Transição para renováveis no mercado de energia é puxada por países em desenvolvimento

  Brasil é principal motor de crescimento de renováveis na América Latina Por Cínthia Leone Os países em desenvolvimento fizeram a maioria dos investimentos em energias renováveis em 2019, atingindo 54% do total global, superando as economias desenvolvidas pelo quinto ano consecutivo. Embora a capacidade de investimento no setor tenha diminuído na China e na Índia no último ano, nos demais países pobres e de renda média subiu 17%, um valor recorde de

Energias renováveis podem suprir 57% da geração elétrica mundial em 2030

Por: Ruy Fontes – Agência #movidos Na última década, os preços competitivos das fontes de energia renováveis fizeram com que a sua capacidade mundial crescesse de forma impressionante em todo o mundo. Em 2018, elas responderam por 62% de toda a nova capacidade elétrica instalada no mundo, segundo a Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA, na sigla em inglês). As novas tecnologias energéticas e a aceleração desse crescimento poderão tornar as renováveis líderes

Energias renováveis trarão recomeço sustentável para Fukushima

Por: Ruy Fontes – Agência #movidos Governo anuncia a construção de usinas solares e eólicas em regiões afetadas pela radioatividade liberada no desastre de 2011. Março de 2011, um forte terremoto no Leste do Japão provoca um tsunami que atinge a cidade de Fukushima e sua central nuclear, causando o pior acidente radioativo desde Chernobyl. Agora, assim como a cidade ucraniana que inaugurou uma usina solar no local do seu desastre em

Brasil tem potencial técnico de energia eólica no mar de 700 GW

  O potencial técnico de geração de energia eólica do Brasil no mar é de 700 GW, segundo um estudo da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia. O documento foi elaborado após seis processos de licenciamento ambiental para a construção de usinas eólicas no mar (eólicas offshore) terem sido abertos no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), todos em fase de

Com adoção de turbinas eólicas offshore, Brasil pode se tornar ativo na corrida pela energia limpa

  Para melhorar potencial de geração de energia do País, pesquisadores têm focado em aspectos da modelagem e análise das turbinas marítima Jornal da USP A energia eólica é um dos tópicos mais estudados no ecossistema de energia renovável. Nas últimas décadas, o foco foi em vários aspectos da modelagem e análise de turbinas eólicas em terra. Especialmente no Brasil, a energia eólica tem um enorme potencial que vem sendo pesquisado em estudos

Renováveis podem reduzir em 97% o consumo de água na geração elétrica mundial

Por: Ruy Fontes – Agência #movidos Além do seu papel fundamental na descarbonização do setor elétrico mundial, as fontes de energia renováveis também ajudariam a reduzir o seu consumo de água em até 97%. É o que mostra o resultado de um estudo feito por um time de pesquisadores da Universidade de tecnologia da Lappeenranta, na Finlândia, e divulgado na revista Nature Energy. De acordo com o estudo, para produzir os mesmos

Energias solar e eólica representam o caminho mais seguro para descarbonizar o setor elétrico mundial

  Por: Ruy Fontes – Agência #movidos Um novo estudo realizado por cientistas alemães mostrou que as fontes de energia solar e eólica são a melhor solução para reduzir as emissões da geração elétrica mundial. Intitulado “Co-benefícios Ambientais e Efeitos Colaterais Desfavoráveis Para Estratégias de Descarbonização do Setor Elétrico”, o estudo foi publicado na revista Nature Communications. Segundo seus autores, essas duas fontes de energia renováveis são mais eficientes para combater o aquecimento

A mudança da Califórnia para energia solar e eólica reduziu a dependência de energia hidrelétrica e gás natural

  Os parques eólicos e solares estão surgindo em toda parte para reduzir as emissões de carbono. E essas energias renováveis também têm outro efeito importante: manter mais água no solo. Woodrow Wilson School* Um novo estudo da Nature Communications, liderado pela Universidade de Princeton, está entre os primeiros a mostrar que a energia solar e eólica não apenas melhora a resiliência à seca, mas também ajuda na sustentabilidade das águas subterrâneas. Usando a

A Europa possui recursos solares e eólicos suficientes para atender sua demanda de eletricidade inteiramente de fontes renováveis

Um novo estudo de pesquisadores do Institute for Transformative Sustainability Research (IASS), em Potsdam, mostra que muitas regiões e municípios podem atender à demanda de eletricidade usando sistemas de eletricidade baseados exclusivamente em energias renováveis. No entanto, seu desenvolvimento exacerbaria a pressão do uso da terra em torno das áreas metropolitanas e conurbações maiores. Institute for Advanced Sustainability Studies e.V. (IASS)* A eletricidade de fontes renováveis pode abastecer muitas regiões e cidades

Europa tem a capacidade eólica inexplorada suficiente para atender à demanda global de energia

    A Europa tem capacidade para produzir mais de 100 vezes a quantidade de energia que produz atualmente por meio de parques eólicos em terra, revelaram novas análises da Universidade de Sussex e da Universidade de Aarhus. University of Sussex* Numa análise de todos os locais adequados para parques eólicos em terra, o novo estudo revela que a Europa tem potencial para fornecer energia suficiente para todo o mundo até 2050. O estudo revela

