Ondas de calor aceleram o degelo do permafrost do Ártico

  Ondas de calor aceleram o degelo do permafrost do Ártico Na região mais setentrional da Terra, o permafrost ártico está derretendo em ritmo acelerado. Por mais de uma década, uma equipe internacional de pesquisadores da ETH Zurich, da Universidade do Alasca Fairbanks e do Centro Aeroespacial Alemão observaram marcas topográficas – grandes depressões conhecidas como “quedas de degelo retrogressivas”. As quedas ocorrem quando camadas de solo permanentemente congeladas (permafrost rico em gelo)

Descongelamento do permafrost está moldando o clima global

  Descongelamento do permafrost está moldando o clima global Uma nova publicação e um mapa interativo resumem o estado atual do conhecimento sobre os riscos representados pelos solos do permafrost – e pedem uma ação decisiva Como as mudanças climáticas estão afetando os solos permanentemente congelados do Ártico? Quais serão as consequências para o clima global, seres humanos e ecossistemas? E o que pode ser feito para impedir isso? Por Alfred Wegener Institute*, Helmholtz

Mudança climática afeta a biodiversidade e os ecossistemas

  Mudança climática afeta a biodiversidade e os ecossistemas Para vários ecossistemas, os impactos das mudanças climáticas são um estresse adicional e até mesmo um fardo mortal, dependendo do nível de aquecimento global Ecossistemas saudáveis e rica biodiversidade sustentam a sobrevivência humana. Eles fornecem inúmeros serviços que tornam nossa Terra um lugar habitável. No entanto, as mudanças climáticas e o aumento de eventos climáticos extremos estão impactando a natureza de forma drástica e

Mudança climática recua as florestas boreais mais para o norte

  Mudança climática recua as florestas boreais mais para o norte Novas pesquisas da Northern Arizona University mostram que o aumento das temperaturas está fazendo com que as florestas mais frias da Terra se desloquem para o norte, levantando preocupações sobre a biodiversidade, um aumento do risco de incêndios florestais e impactos crescentes das mudanças climáticas nas comunidades do norte. Northern Arizona University* Logan Berner, professor assistente de pesquisa na Escola de Informática, Computação

Mudança climática acelera a erosão costeira do Ártico

  Foto: AWI/P.Overduin Mudança climática acelera a erosão costeira do Ártico A erosão está destruindo as costas do Ártico. O aquecimento do solo, provocando rupturas e quedas, pode pôr em perigo importantes infraestruturas e ameaçar a segurança das populações locais. Além disso, esses processos liberam no oceano o carbono armazenado nos solos, o que pode alterar o papel do Oceano Ártico como um importante depósito de carbono e gases de efeito estufa. Eles também

Descongelamento do permafrost pode acelerar o aquecimento global

  Descongelamento do permafrost pode acelerar o aquecimento global O degelo do permafrost no Ártico pode estar emitindo gases de efeito estufa de estoques de carbono anteriormente não contabilizados, alimentando o aquecimento global. Esse é o resultado de um estudo conduzido por uma equipe de geólogos liderada pela professora Dra. Janet Rethemeyer do Instituto de Geologia e Mineralogia da Universidade de Colônia, juntamente com colegas da Universidade de Hamburgo e do Centro Helmholtz

Degelo do permafrost acelera a erosão costeira no Ártico

  Degelo do permafrost acelera a erosão costeira no Ártico Pesquisadores do permafrost analisam os fatores de mudanças rápidas nas costas do Ártico e as implicações para os seres humanos e o meio ambiente Alfred-Wegener-Institute / Helmholtz Center for Polar and Marine Research (AWI)* As costas do Ártico são caracterizadas por gelo marinho, permafrost e gelo terrestre. Isso os torna particularmente vulneráveis aos efeitos das mudanças climáticas, que já estão acelerando a rápida erosão

Mudança climática afetará 321 das maiores bacias hidrográficas do mundo

  Mudança climática afetará 321 das maiores bacias hidrográficas do mundo Revelando riscos ecológicos das mudanças climáticas nas bacias hidrográficas globais O aumento das temperaturas globais afetará as principais bacias hidrográficas de forma diferente ao redor do mundo, com os rios da América do Sul, África do Sul e Austrália entre os que correm maior risco de mudanças ecológicas extremas, concluiu um novo estudo liderado pela UCL. Pela University College London Pela primeira vez, pesquisadores

Ultrapassar pontos de não retorno aumentaria impactos econômicos da mudança climática

  Ultrapassar pontos de não retorno aumentaria impactos econômicos da mudança climática O risco de ultrapassagem de pontos de não retorno no sistema climático - os chamados tipping points - poderia aumentar em cerca de 25% o custo econômico dos danos causados pela mudança climática em comparação com projeções anteriores. A estimativa reflete o cenário principal de um estudo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences . Instituto ClimaInfo Pontos de não

Degelo do permafrost libera gases de efeito estufa do subsolo

  Degelo do permafrost libera gases de efeito estufa do subsolo Após onda de calor de 2020, as concentrações de metano no ar da Sibéria apontam para a emissão de gás do calcário Rheinische Friedrich-Wilhelms-Universität Bonn* Quais os efeitos da onda de calor do verão de 2020 na Sibéria? Em um estudo conduzido pela Universidade de Bonn, geólogos compararam a distribuição espacial e temporal das concentrações de metano no ar do norte da Sibéria

Degelo do permafrost ameaça a infraestrutura do Alasca

    Degelo do permafrost ameaça a infraestrutura do Alasca Estradas, pontes, oleodutos e outros tipos de infraestrutura no Alasca e em outras partes do Ártico irão se deteriorar mais rápido do que o esperado devido a uma falha dos planejadores em contabilizar o impacto das estruturas no permafrost adjacente, de acordo com pesquisa do Instituto Geofísico Fairbanks da Universidade do Alasca. Os pesquisadores dizem que os planejadores devem levar em consideração as repercussões

Degradação do permafrost já afeta fatores hidrológicos do platô tibetano

  Degradação do permafrost já afeta fatores hidrológicos platô tibetano Nos últimos anos, o aquecimento climático acelerou significativamente a degradação global do permafrost. Afetados pela degradação do permafrost, os processos de abastecimento, escoamento e descarga de água mudaram significativamente na Área de Origem do Rio Amarelo (SAYR) no nordeste do Platô Qinghai-Tibete. A produção de água no SAYR é muito importante para a estabilidade dos recursos hídricos e a integridade do ecossistema regional.

Feedbacks de carbono do permafrost ameaçam as metas climáticas globais

  Feedbacks de carbono do permafrost ameaçam as metas climáticas globais “O aquecimento do Ártico representa um dos maiores riscos ao nosso clima, mas ainda não foi adequadamente incorporado às projeções e políticas climáticas existentes” Desde que foi assinado pela primeira vez, há mais de cinco anos, o Acordo de Paris estabeleceu o padrão para o esforço global para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, com mais de 70 países assumindo

Top