Má qualidade da água, o direito do consumidor e as responsabilidades do Estado e das concessionárias, artigo de Ruslan Stuchi

    [EcoDebate] Nas últimas duas semanas, a água fornecida pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para alguns dos municípios do Grande ABC, especificamente nas cidades de São Bernardo do Campo, Diadema e Santo André, tem chegado às torneiras com tonalidade amarelada. Em alguns casos, a água tem espessura barrenta e com odor forte. Situação que tem atingido outras regiões do Estado. De acordo com a concessionária, o

Dessalinizador solar de baixo custo é alternativa de água potável no semiárido

  Dessalinizador solar de baixo custo é alternativa de água potável no semiárido Um dessalinizador solar de baixo custo de implantação e manutenção, com capacidade para produzir água potável sem uso de eletricidade e livre de produtos químicos, é alternativa para famílias do semiárido da Paraíba, que enfrentam longas estiagens e sofrem com escassez de água de boa qualidade. O modelo já atendeu a cerca de 300 famílias e está disponível em um banco

A Água é um negócio ou um direito? artigo de Marcus Nakagawa

A Água é um negócio ou um direito? artigo de Marcus Nakagawa [EcoDebate] Temos muitas razões para lembrar da importância do Dia Mundial da Água, instituído pela ONU em 22 de março de 1992. Algumas delas, como a quantidade de água potável no planeta ou a porcentagem de água do corpo do ser humano, são dados que acabamos aprendendo na escola, porém, muitas vezes esquecemos ou não ligamos. Mas quando falta

ONU adverte sobre o aumento dos níveis de salmoura tóxica na medida em que cresce o número de usinas de dessalinização

  As 16.000 usinas de dessalinização do mundo descarregam 142 milhões de metros cúbicos de salmoura por dia - 50% a mais que o estimado anteriormente; Chega em um ano para cobrir a Flórida sob 30,5 cm de salmoura UNU Institute for Water, Environment and Health* O número crescente de usinas de dessalinização em todo o mundo - agora quase 16.000, com capacidade concentrada no Oriente Médio e Norte da África - sacia

Dessalinizar os cérebros, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] A técnica de dessalinização em pequenas unidades está espalhada pelo Semiárido Brasileiro. Marina Silva, quando ministra do Meio Ambiente do governo Lula, criou o programa “Água Doce”, exatamente utilizando essa técnica. A dessalinização é complicada porque gera de 40% a 60% de rejeitos altamente salinizados que é de difícil descarte. Uma das possibilidades utilizadas pelos técnicos brasileiros foi o reaproveitamento como alimento de plantas e animais. Em muitos lugares a

A água no Brasil e o mito da abundância

  A água no Brasil e o mito da abundância Garantir o acesso à água de qualidade a todos os brasileiros é um dos principais desafios para os próximos gestores do país. ABr Culturalmente tratado como um bem infinito, a água é um dos recursos naturais que mais tem dado sinais de que não subsistirá por muito tempo às intervenções humanas no meio ambiente e às mudanças do clima. Em várias regiões do país, já

As águas brasileiras correm para o Neoliberalismo, artigo de Flávio José Rocha da Silva

As águas brasileiras correm para o Neoliberalismo Flávio José Rocha da Silva1 [EcoDebate] O Neoliberalismo é um pensamento econômico também chamado por alguns teóricos de globalização ou mundialização da economia. Elaborado na cidade de Chicago pelo austríaco Friedrich Hayek e pelo estadunidense Milton Friedman, se espalhou para várias partes do mundo. Sua ideia principal é que tudo pode ser resolvido pelo mercado que, acreditam os seus formuladores, pode se autoregular. Teve como

Terra Indígena Lagoa da Encantada, do povo Jenipapo Kanindé: Uma guerra de baixa intensidade em defesa da água

  Por Renato Santana, Ascom/Cimi | Jornal Porantim 403, março de 2018     A Pecém Agroindustrial S.A é uma das empresas do Grupo Ypióca. Localizada em Aquiraz, município situado a 32 km de Fortaleza (CE), a empresa produz papel e papelão; assim como no caso da cachaça, carro chefe do grupo desde o século XIX, a água é a matéria-prima na produção de 70 toneladas por dia em bobinas de papel. Alegando prejuízo

Eventos internacionais evidenciam interesses e contradições dos discursos de acesso à água e de preservação dos mananciais

  Revista Radis, Número 188, Maio 2018  (Foto: Sylvain Liechti / ONU) Essência da vida no planeta, recurso natural indispensável. Direito humano ou mercadoria do futuro. Acesso à água, preservação dos mananciais. Disputas que têm a água no centro das questões. Dois eventos paralelos, manifestações e documentos globais mostraram que é preciso construir uma ponte sobre o fosso entre os que veem a água como insumo e fonte de riqueza e os que a

Água: A luta em defesa do direito

  Água: A luta em defesa do direito Revista Radis, Número 188, Maio 2018 Cerca de dois quilômetros em linha reta separavam os participantes do Fórum Alternativo Mundial da Água (Fama 2018) do 8º Fórum Mundial das Águas (FMA), realizados simultaneamente em Brasília. Se, geograficamente, a distância entre esses dois pontos era pequena, no campo das ideias havia um abismo estabelecido pela resposta a uma pergunta: Afinal, de quem é a água? De

