Uma sociedade inerte diante do colapso climático

  Uma sociedade inerte diante do colapso climático À beira do abismo, uma sociedade inerte diante do colapso climático. Entrevista especial com Luiz Marques Professor e pesquisador avalia a situação do Brasil e faz um balanço do cenário global e nacional em relação à pauta do meio ambiente, alertando sobre o risco real cada vez mais próximo de um ponto de não retorno Por Ricardo Machado, IHU Nos últimos 40 anos, mesmo com os alertas

Dia Internacional da Mãe Terra 2021

  Dia Internacional da Mãe Terra 2021, artigo de Juacy da Silva [EcoDebate] Enquanto a humanidade imaginar que precisa dominar, destruir e degradar a natureza, em nome de um progresso, cujos frutos acabam sempre se acumulando em poucas mãos, gerando pobreza, miséria e exclusão socioeconômica e política; enquanto o consumismo e o desperdício continuarem presentes ao lado de um crescimento populacional, urbano, industrial ou pós industrial, ainda acelerado em diversos países; enquanto,

É crucial alimentar um mundo em crescimento sem destruir o planeta do qual dependemos

  É crucial alimentar um mundo em crescimento sem destruir o planeta do qual dependemos Alimentação, agricultura e o destino do planeta Terra IHU “O crucial para o nosso futuro é encontrar formas de alimentar um mundo em crescimento sem, em última instância, destruir o planeta do qual dependemos”, escreve Jonathan Foley, cientista ambiental estadunidense, especialista em sustentabilidade, em artigo publicado por Rebelión, 15-04-2021. A tradução é do Cepat. Eis o artigo. A agricultura perturbou o planeta

Não há transição ecológica sem a consciência como comunidade

  Não há transição ecológica sem a consciência como comunidade Transição ecológica. Duas palavras não bastam. Artigo de Carlo Petrini IHU "A lista é longa, mas o conceito é simples: não há transição ecológica sem a consciência, como comunidade, de que é necessária uma verdadeira transição. A tecnologia será fundamental para acompanhar este percurso, mas não nos dará todas as respostas. Se os cidadãos não sabem que projeto está por trás das palavras que lhes são apresentadas, essas palavras

A economia e a biodiversidade: relatório Dasgupta

  A economia e a biodiversidade: relatório Dasgupta, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “Estamos enfrentando uma crise global. Somos totalmente dependentes do mundo natural, que nos fornece o oxigênio a cada respiração e a comida a cada garfada. Mas estamos atualmente danificando-o tão profundamente que muitos de seus sistemas naturais estão agora à beira do colapso”. David Attenborough (p. 5) [EcoDebate] A exploração da natureza e a domesticação do mundo natural já passou dos limites. A humanidade

Serviços ecossistêmicos como alternativa na redução das desigualdades socioambientais

  Serviços ecossistêmicos como alternativa na redução das desigualdades socioambientais, artigo de Helânia Pereira da Silva Falamos de uma não governança, e não somente ambiental, mas social! Misturamos tudo e percebemos que é o retrato do Brasil! Vivenciamos há séculos e em especial, nos países pobres e em desenvolvimento o descaso com a natureza, a interferência selvagem do homem sobre os ecossistemas Por Helânia Pereira da Silva Doutora pela Universidade Federal do Ceará-UFC área: Dinâmica Territorial e

A guerra contra a Terra desembocou em uma pandemia global

  A guerra contra a Terra desembocou em uma pandemia global A origem do novo coronavírus não é um pangolim, nem um laboratório, mas uma crise ecológica provocada pelas sociedades neoliberais e sua cultura do crescimento material. IHU Um ano procurando um culpado. Durante estes 365 dias da pandemia, os dedos da humanidade apontaram para todos os tipos de causas, sem encontrar respostas, apenas estigmas e conspirações. O evidente é que as explicações para

A ecologia é a questão política, social e humana central no século XXI

  "A ecologia é a questão política, social e humana central no século XXI". Entrevista com Michael Löwy IHU Michael Löwy, intelectual de origem brasileira, professor emérito da Escola de Altos Estudos de Paris, nos anos 1970, criou a ideia de ecossocialismo, uma forma de esquerda que se opõe, por exemplo, à ideia do progressismo clássico. Defende que a humanidade deveria pensar mais na igualdade e em uma distribuição equitativa do que na geração de mais

Crises de clima, biodiversidade e poluição devem ser enfrentadas em conjunto

        Crises de clima, biodiversidade e poluição devem ser enfrentadas em conjunto - novo relatório do PNUMA   · Alcançar as metas climáticas e de biodiversidade, reduzir a poluição e atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável requer a mobilização de toda a sociedade. · Mudar as visões de mundo e colocar a natureza no centro das tomadas de decisão é a chave para alcançar uma mudança transformadora. · Os planos de recuperação da COVID-19 são

Crises sanitária e hídrica são faces da exploração do meio ambiente

  Crises sanitária e hídrica são faces da exploração do meio ambiente Tanto a covid-19 no mundo quanto o fenômeno da geosmina no Rio de Janeiro não podem ser vistos de forma dissociada Nas palavras de Alexandre Pessoa, engenheiro sanitarista e professor-pesquisador da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz (EPSJV/Fiocruz), a crise sanitária decorrente da pandemia de covid-19 e a crise hídrica são algumas das faces da crise ambiental

