Água virtual reforça importância do consumo consciente

    Cálculo revela a quantidade do recurso envolvida na produção de diversos insumos e resultados surpreendem Qual a quantidade de água que você acredita utilizar diariamente? Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), 110 litros devem ser suficientes para atender às necessidades de uma pessoa ao longo de 24 horas, mas um banho de cinco minutos já consome cerca de 60 litros de água. Entretanto, essa estimativa da ONU não considera um

A água brasileira corre para as multinacionais, artigo de Flávio José Rocha da Silva

A água brasileira corre para as multinacionais Flávio José Rocha da Silva1 [EcoDebate] A história do Brasil, não é novidade, foi forjada por uma sucessão de saques contra as nossas riquezas naturais. A lista é longa: pau-brasil, açúcar, ouro, diamantes, algodão, café, ferro, borracha, nióbio, sal, mogno, petróleo, etc. Como o que está ruim pode piorar, como diria um pessimista empedernido, eis que agora podemos acrescentar a água a esta lista. Antes

CODEMIG lança consulta pública para privatizar a água minerais, diga não!

    “Vocês estão sentados em cima de uma bela nascente de água e o mundo tem sede”, essa foi uma das frases que Maude Barlow, Presidente do Conselho dos Canadenses e conselheira da ONU disse em sua passagem por Cambuquira (MG) em 2014, para o Fórum das Águas. Na ocasião, Cambuquira recebeu o título de Cidade Azul, comprometendo-se em proteger as águas, como um direito humano e não um bem comercial. A

Verão e chuvas reacendem discussão sobre qualidade da água no litoral

    Especialista alerta para cuidados permanentes com a qualidade da água e não apenas durante a temporada     De acordo com o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), que acompanha constantemente a balneabilidade do litoral, na cidade do Rio de Janeiro, a maioria das praias estão impróprias para banho. Na região da Ilha do Governador e Sepetiba, todas as praias estão com qualidade abaixo do aceitável para banho. Apenas as regiões da Zona Oeste

Água, Energia e Alimentos, artigo de Aroldo Cangussu

    [EcoDebate] Nesses tempos de aquecimento global, esses três temas estão permanentemente presentes nas preocupações gerais. Equipes de futurólogos – engenheiros, advogados, médicos, técnicos, cientistas – trabalhando para governos e grandes empresas de alcance internacional se debruçam diuturnamente sobre os possíveis cenários mundiais e o que se pode fazer em cada um deles. A interconexão entre a água, energia e alimentos (também chamada de “stress nexus”) é a questão mais vital em

Relator da comissão especial da Câmara sobre crise hídrica vai propor soluções de rápida implementação

    Deputado Givaldo Vieira vai sugerir medidas de uso racional da água, ampliação da educação ambiental nas escolas, novo padrão de edificações e maior incentivo a agricultores que prestarem serviços ambientais O relator da comissão especial da Câmara sobre crise hídrica, deputado Givaldo Vieira (PT-ES), prevê uma crise duradoura de abastecimento de água no País e, para minimizar essa situação, pretende apresentar relatório que aponte soluções viáveis de rápida implementação e baixo

Perdas de solo e água em área de nascente estratégica para o Sistema Cantareira, por Marco Antonio Ferreira Gomes e Lauro Charlet Pereira

PERDAS DE SOLO E ÁGUA EM ÁREA DE NASCENTE ESTRATÉGICA PARA O SISTEMA CANTAREIRA Marco Antonio Ferreira Gomes1 Lauro Charlet Pereira2   INTRODUÇÃO O uso e ocupação de áreas de alta declividade favorecem, quase sempre, perdas de solo por erosão que é uma das principais responsáveis pela degradação do solo, com prejuízos à produtividade agrícola e às atividades econômicas relacionadas à agricultura. Esta erosão é causada pela energia cinética da água da chuva gerada

A Mercantilização da Água no Brasil, artigo de Flávio José Rocha da Silva

A Mercantilização da Água no Brasil Flávio José Rocha da Silva1 [EcoDebate] Recentemente o Presidente Michel Temer anunciou um programa de privatizações que inclui a Companhia Estadual de Águas e Esgotos - CEDAE – do Rio de Janeiro como uma das empresas a serem vendidas para a iniciativa privadas. É o início de um processo que vem sendo anunciado há algum tempo: a mercantilização da água através de sua privatização. Devemos nos

Podcast: Saiba mais sobre o programa Produtor de Água

    Apresentação Joana D'Arc, da Radioagência Nacional O Programa Produtor de Água, desenvolvido pela Agência Nacional de Águas (ANA), que usa o pagamento por serviços ambientais como forma de incentivar os produtores rurais a adotarem boas práticas conservacionista em ganhado destaque no país. Atualmente, são 38 projetos em execução, abrangendo cerca de 400 mil hectares, dos quais 40 mil de áreas já recuperadas. O programa s. A iniciativa convoca produtores rurais a aderirem, de

Esgoto pode virar água potável, por Paulo Afonso Mata Machado

    Quando estava cursando o mestrado em Houston, por indicação da Fundação de Ensino e Tecnologia de Alfenas, tive oportunidade de entrar, pela primeira vez, em uma estação de tratamento de esgoto. Qual não foi minha surpresa ao verificar que o efluente praticamente não tinha cor ou turbidez. Entusiasmado, perguntei o que era feito com ele. - Vai ser jogado fora – foi a resposta. Mais tarde, perguntei por que esse efluente não era

Dessalinização, ficção ou realidade? artigo de Marcus Nakagawa

    “Vale a pena tirar o sal do mar para termos mais água?” [EcoDebate] Assisti há algum tempo, já meio atrasado, a nova versão da ficção Mad Max, pois faz tempo que o filme saiu do cinema. Esta história marcou muito a minha adolescência. A violência é igualmente exagerada, o povo é mais macabro e a temática da água continua maravilhosa. Pois é, a falta de água pela falta de florestas é

Impasse entre Chesf e Ibama adia decisão sobre redução da vazão do Rio São Francisco

    A decisão sobre a redução da vazão mínima da Bacia do Rio São Francisco foi adiada para próxima segunda-feira (24) depois que uma reunião sobre o assunto terminou sem acordo ontem (17), na Agência Nacional de Águas (ANA). A redução da defluência mínima foi solicitada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) por causa da queda na geração de energia. Atualmente, o patamar mínimo autorizado nos reservatórios de Sobradinho, na

Top