Energias Solar e Eólica responderão por metade da geração mundial em 2050

Último relatório da Bloomberg New Energy Finance afirma que preços das fontes renováveis e novas tecnologias irão lapidar o futuro da matriz elétrica mundial. Por: Ruy Fontes - Redator Os preços cada vez menores das tecnologias de geração por placas solares fotovoltaicas e aerogeradores farão de suas fontes as líderes do mix elétrico mundial daqui a 30 anos. Foi o que apontaram os dados da última edição do relatório anual da empresa

Energia eólica – Continente americano instalou 11,9 GW de capacidade em 2018

  Brasil, EUA e México lideram produção de energia eólica nas Américas     O Brasil, os Estados Unidos e o México despontam como líderes na produção de energia eólica nas Américas, segundo dados recentes do Conselho Global de Energia Eólica (Global Wind Energy Council – GWEC, na sigla em inglês). Como um todo, as Américas do Norte, Sul e Central responderam por 25% do total da capacidade instalada global dessa energia em 2018. Segundo

Mudanças climáticas ameaçam a energia eólica na Índia

  Energia eólica vulnerável às mudanças climáticas na Índia - O aquecimento das águas no Oceano Índico está enfraquecendo a circulação das monções e diminuindo a velocidade do vento Por Leah Burrows * **     O aquecimento do Oceano Índico, causado pela mudança climática global, pode estar causando um lento declínio no potencial eólico na Índia, de acordo com um novo estudo da Faculdade de Engenharia e Ciências Aplicadas de Harvard John A. Paulson

Novo estudo revela uma redução generalizada nos recursos de energia eólica no hemisfério norte

  Um novo estudo enfocando a mudança nos recursos de energia eólica e a capacidade de simulação de modelos revela um declínio generalizado dos recursos de energia eólica no Hemisfério Norte. Como a mudança climática está se tornando cada vez mais preocupante, os esforços de mitigação estão sendo empreendidos pela comunidade mundial. O desenvolvimento de energia limpa e renovável é um componente importante desses esforços por sua contribuição significativa para reduzir as

Modelo de expansão das eólicas gera danos sociais e ambientais, artigo de Heitor Scalambrini Costa

    [EcoDebate] Muito tem sido dito sobre o papel das fontes renováveis de energia (solar, eólicas, hidrelétricas, biomassa) na solução para tornar a matriz energética mundial mais “limpa”, e de mitigar os impactos das mudanças climáticas globais. Todos os vários cenários sobre o futuro da energia no mundo, elaborados por entidades como a Agência Internacional de Energia (IEA, sigla em inglês), apontam para o aumento do uso das fontes renováveis. No Brasil

Produção de energia eólica no país atinge marca de 14 gigawatts (GW) de capacidade instalada

  A produção de energia eólica no Brasil atingiu a marca de 14 gigawatts (GW) de capacidade instalada. Os dados referentes à medição de setembro foram divulgados ontem (5) pela Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica) e mostram que o total da produção dessa matriz energética é equivalente a mesma capacidade instalada de Itaipu, a maior usina hidrelétrica do Brasil. No total, são 14,34 GW de capacidade instalada em 568 parques eólicos

Energia eólica em larga-escala precisará de mais territórios e causará maior impacto climático do que previsto

  Quando se trata de produção de energia, infelizmente tudo tem seu preço. Por Leah Burrows*, Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas John A. Paulson, de Harvard     Conforme o mundo inicia sua ampla transição para energias de baixo carbono, é vital compreender os prós e contras de cada uma delas e considerar os impactos ambientais da energia renovável, mesmo sendo menores que os do carvão e do gás. Em dois artigos, publicados na Environmental Research

Nos sete primeiros meses de 2018, geração de energia eólica já cresceu 17,8%

    Nos sete primeiros meses de 2018, a geração de energia elétrica proveniente de geração eólica cresceu 17,8%, informou na sexta-feira (14) a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Segundo boletim da CCEE, as usinas que utilizam os ventos como insumo para a produção de eletricidade somaram 4.470 megawatts (MW) médios entregues entre janeiro e julho, frente aos 3.793,9 MW médios gerados no mesmo período de 2017. “A representatividade eólica em

Turbinas eólicas poderiam cobrir 40% do consumo atual de eletricidade na Alemanha

    A energia eólica é um pilar importante na recuperação da política energética da Alemanha. Universität Freiburg* De acordo com o governo alemão, o recurso deve cobrir 65% das necessidades de eletricidade da Alemanha até 2030, juntamente com a energia solar, hidroelétrica e biomassa. Em um estudo recente, o Dr. Christopher Jung e o Dr. Dirk Schindlerda Universidade de Friburgo mostram que será possível cobrir 40% do consumo de eletricidade atual apenas com

O longo caminho da transição energética, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Devemos deixar o petróleo antes que ele nos deixe” Faith Birol (Economista chefe da IEA)     [EcoDebate] A edição do relatório “Renewables Global Status Report (GSR)”, de 2018, da Renewable Energy Policy Network for the 21st Century (REN21) revela o quanto falta para o mundo percorrer na transição energética. A figura acima, com dados de 2016, mostra que os combustíveis fósseis ainda dominavam a matriz energética mundial e representavam 79,5% do consumo global.

Top