Organizações cobram atuação do MPF no combate aos crimes ambientais na Amazônia

  Organizações cobram atuação do MPF no combate aos crimes ambientais na Amazônia É momento de fortalecer as estruturas que investigam e punem o crime ambiental, sobretudo no momento em que as taxas de desmatamento e queimadas batem recordes Carta enviada pelas organizações à Procuradoria-Geral da República e ao Conselho Superior do Ministério Público Federal destaca os resultados expressivos da Força-Tarefa Amazônia, criada em agosto de 2018 e encerrada em fevereiro deste ano. Cinquenta

Secas extremas e queimadas causaram a morte de bilhões de árvores na floresta amazônica

  Secas extremas e queimadas causaram a morte de bilhões de árvores na floresta amazônica Em três anos, secas extremas e o fogo causaram a morte de bilhões de árvores na Amazônia e a emissão de grande quantidade de carbono para a atmosfera, mostra estudo publicado em periódico internacional. A seca extrema provocada pelo El Niño de 2015 e 2016, associada às queimadas florestais na Amazônia, causaram a morte de cerca de 2,5 bilhões de

Histórico e consequências da pecuária na região de floresta amazônica

  Histórico e consequências da pecuária na região de floresta amazônica, artigo de Bruno Versiani Várias pessoas me colocam a eventual questão da inviabilidade econômica da pecuária na região de floresta amazônica. Primeira questão : se fosse inviável, por que está ocorrendo a ritmo tão desenfreado o desmatamento e porque há tanto pasto e gado bovino? Mas a que custo socioambiental e quais as consequências? Façamos um histórico resumido da questão . Acredito

Amazônia perde sua capacidade de absorver carbono

  Amazônia perde sua capacidade de absorver carbono O desmatamento diminuiu a capacidade da floresta amazônica de absorver gás carbônico da atmosfera, transformando-a em uma fonte de carbono A emissão de carbono é dez vezes maior em áreas com mais de 30% de desmatamento, enquanto apenas 18% das emissões por queimada são absorvidas pela floresta Do Jornal da USP* O desmatamento diminuiu a capacidade da floresta amazônica de absorver gás carbônico da atmosfera, transformando-a em

Como o desmatamento da Amazônia interfere na saúde da população?

  Como o desmatamento da Amazônia interfere na saúde da população? Covid-19 e outras doenças chegam até nós como consequência da degradação ambiental A preservação do meio ambiente nunca esteve tão em voga quanto ultimamente, o assunto é de extrema importância, não só pela vida dos seres vivos que ali habitam, mas também para a saúde ambiental do planeta e do ser humano. A degradação ambiental ocorre há anos, e cada vez mais vemos

Desmatamento da Amazônia cresceu 17% no primeiro semestre

  Desmatamento da Amazônia cresceu 17% no primeiro semestre Os alertas de desmatamento para a Amazônia em junho mostram um crescimento de 17% em relação ao primeiro semestre do ano passado, com uma área de 3.610 km2 desmatada em 2021. Foram 1.062 km2 apenas em junho, o que faz deste montante o maior valor aferido no sexto mês pelo menos desde 2016. Apenas o estado do Pará, que perdeu 438 km2 de florestas,

Deter: Alertas de desmatamento na Amazônia não param de crescer e junho tem novo recorde

  Deter: Alertas de desmatamento na Amazônia não param de crescer e junho tem novo recorde DETER confirma tendência de aumento dos alertas de desmatamentos e junho tem novo recorde; Foram 326Km de área desmatada somente na última semana do mês Por Karen Mota, Greenpeace Dados do sistema DETER, do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgados hoje demonstram que os alertas de desmatamento na Amazônia não param de crescer. Os dados do mês de

Desmatamento pela mineração ilegal na Amazônia aumenta em 90% no período de 2017 a 2020

  Desmatamento pela mineração ilegal na Amazônia aumenta em 90% no período de 2017 a 2020 Crescimento causado por atividade clandestina foi observado entre os anos de 2017 e 2020 e, segundo Juliana Siqueira, impacta rios, vida subaquáticas e também a saúde das populações ribeirinha e indígena Jornal da USP no Ar 1ª edição / Rádio USP Um estudo desenvolvido por pesquisadores da Escola Politécnica da USP concluiu que houve um crescimento de mais

Desmatamento e seca se somam em nova temporada de fogo na Amazônia

Desmatamento e seca se somam em nova temporada de fogo na Amazônia Uma queimada de áreas recém-derrubadas pode facilmente escapar para florestas vizinhas, transformando-se em incêndio florestal. Isso é especialmente verdadeiro em anos mais secos do que o normal. Há quase 5 mil quilômetros quadrados de área, quase quatro vezes o município de São Paulo, com vegetação derrubada e seca só esperando alguém chegar com o fogo. A estação seca de 2021 na

Fogo na Amazônia: Junho registra maior número de focos de calor desde 2007

  Fogo na Amazônia: Junho registra maior número de focos de calor desde 2007 Dados divulgados nesta manhã, pelo Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (Inpe), apontam que o mês de junho registrou o maior número de focos de calor na Amazônia desde 2007, na comparação com o mesmo mês dos anos anteriores. Registro ocorre na semana em que o governo anuncia o mesmo plano de combate a desmatamento e queimadas que fracassou nos

