Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.569, de 12/04/2012

  Planícies de inundação e áreas de preservação, artigo de Roberto Naime Sobre APP de beira de rio: algumas perguntas, artigo de Osvaldo Ferreira Valente A Seca, artigo de Aroldo Cangussu Aumento da população e o custo ambiental, artigo de Werno Herckert Governo prorroga por mais dois meses decreto que suspende multas a desmatadores Rio desperdiça 30% da água tratada, diz Wagner Victer, presidente da Cedae Petrobras afirma que óleo encontrado

Planícies de inundação e áreas de preservação, artigo de Roberto Naime

  [EcoDebate] Planícies de inundação são áreas de baixios de bacias hidrográficas que atuam na manutenção do equilíbrio hidrológico da bacia. Quando ocorrem cheias ou enchentes a bacia hidrográfica usa suas áreas de baixios, também conhecida por áreas de várzeas para extravasamento do excesso de água. Os egípcios que representam uma das primeiras civilizações gregárias, usavam a fertilização gerada pelo transporte de matéria orgânica durante eventos de cheias do rio Nilo, para

Sobre APP de beira de rio: algumas perguntas, artigo de Osvaldo Ferreira Valente

  [EcoDebate] Há poucos dias, vi uma entrevista com o pesquisador Evaristo Miranda, da Embrapa, que tem sido muito criticado pelo setor ambientalista. Não quero, aqui, entrar no mérito do trabalho do referido pesquisador, mas a entrevista me deixou curioso para analisar algumas realidades do Brasil e de outros países, quanto à ocupação das margens de rios mais caudalosos, já que a minha experiência em trabalhos de campo está concentrada em

A Seca, artigo de Aroldo Cangussu

  [EcoDebate] Todos nós, ultimamente, olhamos para o céu com a esperança de ver sinais de chuva. Vemos nuvens brancas pairando sobre a terra ressequida e não entendemos por que não chove. Acompanhamos, avidamente, todos os boletins meteorológicos que passam na televisão aguardando notícias boas para o norte de Minas, Mas, em vão, por enquanto só aquele clarão amarelo sobre o mapa do Brasil no local de nosso interesse. Entretanto, como não

Aumento da população e o custo ambiental, artigo de Werno Herckert

  Imagem: Stockxpert [EcoDebate] CRESCIMENTO POPULACIONAL – Aumenta a população cresce a pressão sobre os recursos naturais. Exige das indústrias mais produção de produtos e com isto gera mais resíduos e custos ambientais. A agricultura precisa produzir mais alimento e, assim, para aumentar a produção exige-se o aprimoramento de novas técnicas, aumento de terras plantadas e do pecuarista mais terras para criar gado. No Brasil há duas causas, na atualidade, de desmatamento

Governo prorroga por mais dois meses decreto que suspende multas a desmatadores

  O governo decidiu prorrogar por mais dois meses o decreto que suspende multas a proprietários rurais que desmataram em áreas de preservação ambiental. A informação foi confirmada pela Casa Civil da Presidência da República. A decisão foi tomada esta noite, após reunião da qual participaram a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, o ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República, e a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. De

Rio desperdiça 30% da água tratada, diz Wagner Victer, presidente da Cedae

  Às vésperas da Rio+20, a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Cnuds), que discutirá em junho temas de sustentabilidade como a proteção dos recursos hídricos, a água ainda é um bem pouco valorizado no Rio de Janeiro, estado-sede do encontro. De cada 100 litros de água tratada, 30 litros são desperdiçados entre a captação e o destino final, na torneira dos consumidores. A estimativa é do presidente da Companhia

Petrobras afirma que óleo encontrado em Roncador não teve origem em poços da Bacia de Campos

  A Petrobras informou ontem (11) que análise das amostras de “gotículas” de óleo encontradas domingo no Campo de Roncador, na Bacia de Campos, explorado pela empresa, comprovaram não se tratar de petróleo proveniente de qualquer reservatório produtor dessa área ou de qualquer outro petróleo produzido na Bacia de Campos. Segundo a estatal, as gotículas coletadas têm características semelhantes às de um tipo de fluido usado na operação de perfuração de poços

Vazamentos na Bacia de Campos devem servir de alerta, diz presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara

  Os sucessivos vazamentos de petróleo na Bacia de Campos, no Rio de Janeiro, devem servir de alerta para o país, disse ontem (11) o presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados, Sarney Filho (PV-MA). Para o parlamentar, os acidentes indicam que é preciso “ter muita cautela” com a exploração do óleo na camada do pré-sal. Hoje (12), a Comissão de Meio Ambiente ouvirá representantes da Chevron sobre os

O comércio de agrotóxicos no Brasil cresceu 190% entre 2000 e 2010

Expansão agrícola impulsiona comércio de agrotóxicos no Brasil - O comércio de agrotóxicos no Brasil cresceu 190% entre 2000 e 2010, mais que o dobro da média mundial, de 93%. A informação é resultado de um estudo sobre o mercado do produto no Brasil divulgado ontem (11) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com o diretor da Anvisa, Agenor Álvares, esse crescimento foi impulsionado em grande parte pela

Anvisa divulga panorama do mercado de agrotóxicos no Brasil

  Cerca de 50% de todos os agrotóxicos registrados no Brasil não são colocados à disposição dos agricultores. É o que apontam os dados divulgados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), nesta quarta-feira (11/4), durante 2º Seminário Mercado de Agrotóxicos e Regulação, em Brasília (DF). Além disso, 24% das empresas de agrotóxicos instaladas no Brasil não produziram, nem comercializaram nenhum produto durante a última safra. “Além de apontar para uma estratégia

Anvisa defende regulação do mercado de agrotóxicos

  O diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Agenor Álvares, defendeu a necessidade de regulação do setor de comércio de agrotóxicos. Dados divulgados pela agência ontem (11) mostram que apenas metade dos registros aprovados pelo órgão para que o produto seja vendido no Brasil resulta em produção e venda de fato. A Anvisa também informou que 24% das empresas registradas não chegaram a produzir nem comercializar nenhum produto durante a

Top