Fundo Socioambiental (FSA) da Caixa Econômica Federal tem recursos para proteção de nascentes

O Fundo Socioambiental (FSA) da Caixa Econômica Federal tem R$ 4 milhões para apoiar projetos de instituições públicas e privadas, destinados à recuperação de nascentes e de matas ciliares em bacias hidrográficas que servem ao abastecimento humano. As instituições sem fins lucrativos registradas no Cadastro Nacional de Entidades Ambientalistas (Cnea), com projetos nessas áreas, que precisarem de apoio financeiro, têm até o dia 5 de agosto para se inscrever, de acordo

Agroecologia: Agricultores na região de mananciais do município de São Paulo começam a adotar práticas agrícolas sustentáveis

Os cerca de 400 agricultores da capital paulista terão de adotar práticas conservacionistas Uma revolução silenciosa começa a tomar corpo na região de mananciais do município de São Paulo, no extremo da zona sul. Esta revolução passa necessariamente pela agricultura e pode se tornar uma alternativa efetiva para preservar o meio ambiente e a água consumida pelos 19 milhões de habitantes da Grande São Paulo. Números surpreendentes se escondem nas fronteiras do

A situação crítica do Rio dos Sinos. Entrevista com Henrique Prieto, Roberto Naime e Jackson Müller

Desde o episódio que vitimou milhares de toneladas de peixes todo ano, principalmente próximo ao verão, o Rio dos Sinos vive uma nova tragédia. Localizado na região do Vale do Sinos, no Rio Grande do Sul, o rio compreende 32 municípios que representam 35% do PIB do estado. “Não consigo entender porque uma bacia tão pujante é desconsiderada nesse cenário e tão abandonada pela fiscalização e pelas medidas de saneamento”,

CSN: Derramamento de carvão e minério de ferro no Rio Paraíba do Sul está controlado

O presidente da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), Wagner Victer, garantiu ontem (29) que não há mais nenhum risco de contaminação ou falta de abastecimento de água na região sul fluminense em função de um vazamento da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) na manhã do último sábado (27). O derramamento de carvão e minério de ferro, no Rio Paraíba do Sul, ocorreu pela Estação de Tratamento de Efluentes do

Prefeitura de Cotia-SP quer construir aterro sanitário em área de mananciais

Moradores de Cotia, na Grande São Paulo, querem impedir a prefeitura de construir um novo aterro sanitário em área de mananciais, a cinco quilômetros de um dos reservatórios do Sistema Alto Cotia da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e próxima a bolsões residenciais. Vizinhos colheram 12 mil assinaturas e entraram com uma representação no Ministério Público Estadual (MPE), que analisa o caso. O terreno de 278

Em nome da ‘governabilidade’ matam-se os rios de Salvador, artigo de Almacks Luiz Silva

[EcoDebate] Se você for usar um dia para visitar as igrejas (católicas) de Salvador, precisarão exatamente um ano, 365 dias para visitar todas elas. E mais ou menos seria este mesmo ritual para conhecer os pequenos Rios que chegavam à Baia de Todos os Santos, uma das maiores do mundo. Pelo Plano Nacional de Recursos Hídricos, a Bahia está inserida em duas regiões hidrográficas: a do Atlântico Leste e a do

Rio Salitre (Bacia do São Francisco), artigo de Almacks Luiz Silva

Foto do Rio Salitre morto após um dos 35 barramentos. [EcoDebate] O Rio Salitre que fica localizado na porção norte da Bahia e nasce na localidade conhecida como “Boca da Madeira” em plena Chapada Norte (Diamantina), no município de Morro do Chapéu-BA, e tem o seu exultório exorreico no Velho Chico (Rio São Francisco), em Campos dos Cavalos, município de Juazeiro-BA, a jusante da Barragem de Sobradinho. Sua história às vezes

SP: Depois das inundações aumenta o rigor no licenciamento ambiental na região do Tietê

Imagem do Blog SOS RIOS DO BRASIL, do Prof. Jarmuth Andrade A Secretaria do Meio Ambiente do estado de São Paulo publicou ontem (6), uma resolução que torna mais rigorosos os procedimentos de licenciamento ambiental na área do Rio Tietê. A partir de agora, a liberação destas áreas para construções deverá ter a aprovação dos órgãos estaduais Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e o Departamento de Águas e

Comissão de Minas e Energia da Câmara rejeita projeto sobre proteção de águas

A Comissão de Minas e Energia rejeitou na quarta-feira (11) o Projeto de Lei 3324/08, do ex-deputado Silvinho Peccioli, que inclui as reservas produtoras de água entre as unidades de uso sustentável listadas no Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC). Esse sistema engloba as áreas com características naturais consideradas relevantes, devendo ser preservadas pelo poder público. 21201

Rio de Janeiro cria parque fluvial para ajudar na preservação da Bacia do Rio Macacu

Rio Macacu. Fotógrafo: Paulo Botelho Plantar árvores e tratar o esgoto são as principais medidas para recuperar e preservar a Bacia do Rio Macacu, responsável pelo abastecimento de indústrias e da população de pelo menos quatro municípios do Região Metropolitana do Rio. As metas constam do projeto do Parque Fluvial do Rio Macacu, implantado hoje (13) pelo governo estadual, que destinará R$ 5 milhões à unidade. 21192

