Saúde precária e postura anti-indígena exacerbaram mortes por COVID-19 na Amazônia

  Saúde precária e postura anti-indígena exacerbaram mortes por COVID-19 na Amazônia A tragédia provocada pela COVID-19 na região Norte aumenta de tamanho quando o foco da análise se volta para os indígenas e as comunidades ribeirinhas Maria Fernanda Ziegler | Agência FAPESP – As desigualdades socioeconômicas e as vulnerabilidades existentes no país vieram à tona com a pandemia de COVID-19. A ponto de, na região amazônica, idade e outros fatores de risco

Queimadas afetam a formação de nuvens de chuva na Amazônia

  Queimadas afetam a formação de nuvens de chuva na Amazônia Queimadas na Amazônia - Aerossóis gerados dificultam movimento de massas de ar e limitam congelamento da água em nuvens, o que pode afetar chuvas Por: Júlio Bernardes Arte: Simone Gomes Jornal da USP Pesquisa com participação do Instituto de Física (IF) da USP revela como as queimadas interferem no desenvolvimento de nuvens de chuva na Amazônia. Os pesquisadores usaram imagens de satélite e medições da

Amazônia: Agropecuária demite trabalhadores enquanto aumenta a área de pastagens e cultivos

  Amazônia: Agropecuária demite trabalhadores enquanto aumenta a área de pastagens e cultivos Novo estudo mostra descolamento entre o crescimento da agropecuária na Amazônia e a geração de empregos. Desde 2012, agricultores não qualificados foram os que mais perderam espaço. Na Amazônia legal, a agropecuária demite trabalhadores ao mesmo tempo em que aumenta a área destinada a pastagens e cultivos. É o que revela um novo estudo, conduzido por pesquisadores do projeto Amazônia

Amazônia pode gerar 1,1 TWh de eletricidade com biogás

  Amazônia pode gerar 1,1 TWh de eletricidade com biogás Estudo mostra que nos estados da Amazônia é possível produzir 537 milhões de m3 de biogás por ano e gerar 1,1 TWh de eletricidade, o suficiente para atender 556 mil residências e beneficiar 2,2 milhões de pessoas Enquanto o Brasil se depara com mais uma crise hídrica e de eletricidade, pagando mais caro na conta de luz e ainda correndo o risco de ficar no

Quase 20% do território brasileiro pegou fogo ao menos uma vez entre 1985 e 2020

  Quase 20% do território brasileiro pegou fogo ao menos uma vez entre 1985 e 2020 Quase dois terços (65%) do fogo ocorreram em áreas de vegetação nativa, sendo que os biomas Cerrado e Amazônia concentram 85% de toda a área queimada pelo menos uma vez no país Iniciativa pioneira de mapeamento histórico das cicatrizes do fogo no Brasil gera o mais abrangente banco de dados sobre áreas queimadas e incêndios florestais do

Floresta amazônica mostra sinais de esgotamento

  Floresta amazônica mostra sinais de esgotamento O resultado desse estudo mostra que a Amazônia está se encaminhando para uma savana, de acordo com o alerta feito pelo especialista ainda em 1990, no qual aponta para uma Amazônia com menos biodiversidade De acordo com o pesquisador Carlos Nobre, a floresta não consegue mais remover o gás carbônico da atmosfera Por Sandra Capomaccio / Jornal da USP no Ar / Rádio USP O desmatamento na floresta

Roraima permite venda de área pública com até 85% de desconto para quem desmatou

  Roraima permite venda de área pública com até 85% de desconto para quem desmatou Roraima: Estudo demonstra que atual legislação também não exige recuperação de danos já causados ao meio ambiente em determinada terra Do Instituto O Mundo Que Queremos   Um relatório produzido pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) analisou que, com descontos autorizados pela atual lei de terras de Roraima, uma área pública pode ser vendida com

Desmatamento mantém alta em 2021 e segue fora de controle

  Desmatamento mantém alta em 2021 e segue fora de controle Até as árvores mortas da Amazônia sabem que nenhum número que o governo ponha na mesa tem credibilidade, já que falta ao Brasil o essencial: uma política de controle do desmatamento Queda de 5% no número de alertas apenas reflete dinâmica do crime ambiental, enquanto governo que enterrou plano de combate vende ação do Exército como cloroquina. O acumulado de alertas de desmatamento

Países amazônicos possuem grandes diferenças de recuperação florestal e desmatamento

  Países amazônicos possuem grandes diferenças de recuperação florestal e desmatamento As regiões amazônicas que sofreram o mais extenso desmatamento e têm o maior potencial para recuperação florestal em grande escala atualmente apresentam os níveis mais baixos de recuperação Bangor University* A restauração florestal em grande escala na Amazônia é uma importante “solução baseada na natureza” para a mudança climática, um dos principais focos da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática COP26, organizada

Grilagem de florestas públicas aumenta pegada de carbono do Brasil

  Grilagem de florestas públicas aumenta pegada de carbono do Brasil Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) A invasão e o desmatamento de florestas públicas não destinadas na Amazônia jogaram 1,871 bilhão de toneladas de CO2 equivalente na atmosfera entre 2003 e 2019, agravando assim o efeito estufa e as mudanças climáticas globais e aumentando a pegada de carbono do Brasil. O problema se intensificou nos dois últimos anos do período estudado, como

