Fórum Mundial da Água: o gato se veste de lebre, artigo de Flávio José Rocha da Silva

    [EcoDebate] A cidade de Brasília sediará o 8º Fórum Mundial da Água entre os dias 18 e 23 de março de 2018. No site do evento podemos ler que “O Fórum Mundial da Água é o maior evento relacionado à água do mundo e é organizado pelo Conselho Mundial da Água (WWC), uma organização internacional que reúne todos os interessados ??no tema da água.” Há até mesmo uma consulta online

A transposição do Rio São Francisco e a seca no Nordeste. Entrevista com João Abner Guimarães Júnior

  IHU   A crise de abastecimento urbano no Nordeste Setentrional, embora tenha relações com os últimos períodos de seca que a região tem enfrentado há cinco anos, é explicada pela falta de integração do sistema de distribuição de água, diz João Abner à IHU On-Line, na entrevista a seguir, concedida por telefone. Segundo ele, a cobertura de abastecimento de água nas cidades do Nordeste é de 92%, em condições normais, entretanto, a crise

A questão da privatização da água na Encíclica Laudato Sí, artigo de Flávio José Rocha

    [EcoDebate] Muitos de nós raramente paramos para pensar, quando estamos bebendo um copo com água, que este liquido é essencial para nos manter vivos. Humanos podem morrer após três dias sem ingerir líquidos. A água é tão central para manter a vida no planeta que ela vem sendo a causa de guerras por milhares de anos entre sociedades que muito cedo aprenderam que a sua posse resulta em poder. Sede

Tecnologia social leva água potável e saneamento a comunidades no interior da Amazônia

  Iniciativa já chegou a 1,7 mil famílias, a maior parte ribeirinhas, nos estados do Amazonas, Acre, Amapá e Pará     Uma tecnologia social desenvolvida no Amazonas permite o acesso a água potável e a banheiro dentro de casa para mais de 1,7 mil famílias extrativistas em comunidades no interior do próprio estado e também no Acre, Amapá e Pará. A iniciativa - “Sistema de Acesso à Água Pluvial para Consumo de Comunidades

Iniciativa utiliza tecnologia de reuso de água para irrigação no Semiárido

    Passados dezesseis meses em que foi vencedor do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social 2015, o projeto Água Viva: Mulheres e o Redesenho da Vida no Semiárido do Rio Grande Norte segue firme no reuso de água nos quintais produtivos, uma alternativa que gera vida e renda para as famílias. Já são 14 sistemas de reuso instalados, com 14 mulheres beneficiadas diretamente e outras 50 de forma indireta,

Lucrativa, Sabesp quer aumentar tarifa residencial, mas continua dando desconto para grandes empresas

  A Pública obteve através da Lei de Acesso à Informação a lista de 466 empresas que têm contratos de demanda firme para abastecimento de água em São Paulo. Clientes como Volkswagen, Itaú e Nestlé pagam menos e consomem mais Por Natalia Viana, da Agência Pública   Dias depois de o presidente da Sabesp, Jerson Kelman, anunciar que busca um “pacto social” para aumentar a conta de água para a classe média, a Pública

Transposição, pensei que era uma joia rara e é simplesmente uma bijuteria! artigo de Almacks Luiz Silva

  [EcoDebate] Desde o início das obras de transposição do rio São Francisco, dividida em dois Eixos, Norte (foto 1) e Leste (foto 2), os movimentos sociais e o Comitê do São Francisco sempre foram favoráveis só ao Eixo Leste, mesmo assim, com algumas alterações básicas. O governo Lula em 2007 não aceitou o diálogo e se dizendo um socialista usou o Exército Brasileiro para intimidar e iniciar as obras que

Transposição, a hora da verdade, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Há uma certa euforia a respeito da reta final da Transposição de águas do São Francisco para o chamado Nordeste Setentrional. Elio Gaspari, na Folha de São Paulo, disse que a “Transposição de Lula é um sucesso”. É compreensível também a euforia da população receptora. Nós aqui, que somos obrigados a olhar a floresta e não só a árvore, mantemos nosso olhar crítico sobre essa obra. Em primeiro, a água

Cisternas permitem maior oferta de água potável à região do semiárido

    Obras vão garantir consumo de água, produção de alimentos e criação de pequenos animais Por Portal Brasil A Fundação Banco do Brasil (FBB) realizará investimento social de R$ 17,3 milhões para garantir o acesso à água potável a cerca de 14,3 mil pessoas prejudicadas pelos efeitos da seca no nordeste e no norte de Minas Gerais. A aplicação do recurso, anunciada na quarta-feira (22), possibilitará a implantação de 3.588 cisternas para captação e

CODEMIG lança consulta pública para privatizar a água minerais, diga não!

    “Vocês estão sentados em cima de uma bela nascente de água e o mundo tem sede”, essa foi uma das frases que Maude Barlow, Presidente do Conselho dos Canadenses e conselheira da ONU disse em sua passagem por Cambuquira (MG) em 2014, para o Fórum das Águas. Na ocasião, Cambuquira recebeu o título de Cidade Azul, comprometendo-se em proteger as águas, como um direito humano e não um bem comercial. A

Grandes obras: impacto e retratos da desigualdade do acesso à água no Semiárido brasileiro. Entrevista com João Suassuna

  Há décadas, os efeitos da seca no Semiárido brasileiro têm sido pauta no debate de ações governamentais que objetivam sanar os efeitos da escassez de água para a população que vive na região. Neste contexto, a açudagem, irrigação e perfuração de poços são algumas das obras que costumeiramente são promessas de resolução do problema nos tantos municípios que compõem o Semiárido. Além destas, há ainda a transposição do Rio São Francisco cujas

Dessalinização, ficção ou realidade? artigo de Marcus Nakagawa

    “Vale a pena tirar o sal do mar para termos mais água?” [EcoDebate] Assisti há algum tempo, já meio atrasado, a nova versão da ficção Mad Max, pois faz tempo que o filme saiu do cinema. Esta história marcou muito a minha adolescência. A violência é igualmente exagerada, o povo é mais macabro e a temática da água continua maravilhosa. Pois é, a falta de água pela falta de florestas é

Top