Colapso sistêmico global, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“O que você realiza faz a diferença e você precisa decidir que tipo de diferença deseja fazer” Jane Goodall     Colapso sistêmico global [EcoDebate] Durante todo o período do Holoceno, que começou há cerca de 12 mil anos, a humanidade se acostumou com a abundância da natureza e com a estabilidade climática. O ser humano foi se reproduzindo e se multiplicando e, ao mesmo tempo, extraindo cada vez mais materiais e energia do

Alerta mundial para o coronavírus reflete um desequilíbrio ecossistêmico, por Sucena Shkrada Resk

  Maior parte dos registros de casos, até agora, se concentra na China e em outros países asiáticos A Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu um alerta mundial sobre a propagação do coronavírus (2019-nCoV) e instituiu um comitê de emergência com renomados cientistas mundiais, desde o dia 22 de janeiro, para avaliar se o surto se tornará uma emergência de saúde pública de interesse internacional. Já há registros oficiais de mais de

Antropoceno: a Era do colapso ambiental, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

"Estamos em um carro gigante, acelerando na direção de uma parede de tijolos e todo mundo fica discutindo sobre onde cada um vai sentar" David Suzuki [EcoDebate] O Homo sapiens surgiu e se espalhou pelo mundo no período geológico do Pleistoceno, mas foi no Holoceno que floresceu a civilização e a espécie humana se tornou uma força onipresente no território global. A população mundial era de cerca de 5 milhões de

50 anos do Dia da Terra: 22 de abril de 2020, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “É triste pensar que a natureza fala e que a humanidade não a ouve” Victor Hugo (1802-1885)   [EcoDebate] O Dia da Terra, criado em dia 22 de Abril de 1970, surgiu em um momento de agravamento da questão ecológica global e a partir da iniciativa do senador norte-americano Gaylord Nelson, com a finalidade de criar uma consciência comum aos problemas da contaminação, conservação da biodiversidade e outras preocupações ambientais para proteger o

Crescimento econômico e custos ambientais: Sempre uma relação polêmica, artigo de Marcus Eduardo de Oliveira

[EcoDebate] O comentário a seguir feito pelo notável José Goldemberg, uma década e meia atrás, além de oferecer uma analogia sugestiva que facilita o entendimento de como chegamos a esse atual modelo de civilização insustentável do ponto de vista ecológico, ainda permite questionar a ideologia do crescimento econômico como um todo: “Economias vibrantes significam mais ´progresso`, empregos, melhores salários e as amenidades que o dinheiro pode comprar. Apesar de centenas

A emergência climática pode ser enfrentada por todos, ricos e pobres. Ou todos enfrentaremos um desastre em escala bíblica

  Racismo ambiental. A emergência climática pode ser enfrentada por todos, ricos e pobres. Ou todos enfrentaremos um desastre em escala bíblica. Entrevista especial com Henrique Cortez Por Patricia Fachin, IHU O fracasso da COP25 realizada em Madri no mês de dezembro não é uma novidade, apesar do crescimento de manifestações globais e da Greve Global pelo Clima, realizada em vários países em setembro deste ano. “Com exceção do Acordo de Paris, as COPs são marcadas pelos fracassos. Ao longo do tempo, a

Relatório Unidos na Ciência da ONU, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Somos a última geração que pode fazer a diferença entre a vida e a morte do Planeta” Jane Fonda [EcoDebate] A ONU preparou um relatório síntese (“Unidos na Ciência”) com as informações mais atualizadas sobre a crise ambiental, que foi divulgado durante a Cúpula de Ação Climática da ONU, ocorrida em Nova York, entre os dias 21 e 23 de setembro de 2019 e que serve também para a 25ª Conferência das

A crise ambiental global colocará 5 bilhões de pessoas em risco até 2050, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“É triste pensar que a natureza fala e que a humanidade não a ouve” Victor Hugo   [EcoDebate] Cinco bilhões de pessoas em todo o mundo – especialmente aquelas de comunidades mais pobres - deverão enfrentar, até 2050, um risco crescente de suportar tempestades costeiras, poluição da água e perdas de colheitas ligadas à crise climática causada pelo crescimento das atividades antrópicas. Artigo de Rebecca CHAPLIN-KRAMER, publicado na revista Science (10/2019), buscou entender e

Já ultrapassamos o número de habitantes que o planeta suporta. E agora? artigo de Bruno Versiani dos Anjos

    [EcoDebate] Frente às nada animadoras perspectivas ambientais e climáticas de um planeta futuro, têm sido recorrentes e inúmeros os artigos e discursos que pregam mudanças nos hábitos de consumo, mudanças em matrizes energéticas e a própria mudança no padrão de crescimento econômico do regime capitalista. Por outro lado se vislumbra justamente o contrário na prática: países superpopulosos, como Índia e China, entre outros, levando contingentes humanos da ordem de dezenas

A Terra teria déficit ambiental global mesmo sem os ricos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  [EcoDebate] A economia é um subsistema da ecologia. Desta forma, a Pegada Ecológica gerada pela economia não pode ser maior do que a biocapacidade fornecida pela ecologia. Para manter a sustentabilidade e garantir o adequado padrão de vida da humanidade, sem degradar as condições ambientais, a Pegada Ecológica, no longo prazo, não pode ser maior do que a Biocapacidade do Planeta. Assim, é insustentável manter o crescimento da produção e

Declaração de apoio dos cientistas ao movimento ‘Rebelião ou Extinção’, por José Eustáquio Diniz Alves

"Estamos em um carro gigante, acelerando na direção de uma parede de tijolos e todo mundo fica discutindo sobre onde cada um vai sentar" (David Suzuki) [EcoDebate] O mundo vive uma emergência climática e ecológica. Nunca, no Holoceno (últimos 12 mil anos), a humanidade enfrentou uma ameaça global tão significativa. E o pior é que a ameaça existencial atual é provoca pelo estilo de vida e as formas de produção e consumo predominantes

Em 30 anos, mais de metade da população mundial sofrerá as consequências de uma natureza gravemente ferida

    A natureza já não pode mais sustentar os humanos - Metade da população mundial sofrerá com a redução de benefícios naturais como a polinização e a limpeza da água nos próximos trinta anos. IHU A reportagem é de Miguel Àngel Criado, publicada por El País, 16-10-2019. Em 30 anos, mais de metade da população mundial sofrerá as consequências de uma natureza gravemente ferida. Um amplo estudo modelou o que os diferentes ecossistemas e processos

Top
Betway Casino Roulette Image Banners
Betway Casino Roulette Image Banners