Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.866, de 28/06/2013

    As desigualdades na distribuição mundial da renda, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Educação e Consumo Sustentável, artigo de Marcos Paulo Gomes Mol Mega-Eventos, Mega-Negócios, Mega-Protestos, artigo de Carlos Vainer Resolução nº 457/13 do Conama é um atentado aos direitos animais e à fauna brasileira Pará lança ICMS Verde com foco no desmatamento ilegal zero Pesquisa busca desenvolver estratégias de recuperação de áreas impactadas pela mineração de níquel Violências contra

As desigualdades na distribuição mundial da renda, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A má distribuição de renda no mundo é um fato conhecido de todas as pessoas. A novidade recente é que houve um ligeiro declínio na desigualdade mundial entre 1988 e 2008. Mesmo assim a concentração de renda é impressionante, pois 8% da população com rendimentos concentravam 50% da renda em 2008 e os 20% mais ricos concentravam cerca de 75% da renda global, segundo artigo recente do economista Branko

Educação e Consumo Sustentável, artigo de Marcos Paulo Gomes Mol

    [EcoDebate] O progresso e a industrialização foram, nas últimas décadas, os lemes que direcionaram o mundo para uma evolução a qualquer preço. Como contrapartida, o desgaste dos recursos naturais que serviram de base para este avanço tecnológico foi impressionante. O atual cenário mundial traz preocupações quando se coloca em pauta as condições de vida no planeta. A busca de soluções para a incompatibilidade ambiental trouxe à tona questões sobre a necessidade

Mega-Eventos, Mega-Negócios, Mega-Protestos, artigo de Carlos Vainer

  Foto em A Pública, Agência de Reportagem e Jornalismo Investigativo   Mega-Eventos, Mega-Negócios, Mega-Protestos Uma Contribuição ao Debate sobre as Grandes Manifestações e as Perspectivas Políticas Carlos Vainer1 – 24/06/2013 I. Uma Nova Conjuntura Política 1.1. Desnecessário dizer da importância das lutas e manifestações dos últimos dias. Elas expressam uma extraordinária vontade não apenas de mudar as políticas de transporte, educação, saúde, etc, como pretendem alguns analistas que buscam reduzir o significado dos acontecimentos dos últimos

Resolução nº 457/13 do Conama é um atentado aos direitos animais e à fauna brasileira

  Da Redação da ANDA Agência de Notícias de Direitos Animais   Tráfico de animais: Pura crueldade e violência. Foto: Divulgação Em meio aos protestos e à indignação do povo brasileiro em relação às políticas desastrosas dos governos, foi publicada nesta quarta-feira (26/06) no Diário Oficial da União (DOU) a Resolução nº 457 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), presidido pela Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. A norma pode representar um dos

Pará lança ICMS Verde com foco no desmatamento ilegal zero

    O Governo do Pará lançou nesta quinta-feira o ICMS Verde do Estado, um dispositivo que usa a distribuição da arrecadação entre os municípios como medida contra o desmatamento ilegal e o fortalecimento da gestão e do ordenamento ambiental.   O Governo do Pará lançou ontem o ICMS Verde do Estado, um dispositivo que usa a distribuição da arrecadação entre os municípios como medida contra o desmatamento ilegal e o fortalecimento da gestão

Pesquisa busca desenvolver estratégias de recuperação de áreas impactadas pela mineração de níquel

    Quais os impactos da atividade mineradora de níquel na biodiversidade dos complexos ultramáficos? Como recuperar as áreas degradadas pela atividade mineradora utilizando espécies vegetais e microrganismos nativos desses solos? É possível estabelecer vegetação sobre áreas degradadas pela mineração? Para responder essas perguntas pesquisadores da Embrapa Cerrados, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), desenvolvem pesquisas em áreas de mineração de níquel em Barro Alto (GO). Os estudos têm como objetivo avaliar o

Violências contra os povos indígenas aumentaram em 2012

    Clique aqui e tenha acesso ao Relatório de Violência Contra os Povos Indígenas – Dados 2012.   Houve um crescimento de diferentes formas de violências cometidas, em 2012, contra os povos indígenas, que vão de ameaças de morte, assassinatos, omissão e morosidade na regularização das terras à desassistência em saúde e educação. Esta é a constatação apresentada no Relatório Violência Contra os Povos Indígenas no Brasil que o Conselho Indigenista Missionário (Cimi)

Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprova PEC do Trabalho Escravo

    A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quinta-feira (27) por unanimidade a chamada PEC do Trabalho Escravo (PEC 57-A/1999). O texto, que há 14 anos tramita no Congresso – permite a expropriação de terras onde houver exploração de trabalhadores. Nesses casos, as terras seriam destinadas à reforma agrária ou a programas de habitação popular, sem qualquer indenização ao proprietário. Sob o argumento de que antes de votar

Comissão de deputados e senadores deve definir trabalho escravo

  A PEC do Trabalho Escravo ainda será votada pelo Plenário do Senado. A comissão mista poderá ser criada já na próxima semana. Pastoral da Terra Estimativa do Ministério Público do Trabalho mostra que cerca de 20 mil pessoas vivem em condições equivalentes à escravidão no Brasil.   Um acordo de tramitação permitiu que a PEC do Trabalho Escravo fosse aprovada nesta quinta-feira (27) pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado. A

