Amazônia: Discurso ‘pró-garimpo’ aumenta desmatamento, ameaça indígenas e internacionaliza floresta

  Discurso ‘pró-garimpo’ aumenta desmatamento, ameaça indígenas e internacionaliza floresta. Entrevista especial com Dário Bossi, Bruno Milanez e Luiz Jardim Wanderley Segundo os ambientalistas, a abertura do atual governo para a atividade traz consigo mais desmatamento na Amazônia, expõe comunidades originárias e ‘entrega’ recursos naturais a capital estrangeiro Por: Patricia Fachin | Edição: João Vitor Santos / IHU Que o governo de Jair Bolsonaro não é afeito à atenção e cuidado com a região amazônica não é nenhuma

Agrofloresta é alternativa de desenvolvimento na Amazônia

  Agrofloresta é alternativa de desenvolvimento na Amazônia Enquanto a matéria orgânica desmatada queima na Amazônia para dar espaço para o gado, um novo estudo mostra que sistemas agroflorestais, também conhecidos como agrofloresta, podem gerar benefícios superiores nas dimensões social, ambiental e também econômica. Os bons resultados foram obtidos na Reserva Extrativista Chico Mendes, no município de Xapuri/AC, onde o WWF-Brasil, em parceria com a Universidade Federal do Acre, EMBRAPA Acre e Secretaria

A Amazônia e o regime de chuvas e clima no Sul do Brasil

  A Amazônia e o regime de chuvas e clima no Sul do Brasil Artigo de Eduardo Luís Ruppenthal Para não ser mais uma data vaga que preenche o calendário de dias comemorativos, esse 5 de setembro não está sendo diferente dos anos anteriores: a Amazônia está em chamas*. O que mudou é a intensidade dessas chamas e a sua dimensão, impulsionadas pelo discurso, pelo apoio e política ecocida e genocida do governo

Amazônia – Queimadas na floresta alcançam número assustador

  Amazônia - Queimadas na floresta alcançam número assustador Números alarmantes de novas queimadas foram detectadas na Amazônia brasileira, aponta a Anistia Internacional. As autoridades públicas seguem omissas na proteção da terra e dos direitos humanos dos povos da floresta amazônica. Por Thiago Camara Antes do Dia da Amazônia, celebrado neste 5 de setembro, cerca de 63 mil focos de incêndios foram identificados este ano, até 31 de agosto, segundo o Instituto

Amazônia – Como o desmatamento da maior floresta tropical do mundo interfere na saúde da população?

  Amazônia - Como o desmatamento da maior floresta tropical do mundo interfere na saúde da população? Covid-19 e outras doenças chegam até nós como consequência da degradação ambiental Por Yasmim Godinho O Dia da Amazônia é celebrado em 5 de setembro por ser a data de criação da província do Amazonas, por Dom Pedro II em 1850. A data busca chamar atenção para o bioma que é a maior floresta tropical do mundo,

Queimadas em agosto confirmam que Exército fracassou na Amazônia

  Queimadas em agosto confirmam que Exército fracassou na Amazônia Nota do Observatório do Clima O Inpe divulgou nesta terça-feira (1) os dados de queimadas da Amazônia em agosto de 2020. O mês teve o segundo número mais alto de focos de calor dos últimos dez anos: 29.307, ficando apenas 5% abaixo dos 30.900 de 2019, que escandalizaram o mundo, e acima da média histórica de 26 mil focos. Mesmo essa queda precisa

Amazon Forest – Fires and deforestation are the main problems facing the forest in the opinion of 44% of Brazilians

  Amazon Forest - Fires and deforestation are the main problems facing the forest in the opinion of 44% of Brazilians A survey published last week by the Brazilian Federation of Banks (Febraban) shows that 82 percent of Brazilians are unhappy with the preservation of the Amazon Forest. Prevalent among the sentiments elicited by the current situation are sadness (24%), followed by indignation (17%), hope (17%), and fear (11%). By Daniel Mello, Agência Brasil The

Um dos principais futuros econômicos da Floresta Amazônica é o crédito de carbono

Um dos principais futuros econômicos da Floresta Amazônica é o crédito de carbono [EcoDebate] Existe a hipótese de que o mercado de crédito de carbono, em termos macroeconômicos e de longo prazo, talvez seja o único mecanismo financeiro viável para a Amazônia brasileira. As chamadas culturas sustentáveis são viáveis como empreendimentos locais em certas micro regiões, terras indígenas e Unidades de Conservação de uso sustentável. Contudo, em um contexto de amazônia

Fridays For Future organiza ações globais pela Amazônia entre esta sexta-feira, 28 e domingo, 30

  Fridays For Future organiza ações globais pela Amazônia entre esta sexta-feira, 28 e domingo, 30 Nos dias 28-30 de agosto, o Fridays For Future mobilizará ações globais pela Amazônia para que possamos exercer pressão nas responsabilidades dos políticos. As ações estão planejadas: serão online e nas ruas (de acordo com as diretrizes locais da Covid-19). As greves e mobilizações serão organizadas em mais de 20 países tais como: Áustria, Bélgica, Brasil, Bolívia,

Devastação da Amazônia já afasta investimentos externos

  Devastação da Amazônia já afasta investimentos externos Engenheiro Ambiental enfatiza destruição da Floresta Amazônica, fragilidade da fiscalização, relaxamento em exigências de proteção, ameaças à população indígena a consequente redução de investimentos externos Por Ágata Marcelo Eugenio Singer, presidente da Ramboll Brasil, subsidiária de uma das maiores consultorias ambientais do mundo, e do Conselho de Administração do Instituto Pharos, organização dedicada à defesa dos recursos naturais, salienta que a agenda ambiental torna-se decisiva para

Queimadas na Amazônia afetam a saúde de milhares de pessoas

  Queimadas na Amazônia afetam a saúde de milhares de pessoas Governo Bolsonaro incentiva o desmatamento e queimadas na Amazônia, desrespeitando compromissos climáticos Informe do Human Rights Watch Queimadas associadas ao desmatamento desenfreado estão intoxicando o ar que milhões de pessoas respiram e afetando a saúde na Amazônia brasileira, dizem o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM), o Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS) e a Human Rights Watch em relatório publicado hoje.