Conter a perda de floresta nativa na Amazônia exige agenda de políticas públicas

  Conter a perda de floresta nativa na Amazônia exige agenda de políticas públicas Para proteger florestas na Amazônia é preciso foco em áreas prioritárias e incentivo à regeneração florestal, mostra estudo Nos últimos dez anos, o desmatamento na Amazônia brasileira cresceu - em especial a partir de 2019, quando a perda de floresta acelerou. Reverter esse quadro vai exigir que o Brasil fortaleça políticas públicas já existentes, como a expansão de áreas

Organizações cobram atuação do MPF no combate aos crimes ambientais na Amazônia

  Organizações cobram atuação do MPF no combate aos crimes ambientais na Amazônia É momento de fortalecer as estruturas que investigam e punem o crime ambiental, sobretudo no momento em que as taxas de desmatamento e queimadas batem recordes Carta enviada pelas organizações à Procuradoria-Geral da República e ao Conselho Superior do Ministério Público Federal destaca os resultados expressivos da Força-Tarefa Amazônia, criada em agosto de 2018 e encerrada em fevereiro deste ano. Cinquenta

Secas extremas e queimadas causaram a morte de bilhões de árvores na floresta amazônica

  Secas extremas e queimadas causaram a morte de bilhões de árvores na floresta amazônica Em três anos, secas extremas e o fogo causaram a morte de bilhões de árvores na Amazônia e a emissão de grande quantidade de carbono para a atmosfera, mostra estudo publicado em periódico internacional. A seca extrema provocada pelo El Niño de 2015 e 2016, associada às queimadas florestais na Amazônia, causaram a morte de cerca de 2,5 bilhões de

Histórico e consequências da pecuária na região de floresta amazônica

  Histórico e consequências da pecuária na região de floresta amazônica, artigo de Bruno Versiani Várias pessoas me colocam a eventual questão da inviabilidade econômica da pecuária na região de floresta amazônica. Primeira questão : se fosse inviável, por que está ocorrendo a ritmo tão desenfreado o desmatamento e porque há tanto pasto e gado bovino? Mas a que custo socioambiental e quais as consequências? Façamos um histórico resumido da questão . Acredito

Amazônia perde sua capacidade de absorver carbono

  Amazônia perde sua capacidade de absorver carbono O desmatamento diminuiu a capacidade da floresta amazônica de absorver gás carbônico da atmosfera, transformando-a em uma fonte de carbono A emissão de carbono é dez vezes maior em áreas com mais de 30% de desmatamento, enquanto apenas 18% das emissões por queimada são absorvidas pela floresta Do Jornal da USP* O desmatamento diminuiu a capacidade da floresta amazônica de absorver gás carbônico da atmosfera, transformando-a em

Como o desmatamento da Amazônia interfere na saúde da população?

  Como o desmatamento da Amazônia interfere na saúde da população? Covid-19 e outras doenças chegam até nós como consequência da degradação ambiental A preservação do meio ambiente nunca esteve tão em voga quanto ultimamente, o assunto é de extrema importância, não só pela vida dos seres vivos que ali habitam, mas também para a saúde ambiental do planeta e do ser humano. A degradação ambiental ocorre há anos, e cada vez mais vemos

Desmatamento da Amazônia cresceu 17% no primeiro semestre

  Desmatamento da Amazônia cresceu 17% no primeiro semestre Os alertas de desmatamento para a Amazônia em junho mostram um crescimento de 17% em relação ao primeiro semestre do ano passado, com uma área de 3.610 km2 desmatada em 2021. Foram 1.062 km2 apenas em junho, o que faz deste montante o maior valor aferido no sexto mês pelo menos desde 2016. Apenas o estado do Pará, que perdeu 438 km2 de florestas,

Deter: Alertas de desmatamento na Amazônia não param de crescer e junho tem novo recorde

  Deter: Alertas de desmatamento na Amazônia não param de crescer e junho tem novo recorde DETER confirma tendência de aumento dos alertas de desmatamentos e junho tem novo recorde; Foram 326Km de área desmatada somente na última semana do mês Por Karen Mota, Greenpeace Dados do sistema DETER, do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgados hoje demonstram que os alertas de desmatamento na Amazônia não param de crescer. Os dados do mês de

Desmatamento pela mineração ilegal na Amazônia aumenta em 90% no período de 2017 a 2020

  Desmatamento pela mineração ilegal na Amazônia aumenta em 90% no período de 2017 a 2020 Crescimento causado por atividade clandestina foi observado entre os anos de 2017 e 2020 e, segundo Juliana Siqueira, impacta rios, vida subaquáticas e também a saúde das populações ribeirinha e indígena Jornal da USP no Ar 1ª edição / Rádio USP Um estudo desenvolvido por pesquisadores da Escola Politécnica da USP concluiu que houve um crescimento de mais

Desmatamento e seca se somam em nova temporada de fogo na Amazônia

Desmatamento e seca se somam em nova temporada de fogo na Amazônia Uma queimada de áreas recém-derrubadas pode facilmente escapar para florestas vizinhas, transformando-se em incêndio florestal. Isso é especialmente verdadeiro em anos mais secos do que o normal. Há quase 5 mil quilômetros quadrados de área, quase quatro vezes o município de São Paulo, com vegetação derrubada e seca só esperando alguém chegar com o fogo. A estação seca de 2021 na

Top