Novo estudo organiza ‘uma montanha’ de evidências sobre os efeitos da poluição do ar na saúde das crianças

Um novo estudo conduzido por pesquisadores organiza as evidências científicas disponíveis sobre os efeitos da poluição do ar na saúde das crianças.     O artigo publicado na revista Environmental Research é a primeira revisão abrangente das associações entre vários poluentes da combustão de combustíveis fósseis e vários efeitos sobre a saúde em crianças, no contexto da avaliação dos benefícios da poluição do ar e das políticas de mudanças climáticas. Os pesquisadores dizem que

A longa seca: por que o suprimento global de água está diminuindo?

  O suprimento global de água está diminuindo, mesmo com o aumento das chuvas. O culpado? O ressecamento dos solos devido à mudança climática Universidade de Nova Gales do Sul*     Um estudo mundial descobriu um paradoxo: nossos suprimentos de água estão diminuindo ao mesmo tempo que a mudança climática está gerando chuvas mais intensas. E o culpado é o ressecamento dos solos, dizem os pesquisadores, apontando para um mundo onde condições de seca

Pesquisa identifica áreas para restaurar a Mata Atlântica com custo-benefício oito vezes maior

  Mata Atlântica - Estudo publicado na revista Nature Ecology & Evolution apresenta algoritmo inédito que combina conservação da biodiversidade, mitigação de mudanças climáticas e redução de custos Por Kellen Leal Uma pesquisa inédita desenvolveu um algoritmo capaz de identificar as áreas prioritárias da Mata Atlântica a serem restauradas combinando três fatores essenciais: conservação da biodiversidade, mitigação de mudanças climáticas e redução de custos. A equipe liderada pelo professor da Pontifícia Universidade Católica

Patrimônio e entorno ambiental, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] O patrimônio resultante de ambiente construído influencia o meio ambiente natural e a ocorrência oposta também é verdadeira. Ocorre uma interação permanente e biunívoca neste caso como bem observa Werno Herckert em fundamentado artigo sobre este tema. Há interação constante entre a riqueza da célula social e a natureza mesmo que isto seja pouco observável. Existe interesse em dissecar as consequências dessa interação. A elevação da dinâmica do capital pode

Cientistas chamam a atenção para o lento progresso rumo às metas de biodiversidade das Nações Unidas

  Cientistas dos Estados Unidos e do Brasil alertam que o atual progresso global em direção às metas de sustentabilidade da ONU não é rápido o bastante para evitar a crise da biodiversidade Equipe elogia o amplo empenho, mas pede participação mais abrangente para melhor proteger os ecossistemas marinhos do mundo todo Academia de Ciências da Califórnia*     Cientistas dos Estados Unidos e do Brasil alertam que o atual progresso global em direção às metas

Pesticidas expostos pelo degelo do Alasca apresentam risco de câncer

  Crianças no Alasca, cuja dieta inclui muitos peixes de rios alimentados pela Cordilheira Oriental do Alasca, podem ter um elevado risco de câncer a longo prazo por causa de inseticidas, incluindo o DDT, expostos pelo degelo. Mesmo com níveis baixos de pesticidas organoclorados (OCPs) no degelo glacial, o risco de câncer para jovens e adultos que contam com o peixe como alimento básico em sua dieta está acima do limite máximo

Emissões globais de dióxido de carbono (CO2) aumentam mesmo com a diminuição do carvão e o aumento das energias renováveis

  Emissões globais de dióxido de carbono aumentaram pelo segundo ano consecutivo, impulsionadas pelo crescente consumo de energia Escola de Ciências da Terra, Energia e Meio Ambiente de Stanford (Stanford Earth)* As emissões globais de dióxido de carbono se encaminham para aumentar pelo segundo ano consecutivo, principalmente devido ao crescente consumo de energia, de acordo com novas estimativas do Projeto Carbono Global, uma iniciativa liderada pelo cientista Rob Jackson, da Universidade Stanford. As novas

Frangos de corte modernos são uma característica definidora do Antropoceno

  Antropoceno - Consumo de frangos sinaliza nova época geológica de acordo com pesquisa liderada pela Universidade de Leicester University of Leicester*     Frangos de corte modernos são uma característica definidora do Antropoceno, de acordo com uma nova pesquisa feita pelo Dr. Carys Bennett e colegas da Universidade de Leicester, em conjunto com a Nottingham Trent University, a Universidade de Nottingham e a North West University, África do Sul. O Antropoceno é a nova época

As emissões globais de combustíveis fósseis batem recorde em 2018, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  "O fato é que as emissões só cairão consistentemente com uma mudança completa no modelo de produção e consumo e o decrescimento demoeconômico".   [EcoDebate] O Acordo de Paris, assinado em 2015, em seu ponto principal, trata do esforço para reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE). Entre 2014 e 2016 as emissões mundiais ficaram estagnadas e parecia que tinham alcançado um pico para, em seguida, começar um processo de

Degelo do permafrost coloca a infraestrutura do Ártico em risco

  Setenta por cento da infraestrutura atual no Ártico tem um alto potencial para ser afetada pelo derretimento do permafrost nos próximos 30 anos. Mesmo cumprir as metas de mudança climática do Acordo de Paris não reduzirá substancialmente os impactos projetados, de acordo com um novo estudo publicado na Nature Communications. University of Alaska Fairbanks*     "Muito mais precisa ser feito para preparar o Alasca para as conseqüências adversas das mudanças no permafrost e no

Mudanças climáticas ameaçam a energia eólica na Índia

  Energia eólica vulnerável às mudanças climáticas na Índia - O aquecimento das águas no Oceano Índico está enfraquecendo a circulação das monções e diminuindo a velocidade do vento Por Leah Burrows * **     O aquecimento do Oceano Índico, causado pela mudança climática global, pode estar causando um lento declínio no potencial eólico na Índia, de acordo com um novo estudo da Faculdade de Engenharia e Ciências Aplicadas de Harvard John A. Paulson

Em 2050, quase 10 bilhões de pessoas viverão no planeta. Podemos produzir alimentos suficientes de forma sustentável?

  Transformando nosso sistema alimentar para garantir um futuro sustentável Em 2050, o mundo terá quase 10 bilhões de pessoas. Será impossível alimentar todos sem exacerbar a pobreza, acelerar o desmatamento e aumentar as emissões de GEE, a menos que comecemos a fazer mudanças substanciais em nosso sistema alimentar agora. Esta questão é abordada em um novo relatório, Creating a Sustainable Food Future , publicado em 5 de dezembro na série Relatório

Top