Antidepressivos na água do oceano é uma possível ameaça para a vida marinha, revela estudo

  Por John Kirkland*, Portland State University Os caranguejos da costa de Oregon exibem comportamentos de risco quando expostos ao antidepressivo Prozac, tornando mais fácil para os predadores pegá-los, de acordo com um novo estudo da Universidade Estadual de Portland (PSU).     O estudo, publicado na revista Ecology and Evolution, ilustra como as concentrações de produtos farmacêuticos encontrados no meio ambiente podem representar um risco para a sobrevivência animal. Durante anos, testes de água do

Microplásticos ameaçam centenas de espécies da fauna marinha em todo o mundo

  Da Agência EFE / ABr     Centenas de espécies da fauna marinha, como peixes, moluscos e outras, estão sendo ameaças pela ingestão do lixo que se acumula no mar em forma de microplásticos, sem que até o momento se saiba a fundo suas causas e consequências. Os últimos estudos apontam que até 529 espécies selvagens já foram afetadas pelos resíduos, um risco mortal que se soma aos outros já enfrentados por dezenas

Estudo indica que o aquecimento dos oceanos, pelas mudanças climáticas, deve reduzir o tamanho dos peixes

  University of British Columbia* Espera-se que os peixes encolham em tamanho, de 20 a 30 por cento, se a temperatura do oceano continuar a subir devido a mudanças climáticas.     Um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Colúmbia Britânica fornece uma explicação mais profunda porque, com as mudanças climáticas e o aquecimento das águas, os peixes devem diminuir em tamanho. “Os peixes, como animais de sangue frio, não podem regular suas próprias

ONU divulga versão em português do documento final da Conferência dos Oceanos

  Ocorrida entre os dias 5 e 9 de junho na sede das Nações Unidas em Nova Iorque, a Conferência sobre os Oceanos contou com os principais chefes de Estado e de Governo, bem como representantes de organizações de todo o mundo que trabalham com o tema; acesse aqui o documento na íntegra. O Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) divulgou nesta quarta-feira (26) o documento final

Substituindo peixes nos oceanos por plástico; análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  Jornal da UNICAMP Uma economia ecoeficiente, com generalização da engenharia reversa, reciclagem, reutilização e refabricação, permitiria reduzir tendencialmente a zero a extração de novos recursos naturais e o descarte. Tal é o sonho do capitalismo “sustentável”, do qual a figura 1 brutalmente nos desperta. Fonte: Daniel Hoornweg, Perinaz Bhada-Tata, Chris Kennedy, “Environment: Waste production must peak this century”. Nature, 30/X/2013; Joseph Stromberg, “When will we hit peak garbage?”. Smithsonian.com 30/X/2013 http://www.smithsonianmag.com/science-nature/when-will-we-hit-peak-garbage-7074398/ O lixo

Ação e reação: descaso com oceanos gera consequências para todo planeta

  Inédita conferência da ONU realizou uma "chamada para ação" de parceiros e voluntários para promover a conservação dos oceanos; um dos desafios do Brasil é passar de 1,5% para 10% de áreas marinhas protegidas     O que inundações no Sul do Brasil, o aumento da frota de automóveis e a crescente produção de lixo têm em comum? Para os oceanos, tudo! É na porção aquática do planeta que os efeitos das ações

Acidificação dos oceanos reduzirá significativamente a diversidade de peixes

    Pesquisadores da Universidade de Adelaide demonstraram, pela primeira vez, que a acidificação dos oceanos, esperada no futuro, reduziria significativamente a diversidade de peixes. Em estudo publicado na Current Biology, os pesquisadores estudaram as interações das espécies em ambientes marinhos naturais em aberturas vulcânicas subaquáticas, onde as concentrações de CO 2 combinam com as previstas para os oceanos no final do século. Eles foram comparados com ambientes marinhos adjacentes com níveis atuais de CO 2 . “A maioria das pesquisas

A sobrepesca corporativa e a depleção dos cardumes; análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  Jornal da Unicamp Texto LUIZ MARQUES Fotos REPRODUÇÃO Edição de imagem LUIS PAULO SILVA Uma abundante literatura científica e jornalística não cessa de alertar para a atual tendência ao colapso dos cardumes [I]. De modo que, tal como ocorre com os demais aspectos das crises socioambientais em que vamos naufragando, não será razoável alegar ignorância quando esse declínio, causado pela sobrepesca corporativa, pela poluição industrial e pelo aquecimento das águas, chegar ao fim da

Dez milhões de toneladas de peixe desperdiçados a cada ano, apesar da diminuição dos estoques pesqueiros

  University of British Columbia     As frotas de pesca industrial despejam quase 10 milhões de toneladas de bons peixes de volta ao oceano a cada ano, de acordo com novas pesquisas. O estudo realizado por pesquisadores do Sea Around Us, uma iniciativa do Instituto de Oceanos e Pescas da Universidade da Colúmbia Britânica e da Universidade da Austrália Ocidental, revela que quase 10% da captura total do mundo, na última década, foi descartada

FAO alerta que oceanos serão ainda mais vitais no futuro da segurança alimentar

  Diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, José Graziano da Silva, afirmou que os oceanos serão ainda mais importantes no futuro da alimentação da população terrestre.   Foto: ONU/Milton Grant   Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque. Uma política eficiente de proteção de mares e oceanos é vital para a segurança alimentar. O diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, afirmou que os oceanos serão ainda

Ambientes marinhos e de água doce no Brasil sofrem com contaminação em larga escala por microplásticos

  Por Elton Alisson, da Agência FAPESP     Além de garrafas PET, sacolas e embalagens de alimentos, entre outros objetos, os ambientes marinhos e de água doce em todo o mundo têm sido contaminados com minúsculos detritos, conhecidos como microplásticos, com tamanho menor que 5 milímetros, como fibras e pequenos resíduos gerados pela fragmentação de grandes pedaços de plástico. Um grupo de pesquisadores do Departamento de Ciências do Mar da Universidade Federal de São

Concentração de plásticos nos oceanos é alarmante, dizem especialistas

  ONU Nessa semana, a ONU realiza a Conferência sobre os Oceanos. Coincidindo com o Dia Mundial do Meio Ambiente (5) e o Dia Mundial dos Oceanos (8), o evento promove parcerias e ações para apoiar a implementação do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 14, que trata da conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos. O Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) ouviu

Top