Comportamento do Consumidor: A Influência da Antropologia Cultural, artigo de José Austerliano Rodrigues

  [EcoDebate] Comportamento do consumidor tornou-se uma das áreas mais estudadas no campo de Marketing e, diante da crescente emissão de gás carbônico, consumo da água e outros problemas ecológicos, a produção e o consumo global estão se tornando, também, áreas cada vez mais urgentes de serem estudadas. Sabe-se que as inovações tecnológicas são exigidas para reduzir estes problemas ecológicos, mas a importância e papel do consumo estão recebendo muita atenção

Consumo Sustentável numa Perspectiva Econômica e de Marketing, artigo de José Austerliano Rodrigues

  [EcoDebate] A visão de consumo como sendo um produto dos processos de tomada de decisão individual tem dominado os estudos econômicos e estudos de marketing. Assim sendo, os enfoques teóricos para reduzir o consumo e seus impactos tem se limitado a motivar a mudança de comportamento individual, de um lado, e desenhar tecnologias mais eficientes e sistemas de produção mais limpos, do outro. Nesta perspectiva os indivíduos são os responsáveis

Equidade Social: Padrões de Consumo nos Hemisférios Norte e o Sul, artigo de José Austerliano Rodrigues

[EcoDebate] Se um estilo de vida é de interesse para ser sustentável, que estilo de vida é este? Existem estilos de vida que devem ser melhorados antes de serem sustentáveis? Diferentes culturas e diferentes pessoas dentro de uma cultura têm padrões de vida amplamente diferentes e a equidade social talvez seja o mais importante conceito em relação ao aspecto social de sustentabilidade. A equidade social é um objetivo principal para

Consumo e Produção Sustentável (CPS), artigo de José Austerliano Rodrigues

    [EcoDebate] Em consequência da corrida mundial de consumo, os recursos naturais estão sendo extraídos a uma taxa que é 50% mais elevada do que 30 anos atrás (World watch Institute 2010). Assim sendo, os intensivos estilos de vida consumistas e a produção exigidos para alcançar as demandas dos consumidores puxaram as emissões de CO2 para quadruplicar durante os últimos 50 anos (United Nations Development Programme, 1998). Portanto, torna-se imperativo tentar

Consumo Insustentável: Sustentabilidade de Marketing no Mercado Globalizado Pós-Coronavírus (Covid–19), por José Austerliano Rodrigues e José Rodrigues Filho

    [EcoDebate] Já foi indagado se o consumo é a mãe de todas as questões ecológicas. Recentemente, até o Papa Francisco entrou no debate político ambiental, exortando ações rápidas dos governantes mundiais para ouvir o choro da Terra e dos pobres, afirmando, ainda, que podemos muito bem estar deixando para gerações futuras os destroços, a desolação e a sujeira ou imundice. Para o Papa Francisco, os níveis de consumo, desperdícios e

Pobre Planeta: os humanos estão explorando 100 bilhões de toneladas de riqueza ao ano, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Terra! És o mais bonito dos planetas Tão te maltratando por dinheiro Tu que és a nave nossa irmã”. (O Sal da Terra, Beto Guedes)     [EcoDebate] A humanidade está retirando riqueza do Planeta a uma taxa crescente para produzir bens e serviços em benefício de um padrão elevado de consumo que beneficia um enorme número de habitantes que, desafortunadamente, devolvem esgoto, poluição e resíduos sólidos para a natureza. Esta lógica de retirar riquezas ecossistêmicos e

Consciência ambiental: maioria reconhece que atitudes individuais fazem a diferença

  Usuários do Quinto mostram que sabem o poder de cada atitude, mas o consumo consciente ainda encontra algumas resistências Por Chris Xavier Quando pensamos no enorme esforço mundial necessário para preservar o meio ambiente e reverter as alterações climáticas podemos nos sentir impotentes. Entretanto, estão ao alcance de todos atitudes que – somadas – podem resultar em uma grande transformação. Essa percepção é o ponto de partida para mudanças em direção a

O consumo supérfluo da água engarrafada é um desastre ambiental, por Henrique Cortez

  [EcoDebate] A indústria da água engarrafada é uma das atividades que mais crescem no mundo, mesmo diante de uma grande crise financeira global. O competente marketing da indústria fixou no inconsciente das pessoas o mito de que a água engarrafada é mais segura e saudável. Mas, se ignorarmos o mito, veremos que consumir água engarrafada, onde a água da rede é tratada e potável, é uma injustificável insanidade ambiental. No Brasil, é

Black Friday 2019: seis dicas para não cair em golpes ou fraudes

    A Black Friday, realizada em 29 de novembro, é a segunda principal data para o varejo nacional, fica atrás apenas do Natal. No total, a expectativa é que as lojas virtuais brasileiras recebam mais de 10 milhões de pedidos, com tíquete médio de R$ 350. As categorias historicamente mais buscadas são de informática, celulares, produtos eletrônicos, moda e acessórios e casa e decoração. Por Lorena Oliva Ramos No entanto, é importante ficar

Consertar em vez de descartar, uma aposta consciente contra o consumo incessante

    IHU “Descartá-los é melhor do que remendá-los. Quanto mais remendos, mais miseráveis, quanto mais remendos, mais miseráveis ... ”, rezava uma das orientações ensinadas às classes altas no livro Admirável Mundo Novo, escrito pelo britânico Aldous Huxley, 87 anos atrás. A reportagem é de Nicolás Hernández Gómez, publicada por El Tiempo, 06-10-2019. A tradução é do Cepat. O conteúdo desta obra pode ser lido como uma premonição da sociedade atual. No mundo de Huxley, os remendos e os consertos eram atos socialmente

Consumo consciente deve ser incentivado desde a infância

  Consumo consciente - Especialistas indicam que família e escola trabalhem o tema com as crianças     Uma pesquisa publicada no fim de 2018 pelo Instituto Akatu aponta que 76% dos 1.090 entrevistados – homens e mulheres com mais de 16 anos – não praticam o consumo consciente. Além das vantagens para a sociedade, a prática também gera economia para o bolso, especialmente ao evitar comprar desenfreadamente e reduzir o desperdício de água,

Diante da emergência climática, universidades da Europa estão banindo carne bovina de seus restaurantes

  IHU Universidade de Coimbra vai banir bife, hambúrgueres e outros produtos com carne bovina a partir de janeiro de 2020. E ela não está sozinha. A reportagem é de Luiza Belloni, publicada por Huffpost, 20-09-2019.     Uma das universidades mais antigas do mundo, a Universidade de Coimbra, em Portugal, informou recentemente que vai banir carne bovina de seus restaurantes a partir de janeiro de 2020. O anúncio foi feito pelo reitor Amílca Falcão nesta semana e não é o único. Na verdade, a universidade portuguesa segue uma tendência

Top