Ramos da ecologia, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] As apropriações realizadas pelas ciências ecológicas podem ser divididas em várias áreas. As três principais consideradas são a autoecologia, a sinecologia e demoecologia. A especialização da ecologia nestes três grandes ramos de abordagem foi feita pelo botânico Carl Schroter no começo do século passado. A autoecologia estuda as espécies a partir de suas relações com o meio ambiente. Determina como cada espécie animal ou vegetal reage diante de circunstâncias impostas

O CNPq e a ciência no Brasil, artigo de Mauro Bertotti

    [Jornal da USP] O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) é o maior fomentador da pesquisa nacional em todas as áreas do conhecimento. As atividades de pesquisa são desenvolvidas tipicamente em laboratórios ou salas de estudo, via de regra por alunos de graduação e pós-graduação, sob orientação de um professor. Muitos alunos trabalham à noite, nos fins de semana e em feriados porque gostam do que fazem, são

Cientistas rebatem decisões do governo tomadas sem sustentação factual ou científica

  Em meio a ataques, Coalizão Ciência e Sociedade usa ciência para contrapor visão socioambiental do governo Por Ivanir Ferreira, Jornal da USP m um movimento crescente de união da comunidade científica brasileira, em meio aos ataques recebidos, pesquisadores constituíram o grupo Coalizão Ciência e Sociedade. O objetivo é oferecer informações e subsidiar políticas com embasamento científico, a fim de permitir discussões sobre tomadas de decisões e rebater colocações de gestores do governo

Conselho da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC lança manifesto em defesa do INPE

    “Críticas sem fundamento a uma instituição científica, que atua há cerca de 60 anos e com amplo reconhecimento no País e no exterior, são ofensivas, inaceitáveis e lesivas ao conhecimento científico”, afirma a entidade em manifesto produzido durante a 71ª Reunião Anual da SBPC MANIFESTO DO CONSELHO DA SBPC EM DEFESA DO INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS (INPE) O Conselho da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC, em reunião

Gestão do Conhecimento: Conceitos e Importância! por Andreia de Bem Machado e Lauro Charlet Pereira

  GESTÃO DO CONHECIMENTO: CONCEITOS E IMPORTÂNCIA! Andreia de Bem Machado1 Lauro Charlet Pereira2 [EcoDebate] O conhecimento pode ser compreendido segundo diferentes naturezas, formas e modos. Pode ser entendido como um processo de construção conceitual que se dá individual e coletivamente expresso em teorias, princípios, conteúdos, atitudes, comportamentos, artes e artefatos (CATAPAN, 2001). Pode ser visto sob o ângulo regulamentar, em que é concebido e externalizado como algo que pode ser registrado, trabalhado e

Sobre o tal ‘marxismo científico’; análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  Jornal da UNICAMP TEXTO LUIZ MARQUES FOTOS WILSON DIAS | AGÊNCIA BRASIL EDIÇÃO DE IMAGEM LUIS PAULO SILVA Uma das bandeiras mais aguerridas do bolsonarismo é o combate ao “marxismo cultural”, o que não deixa de ser duplamente intrigante, porque o rebanho de Bolsonaro nunca leu Marx e, obviamente, não faz a menor ideia do que seja cultura. Na realidade, ninguém sabe muito bem o que é esse bicho-papão que os assombra. Segundo o verbete

‘Sem ciência o futuro está completamente comprometido’, entrevista com Fernanda Sobral, conselheira da SBPC

Impacto dos cortes orçamentários para a pesquisa brasileira A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em articulação com outras entidades científicas e acadêmicas nacionais, realizou essa semana manifestações em várias cidades do país contra os cortes orçamentários para as áreas de educação e ciência e tecnologia anunciados pelo governo federal. A agenda incluiu um ato no Congresso Nacional em Brasília em que foi lançada a ‘Iniciativa de C&T no Parlamento’,

O zero é uma das maiores invenções da humanidade, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“E se eu quiser falar com Deus Tenho que me aventurar Eu tenho que subir aos céus Sem cordas prá segurar Tenho que dizer adeus Dar as costas, caminhar Decidido, pela estrada Que ao findar vai dar em nada Nada, nada, nada, nada Nada, nada, nada, nada Nada, nada, nada, nada Do que eu pensava encontrar!” Se Eu Quiser Falar Com Deus, Gilberto Gil   O zero é uma das maiores invenções da humanidade     [EcoDebate] O zero é uma das maiores invenções da humanidade, equivalente

A ciência versus Bolsonaro; análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  A ciência versus Bolsonaro Mais importante ainda que a humilhação infligida a Bolsonaro pelo American Museum of Natural History de Nova York, é a mobilização da comunidade científica brasileira, tratada na segunda parte do artigo. A "Carta de Sobral", elaborada pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), e aqui transcrita na íntegra, é um documento histórico que marca um ponto de virada na resistência da sociedade e da Universidade ao

Religião x Ciência: o falso dilema continua, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    Religião x Ciência [EcoDebate] Copérnico era um cônego católico polonês, mas foi quem provou cientificamente que a Terra gira ao redor do Sol e não o Sol ao redor da Terra. É o heliocentrismo, tese publicada em 1543. Foi abominado por Lutero e católicos, mas a verdade científica triunfou. Galileu Galilei, o primeiro a fazer uso sistemático do telescópio, comprovou Copérnico, mas teve que abjurar de sua afirmação científica para não ser

2019 terá mais de 30 chuvas de meteoros visíveis da Terra

  2019 terá chuvas de meteoros em todos os meses. É o que garante o pesquisador do Observatório Nacional Marcelo De Cicco, que acompanhou o levantamento do fenômeno que acontecerá até o final deste ano. No mês de janeiro não há atividades de chuvas relevantes para o Hemisfério Sul, com exceção de Ursae Minorids, para os moradores do Norte de nosso país, dia 18. A partir de fevereiro, a Centaurids terá

Patrimônio e entorno ambiental, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] O patrimônio resultante de ambiente construído influencia o meio ambiente natural e a ocorrência oposta também é verdadeira. Ocorre uma interação permanente e biunívoca neste caso como bem observa Werno Herckert em fundamentado artigo sobre este tema. Há interação constante entre a riqueza da célula social e a natureza mesmo que isto seja pouco observável. Existe interesse em dissecar as consequências dessa interação. A elevação da dinâmica do capital pode

Top