Amazônia segue sendo desmatada em ritmo acelerado

  Amazônia segue sendo desmatada em ritmo acelerado Números do Deter-B apontam 8.219 km2 de alertas de desmatamento na Amazônia Dados do sistema Deter-B, do Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE), divulgados nesta sexta-feira (07), mostram que de janeiro a dezembro de 2021 foram registrados 8.219 km² de alertas de desmatamento na Amazônia. É o terceiro ano seguido em que os alertas superam os 8.000 km2, o que não havia ocorrido em nenhum ano

Desmatamento impulsiona malária na Amazônia

  Desmatamento impulsiona malária na Amazônia Dois artigos recentes mostraram que a intervenção humana na floresta favorece a dominância do mosquito “Anopheles darlingi” e em quais momentos há picos de infecção pela doença Por Fabiana Mariz, Jornal da USP Dois estudos liderados pela Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP ajudam a entender como as ações antrópicas interferem no comportamento e na distribuição de mosquitos transmissores de malária na região amazônica.  O primeiro é o

Catálogo sobre espécies plantadas em ações de reflorestamento na Amazônia é lançado

  Catálogo sobre espécies plantadas em ações de reflorestamento na Amazônia é lançado Baixe gratuitamente o catálogo com informações de mais de 90 espécies adequadas ao reflorestamento na região amazônica Um guia prático e de fácil leitura com informações detalhadas para orientar o produtor rural sobre as espécies plantadas na recuperação de áreas degradadas e/ou alteradas de sua propriedade através das ações do Plantar Rondônia, projeto implementado pelo Centro de Estudos Rioterra para

Supermercados da Europa bloqueiam carne brasileira ligada ao desmatamento

  Supermercados da Europa bloqueiam carne brasileira ligada ao desmatamento Redes de supermercados na Bélgica, França, Holanda e Reino Unido anunciaram hoje (16/12) que estão deixando de lado a carne bovina brasileira e/ou produtos de carne bovina vinculados à JBS, a maior empresa de carne bovina do mundo. Por Cínthia Leone, ClimaInfo O anúncio, segundo as empresas, seria uma resposta ao aumento do desmatamento no Brasil e a uma nova investigação documentando vínculos com

Estradas e política colocam a Amazônia em perigo

  Estradas e política colocam a Amazônia em perigo Caros colegas, Indico um breve artigo, publicado na Nature Ecology & Evolution, que destaca uma das principais ameaças à Amazônia ocidental, onde a biodiversidade é literalmente a maior em qualquer lugar da Terra. Nesta região em conflito, a construção ilegal e legal de estradas, bem como a extração ilegal de madeira, mineração, incêndios e caça furtiva representam enormes ameaças ambientais. Vastas extensões do Brasil, Colômbia,

Alertas do Deter apontam para 249 km² devastados na Amazônia em novembro

  Alertas do Deter apontam para 249 km² devastados na Amazônia em novembro A grilagem de terras tem consumido rapidamente a Amazônia: 30% do desmatamento registrado em 2021 (agosto de 2020 à julho de 2021) ocorreu em terras públicas não destinadas Apesar da redução, os estados do Pará, Mato Grosso do Sul e Acre lideram os índices de destruição Dados do sistema DETER-B, do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgados nesta sexta-feira (10), indicam

Garimpo ilegal avança em Terras Indígenas e em Unidades de Conservação

  Garimpo ilegal avança em Terras Indígenas e em Unidades de Conservação Sobrevoos realizados em regiões diferentes na Amazônia mostram avanço do garimpo ilegal em Terras Indígenas e em Unidades de Conservação Nos últimos meses, sobrevoos realizados pelo Greenpeace Brasil em regiões diferentes da Amazônia identificaram o avanço do garimpo ilegal em Unidades de Conservação (UC) e Terra Indígenas (TI). Na última terça-feira (23), o Greenpeace flagrou centenas de balsas de garimpo ilegal

Desmatamento na Amazônia: mentira tem perna curta

  Desmatamento: mentira tem perna curta, artigo de Heitor Scalambrini Costa O presidente, e seus ministros da área, mesmo sabendo bem antes do início da Cúpula do Clima em Glasgow, que a taxa de desmatamento na Amazônia havia disparado, com números alarmantes, preferiu reter as informações Ainda na linha do mentiroso recorrente, e de que a mentira tem perna curta, conforme o dito popular; é também conhecido que o mentiroso contumaz inventa a

Relatório liga grandes marcas de moda ao desmatamento da Amazônia

  Relatório liga grandes marcas de moda ao desmatamento da Amazônia De Louis Vuitton a Vans, centenas de marcas podem estar financiando o desmatamento da floresta amazônica. Pesquisa é da Stand Earth e dá apoio à mobilização internacional #SupplyChange contra o desmatamento do bioma. Modelo Amber Valletta e estilista Francisco Costa são nomes da moda que apoiam a mobilização. No Brasil, Modefica e Clima Info dão suporte à ação global. Estudo inédito conduzido pela

Criminosos Ambientais Destemidos: O Garimpo Ilegal no Rio Madeira

Equipamentos para garimpo ilegal formam uma vila flutuante no rio Madeira, no Amazonas. — Foto: Wikipedia Criminosos Ambientais Destemidos: O Garimpo Ilegal no Rio Madeira, artigo de Syglea Lopes Há muito os infratores ambientais que atuam no Brasil e, em particular na Amazônia, demonstram não ter o menor receio das instituições públicas que deveriam inibir e combater as práticas criminosas. Esta semana uma denúncia do Greenpeace divulgada pela imprensa chocou a todos.

