Aquecimento global acelerará o ciclo da água sobre as regiões globais de monção

  A região das monções globais, que se estende ao norte e ao sul a partir do equador da Terra, sustenta quase dois terços da população mundial. É caracterizada por chuvas de monção abundantes, um contraste distinto de estação seca e úmida e, portanto, um ciclo de água ativo. Institute of Atmospheric Physics, Chinese Academy of Sciences* O aquecimento global aceleraria o ciclo da água em toda a região global das monções terrestres,

As mudanças climáticas são mais rápidas do que os animais conseguem se adaptar

  As mudanças climáticas podem ameaçar as espécies e as extinções podem afetar a saúde dos ecossistemas.   Parus Major - Foto: Bernard Castelein   Forschungsverbund Berlin* É de vital importância avaliar em que grau os animais podem responder às mudanças nas condições ambientais - por exemplo, mudando o tempo de reprodução - e se essas mudanças permitem a persistência de populações a longo prazo. Para responder a essas perguntas, uma equipe internacional de 64 pesquisadores, liderada

Sem mais demora, precisamos tomar medidas urgentes para combater as mudanças climáticas e seus impactos

  Como os níveis de gases de efeito estufa continuam a subir, a mudança climática está ocorrendo muito mais rapidamente do que o previsto, e seus efeitos são evidentes em todo o mundo. A temperatura média global para 2018 foi de aproximadamente 1 ° C acima da linha de base pré-industrial, e os últimos quatro anos foram os mais quentes já registrados. Os níveis do mar continuam a subir a um ritmo acelerado. United

Mudanças climáticas intensificam a seca de verão em partes dos EUA, aponta estudo

    A mudança climática está amplificando a intensidade e a probabilidade de ondas de calor durante secas severas nas planícies do sul e sudoeste dos Estados Unidos, de acordo com um novo estudo realizado por um pesquisador da Universidade de Arkansas. University of Arkansas* Linyin Cheng, professor assistente de geociências, usou dados do Modelo de Sistema Comunitário de Terra do Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica para estudar as secas de verão que ocorreram

Chega de fake news sobre o clima. ‘O aquecimento global é de origem antrópica’, afirma a carta, assinada por 250 cientistas italianos

    Como já defendido pela ONU, 250 cientistas confirmam a origem humana das mudanças climáticas. Não é uma fake news Chega de fake news sobre o clima. "O aquecimento global é de origem antrópica", afirma a carta, já assinada por 250 cientistas italianos, endereçada aos mais altos cargos do Estado, porque é urgente e fundamental enfrentar e resolver o problema das mudanças climáticas. É necessário agir rapidamente para reduzir drasticamente as emissões

Pesquisa revela uma chance considerável de um Oceano Ártico sem gelo nos limites do aquecimento global estipulados no Acordo de Paris

    Cientistas da Coreia do Sul, Austrália e EUA usaram resultados de modelos climáticos e uma nova abordagem estatística para calcular a probabilidade de o gelo marinho do Ártico desaparecer em diferentes níveis de aquecimento Institute for Basic Science (IBS)* Uma pesquisa publicada na edição desta semana da revista Nature Communications revela uma chance considerável de um Oceano Ártico sem gelo nos limites do aquecimento global estipulados no Acordo de Paris. Cientistas da

Mudanças climáticas ameaçam progresso nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

  Quatro anos após a adoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), o mundo alcançou progressos, mas desafios monumentais permanecem, aponta relatório das Nações Unidas. ONU Bloco de gelo derrete na Antártica. Foto: ONU/Eskinder Debebe Os impactos das mudanças climáticas e a crescente desigualdade entre e dentro dos países estão minando o progresso na agenda de desenvolvimento sustentável, ameaçando reverter muitos dos ganhos alcançados ao longo das últimas décadas que melhoraram as vidas das

Estudo mostra que o reflorestamento seria o método mais eficaz para combater as mudanças climáticas

  Cerca de 0,9 bilhão de hectares de terra em todo o mundo seriam adequados para o reflorestamento, o que poderia capturar dois terços das emissões de carbono produzidas pelo homem. O Crowther Lab da ETH Zurich publicou um estudo na revista Science , que mostra que este seria o método mais eficaz para combater a mudança climática. O reflorestamento seria o método mais eficaz para combater as mudanças climáticas . (Imagem: Vershinin-M / iStock) O Laboratório Crowther

Mudanças Climáticas: Há regiões na Índia onde poderá ser impossível sobreviver, mostra estudo do MIT

    Algumas áreas da Índia poderão ficar inabitáveis dentro de alguns anos, dizem investigadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT). Os cientistas preveem que, num cenário de aumento das temperaturas médias globais de 4,5 graus, regiões da Índia não serão seguras para a sobrevivência humana. RTP/EBC As ondas de calor tornaram-se realidade incontestável na vida dos indianos. Em 2018, 5 mil pessoas morreram vítimas das 484 ondas de calor oficiais por todo o país,

Meta climática do Acordo de Paris não será atingida sem mudar a infraestrutura de energia

Se as usinas elétricas, caldeiras, fornalhas, veículos e outras infraestruturas de energia não forem marcadas para aposentadoria antecipada, o mundo não conseguirá atingir a meta de estabilização climática de 1,5 grau Celsius estabelecida pelo Acordo de Paris, mas ainda pode atingir a meta de 2 graus Celsius, diz o mais recente da colaboração em curso entre Steven Davis, da Universidade da Califórnia em Irvine, e Ken Caldeira, da Carnegie.     Carnegie Institution

Onda de calor excepcionalmente intensa estabeleceu novos recordes de temperatura na Europa

    World Meteorological Organization (WMO) Uma onda de calor extraordinariamente precoce e excepcionalmente intensa estabeleceu novos recordes de temperatura na Europa e assegurou que o mês de junho foi o mais quente já registrado no continente, com a temperatura média 2 ° C acima do normal. As altas temperaturas representam uma grande ameaça à saúde das pessoas, à agricultura e ao meio ambiente, mas os relatórios iniciais indicaram que as advertências precoces da

Aquecimento global deve levar a perdas mundiais de produtividade equivalentes a 80 milhões de empregos

  Aumento no estresse térmico relacionado às mudanças climáticas deve trazer perda de produtividade equivalente a 80 milhões de empregos De acordo com o relatório, a expectativa é de que o setor mais afetado seja o da agricultura, que atualmente emprega 940 milhões de pessoas em todo o mundo. Estimativa é de que aquecimento global resulte em aumento no estresse térmico relacionado ao trabalho, prejudicando produtividade e causando perdas econômicas e de emprego;

Top