Água é democracia; entrevista com Renato di Nicola

    Revista Radis, Número 188, Maio 2018 Para o italiano Renato Di Nicola, do European Water Movement e do Foro Italiano Movimento Acqua, quem controla a água, também nos controla. Contrário à privatização, ele considera que por trás da luta pela água há uma disputa por visões de mundo. “Eles olham a água e veem dinheiro. E quando privatizam a água ou qualquer outro serviço, nos privam de decidir”. Um dos coordenadores

Mundo pelo avesso: É preciso lutar para não morrer de sede nas margens dos rios

  Mundo pelo avesso: É preciso lutar para não morrer de sede nas margens dos rios Por Fernanda Cruz - Asacom “Ninguém vai morrer de sede nas margens do rio Arrojado. E ninguém também não pode morrer de sede nas margens de rio nenhum. A sociedade tem que lutar pela vida. E a luta pela água é essa”, afirma Jamilton Magalhães, conhecido como Carreirinha, da Associação de Fundo e Fecho de Pasto de

A militante do Movimento dos Atingidos por Barragens Andreia Neiva fala dos conflitos pela água em Correntina, oeste da Bahia

  Por André Antunes - EPSJV/Fiocruz A cidade de Correntina, no oeste da Bahia, ganhou as manchetes dos jornais no final do ano passado, depois que mais de 10 mil pessoas – cerca de um terço da população do município – saíram às ruas para protestar contra o uso da água de rios para irrigação de grandes propriedades rurais da região. O protesto aconteceu nove dias depois que um grupo de mil

FAMA 2018: a água tem direitos e é bem comum, artigo de Gilvander Moreira

FAMA 2018: a água tem direitos e é bem comum Gilvander Moreira1     [EcoDebate] Em Brasília, de 17 a 22 de março de 2018, aconteceu o Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA) como contraponto ao fórum das corporações – Fórum Mundial da Água. O FAMA teve a participação de sete mil militantes defensoras/es da irmã água, de 35 países, de todos os continentes, articulados em 450 organizações nacionais e internacionais. Nas oficinas, rodas

Uso da água cresceu seis vezes no último século; duas vezes mais rápido do que população mundial

    Uso da água cresceu seis vezes no último século; duas vezes mais rápido do que população mundial ONU Segundo diretor-geral da FAO, dois-terços dos habitantes do planeta vivem sob escassez severa de água em alguns períodos do ano; conferência em Brasília debate falta d’água como fator para migração.     O uso global da água aumentou seis vezes no último século, o dobro do índice de crescimento populacional. Estes dados foram apresentados pela Organização das Nações

Fórum Alternativo Mundial da Água – FAMA 2018: Água é direito, não mercadoria

  Fórum Alternativo Mundial da Água - FAMA 2018: Água é direito, não mercadoria Por Guilherme Weimann*, na Carta Capital / FAMA 2018 Há um embate em curso no planeta entre a mercantilização dos recursos hídricos e a garantia de seu uso público e universal Neste momento, de crise do capitalismo, a água está no centro de uma grande disputa mundial. De um lado, temos uma estratégia de apropriação desse recurso por grandes corporações

FAO alerta que a escassez de água e as secas recorrentes podem gerar migrações em diversos países

  Da Agência Brasil* Estudos da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) mostram que a escassez de água e as secas recorrentes podem gerar fluxos migratórios. O estresse hídrico e a redução da produção agrícola estão levando a movimentos populacionais em diversos países, já que as populações saem em busca de melhores condições de vida. Um exemplo é a Somália, com 2,7 milhões de pessoas vivendo em situação de emergência,

Unesco destaca que 90% da população depende de recursos hídricos transfronteiriços

    ABr Diferentes discursos de representantes e chefes de Estado e autoridades ligadas a organismos internacionais chamaram a atenção, na abertura do 8º Fórum Mundial da Água, para a relação entre a falta de acesso à água e problemas como fome e de conflitos regionais. Em seu discurso, a diretora-geral da Unesco, Audrey Azoulay, reiterou o compromisso da ONU em trabalhar com os pequenos países em desenvolvimento para proteger seus lençóis freáticos. Ela

PGR defende que água seja oficializada como direito humano fundamental

  Raquel Dodge falou sobre proposta em palestra a universitários de Brasília; medida deve ser apresentada no 8º Fórum Mundial da Água Foto: Leonardo Prado/Secom/PGR Em palestra a estudantes universitários, realizada na manhã de quarta-feira (14), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu a inclusão da água como direito humano fundamental no ordenamento jurídico nacional. Ela adiantou que essa proposta será apresentada, na próxima semana, durante o 8º Fórum Mundial da Água, no

Videocast: Pesquisador da Fiocruz Pernambuco, André Costa comenta a ameaça de privatização da água

    Videocast: Pesquisador da Fiocruz Pernambuco, André Costa comenta a ameaça de privatização da água Pesquisador da Fiocruz Pernambuco, André Costa comenta a ameaça de privatização da água e os desafios para o cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 6 da Agenda 2030. Meta da ONU é alcançar o acesso universal e equitativo à água potável e segura para todos até 2030. Água para todos amanhã Em 2018, o Brasil recebe o 8º Fórum Mundial

Top