Novo estudo organiza ‘uma montanha’ de evidências sobre os efeitos da poluição do ar na saúde das crianças

Um novo estudo conduzido por pesquisadores organiza as evidências científicas disponíveis sobre os efeitos da poluição do ar na saúde das crianças.

 

poluição do ar

 

O artigo publicado na revista Environmental Research é a primeira revisão abrangente das associações entre vários poluentes da combustão de combustíveis fósseis e vários efeitos sobre a saúde em crianças, no contexto da avaliação dos benefícios da poluição do ar e das políticas de mudanças climáticas.

Os pesquisadores dizem que seu objetivo é expandir os tipos de resultados de saúde usados nos cálculos da saúde e dos benefícios econômicos da implementação de políticas de ar limpo e mudanças climáticas que são limitadas aos efeitos da poluição do ar em mortes prematuras e outros resultados em adultos. O novo artigo agrega pesquisas sobre os resultados, incluindo desfechos adversos de nascimento, problemas cognitivos e comportamentais e incidência de asma.

“As políticas para reduzir as emissões de combustíveis fósseis têm um duplo objetivo, reduzir a poluição do ar e mitigar as mudanças climáticas, com benefícios econômicos e de saúde combinados consideráveis”, diz a autora Frederica Perera , PhD, diretora do CCCEH e professora de Ciências da Saúde Ambiental . “No entanto, porque apenas alguns resultados adversos em crianças foram considerados, os formuladores de políticas e o público ainda não viram a extensão dos benefícios potenciais das políticas de ar limpo e mudança climática, particularmente para crianças.”

Os pesquisadores revisaram 205 estudos revisados por pares publicados entre 1º de janeiro de 2000 e 30 de abril de 2018, que forneceram informações sobre a relação entre a concentração de exposições a poluentes do ar e os desfechos de saúde. Os estudos referem-se a subprodutos da combustão de combustíveis, incluindo poluentes atmosféricos tóxicos, como material particulado (PM2.5), hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (PAH) e dióxido de nitrogênio (NO2). Uma tabela fornece informações sobre o risco de resultados de saúde para exposição por estudo, abrangendo pesquisas em seis continentes.

“Há uma extensa evidência sobre os muitos danos da poluição do ar na saúde das crianças”, diz Perera. “Nosso trabalho apresenta essas descobertas de maneira conveniente para apoiar políticas de ar limpo e mudanças climáticas que protejam a saúde das crianças.”

A Organização Mundial de Saúde estimou que mais de 40% da carga de doenças relacionadas ao meio ambiente e cerca de 90% da carga da mudança climática são suportadas por crianças menores de cinco anos, embora essa faixa etária constitua apenas 10% da população mundial.

Os impactos diretos sobre a saúde em crianças da poluição do ar proveniente da combustão de combustíveis fósseis incluem desfechos adversos no nascimento, comprometimento do desenvolvimento cognitivo e comportamental, doenças respiratórias e, potencialmente, câncer infantil. Como um dos principais impulsionadores da mudança climática, a combustão de combustível fóssil também está, direta e indiretamente, contribuindo para doenças, ferimentos, morte e saúde mental prejudicada em crianças através de eventos de calor mais freqüentes e severos, inundações costeiras e interiores, secas, incêndios florestais. tempestades intensas, propagação de vetores de doenças infecciosas, aumento da insegurança alimentar e maior instabilidade social e política. Espera-se que esses impactos se agravem no futuro.

Referência:

Towards a Fuller Assessment of Benefits to Children’s Health of Reducing Air Pollution and Mitigating Climate Change Due to Fossil Fuel Combustion
F.Perera, A.Ashrafi, P.Kinney, D.Mills
Environmental Research
DOI https://doi.org/10.1016/j.envres.2018.12.016

 

* Fonte: Columbia Center for Children’s Environmental Health (CCCEH)
** Tradução e edição de Henrique Cortez, EcoDebate.

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 21/12/2018

"Novo estudo organiza ‘uma montanha’ de evidências sobre os efeitos da poluição do ar na saúde das crianças," in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 21/12/2018, https://www.ecodebate.com.br/2018/12/21/novo-estudo-organiza-uma-montanha-de-evidencias-sobre-os-efeitos-da-poluicao-do-ar-na-saude-das-criancas/.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Deixe uma resposta

Top