O ‘aquecimento global’ significa que está aquecendo em todos os lugares? por Caitlyn Kennedy

  Não, o "aquecimento global" significa que a temperatura média anual da Terra está aumentando, mas não necessariamente em todos os locais durante todas as estações do mundo. É como suas notas. Se em um semestre você obtiver todos os Bs e Cs, e no próximo você obter todos os As e Cs, sua média de notas aumentará, mesmo que você não tenha melhorado em todas as classes. É assim que acontece com a temperatura próxima da superfície da

Cientistas revelam perda substancial de água nas bacias sem acesso ao mar (Bacias Endorréicas)

  Juntamente com o aquecimento do clima e a intensificação das atividades humanas, o recente armazenamento de água nas bacias sem acesso ao mar (Bacias Endorréicas) do mundo sofreu um declínio generalizado. Um novo estudo revela que esse declínio agravou o estresse hídrico local e causou potencial aumento do nível do mar. Kansas State University* O estudo, "Recent Global Decline in Endorheic Basin Water Storage", foi realizado por uma equipe de cientistas de seis

Modelos climáticos atuais subestimam o aquecimento causado por aerossóis de carbono negro

  Carbono Negro - Nova descoberta da lei de absorção de luz ajuda cientistas do clima a construir melhores modelos Universidade Washington em St. Louis*     Fuligem é expelida de motores a diesel, ascende de fornalhas queimando estrume e madeira e é lançada de chaminés das refinarias de petróleo. De acordo com pesquisa recente, a poluição do ar, incluindo a fuligem, está ligada à doenças cardíacas, alguns tipos de câncer e, nos Estados Unidos,

Aquecimento Global – Nações devem triplicar esforços para atingir meta de 2 °C, conclui revisão anual de emissões globais

  Aquecimento Global Ainda é possível manter o aquecimento global abaixo de 2 ° C, mas a viabilidade técnica de atingir 1,5 ° C está diminuindo. As emissões globais de CO 2 aumentaram em 2017, após um período de três anos de estabilização. Se o hiato de emissões não for fechado até 2030, é extremamente improvável que a meta de temperatura de 2 ° C ainda possa ser alcançada.     As emissões globais

Cientistas identificam o mecanismo de desaceleração do aquecimento global no início dos anos 2000

  O aquecimento global nunca parou nos últimos cem anos Institute of Atmospheric Physics, Chinese Academy of Sciences* O aquecimento global tem sido atribuído ao aumento persistente dos gases de efeito estufa atmosféricos (GEEs), especialmente em CO 2 , desde 1870, o início da Revolução Industrial. No entanto, a tendência ascendente na temperatura média global da superfície (GMST) diminuiu ou até mesmo parou durante a primeira década do século XXI, embora os níveis

Mamíferos não evoluem rápido o bastante para escapar da atual crise de extinção

  Os humanos estão exterminando espécies animais tão rapidamente que a evolução não consegue acompanhar o ritmo. Um novo estudo mostra que, a menos que os esforços de preservação sejam reforçados, um número tão grande de espécies de mamíferos se extinguirá durante os próximos 50 anos que a natureza precisará de 3 a 5 milhões de anos para se recuperar Universidade de Aarhus* Nós humanos estamos exterminando espécies animais e vegetais tão rapidamente

Significados de meio ambiente, artigo de Roberto Naime

    Significados de meio ambiente [EcoDebate] A conceituação mais simples é que meio ambiente é tudo que nos cerca, seres animados e inanimados. Não deixa de estar certo. Só que estão muito simplificadas e muito simplórias as respostas. A literatura técnica e a própria legislação brasileira através de suas leis e resoluções de órgãos como o Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA) tem definições mais amplas para esta concepção. Meio ambiente é o conjunto

A ciência da sustentabilidade – Poderá um caminho unificado para o desenvolvimento e a preservação nos levar a um futuro melhor?

  Sustentabilidade - São os humanos capazes de conduzir o crescimento econômico, atender à crescente demanda por comida, energia e água e fazer significativo progresso ambiental?   A resposta curta é ‘sim’, mas seguida de vários grandes ‘ses’. Uma nova pesquisa indica que podemos colocar o mundo em um caminho para a sustentabilidade se fizermos mudanças significativas dentro dos próximos 10 anos. Universidade do Colorado em Boulder*     A cidade americana de Louisville, no Kentucky, EUA,

Estudo revela que a disponibilidade de nitrogênio para as plantas está diminuindo com o aquecimento do clima

  Disponibilidade de nitrogênio - A maioria dos ecossistemas terrestres, como florestas e terras que não foram tratadas com fertilizantes, estão se tornando mais oligotróficos University of Maryland Center for Environmental Science*     Pesquisadores descobriram que as mudanças globais, incluindo o aquecimento das temperaturas e aumento dos níveis de dióxido de carbono na atmosfera, estão causando uma diminuição na disponibilidade de um nutriente fundamental para as plantas terrestres. Isso pode afetar a capacidade das

Alimentar 10 bilhões de pessoas até 2050 dentro dos limites planetários pode ser alcançável

  Alimentar 10 bilhões requer uma mudança global em direção a dietas saudáveis e mais baseadas em vegetais, reduzindo à metade a perda de alimentos e o desperdício, dizem os pesquisadores. Stockholm Resilience Centre*, Stockholm University     Uma mudança global em direção a dietas saudáveis e mais baseadas em vegetais, reduzindo pela metade a perda e o desperdício de alimentos, e melhorando as práticas agrícolas e tecnologias são necessárias para alimentar 10 bilhões de

Energia eólica em larga-escala precisará de mais territórios e causará maior impacto climático do que previsto

  Quando se trata de produção de energia, infelizmente tudo tem seu preço. Por Leah Burrows*, Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas John A. Paulson, de Harvard     Conforme o mundo inicia sua ampla transição para energias de baixo carbono, é vital compreender os prós e contras de cada uma delas e considerar os impactos ambientais da energia renovável, mesmo sendo menores que os do carvão e do gás. Em dois artigos, publicados na Environmental Research

Quantificar os impactos evolutivos dos humanos na biosfera é mais difícil do que parece

  Nova pesquisa levanta problemas metodológicos na avaliação dos impactos do homem na evolução McGill University*     Os distúrbios humanos no ambiente estão provocando mudanças evolutivas em animais e plantas? Um novo estudo conduzido por pesquisadores da McGill descobriu que, em média, os distúrbios humanos não parecem acelerar o processo de seleção natural. Embora a descoberta possa parecer reconfortante, esse padrão inesperado pode refletir o número limitado de espécies para as quais há dados

Top