Aquecimento e acidificação dos oceanos podem eliminar quase todos os habitats dos recifes de coral até 2100

    O aumento da temperatura da superfície do mar e das águas ácidas pode eliminar quase todos os habitats existentes nos recifes de coral até 2100, sugerindo que os projetos de restauração nessas áreas provavelmente enfrentarão sérios desafios, de acordo com uma nova pesquisa apresentada ontem no Ocean Sciences Meeting 2020 . Por Lauren Lipuma* American Geophysical Union Os cientistas projetam que 70 a 90% dos recifes de coral desaparecerão nos próximos 20 anos

Os efeitos dos microplásticos nos organismos das zonas costeiras

  Microplásticos (partículas de plástico com menos de 5 mm) são um tipo abundante de detritos encontrados em ambientes salgados e de água doce. Em um estudo na Limnology and Oceanography Letters, os pesquisadores demonstraram a transferência de microplásticos através da cadeia alimentar entre presas microscópicas e peixes larvais que vivem em ecossistemas costeiros. Eles também descobriram que a ingestão microplástica interfere no crescimento normal das larvas de peixes. Os investigadores também analisaram

Minúsculas conchas revelam que águas da Califórnia acidificam duas vezes mais rápido que o oceano global

  Em uma pesquisa inédita, os cientistas e parceiros acadêmicos da NOAA usaram 100 anos de conchas microscópicas para mostrar que as águas costeiras da Califórnia estão se acidificando duas vezes mais rápido que a média global do oceano - com o suprimento de frutos do mar na mira. Da NOAA - National Oceanic and Atmospheric Administration* As águas costeiras da Califórnia contêm algumas das pescarias economicamente mais valiosas do país, incluindo salmão,

Estudo aponta responsabilidade de empresas petrolíferas pela acidificação dos oceanos

  Um novo estudo aponta a responsabilidade das principais companhias do mundo do setor de petróleo pela acidificação dos oceanos ao longo do último século. A análise feita pela Union of Concerned Scientists (UCS) observou as emissões de carbono geradas pelas companhias petrolíferas desde 1880 e as relacionou com a composição química do oceano, já que os mares acabam absorvendo parte dos gases de efeito estufa. Segundo os autores, 88 empresas do

Impactos do óleo nos corais brasileiros são estudados pela Rede de Pesquisas Coral Vivo

Resiliência de corais é observada em diferentes casos no laboratório do Projeto no extremo Sul da Bahia, área de maior biodiversidade marinha do Atlântico Sul Quais são os efeitos desse óleo que vem chegando à costa brasileira nos corais que ocorrem somente no Brasil? A Rede de Pesquisas Coral Vivo está realizando experimentos científicos em parceria com diferentes instituições, expondo espécies de corais em laboratório ao material coletado em praias, observando

Pedido de socorro que vem dos mares, artigo de Janaína Bumbeer

    [EcoDebate] Um novo desastre ambiental coloca o Brasil mais uma vez em sinal de alerta. As manchas de óleo que chegam às praias mostram que a vítima da vez é uma das principais fontes de renda e de alimento dos brasileiros: o oceano. São inegáveis os prejuízos ambientais, sociais e econômicos inestimáveis para toda a população. Diante do problema sem precedentes, sem exitar, brasileiros deixaram suas atividades cotidianas para depois.

Grande Barreira de Corais em rápido declínio

  Um estudo de longo prazo da cobertura de corais da Grande Barreira de Corais descobriu declínios entre 40 e 50% dos corais em grupos de ilhas costeiras durante as últimas décadas. ARC Centre of Excellence for Coral Reef Studies at James Cook University*     Cientistas do Centro de Excelência ARC para Estudos de Recifes de Corais da James Cook University (Coral CoE da JCU) dizem que os dados eram tão alarmantes que eles

Doenças infecciosas na vida marinha estão relacionadas a décadas de aquecimento do oceano

    Novas pesquisas mostram que mudanças de longo prazo em doenças de espécies oceânicas coincidem com décadas de mudanças ambientais generalizadas. Redação EcoDebate O estudo, "Increases and decreases in marine disease reports in an era of global change", foi publicado na Proceedings of Royal Society B . A compreensão das tendências oceânicas é importante para avaliar as ameaças atuais aos sistemas marinhos, e as doenças são um importante sentinela da mudança, de acordo com

A ameaça global dos oceanos: poluição, acidificação e aumento do nível dos mar

  IHU Os oceanos, que foram centrais para a evolução e sobrevivência de milhões de espécies, estão se transformando em uma ameaça global gerada, acima de tudo, pela interferência humana. Se não for reduzida a poluição de CO2 que prejudica o meio marinho, revelou a ONU no rascunho de um relatório que será discutido em Mônaco, nas próximas semanas, os oceanos não apenas representarão um enorme perigo para as pequenas nações insulares e comunidades costeiras, mas também

Recifes de coral podem não sobreviver à acidificação dos oceanos

  O estudo foi conduzido por pesquisadores do Centro de Excelência ARC de Coral Reef Studies (Coral CoE). Seus resultados sugerem que alguns corais e algas coralinas - a "cola" que mantém os recifes juntos - não podem sobreviver aos esperados oceanos mais ácidos causados pela mudança climática . ARC Centre of Excellence for Coral Reef Studies* "Os resultados validam pesquisas anteriores sobre ameaças de acidificação dos oceanos aos recifes de corais", disse

Grandes cercas de peixes usadas em mares tropicais estão causando extensos danos sociais, ecológicos e econômicos

  As cercas de peixe são um tipo comum de equipamento de pesca tradicional, construído regularmente a partir de varas de mangal e redes que abrangem centenas de metros, que são colocadas semi-permanentemente em habitats pouco profundos. Swansea University* Usando métodos ecológicos, sociais e de sensoriamento remoto, a equipe de pesquisa examinou os desembarques de cercas de peixes durante um período de 15 anos e avaliou a saúde das condições das ervas marinhas,

Mudanças Climáticas: Prevenir o colapso de ecossistemas marinhos após eventos catastróficos

    Prevenir o colapso de ecossistemas marinhos após eventos catastróficos À medida que os impactos da mudança climática aumentam, os ecossistemas provavelmente passarão por eventos que perturbarão populações inteiras. Nos ecossistemas marinhos, o aquecimento antropogênico sujeitou os organismos a temperaturas elevadas, perda de oxigênio e acidificação. O aumento da frequência e gravidade de eventos catastróficos pode inibir a capacidade de recuperação de uma população e, por sua vez, pode provocar o colapso. The American

Top
Betway Casino Roulette Image Banners
Betway Casino Roulette Image Banners