Estudo revela que 80% de diabéticos apresentam indícios de comprometimento cardiovascular

    Desinformação e relação superficial com médicos contribuem para índice de comprometimento cardiovascular em diabéticos ABr Um estudo realizado pelo EndoDebate em parceria com a Revista Saúde, mostrou que 80% das pessoas com diabetes tipo 2 apresentam indícios de comprometimento cardiovascular. Mais da metade (52%) indicam pelo menos dois destes sintomas: tontura, dores no peito e nas pernas, falta de ar e palpitações. Intitulado “Quando o Diabetes Toca o Coração”, o estudo foi lançado

Evidência de relação entre defeitos congênitos e atividade de poços de petróleo e gás

  Maior prevalência de defeitos cardíacos congênitos em áreas com alta intensidade de atividade de poços de petróleo e gás University of Colorado*, Anschutz Medical Campus     Mães que vivem perto de atividades mais intensas de desenvolvimento de petróleo e gás têm uma chance 40-70% maior de ter filhos com defeitos cardíacos congênitos (CHDs) em comparação com aqueles que vivem em áreas de atividade menos intensa, de acordo com um novo estudo de pesquisadores

Entrevista – Endocrinologista brasileira alerta sobre os riscos da obesidade na infância e adolescência

    FAO avalia a obesidade como uma pandemia mundial e constatação é um dos desafios para o cumprimento de alguns Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, da ONU Por Sucena Shkrada Resk* A roupagem da malnutrição se dá de diferentes formas: não só pela fome/subnutrição, mas também pela obesidade, e um contingente expressivo de pessoas não faz esta associação. O relatório anual “O Estado da Segurança Alimentar e Nutricional no Mundo - 2019”, lançado pela

Estudo aponta aumento dos casos de câncer na população entre 20 e 49 anos

    Dados podem servir para indicar políticas públicas a serem adotadas ABr O aumento dos casos de câncer na população entre 20 e 49 anos, de 1997 a 2016 chamou a atenção de especialistas. Nesse período, a incidência por ano do câncer da glândula tireóide registrou uma elevação de 8,8%, o de próstata 5,2% e o de cólon e reto 3,4%. Os dados fazem parte do estudo elaborado pelo Observatório de Oncologia, que

O inconsciente existe, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Uma pessoa inteligente, com a vida bem estruturada, pode ter de repente uma crise de pânico que nem imagina como surgiu. O sofrimento psíquico é mais “democrático” do que se imagina, nenhuma condição social está imune a ele. Se uma pessoa está estressada pelo desemprego ou deprimida pelo luto todos entendem, mas como pode acontecer que quem não tem problemas aparentes ter crises de ansiedade ou mesmo de depressão? A

Saiba quais são os cuidados com os idosos na época mais fria do ano

    Por Gabriela de Oliveira Mesmo com o nosso clima tropical, o inverno exige atenção em decorrência das temperaturas mais baixas, já que é comum o aparecimento de doenças, principalmente as respiratórias. No entanto, entre os idosos o cuidado deve ser redobrado. O Dr. Paulo Camiz, clínico geral e geriatra, professor colaborador de Clínica Geral no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em São Paulo, explica

Adolescentes mais pobres estão mais obesos, mas ainda desnutridos, indica pesquisa da Fiocruz

  Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil   A investigação é a primeira no Brasil que observa fatores socioeconômicos associados a desnutrição e obesidade. Mesmo obesos, adolescentes brasileiros ainda possuem traços de desnutrição, conforme mostra um estudo publicado na edição mais recente da revista PLOS One, uma das mais renomadas na área de saúde do mundo. Os pesquisadores encontraram a presença das duas condições especialmente nos estudantes de escola pública, que ainda apresentaram um aumento

Substâncias presentes nas comidas prejudicam a absorção de fármacos

  Alimentos interferem no tratamento medicamentoso Por Carolina Fioratti, Rádio USP /Agência USP     Alguns alimentos, quando ingeridos durante tratamento com determinados medicamentos, podem oferecer riscos à efetividade do fármaco e à saúde do paciente. Moacyr Luiz Aizenstein, professor do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP, explica que tal interferência está diretamente ligada à absorção do remédio, já que há substâncias em certas comidas que prejudicam esse processo. Para evitar tais riscos, deve-se tomar

Poluição e Saúde: Má qualidade do ar aumenta risco de infartos e AVCs no inverno

  No inverno, pessoas acima de 65 anos são mais suscetíveis a contrair doenças que podem gerar complicações Por Laura Alegre - Jornal da USP no Ar, Rádio USP Com a chegada do inverno, a exposição a baixas temperaturas pode representar riscos inclusive a indivíduos saudáveis. Se não estiverem bem agasalhados, há chances de o organismo entrar em hipotermia, condição em que não se consegue manter o próprio corpo aquecido. Para quem tem

Compostos derivados de plantas exercem efeitos melhoradores na memória e ajudam a reduzir a ansiedade, revela estudo da Unifesp

    Pesquisa demonstra evidências inéditas de compostos ansiolíticos que não causam prejuízos na memória A rotina corrida e as pressões do dia a dia causam estresse, desgaste mental e comumente são causas para distúrbios de ansiedade e até mesmo lapsos de memória. Tais transtornos podem gerar um alto prejuízo social, profissional e também complicações nos relacionamentos interpessoais de forma geral. Diante dessa realidade, pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) estão descobrindo

Como os remédios psiquiátricos agem no organismo junto com outras medicações, artigo de Mario Louzã

    [EcoDebate] Uma pesquisa feita em todo o país pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), por meio do Instituto Datafolha, apontou que entre pessoas que tomaram algum medicamento nos últimos seis meses, 47% fez isso sem prescrição médica pelo menos uma vez por mês, sendo que em um quarto destes casos, amigos, vizinhos e parentes foram os principais influenciadores na hora da decisão. Dentre os 77% que confessaram que se automedicam,

Microplásticos: microscópicos e invasivos, artigo de Sucena Shkrada Resk

  Nós comemos e respiramos microplásticos diariamente. Mesmo parecendo absurdo, isto já é comprovado cientificamente e revela os bastidores da relação de produção, consumo e descarte. Apesar de minúsculos e microscópicos, estes fragmentos menores que cinco milímetros são muito mais impactantes do que possamos imaginar, pois são encontrados em abundância no planeta, devido principalmente ao despejo inadvertido de resíduos no meio ambiente terrestre, em água doce e nos oceanos e por

Top