Grilagem e venda ilegal de terras públicas se intensificam na Amazônia

  Grilagem e venda ilegal de terras públicas se intensificam na Amazônia Levantamento mostra como a ofensiva ruralista no Executivo e Legislativo tem aquecido a grilagem e venda ilegal de terras públicas Um levantamento feito pelo Greenpeace em áreas de quatro pontos da Amazônia - no entorno da BR-163, nos municípios de Altamira e Novo Progresso; em São Félix do Xingu; na Transamazônica e na Tríplice Fronteira entre Acre, Amazonas e Rondônia, aponta

DETER/INPE confirma recorde de desmatamento em maio: 67% de aumento

  DETER/INPE confirma recorde de desmatamento em maio: 67% de aumento Dados do sistema DETER, do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgados hoje comprovam que os alertas de desmatamento na Amazônia não param de crescer. Por Karen Mota Os dados do mês de maio mostram um aumento de 66,7% na área com alertas de desmatamento em relação aos registrados em maio de 2020. Com 1.391 Km2, foi o mês com maior área de alertas

Brasil perdeu 24 árvores por segundo em 2020

  Brasil perdeu 24 árvores por segundo em 2020 Relatório inédito do MapBiomas Alerta para todo o país mostra que desmatamento subiu 14% no ano passado; 99,8% dos desmates têm indício de ilegalidade e só 2% tiveram alguma providência do Ibama Por Solange A. Barreira O desmatamento nos seis biomas brasileiros cresceu 13,6% em 2020, atingindo 13.853 km2 (1.385.300 hectares), uma área nove vezes maior que a cidade de São Paulo. Desse total, 61%

Pesquisa aponta que brasileiros não confiam no Estado para proteger a Amazônia

  Pesquisa aponta que brasileiros não confiam no Estado para proteger a Amazônia Em levantamento encomendado pelo IPAM, 68% dos entrevistados julgam que medidas de fiscalização e multas são efetivas e que devem partir do governo, mas apenas 13% acredita em sua capacidade de conservar o bioma. Por Cristina Amorim, IPAM A maioria dos brasileiros acha que as ações de combate às queimadas na Amazônia devem partir do governo federal e são essenciais para evitar

Grilagem: Áreas públicas da Amazônia no Amapá chegam a ser vendidas por 4% do valor de mercado

  Grilagem: Áreas públicas da Amazônia no Amapá chegam a ser vendidas por 4% do valor de mercado Amapá vende por preços ínfimos áreas que foram invadidas e desmatadas ilegalmente, representando um estímulo à prática de grilagem de terras e, consequente, aumento da destruição da floresta. Áreas públicas da Amazônia no Amapá são vendidas por valores muito inferiores ao preço de mercado. O valor cobrado pelo governo estadual para regularizar uma terra através

Os limites do desmatamento da Amazônia e das florestas tropicais

  Os limites do desmatamento da Amazônia e das florestas tropicais Netflix acaba de lançar o documentário Rompendo Barreiras: Nosso Planeta (Breaking Boundaries) , de Johan Rockström e David Attenborough, sobre como a humanidade levou a Terra para além dos limites que a mantiveram estável por 10 mil anos, desde o início da civilização. Por Cínthia Leone, Instituto ClimaInfo O documentário mostra quão perto estamos de alguns pontos de ruptura (tipping points). Fala também

Temporada seca começa com recorde de queimadas e devastação em alta na Amazônia e no Cerrado

  Temporada seca começa com recorde de queimadas e devastação em alta na Amazônia e no Cerrado Na véspera do Dia do Meio Ambiente, dados oficiais mostram desmatamento em aceleração e o maior número de incêndios dos últimos 14 anos para o mês de maio Por Sandra Miyashiro e Rita Silva Em 2021, a temporada de seca mal começou e as notícias já são ruins: em maio, o número de focos de incêndios na

Novo recorde em alertas de desmatamento na Amazônia mostra que crime ditará taxa de desmate

  Novo recorde em alertas de desmatamento na Amazônia mostra que crime ditará taxa de desmate Com Ibama desmontado, ICMBio ameaçado de extinção e ministro correndo da polícia, dados do Inpe mostram pior maio da série. Por Solange A. Barreira Os alertas de desmatamento na Amazônia em apenas 28 dias de maio atingiram a marca de 1.180 km2, um aumento de 41% em relação ao mesmo mês de 2020. É a maior área de

Amazônia: Incêndio em área úmida provoca perda de 27% das árvores

  Amazônia: Incêndio em área úmida provoca perda de 27% das árvores Incêndio em área úmida da Amazônia - Pesquisadores do Inpe mostram que vegetações de pequeno e médio portes sofrem mais nos primeiros anos após o fogo, mas o impacto na vegetação como um todo pode durar décadas Luciana Constantino | Agência FAPESP – Mesmo nas regiões mais úmidas da Amazônia, o impacto de incêndios florestais – que só se alastram

Maio registra maior número de queimadas na Amazônia e Cerrado desde 2007

  Maio registra maior número de queimadas na Amazônia e Cerrado desde 2007 Amazônia e Cerrado - Os 3.815 focos de calor nos dois biomas representam um aumento de 65% em relação ao ano passado e é o pior índice dos últimos 14 anos. Por Macarena Mairata, Greenpeace Brasil Dados divulgados na noite desta segunda-feira (31/05), pelo Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (Inpe), apontam que o mês de maio teve o pior índice de

Top