Contaminação por microplásticos encontrada em fonte comum de água subterrânea, relatam pesquisadores

    Os microplásticos contaminam as águas superficiais do mundo, mas os cientistas apenas começaram a explorar sua presença em sistemas de águas subterrâneas. Um novo estudo é o primeiro a relatar microplásticos em aquíferos calcários fraturados - uma fonte de água subterrânea que responde por 25% do suprimento global de água potável. O estudo identificou as fibras de microplásticos, juntamente com uma variedade de medicamentos e contaminantes domésticos, em dois sistemas aquíferos

Estudo alerta para o esgotamento das reservas de águas subterrâneas do mundo

  Pesquisa revela que mais da metade dos fluxos de água subterrânea do mundo pode levar mais de 100 anos para responder plenamente às mudanças climáticas As gerações futuras podem enfrentar uma 'bomba-relógio' ambiental se as mudanças climáticas tiverem um efeito significativo nas reservas de águas subterrâneas essenciais do mundo. Cardiff University*     Isso está de acordo com um pesquisador da Universidade de Cardiff e uma equipe de colaboradores internacionais que, pela primeira vez, forneceram

Nos EUA, milhões de pessoas estão expostas a níveis elevados de nitrato na água potável

  Mais de 5,6 milhões de pessoas, nos EUA, estão potencialmente expostas ao nitrato na água potável em níveis que podem causar problemas de saúde, segundo um novo estudo [1]. Silent Spring Institute* Nesta primeira análise do gênero, os pesquisadores descobriram que os sistemas de água com níveis mais altos de nitrato também tendem a atender comunidades com maiores proporções de residentes hispânicos. As descobertas aumentam a crescente preocupação com a qualidade da

ONU adverte sobre o aumento dos níveis de salmoura tóxica na medida em que cresce o número de usinas de dessalinização

  As 16.000 usinas de dessalinização do mundo descarregam 142 milhões de metros cúbicos de salmoura por dia - 50% a mais que o estimado anteriormente; Chega em um ano para cobrir a Flórida sob 30,5 cm de salmoura UNU Institute for Water, Environment and Health* O número crescente de usinas de dessalinização em todo o mundo - agora quase 16.000, com capacidade concentrada no Oriente Médio e Norte da África - sacia

Reflorestamento no Camboja traz chuvas de volta para região seca por causa da perda de cobertura vegetal

Reflorestamento - Na montanha de Kulen, no Camboja, um projeto apoiado pela ONU Meio Ambiente promove a restauração de ecossistemas devastados e auxilia aldeões a encontrar meios de subsistência sustentáveis, evitando a atividade madeireira. A recuperação da mata aumentou o volume de chuvas, antes abundante, mas reduzido em anos recentes por causa da perda de cobertura vegetal. ONU Brasil Mulheres retiram ervas daninha num viveiro de mudas no topo da montanha de

A água e os tempos gondwânicos, artigo de Roberto Naime

  Dentro de visão holística e sistêmica da questão, a preservação da floresta tem aspectos que transcendem a meras questões legais, éticas ou morais     [EcoDebate] Quando ainda existia o Gondwana, o grande continente que precedeu a separação da massa sul-americana dos demais continentes do planeta, a área geográfica que engloba as regiões sudeste e sul do Brasil, já constituiu um grande deserto. Isto ocorreu na época em que a América do Sul

A morte do Prof. Ivanildo Hespanhol. Reúso da água perde um vigoroso defensor, artigo de Paulo Afonso Mata Machado

    [EcoDebate] “A prática de reúso para fins não potáveis já está consagrada em uma grande multiplicidade de países desenvolvidos e em vias de desenvolvimento. Atualmente, a proposta evoluiu para reúso potável por meio da utilização dos sistemas de distribuição existentes, eliminando os custos associados a linhas paralelas para distribuir água de reúso.” (Ivanildo Hespanhol) O Prof. Ivanildo Hespanhol estava certo. O reúso para fins não potáveis implica na construção de nova

Stress hídrico, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] "Stress hídrico" ou Estresse hídrico é o nome dado a uma situação em que a procura de recursos hídricos por habitante é maior que a capacidade de oferta ou de disponibilidade de recurso natural. É também quando uma pessoa tem menos de 1.000 m³ de água. Ou seja, quando não há água suficiente para abastecer a população, isto é, quando não existe água suficiente para satisfazer as necessidades de cada

Dessalinizar os cérebros, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] A técnica de dessalinização em pequenas unidades está espalhada pelo Semiárido Brasileiro. Marina Silva, quando ministra do Meio Ambiente do governo Lula, criou o programa “Água Doce”, exatamente utilizando essa técnica. A dessalinização é complicada porque gera de 40% a 60% de rejeitos altamente salinizados que é de difícil descarte. Uma das possibilidades utilizadas pelos técnicos brasileiros foi o reaproveitamento como alimento de plantas e animais. Em muitos lugares a

A longa seca: por que o suprimento global de água está diminuindo?

  O suprimento global de água está diminuindo, mesmo com o aumento das chuvas. O culpado? O ressecamento dos solos devido à mudança climática Universidade de Nova Gales do Sul*     Um estudo mundial descobriu um paradoxo: nossos suprimentos de água estão diminuindo ao mesmo tempo que a mudança climática está gerando chuvas mais intensas. E o culpado é o ressecamento dos solos, dizem os pesquisadores, apontando para um mundo onde condições de seca

Rio de Janeiro pode economizar R$ 156 mi em tratamento de água com investimentos em restauração florestal

  Restauração Florestal - Estudo mostra que investir no plantio de florestas reduz a quantidade de sedimentos nos rios, diminuindo os gastos da Cedae     A maior estação de tratamento de água do mundo, a ETA Guandu, no Rio de Janeiro, pode reduzir substancialmente seus gastos com investimentos em restauração florestal. Um estudo indica que plantar florestas pode resultar numa economia de R$ 156 milhões em 30 anos. A estação faz o tratamento

Reúso Potável de Água na Região Metropolitana de São Paulo e em outros Países, por Ivanildo Hespanhol e Paulo Afonso da Mata Machado

Reúso Potável de Água na Região Metropolitana de São Paulo e em outros Países Ivanildo Hespanhol, Ph.D. Professor Titular da Escola Politécnica da USP Diretor do Centro Internacional de Referência em Reúso de Água-CIRRA/IRCWR/USP e Mata Machado, Paulo Afonso da Engenheiro Civil e Sanitarista, MS in Environmental Science and Engineering 1. O cenário A Região Metropolitana de São Paulo – RMSP, se situa nas cabeceiras do rio Tietê, cuja disponibilidade hídrica é insuficiente para o abastecimento de

Top