A população brasileira se preocupa com o meio ambiente

  A população brasileira se preocupa em relação ao meio ambiente Levantamento mostra ainda que consumidores e eleitores já fazem escolhas cada vez mais coerentes com seus valores ambientais Por Cinthia Leone, ClimaInfo Quatro em cada cinco brasileiros acham que as queimadas na Amazônia prejudicam a imagem do Brasil no exterior e 78% entendem que elas podem prejudicar também as relações comerciais com outros países. Para 77% dos brasileiros, proteger o meio ambiente é

O colapso ecológico já chegou

    “O colapso ecológico já chegou”. Entrevista com Maristella Svampa IHU No livro "El colapso ecológico ya llegó", Maristella Svampa e Enrique Viale revelam como o surgimento da pandemia desmascarou os danos causados mundialmente por um modelo de desenvolvimento hegemônico que, junto com o extrativismo e a destruição de territórios, levou a maior poluição do planeta e aumento das desigualdades sociais. O livro, publicado por Siglo XXI, questiona o capitalismo neoliberal extremo, analisa as tentativas frustradas das diferentes Cúpulas sobre Mudanças do Clima em reduzir os gases do efeito estufa e oferece uma visão geral do impacto que o

Mudanças climáticas e pandemias são ameaças globais de longo prazo

  Mudanças climáticas e pandemias são ameaças globais de longo prazo Nos últimos 15 anos, o Global Risks Report do Fórum Econômico Mundial tem alertado o mundo para o risco de pandemias. Em 2020, vimos os efeitos de ignorar a preparação e riscos de longo prazo. A pandemia do COVID-19 não só ceifou a vida a milhões de pessoas, como também aumentou as disparidades digitais, econômicas e de saúde de longa data.

O colapso socioambiental não é um evento, é o processo em curso

  O colapso socioambiental não é um evento, é o processo em curso Prezadas e prezados, Envio-lhes um artigo publicado no número inaugural da revista Rosa, escrito a convite do saudoso amigo, Ruy Fausto O colapso socioambiental não é um evento, é o processo em curso Publicado no início deste ano, ele tenta sistematizar dados e reflexões sobre: 1. Como compreender, conceitualmente, o colapso socioambiental em curso. 2. Esse processo torna-se inequívoco, em especial com a aceleração

As crises sanitária, climática e ecológica estão relacionadas

  As crises sanitária, climática e ecológica estão relacionadas O Capitaloceno e as pandemias IHU “As crises sanitária, climática e ecológica estão intimamente relacionadas e se explicam em boa medida por um sistema capitalista que gira em torno do crescimento econômico constante, em um planeta com recursos finitos, encontrando os limites de suas próprias dinâmicas”, escreve Antón Fernández Piñero, biólogo, em artigo publicado por El Salto, 21-11-2020. A tradução é do Cepat. Eis o artigo. A

O Ecocídio como possível crime internacional

  O Ecocídio como possível crime internacional IHU O advogado internacional Philippe Sands QC e a juíza internacional Florence Mumba copresidirão um painel de especialistas que trabalhará na definição jurídica de “ecocídio”, como um possível crime internacional que coexistiria com os Crimes de Guerra, o Genocídio e os Crimes Contra a Humanidade. Convocado pela Fundação Stop Ecocide, a pedido de vários parlamentares dos partidos que governam na Suécia, o painel foi iniciado com trabalhos

O Crescimento da População Mundial não é a Principal Ameaça ao Planeta

  O Crescimento da População Mundial não é a Principal Ameaça ao Planeta Artigo de Tomás Togni Tarquinio [EcoDebate] Correntes da ecologia política de países ricos voltam a considerar o crescimento exponencial da população mundial como uma ameaça à habitabilidade do planeta. A ponto de pessoas renunciarem a ter filhos como contribuição para a causa ecológica. O excesso de habitantes esteve ausente das discussões nos últimos 50 anos, desde a controvérsia entre Barry

Relatório sobre o Estado dos Serviços Climáticos de 2020

    Relatório sobre o Estado dos Serviços Climáticos de 2020 “Os chimpanzés, gorilas e orangotangos viveram milhares de anos em suas florestas, com vidas fantásticas, em entornos onde reina o equilíbrio, em espaços onde nunca lhes passou pela cabeça destruir a floresta, destruir o seu mundo. Eu diria que eles tiveram mais sucesso do que nós em relação a esta harmonia com o meio ambiente”. Jane Goodall (1934 - ) Artigo de José

Em 70 anos, consumimos mais energia do que nos 12 mil anos anteriores

  Em 70 anos, consumimos mais energia do que nos 12 mil anos anteriores IHU Os seres humanos consumiram, de 1950 até o presente (70 anos), uma quantidade de recursos energéticos (principalmente energias fósseis como o carvão e os hidrocarbonetos) superior ao que consumiram nossos antepassados no Holoceno, uma época geológica que se estende por aproximadamente 11.700 anos até a atualidade. A reportagem é de Joaquim Elcacho, publicada por La Vanguardia, 22-10-2020. A tradução é Cepat. O grande consumo de energia pelo homem

Covid-19, uma doença do Antropoceno

  Covid-19, uma doença do Antropoceno Covid-19, uma doença do Antropoceno. Artigo de Mariana Mazzucato IHU “A janela para lançar uma revolução climática – e no processo conseguir uma recuperação da Covid-19 inclusiva – está se fechando rapidamente. Devemos agir com prontidão, caso queiramos transformar o futuro do trabalho, o trânsito e o uso de energia, e tornar realidade o conceito de uma 'boa vida ecológica' para as gerações vindouras. De uma forma ou

Top