Recuperação vegetal de propriedades rurais, conforme exigências do Código Florestal, terá financiamento do BNDES

ABr Produtores rurais de todos os portes e de todas as regiões do Brasil podem utilizar, a partir de segunda-feira (21), o Canal do Desenvolvedor MPME, plataforma online que simplifica e agiliza o acesso aos recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para atendimento às exigências do Código Florestal. O gerente do Departamento de Meio Ambiente do BNDES, Márcio Macedo da Costa, acredita que, como as determinações do Código

Agroecologia e sinergia social, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] A missão da AS-PTA está centrada no combate à fome e à pobreza no meio rural brasileiro. Para o desempenho desta missão, a organização está dedicada à promoção da assistência técnica inteiramente gratuita na dimensão do desenvolvimento sustentável e da agroecologia. A AS-PTA - Agricultura Familiar e Agroecologia é uma associação de direito civil, sem fins lucrativos, que desde 1983, atua para o fortalecimento da agricultura familiar e da

Agricultura Urbana: Técnica de cultivo em palha reduz necessidade de irrigação e adubação

  ABr     Uma técnica de plantar, que diminui as necessidades de irrigação e adubação das plantas para quem tem pouco tempo para cuidar de pequenas hortas urbanas, está tendo boa receptividade em São Paulo. Trata-se da técnica do cultivo em palha, que além das vantagens acima possibilita deixar os recipientes das plantas mais leve, podendo ser deslocado facilmente. Numa oficina realizada este final de semana no Sesc Vila Mariana, na capital paulista, o

Vídeo da Embrapa Agrobiologia mostra como fazer adubo orgânico 100% vegetal

    Os adubos orgânicos, em sua maioria, utilizam esterco bovino e cama de aviário que, além de difícil obtenção e custo elevado, podem apresentar problemas de contaminação química e biológica. Mas a Embrapa Agrobiologia (Seropédica, RJ) desenvolveu uma tecnologia para produção de adubos e substratos orgânicos de origem 100% vegetal. E esta tecnologia já está ao alcance dos produtores de todas as regiões do País por meio do vídeo "Composto 100%

Visão ambiental da produção orgânica, Parte 3/3, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] As substâncias químicas dos agrotóxicos também são consideradas poluentes. Sabe-se que apenas 3% dos agrotóxicos pulverizados atingem o seu alvo e os demais permanecem como resíduos nos produtos e são levados pela deriva ou caem no solo. Produzindo eutrofização, após serem lixiviados dos solos e levados para os corpos de água. Cultivos orgânicos tendem a não produzir eutrofização dos mananciais hídricos. Eutrofização é o fenômeno ou processo no qual o

Visão ambiental da produção orgânica, Parte 2/3, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] É permitido na agricultura orgânica, o preparo convencional do solo com uso de arados e grades, desde que não seja profundo e excessivo, capaz de desestruturar o solo. A permanente cobertura do solo é essencial para a manutenção da umidade, do solo e seus nutrientes, ajudando no controle de invasoras e melhorando com o tempo as características químicas, físicas e biológicas. Medidas para conservação da área devem ser adotadas, como o

Visão ambiental da produção orgânica, Parte 1/3, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] O grande desafio da atualidade é garantir a segurança alimentar, com alimentos saudáveis sem comprometer o meio ambiente e as gerações futuras. Com as características de sustentabilidade e produtos de qualidade com certificação de origem, a agricultura orgânica se apresenta como alternativa em ampla expansão em nível mundial. Esse aumento é consequência do alto do custo da agricultura convencional, da degradação do meio ambiente e da crescente exigência dos consumidores por

Produção orgânica, reforma agrária e preservação florestal: a história do sítio A Boa Terra, Parte 3/3, artigo de Roberto Naime

artigo

    [EcoDebate] Pelo tamanho das árvores da mata no local e a densidade da ocupação pelas plantas mais baixas, se percebe que é uma mata jovem, que 35 anos antes simplesmente não existia. No entanto, a riqueza da flora e da fauna já se mostra, com muitos pássaros, insetos e sapos. Produzir água, hoje, talvez seja tão importante quanto produzir alimento. Quem vive na capital paulista sabe muito bem o que isso

‘Adubos verdes’ são opção para proteger o milho orgânico contra ervas daninhas

  Por José Tadeu Arantes | Agência FAPESP     A agricultura orgânica vem crescendo de forma expressiva no Brasil. Atendendo à expansão do consumo, a quantidade de agricultores que optaram por esse sistema de produção aumentou cerca de 51,7% entre janeiro de 2014 e janeiro de 2015, passando de 6.719 para 10.194, de acordo com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Nos últimos meses de 2015, o Cadastro Nacional de

Produção orgânica, reforma agrária e preservação florestal: a história do sítio A Boa Terra, Parte 2/3, artigo de Roberto Naime

artigo

    [EcoDebate] Em meados dos anos 1970, o grande sucesso no cultivo de flores não impedia que as pessoas estivessem atentas às transformações que o mundo vinha sofrendo. Com sensibilidade raramente cultivada entre empreendedores de sucesso, perceberam que sua acelerada prosperidade tinha consequências sociais visíveis, que implicava concentração de terras e de renda. Essa percepção tinha ressonâncias de outra discussão que surgia naquele momento, relacionando as questões econômica e ecológica. Um marco deste

Produção orgânica, reforma agrária e preservação florestal: a história do sítio A Boa Terra, Parte 1/3, artigo de Roberto Naime

artigo

    [EcoDebate] Maurício Ayer, do site Outras Palavras desenvolve didática explanação do histórico do sítio “A Boa Terra”, com produção totalmente orgânica, reforma agrária, preservação florestal e moradia para os agricultores. Como funciona o projeto agrícola alternativo do Sítio A Boa Terra. Eles ganhavam um bom dinheiro com o cultivo de flores em Holambra. “Até demais”, ironizam. Com o tempo, contudo, observaram que, enquanto concentravam terras e recursos, os moradores da região

O Brasil orgânico do século XXI, artigo de Ming Liu

    [EcoDebate] Não é novidade que hoje, no mundo e no Brasil, a demanda por produtos orgânicos está em alta. Este crescimento reflete maior conscientização do consumidor na busca por produtos cada vez mais saudáveis e menos industrializados, que no processo de produção minimize o impacto ambiental, que garanta ser seguro, bom para a saúde e que possa ser adotado em programas de prevenção para a saúde. Queremos o futuro num

Top