Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.163, de 30/09/2014

    A engenharia genética, artigo de Roberto Naime Biologia sintética: 'Essa tecnologia é necessária?' Entrevista com Silvia Ribeiro Candidatos ignoram maior crise hídrica da história, diz diretor da SOS Mata Atlântica Sistema Nacional de Unidades Conservação (SNUC) vive crise sem precedentes Orçamento federal para controle do desmatamento tem baixa execução Fazenda vertical pode ser a solução para desafios enfrentados pela agricultura Arrozais na Colômbia já enfrentam o desafio das mudanças climáticas Fome: o ingênuo otimismo da ONU, por

A engenharia genética, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] As sociedades humanas começaram faz muito tempo, a selecionar plantas e manipular sementes, produzindo variedades que não ocorriam na natureza. O exemplo clássico é o milho, originário das Américas, que foi domesticado e modificado pelo ser humano, de forma que hoje é totalmente dependente da mão humana para produzir. Os gene são segmentos de DNA (ácido desoxirribonucléico) que combinado com outros genes determina a composição das células. Um gene tem

Biologia sintética: ‘Essa tecnologia é necessária?’ Entrevista com Silvia Ribeiro

  “Não existem legislações adequadas à biologia sintética e há total ignorância acerca dos efeitos dos produtos derivados da biologia sintética sobre a saúde”, adverte a pesquisadora do Grupo ETC. Foto:sp.es-static.us “Supostamente mais amigável com o meio ambiente”, tendo a biomassa como matéria-prima para produzir combustíveis e plástico, a biologia sintética não é uma proposta para sair da dependência dos combustíveis fósseis, diz Silvia Ribeiro à IHU On-Line. Na entrevista a seguir, concedida por

Candidatos ignoram maior crise hídrica da história, diz diretor da SOS Mata Atlântica

  Embora o Brasil viva a maior crise hídrica de sua história, o tema está à margem do debate eleitoral, afirma o geógrafo Mário Mantovani, diretor da organização SOS Mata Atlântica.   "Nenhum candidato tem dado à questão a atenção que ela merece, o que diz muito sobre o forte retrocesso que tem havido na agenda ambiental brasileira", ele afirma. A crise hídrica só entrou no debate eleitoral nos estados que enfrentam situação

Sistema Nacional de Unidades Conservação (SNUC) vive crise sem precedentes

    As unidades de conservação (UC) situadas na Amazônia Legal vivem seguramente seu momento mais difícil desde 2000, ano em que foi sancionada a Lei 9.985 instituindo o SNUC. Após um período em que iniciativas de cooperação internacional – como o Programa Áreas  Protegidas na Amazônia – possibilitaram a criação de milhões de hectares de unidades na região, o sistema de UC na região deixou de receber atenção do governo federal,

Orçamento federal para controle do desmatamento tem baixa execução

    Levantamento realizado pelo site Contas Abertas concluiu que apenas 33% do orçamento federal destinado ao combate do desmatamento nos biomas brasileiros foram executados até o momento. Segundo a análise, dos R$ 266,3 milhões previstos para essa demanda, apenas R$ 88,1 milhões foram gastos. Esse valor deveria ter sido empregado em 22 ações do programa orçamentário “Florestas, Prevenção e Controle do Desmatamento e dos Incêndios”, entre as quais estão alocadas atividades do

Fazenda vertical pode ser a solução para desafios enfrentados pela agricultura

  Escassez de áreas cultiváveis e aquecimento global abrem espaço para o cultivo de vegetais em estufas, dentro de prédios. Modelo aproxima produção do mercado consumidor e economiza água, mas ainda é muito caro. Projeto de fazenda vertical apresentado pela empresa sueca Plantagon O conceito de fazendas verticais, ou o cultivo de alimentos em prédios, surgiu com a necessidade de ampliar a produção agrícola perante o crescimento populacional e de adaptar

Arrozais na Colômbia já enfrentam o desafio das mudanças climáticas

  Arrozal. Foto: Freepik   Em meio a imensas plantações de arroz, camponeses usam espantalhos para afugentar as aves que vêm comer o grão maduro. O método, artesanal, se mantém na Colômbia, mas não é suficiente para enfrentar um mal muito mais nocivo: as mudanças climáticas. Por Philippe Zygel, da AFP, no Yahoo Notícias. Nas terras baixas tropicais de Monteria (Córdoba, norte), os produtores de arroz desfrutaram, durante muito tempo, das vantagens da região.

Fome: o ingênuo otimismo da ONU, por Juliana Dias

    Por Juliana Dias Da Malagueta A indiferença glacial a respeito da fome no mundo contrasta com os dados do sociólogo Jean Ziegler, que considera a destruição anual de dezenas de milhões de homens, mulheres e crianças pela falta de comida como o escândalo do nosso século. No seu estado atual, a agricultura mundial poderia alimentar, sem problemas, 12 bilhões de pessoas, quase duas vezes a população mundial. No entanto, a cada cinco

RR: Justiça Federal determina indeferimento dos pedidos de exploração mineral em terras indígenas

  MPF defendeu que não há respaldo legal para o deferimento desses pedidos, uma vez que a Constituição Federal exige a regulamentação do assunto por lei     A Justiça Federal, atendendo a pedido de ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal em Roraima (MPF/RR), determinou em recente sentença que o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) indefira todos os pedidos de registro de exploração mineral em terras indígenas do Estado de Roraima,

