Em dez anos, fontes de energias renováveis podem ser mais baratas que combustíveis fósseis, estima ONU

  ONU Segundo a ONU Meio Ambiente, 100% da energia consumida no mundo pode ser proveniente de fontes renováveis até 2050, número que chega a 20% atualmente; custos desse sistema energético podem ser mais baratos do que combustíveis fósseis em dez anos. Foto: Banco Mundial / Dana Smillie Cem por cento da energia consumida no mundo pode ser proveniente de fontes renováveis até 2050 – e os custos desse sistema energético podem ser mais

A China e a Rede Elétrica Inteligente global, renovável e UHVDC, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A energia extrassomática é a base da civilização. Toda a economia moderna depende de uma oferta confiável e segura de energia. Os combustíveis fósseis (carvão mineral, petróleo e gás) impulsionaram as Revoluções Industriais. Mas a emissão de gases de efeito estufa provoca o aquecimento global que gera enormes danos para a humanidade e a biodiversidade do Planeta. A mudança da matriz energética para fontes renováveis e de baixo carbono

BNDES aprova financiamento para 8 parques eólicos na Bahia, com capacidade geradora de 223,25 megawatts

  Complexo Eólico Serra da Babilônia terá capacidade para atender consumo de 480 mil residências. Investimento de cerca R$ 1,5 bilhão trará desenvolvimento a municípios com IDH abaixo da média nacional O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento no valor de R$ 847,9 milhões para implantação de oito parques eólicos que formam o Complexo Eólico Serra da Babilônia, na Bahia. O empréstimo representa 57% do investimento total do grupo

Brasil é o 5º país em ranking mundial de capacidade de geração eólica

  Energia Limpa - Entidade internacional especializada em energia eólica apontou acréscimo de 2.014 megawatts no parque eólico brasileiro em 2016     Com a entrada em operação de novos parques eólicos, o Brasil ficou na 5º posição no ranking mundial de expansão da capacidade instalada de geração eólica em 2016. Os dados são da Global Wind Energy Council (GWEC), entidade internacional especializada em energia eólica, que apontou acréscimo de 2.014 megawatts de energia

Potencial eólico em terra (onshore) do Brasil pode ser seis vezes maior do que o estimado

    Por Noêmia Lopes, da Agência FAPESP   Uma revisão do potencial eólico onshore (“em terra”) do Brasil, realizada em resposta ao aumento da altura das torres de geração energética, aponta que o país pode ter uma capacidade seis vezes maior de produzir energia a partir dos ventos do que o estimado no último grande levantamento nacional, o Atlas do Potencial Eólico Brasileiro, lançado em 2001. A conclusão é de um estudo do subprojeto

Brasil tem 5 mil conexões de geração de energia pelo próprio consumidor

  Energia gerada pelo sol tem ganhado mais espaço nas residências brasileiras, entre as fontes mais utilizadas está a solar, seguida da eólica     O Brasil registrou até agosto deste ano 5.040 conexões de geração de energia pelo próprio consumidor – conhecida por micro e minigeração distribuída, que totalizou potência instalada de 47.934 KW. O número é aproximadamente quatro vezes maior na comparação ao mês de setembro de 2015, quando foram computadas 1.148

A propaganda enganosa como estratégia dos ‘negócios do vento’, artigo de Heitor Scalambrini Costa

    [EcoDebate] Toda minha vida profissional foi em defesa intransigente das fontes renováveis de energia, particularmente da energia solar e eólica. Defendia e defendo o modelo de implantação descentralizado (geração próxima do local de consumo) por entender que esta concepção de geração é a que menos afeta o meio ambiente e as pessoas. Todavia em nosso país temos constatado que os “negócios do vento”, dentro da lógica mercantil, onde a energia é

Energia eólica tem média diária recorde no Sul e Nordeste do País

  Mercado da região Sul do País registrou 1.302 Megawatts no último dia 7. Recorde anterior para a região foi em junho de 2016     Com expansão acelerada, a geração eólica bate sucessivos recordes nas regiões do Brasil. Na dia 7, o submercado do Sul registrou recorde de geração eólica, atingindo 1.302 megawatts (MW) médios em um único dia. A quantidade gerada pelos ventos superou o recorde anterior para a região, de 1.289

Usinas eólicas e solares foram responsáveis por 39,6% da capacidade energética brasileira em 2015

    A capacidade total instalada de geração de energia elétrica no Brasil (centrais de serviço público e autoprodutoras) alcançou 140.858 Megawatts (MW) em 2015, aumento de 6.945 MW em relação a 2014. As centrais hidrelétricas foram responsáveis por 35,4% da capacidade brasileira, enquanto as centrais térmicas responderam por 25%. As usinas eólicas e solares foram responsáveis pelos 39,6% restantes de aumento do parque nacional, mostrando que o Brasil está a cada dia

Autorizada instalação de complexo eólico no sul do País

  Parque eólico Coxilha Negra, em Sant'ana do Livramento (RS), ocupa uma área de 12.641 hectares, com 241 aerogeradores e potência total de 482 MW     O parque eólico Coxilha Negra, um dos maiores a ser instalado no Brasil, recebeu licença de instalação (LI) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama). O empreendimento, que possui potência total de 482 MW, está localizado em Sant'ana do Livramento (RS), na fronteira do Brasil com o

Brasil é 8º no ranking mundial de geração eólica

    Em 2015, o País também registrou o primeiro lugar no ranking mundial em fator de capacidade de geração eólica, com 38% O Brasil subiu sete posições, nos últimos dois anos, no ranking mundial de geração eólica: em 2015, o País alcançou a 8º posição. Também no ano passado, o Brasil registrou o primeiro lugar no ranking mundial em fator de capacidade (relação entre produção efetiva e capacidade instalada) de geração eólica, com

Leilão de energia eólica e solar terá 1.260 projetos em dezembro

    A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) cadastrou 1.260 projetos de energia eólica e solar, totalizando 35.147 megawatts (MW), para o segundo leilão de energia de reserva, previsto para 16 de dezembro deste ano. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (8) pela EPE. São 841 projetos eólicos, totalizando 21.760 MW e 419 fotovoltaicos, equivalentes a 13.388 MW. Na modalidade eólica, a Bahia lidera no leilão, com 249 projetos, totalizando 6.380 MW, seguida

Top