Número de denúncias de violência homofóbica cresceu 166% em 2012, diz relatório

  Imagem do blogue STOP HOMOFOBIA   Dados do 2º Relatório Sobre Violência Homofóbica 2012, divulgados nesta quinta-feira (27) pela coordenação de Promoção dos Direitos LGBT, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), apontam que o número de denúncias cresceu 166% em relação ao ano anterior, saltando de 1.159 para 3.084 registros. A divulgação dos dados ocorreu na manhã desta quinta-feira (27), na sede da SDH, em Brasília. Ainda segundo o

Copa? Falta cozinha, transporte, saúde, educação…

  Foto em A Pública, Agência de Reportagem e Jornalismo Investigativo   Pesquisador analisa matéria em que governo, Fifa e CBF criticam manifestações. Ministro dos Esportes diz que forças de segurança vão garantir a realização dos grandes eventos. Unidos contra os protestos Por Jamil Chade Leonardo Maia (O Estado de São Paulo, 18 de junho de 2013) O governo brasileiro, a Fifa e a CBF criticam o uso da Copa das Confederações nas manifestações de ontem em

Tarifa zero promove inclusão social e impulsiona a economia, diz Lúcio Gregori, idealizador da proposta

  Além de promover a inclusão social, a gratuidade do transporte público traz impactos positivos à economia, segundo ex-secretario municipal de transportes de São Paulo, Lúcio Gregori   Além de promover a inclusão social, a gratuidade do transporte público traz impactos positivos à economia, segundo ex-secretario municipal de Transportes de São Paulo, Lúcio Gregori. “É uma bruta inclusão social. Mais do que isso, tem efeitos positivos na economia, porque as pessoas vão consumir

Transporte: Estudantes sofrem com direito que é financiando, mas não posto em prática, por Viviane Tavares

  Direito de ir e vir As manifestações em todo país indicam um problema: o transporte público não anda bem. Não são os R$ 0,20 , dizem os manifestantes: são os transportes como um todo, o projeto de cidade mais democrática,  a questão da mobilidade urbana, entre outras  bandeiras que entraram no conjunto destas manifestações que já bateram recorde de mobilização. Entre os manifestantes, que antes eram tratados como ‘baderneiros’ e ‘desocupados’

Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.865, de 27/06/2013

    A capitalização da Biodiversidade, artigo de João de Deus Barbosa Nascimento Júnior Chapeuzinho e a Lobomania, artigo de Bruno Peron Vegetação natural cobre 77% do estado do Pará, pastagem já cobre 15% Divulgada relação áreas contaminados por substâncias químicas no Rio de Janeiro MPF consegue manter proibição da queima da cana-de-açúcar no cone sul de MS O Brasil no centro do debate climático. Entrevista Christiana Figueres Expansão econômica ainda é

A capitalização da Biodiversidade, artigo de João de Deus Barbosa Nascimento Júnior

    “Existe certa Ilusão acerca da noção de sustentabilidade, uma vez que os seus mecanismos de operacionalidade não estabelecem “Como”?”, “Onde?” e “Quando?” romper com a forma clássica de desenvolvimento. Têm-se o risco de se esperar por uma coisa que nunca pode acontecer; em outra forma, pode estar sendo construído um empreendimento socioeconômico estruturalmente inconsistente, e que contribuirá para a intensificação das desigualdades sociais.”   [EcoDebate] O século 21 reafirmou uma nova preocupação

Chapeuzinho e a Lobomania, artigo de Bruno Peron

  por Zé Dassilva para o Humor Político   [EcoDebate] Tudo indica que os brasileiros reescrevem o capítulo da malversação de dinheiro público que causa prurido na enciclopédia da democracia no Brasil. Em sua sociedade altamente patriarcal e de troca de favores, o sistema equilibra-se através de um pacto que institucionaliza a corrupção, justifica o acúmulo de riquezas e prorroga qualquer forma de protesto. Esta via de manifestação não é a favorita dos

Vegetação natural cobre 77% do estado do Pará, pastagem já cobre 15%

    O estado do Pará ainda preserva cerca de 77% de suas áreas de vegetação natural, segundo dados do Relatório sobre Cobertura do Uso da Terra no Estado do Pará, divulgado ontem (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com os dados de 2010, as florestas respondem por 909 mil quilômetros quadrados (km²), ou 72,9% do território paraense, e os campos, por 54 mil km² (ou 4,3%). A

Divulgada relação áreas contaminados por substâncias químicas no Rio de Janeiro

  CADASTRO DE ÁREAS CONTAMINADAS E REABILITADAS – 1ª EDIÇÃO A degradação ambiental é atualmente uma das maiores preocupações mundiais, o que tem gerado amplas discussões e inúmeras pesquisas científicas sobre a relação do homem com o meio ambiente e suas consequências para o século XXI. Durante o último século o desenvolvimento da industrialização ocorreu em diversas áreas do Estado do Rio de Janeiro sem os devidos cuidados ambientais. As atividades potencialmente poluidoras

MPF consegue manter proibição da queima da cana-de-açúcar no cone sul de MS

  Foto no blogue SOS Rios Vivos   Justiça rejeitou recurso do governo estadual. Queimada, utilizada na colheita, representa dano para meio ambiente e saúde pública Continua proibida a queima da palha da cana-de-açúcar em 18 municípios do cone sul de Mato Grosso do Sul. A Justiça seguiu posição do Ministério Público Federal e rejeitou recurso do governo estadual, que pretendia liberá-la, sob o argumento de que “não há estudos que comprovem o dano

Top