Espírito Santo e Minas Gerais formarão rede de pesquisa para uso das águas da Bacia do Doce

Rio Doce em Galiléia, Minas Gerais. Foto Wikipédia Investimento é de R$ 2,9 milhões - Os estados do Espírito Santo e Minas Gerais formarão a Rede Regional de Pesquisa em Suporte à Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Doce. A ação vai permitir que os dois estados em conjunto realizem pesquisas científicas que contribuam para o uso racional dos recursos hídricos em prol do desenvolvimento sustentável da Bacia

Chuvas, artigo de Aroldo Cangussu

[EcoDebate] Estamos atravessando um período bom de chuvas na região. Isto faz parte de um ciclo que ocorre no semi-árido, onde se alternam anos chuvosos com anos secos, porém sem nenhuma previsibilidade garantida. Em Montes Claros, acho que a primeira vez que isso acontece, as chuvas provocaram danos enormes em determinados bairros, fato que chegou a lembrar o que acontece em São Paulo e em outras capitais do país. Os córregos

Barragem em Santo Hipólito: A degola do rio das Velhas, artigo de Procópio de Castro

[EcoDebate] Um absurdo sem tamanho está para se consolidar nas barbas de Minas. O rio das Velhas será decepado por uma barragem em sua calha principal, obra que só atende ao governo federal e a sua transposição. A proposta é que ela seja construída na calha do rio das Velhas em Santo Hipólito, logo abaixo da foz do rio Paraúna/Cipó. E isto nos chega com o nome de revitalização do

Rio Gorutuba: Por que o rio é limpo? artigo de Aroldo Cangussu

Nova Porteirinha (MG) - Sob o sol forte, mulheres e meninas lavam roupa nas águas do Rio Gorutuba, que divide as cidades de Nova Porteinha e Janaúba, para ajudar no sustento da família Foto: Valter Campanato/ABr [EcoDebate] O Rio Gorutuba é um dos raríssimos rios que corta uma cidade de quase oitenta mil habitantes e continua limpo. Isso é devido ele não receber esgotos nem efluentes industriais. Janaúba, até pouco

Poluição: Contaminação de fósforo, cobre e mercúrio torna escassos os peixes, aves e anfíbios na região da Billings

Vida no manancial é ameaçada pela contaminação de fósforo, cobre e mercúrio, segundo estudo da Cetesb Peixes, aves e anfíbios que habitam a Represa Billings correm o risco de desaparecer por causa da poluição por fósforo, cobre e mercúrio, elementos encontrados em altas concentrações, o que vem degradando ano a ano a qualidade desse manancial de 9.600 hectares. Segundo o Índice de Qualidade das Águas para Proteção da Vida Aquática

Agência Nacional de Águas (ANA) vai regulamentar serviços de irrigação em rios e bacias da União

A Agência Nacional de Águas (ANA) passa a ser responsável pela regulamentação e fiscalização da concessão de serviços públicos de irrigação envolvendo rios e bacias de domínio da União. Com isso, o país preenche um vácuo histórico de sua legislação, que não previa quais setores seriam objeto de concessão e de parcerias público-privadas (PPP). “Agora a ANA terá poderes para regular e fiscalizar a prestação dos serviços públicos de irrigação, quando

Agrotóxicos ameaçam represa represa de Itupararanga, SP

Produtores de cebola, repolho e outras culturas que dependem da aplicação intensiva de agrotóxicos estão fazendo plantações nas margens da represa de Itupararanga, manancial que abastece cerca de 1 milhão de pessoas de cidades como Sorocaba, Votorantim, Mairinque, Ibiúna e São Roque. Eles retiram a água da represa com bombas clandestinas - sem a licença do Departamento de Águas e Energia Elétrica (Daee), órgão do governo estadual - para a irrigação

Estudo mostra que expansão da cultura de milho para etanol aumenta a contaminação dos recursos hídricos, por Henrique Cortez

Impactos da produção de etanol de milho [EcoDebate] A expansão da área de cultivo de milho para produção de etanol, nos EUA, aumentou a carga de fertilizantes e agrotóxicos nos mananciais mais próximos e isto deve aumentar ainda mais, com mais hectares de plantação de milho, de acordo com os resultados de um estudo da Universidade Purdue. O estudo [Water Quality Impacts of Corn Production to Meet Biofuel Demands] avaliou a qualidade

Rios e canais são destino de quase metade do lixo da Baixada Fluminense

Uma pesquisa socioambiental da Secretaria do Ambiente no âmbito do Projeto de Limpeza do Rio Pavuna-Meriti, que corta a Baixada Fluminense, constatou que 45,83% dos moradores da região, ouvidos pelos entrevistadores, admitiram que os rios e canais que cortam a área são o destino do esgoto doméstico e que apenas 16,42% dos moradores jogam o lixo em locais apropriados. 18946

Sobre barraginhas, terraços e caixas de captação de enxurradas, artigo de Osvaldo Ferreira Valente

Barraginha [Ecodebate] A necessidade premente de fazer alguma coisa em benefício da conservação de nossos recursos hídricos tem propiciado o surgimento ou ressurgimento de tecnologias salvadoras, que passam a ser indicadas para quaisquer ecossistemas hidrológicos a serem trabalhados. No caso de manutenção da capacidade de produção de quantidade de água de nascentes e de córregos, em períodos de estiagens, temos visto, o que é muito bom, preocupações com a

Top