legado a seus milhares de pacientes e alunos, como professor universitário. Ele praticou a Medicina como Ciência e Arte, um profissional atencioso e zeloso a ponto de preferir prescrever medicamentos através de farmácias de manipulação ao invés dos produtos dos

Ecologia Profunda, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] A ecologia profunda é uma concepção filosófica proposta no início da década de 70 do século passado pelo pensador e filósofo norueguês Arne Naess. Sua evolução é atribuída a uma reação dos indivíduos à visão hegemônica, então dominante sobre a maximização de utilização dos recursos naturais. A ecologia profunda possui influência do pensamento de Mahatma Gandhi, Henry David Thoreau, Jean Jacques Rousseau, Aldo Leopoldo na “ética da terra” e de

Amor e interpretação de texto, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Um post interessante diz que “sim, o mundo precisa de amor, mas também de interpretação de texto”. Uma pessoa diz “azul” e a outra pode lembrar do mar, do céu, de uma companhia aérea, de um time de futebol ou de uma música do Djavan, depende do que for mais marcante na sua experiência emotiva. Nunca vimos tantas denúncias de corrupção, isso significa que estamos rumo a um caos social

São Paulo e seus 463 anos de histórias, artigo de Amadeu Roberto Garrido de Paula

    [EcoDebate] Cresceu sob as vinhetas do Rio de Janeiro. Este era - e ainda é para alguns estrangeiros - a figura urbana do Brasil, ornamentada pelo Cristo Redentor. São Paulo, sobretudo em seu centro histórico, também herdou as pompas de Paris e de Londres. A catedral da Sé, rodeada de automóveis feitos de aço, lanternas reluzentes, redondos e curtos como chalés, motoristas imponentes, cheios de boné e sabedoria, encimava nossa

Ano bom ou ano ruim? A escolha pode ser sua! artigo de Beatriz Diniz

[EcoDebate] Geral quis se livrar de 2016. E o ano mais desgraçado dos últimos tempos parecia não querer acabar de tanta coisa ruim e um segundo a mais. Só que teve algo muito bom demais da conta, sensacional mesmo, com desdobramentos nos próximos anos que podem ser ótimos pra gente. É a entrada em vigor do Acordo de Paris, reunindo nações e líderes mundiais pra enfrentar o maior desafio da

Zygmunt Bauman: Decifrando a ‘Era Líquida’, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Zygmunt Bauman em seus aos 91 anos de vida foi um observador sensível e corajoso, tanto que quando conheceu Janine, numa sala de palestras da Universidade, entendeu que era a mulher de sua vida e em 9 dias a pediu em casamento – uma parceria que deu certo na vida e no trabalho, vindo os dois a ser bons escritores. O legado de Bauman é originalíssimo, ele decifrou a “Era

Aonde vamos? artigo de Amadeu Roberto Garrido de Paula

    [EcoDebate] Daria meu reino (se o tivesse) para não escrever estas linhas. O crime organizado, segundo a ONU, fatura entre 3 e 4 trilhões, dos quais o narcotráfico 1 trilhão. Impossível, sem conexão com o sistema bancário. As repugnantes condições carcerárias do Brasil fomentam a formação de organizações dentro dos próprios presídios. O preso se organiza para sobreviver. O governador Geraldo Alckmin diz que o PCC não existe. "Há coisas que se

Elis, o filme, artigo de Montserrat Martins

  Foto: Youtube   [EcoDebate] Assistir “Elis” no cinema é como assistir a um show dela ao vivo: Elis Regina “baixou” na atriz que fez seu papel, vemos a cantora viva à nossa frente em todos os seus trejeitos, gargalhadas, expressões, dramas. O Oscar para Andréia Horta seria pouco, seria um caso para investigação espírita, nunca vi um ator fazer “reviver” um personagem com tamanha veracidade, nem nos melhores filmes de Hollywood. “Elis” é

Top