Ceará: Fiscalização resgata 17 trabalhadores em situação de trabalho análogo a escravo

    Ação ocorreu em parceria com outros órgãos. Vítimas foram flagradas em situação de trabalho análogo a escravo O Grupo Especial de Fiscalização Móvel do Ministério do Trabalho e Emprego, em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT), o Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgataram nesta sexta-feira (26), 17 trabalhadores em situação de trabalho análogo a escravo em duas fazendas localizadas nos municípios de Viçosa do

Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.162, de 29/09/2014

    'Em nome de', artigo de Montserrat Martins Justiça Federal concede liminar contra a Casan por poluição da praia de Canasvieiras, em Florianópolis Agropecuária é responsável por 90% do desmatamento ilegal no Brasil Denúncia: Relatório recomenda remover aldeias e alagar área indígena para construir usinas no Tapajós Preservação dos oceanos é crucial para a segurança alimentar e a economia mundial PEC do Cerrado: uma tentativa de corrigir a omissão com

‘Em nome de’, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] O Brasil perde mais vidas humanas que países em guerra: 50 mil homicídios por ano, o maior número de mortes em números absolutos em todo o mundo. Quase 600 mil presos dos quais cerca de 70% até 29 anos de idade, quase meio milhão de jovens em presídios. Se é que mais de 30 milhões de brasileiros foram tirados mesmo da “linha da miséria” e incorporados socioeconomicamente à sociedade,

Justiça Federal concede liminar contra a Casan por poluição da praia de Canasvieiras, em Florianópolis

    Companhia tem 60 dias para adotar providências na praia de Canasvieiras e evitar multa de R$ 1 milhão A Justiça Federal concedeu liminar favorável para obter providências da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), cuja ETE (estação de tratamento de esgotos) vem causando poluição e deixando trechos da praia de Canasvieiras, no Norte da Ilha, contaminados e impróprios para banho. A decisão diz respeito ao pedido em ação civil pública do

Agropecuária é responsável por 90% do desmatamento ilegal no Brasil

  Derrubada irregular dá lugar ao gado e à soja. Grande parte dos produtos é destinada à exportação para Rússia, China, EUA e União Europeia, revela estudo. Entre 2000 e 2012, a agropecuária foi responsável por metade do desmatamento ilegal nos países tropicais. No Brasil, até 90% da derrubada ilegal da floresta neste período ocorreu para dar lugar ao gado e à soja. Os números fazem parte de um estudo

Denúncia: Relatório recomenda remover aldeias e alagar área indígena para construir usinas no Tapajós

  Por Felipe Milanez, no CIMI O Ministério de Minas e Energia adiou, no último dia 17, o leilão da Usina Hidrelétrica São Luiz do Tapajós, no Pará, alegando a necessidade de adequar estudos indígenas. Era o mínimo a ser feito, tendo em vista que, desde a construção da Usina Hidrelétrica de Balbina, em Presidente Figueiredo (AM), um projeto tão violento e ilegal contra os índios e, portanto, contra a sociedade brasileira,

Preservação dos oceanos é crucial para a segurança alimentar e a economia mundial

  Pescador na Tanzânia. Foto:ONU/M. Grant Melhorar a gestão dos recursos oceânicos do planeta é crucial para garantir a segurança alimentar global, afirmou o diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), José Graziano da Silva, durante mesa-redonda com o secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, realizada na quinta-feira (25), em Nova York. O evento, “Nosso Oceano: Próximos Passos sobre Pesca Sustentável e Áreas Marinhas Protegidas”, foi organizado como

PEC do Cerrado: uma tentativa de corrigir a omissão com os biomas brasileiros. Entrevista com Mauro Pires

  “Não é razoável que uma matéria dessa importância fique mais de 20 anos sem tramitação no Congresso Nacional”, adverte o sociólogo.  Foto: i1.r7.com A PEC do Cerrado, que tramita no Congresso há quase 20 anos, “procura sanar uma grave omissão do texto Constitucional de 1988” em relação à preservação dos biomas brasileiros, diz Mauro Pires, em entrevista por e-mail à IHU On-Line. Segundo ele, quando a Constituição foi elaborada, “a Amazônia estava literalmente em

MS: governo do Estado não cumpriu decisão judicial sobre terras indígenas

    Para MPF, o estado foi omisso ao deixar de honrar compromisso O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul não cumpriu decisões judiciais prolatadas, a pedido do Ministério Público Federal no estado (MPF/MS), que determinam a apresentação de documentos comprobatórios da cessão de área da União. Na área em questão houve a construção e posterior duplicação da rodovia MS-156, entre os municípios de Dourados e Itaporã. Na área, vivem indígenas

Governo reconhece 17 métodos alternativos ao uso de animais em pesquisas

    Resolução do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação publicada na quinta-feira (25) no Diário Oficial da União reconhece 17 métodos alternativos ao uso de animais em atividades de pesquisa no Brasil. O texto cita métodos alternativos validados por centros internacionais que tenham por finalidade a redução e a substituição do uso de animais em atividades de pesquisa, além de procedimentos mais refinados. Ainda segundo a pasta, todos os 17 métodos têm

Top