Queimadas e desmatamento ameaçam povos indígenas isolados

Queimadas e desmatamento ameaçam povos indígenas isolados Informe faz um alerta sobre a ameaça que desmatamento e queimadas representam à sobrevivência dos povos isolados da Bolívia, do Brasil e do Paraguai O Informe Trinacional Queimadas e Desmatamento em Territórios com Registros de Povos Indígenas em Situação de Isolamento, divulgado ontem (26), faz um alerta sobre a ameaça que essas ações representam à sobrevivência dos povos isolados da Bolívia, do Brasil e do

Queimadas no Pantanal crescem mais de 200% e batem recorde

  Queimadas no Pantanal crescem mais de 200% e batem recorde Queimadas no Pantanal: Quase metade dos focos registrados pelo Inpe neste ano no bioma foram detectados nos primeiros 20 dias de agosto Por Rita Silva e Sandra Miyashiro À medida que os dias quentes e secos avançam, o Pantanal e a Amazônia são mais pressionados pelo fogo. Nem a presença das Forças Armadas em alguns pontos dos biomas e o decreto presidencial proibindo

A Constituição Federal de 1988 e as Instituições Públicas Ambientais Municipais diante do desflorestamento na Amazônia

A Constituição Federal de 1988 e as Instituições Públicas Ambientais Municipais diante do desflorestamento na Amazônia Artigo de João de Deus Barbosa Nascimento Júnior [EcoDebate] No caso da Amazônia, muitas das propostas apresentadas até hoje, levaram, conforme definido pelo indiano Bhagwati (1979), a uma perspectiva de desenvolvimento sustentado ou do crescimento empobrecedor, para essas questões, os governos, principalmente os municipais, após a promulgação da carta magna de 1988, quando as estruturas político-institucionais

Pantanal, Cerrado e Amazônia em Chamas

  Pantanal, Cerrado e Amazônia em Chamas Artigo de Juacy da Silva [EcoDebate] Não bastassem a corrupção que continua roubando preciosos recursos que deveriam ser destinados `a saúde pública e `a presença da COVID 19 que continua infectando, trazendo sofrimento e mortes no Brasil inteiro, os Estados que integram os biomas do PANTANAL, do CERRADO e da AMAZÔNIA estão, literalmente sob uma densa camada de fumaça e fuligem, oriunda de dezenas de milhares

Criminosos ambientais empoderados, parte I – Amazônia

  Criminosos ambientais empoderados, parte I - Amazônia Dia a dia ouvimos falar de danos, em especial na Amazônia. Muitos são os conflitos agrários, de garimpos clandestinos e mais ainda, a biopirataria Artigo de Rodrigo Berté [EcoDebate] Esperava-se que com a criação da Lei Federal 9.605, a Lei dos Crimes Ambientais, em 1998, os danos ao meio ambiente causados por qualquer ação humana teriam o seu reparo garantido. Infelizmente, não é o que vem

Desmatamento na Amazônia é 66% menor em terras indígenas

  Desmatamento na Amazônia é 66% menor em terras indígenas IHU Pesquisadores constatam que, com direitos de propriedade garantidos, indígenas são eficazes na preservação da floresta, sendo a taxa de desmatamento em suas terras dois terços menor que em outras áreas da região. A reportagem é publicada por Deutsche Welle, 11-08-2020. Garantir a posse da terra às comunidades indígenas da Amazônia pode ser vital para conter o desmatamento na maior floresta tropical do mundo, constataram pesquisadores americanos. Um estudo publicado nesta

Calha Norte – o perigo do desmatamento explosivo nas florestas primárias do norte da Amazônia brasileira

  Calha Norte - o perigo do desmatamento explosivo nas florestas primárias do norte da Amazônia brasileira Artigo de Bruno Versiani [EcoDebate] A chamada calha norte, rodovia ainda não completa e não pavimentada corta o norte da floresta amazônica brasileira. Região onde ainda existem imensos blocos de floresta primária intacta, terras indígenas e unidades de conservação. Não é de importância muito relevante estrategicamente para a economia do país, pois já existem outra vias

Desmatamento na Amazônia cresce 29% em um ano, indica análise do Imazon

  Desmatamento na Amazônia cresce 29% em um ano, indica análise do Imazon Amazônia - A degradação florestal, destruição relacionada a queimadas e extração seletiva de madeira, alcançou 465% de aumento nos últimos doze meses Por Stefânia Costa Em um ano, a Amazônia perdeu 6.536 km² de floresta nativa, um aumento de 29% em comparação com o ano anterior. A análise compreende os meses entre agosto de 2019 e julho de 2020, período classificado

Alertas do DETER apontam mais de 9 mil quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia

  Alertas do DETER apontam mais de 9 mil quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Desmatamento na Amazônia - Dados de agosto de 2019 a julho de 2020 são prévia dos números oficiais, mas indicam fracasso do governo em conter o crime ambiental na floresta WWF Os alertas de desmatamento na Amazônia Legal de 1 de agosto de 2019 a 31 de julho de 2020 atingiram a marca dos 9.205 km2, o que dá

Top