Não tenho nenhuma esperança de que o Governo Bolsonaro ainda se empenhe em transmutar sua visão a respeito da Amazônia; entrevista com Dom Erwin Krautler

  Não tenho nenhuma esperança de que o Governo Bolsonaro ainda se empenhe em transmutar sua visão a respeito da Amazônia; entrevista com Dom Erwin Krautler A grande falha de todos os governos, federal, estaduais e municipais foi sempre e continua sendo a quase total ausência de vontade política de levar adiante um programa sério e sólido de defesa da Amazônia Entrevista do padre Luís Miguel Modino SJ, com dom Erwin Kräutler, presidente da

Invasão de terras públicas foi a principal causa de desmatamento na Amazônia no último ano

  Invasão de terras públicas foi a principal causa de desmatamento na Amazônia no último ano Invasão de terras públicas foi a principal causa do desmatamento na Amazônia - Florestas não destinadas, que por lei deveriam ser dedicadas à proteção ou ao uso sustentável, são alvos constantes de grilagem. A invasão de terras públicas foi a principal causa de desmatamento na Amazônia no último ano. Análise do IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da

Taxa de Desmatamento na Amazônia é a maior desde 2006

  Taxa de Desmatamento na Amazônia é a maior desde 2006 Representantes do governo brasileiro já chegaram à COP 26 sabendo da má notícia, mas insistiram em vender uma imagem supostamente sustentável A estimativa da taxa oficial de desmatamento na Amazônia Legal divulgada hoje por meio do Programa Prodes, aponta que 13.235 km² foram desmatados entre agosto de 2020 e julho de 2021. O anúncio chega na semana seguinte ao encerramento da COP 26,

Futuro neutro em carbono também depende da Amazônia conservada

  Futuro neutro em carbono também depende da Amazônia conservada Assegurar a neutralidade climática global, o chamado “net zero” no planeta, precisa da Amazônia conservada, com suas florestas removendo carbono da atmosfera. Por Patrícia Cançado e Cátia Luz Um dos temas centrais na COP, financiamento pode trazer recursos para o território, mas é essencial que eles beneficiem de fato a floresta, a biodiversidade e as pessoas, afirma iniciativa Uma Concertação pela Amazônia; rede avaliou que mecanismos podem contribuir para o desenvolvimento sustentável

Fogo na Amazônia acrescenta 21% a mais de gases estufa do que o número oficial

  Fogo na Amazônia acrescenta 21% a mais de gases estufa do que o número oficial Nova análise feita pelo IPAM, lançada durante a COP26, mostra o papel da degradação florestal causada pelo fogo na Amazônia no agravamento do efeito estufa. Somente os incêndios florestais aumentariam em 21% as emissões anuais de gases estufa relacionadas ao desmatamento na Amazônia nos últimos 15 anos - isso se fossem contabilizados, o que não acontece atualmente.

Pastagem ocupa 75% da área desmatada ilegalmente em terras públicas na Amazônia

Pastagem ocupa 75% da área desmatada ilegalmente em terras públicas na Amazônia Às vésperas da COP 26, novo estudo do IPAM mostra grilagem como vetor de emissão de gases estufa e contaminação do setor pecuário com irregularidades na cadeia de produção de gado. As áreas de pasto ocupam 75% do que foi desmatado nas terras públicas não destinadas da Amazônia, boa parte resultante de grilagem, contaminando o setor com ilegalidade. As informações são

Mudança climática diminuirá a capacidade hidrelétrica da Amazônia

  Mudança climática diminuirá a capacidade hidrelétrica da Amazônia Os fluxos dos rios em locais de barragens propostas em toda a bacia amazônica devem diminuir em 13-20% no geral, com uma variabilidade regional significativa Cary Institute of Ecosystem Studies* A energia hidrelétrica é a fonte dominante de energia na região amazônica, a maior bacia hidrográfica do mundo e um hotspot para o desenvolvimento hidrelétrico futuro. No entanto, um novo estudo na Global Environmental Change

Exploração madeireira não autorizada no Amazonas chegou a pelo menos 464.759 hectares em apenas um ano

  Exploração madeireira não autorizada no Amazonas chegou a pelo menos 464.759 hectares em apenas um ano Falta de transparência impediu a análise total da legalidade nos mais de 71 mil hectares com extração de madeira identificada no estado Uma pesquisa inédita apontou que a área com exploração madeireira não autorizada pelos órgãos ambientais no Amazonas correspondeu, pelo menos, a 18 mil campos de futebol em apenas um ano. Problema que pode ser ainda

Pastagens brasileiras já ocupam área de 154 milhões de hectares, equivalente a todo o estado do Amazonas

  Pastagens brasileiras já ocupam área de 154 milhões de hectares, equivalente a todo o estado do Amazonas O principal uso dado ao solo brasileiro é a pastagem: ela ocupa 154 milhões de hectares de norte a sul do país, com presença em todos os seis biomas. Essa área praticamente equivale a todo o Estado do Amazonas, que tem 156 milhões de hectares. Ou 6,2 estados de São Paulo. Ou mais de duas

Crime contra a Humanidade: Bolsonaro é denunciado corte de Haia pelo desmatamento na Amazônia

  Crime contra a Humanidade: Bolsonaro é denunciado corte de Haia pelo desmatamento na Amazônia Advogados europeus argumentam que desmatamento promovido pelo presidente na Amazônia é crime contra a humanidade; iniciativa busca criar precedente para outros vilões ambientais Do Observatório do Clima O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi denunciado mais uma vez nesta terça-feira ao Tribunal Penal Internacional, a corte de Haia. Na manifestação apresentada perante a Corte, intitulada “O Planeta Vs. Bolsonaro”,

Top