Índice da edição de 11/02/2010

O fim da pobreza e a sustentabilidade ambiental, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Sem escalas mesmo, artigo de Montserrat Martins O embalo da Suzano: veneno nas Chapadas de Anapurus, Baixo Parnaíba Maranhense, artigo de Mayron Régis Rio Gorutuba, artigo de Aroldo Cangussu Carta Aberta dos Povos Indígenas de Altamira contra a extinção da Administração Regional Executiva da Funai em Altamira Águas públicas não podem ser usadas para irrigar plantação particular Movimentos sociais denunciam hidrelétricas clandestinas

O fim da pobreza e a sustentabilidade ambiental, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] O Brasil pode erradicar a pobreza absoluta até o ano de 2016 (ano da Olimpíada no Rio de Janeiro). Isto é o que afirma o Comunicado da Presidência do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgado no dia 12/01/2010. Segundo as projeções do documento, o Brasil pode alcançar índices similares aos apresentados pelas regiões desenvolvidas, com desigualdade da renda do trabalho abaixo de 0,5 do índice de Gini. Independentemente da

Sem escalas mesmo, artigo de Montserrat Martins

Up in the Air. Foto: Wikipedia [EcoDebate] O episódio da vida de Mandela retratado em "Invictus" fala por si mesmo, comentar o filme seria uma tentativa de descrever algo que as imagens mostram melhor, de forma inspiradora. Sempre haverá quem não goste ou não concorde com a visão de mundo de vultos humanos dessa grandeza (como a de um Gandhi), o que lembra a frase dita por um deles, "entenda quem

O embalo da Suzano: veneno nas Chapadas de Anapurus, Baixo Parnaíba Maranhense, artigo de Mayron Régis

Baixo Parnaíba Maranhense. Mapa: Wikipedia [EcoDebate] Dado o atual senso comum-bizarro que predomina no e domina o processo social e econômico no Brasil e, por emenda parlamentar, no Maranhão também, quem quer lucrar com seus projetos deve ir no embalo, seja embalado pelo canto das sereias ou dos cisnes que hipnotizam ou suavizam os ouvintes ou os dançantes, ou seja embalado na nova linha de papéis da Suzano Papel e

Rio Gorutuba, artigo de Aroldo Cangussu

Nova Porteirinha (MG) - Sob o sol forte, mulheres e meninas lavam roupa nas águas do Rio Gorutuba, que divide as cidades de Nova Porteinha e Janaúba, para ajudar no sustento da família Foto: Valter Campanato/ABr [EcoDebate] Neste ano de 2010, temos algumas metas a cumprir em relação ao Rio Gorutuba. Existem ainda alguns problemas que estão na pauta e que precisam ser atacados com alguma urgência. Vamos enumerá-los aqui

Carta Aberta dos Povos Indígenas de Altamira contra a extinção da Administração Regional Executiva da Funai em Altamira

No dia 28/12/10 fomos surpreendidos pelo decreto 7.056 assinado pelo presidente Lula com o intuito de promover uma reestruturação na FUNAI, o referido decreto, entre várias outras medidas, extingue a Administração Executiva Regional de Altamira, à qual estão vinculadas 09 etnias (Arara, Xikrin do Bacajá, Kayapó Kararaô, Asurini do Xingu, Arawete, Parakanan, Xipaia, Curuaia e Juruna) de três troncos lingüísticos e com 18 aldeias 11 terra indigenas mais de 6.000.000

Águas públicas não podem ser usadas para irrigar plantação particular

Agricultor que foi proibido de usar água de açude para irrigar sua plantação de bananas não terá direito a indenização O agricultor João Geraldo de Brito não tem direito a receber indenização por ter sido proibido de utilizar a água do açude Epitácio Pessoa (conhecido como Açude Boqueirão) para irrigar suas plantações de banana pacovan. A Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 5.ª Região manteve a sentença da 3.ª Vara

Movimentos sociais denunciam hidrelétricas clandestinas em Correntina, BA

Correntina, BA. Mapa do Cidades.com.br No dia 03 de fevereiro de 2009 aconteceu em Correntina uma reunião entre o Movimento dos Atingidos por Barragens - MAB, a Escola Família Agricola de Correntina, Pastoral da Juventude do Meio Popular e técnicos do Instituto do Meio Ambiente (IMA) – Regional de Santa Maria da Vitoria com o objetivo de denunciar empresas que estão operando clandestinamente na região. A partir das informações levantadas pelos movimentos

Estratégias auxiliam agricultores a superar adversidades da seca

Agricultor vende seus produtos à beira de estrada, no sertão da Bahia. Foto: Ensp/Agência Fiocruz de Notícias Ajudar os agricultores a superar as adversidades impostas pela seca na região do semiárido do Nordeste é um dos objetivos da atuação da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) no município de Pintadas, localizado a 250 quilômetros de Salvador. Por meio do projeto Pintadas Solar, a pesquisadora Débora Cynamon Kligerman vem participando das estratégias

Para evitar ação judicial, mais 36 empresas no Pará terão que só comprar gado de fazenda legalizada

Estabelecimentos têm 48 horas para responder ao MPF/PA se aceitam medida, caso contrário poderão ser processadas por desmatamento ilegal O Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) encaminhou recomendação a 36 empresas para que deixem de comprar gado de fazendas que não tenham sido inscritas no Cadastro Ambiental Rural (CAR) até o final de janeiro. Caso continuem a negociar com esses fornecedores, os estabelecimentos podem ser processados judicialmente por desmatamento ilegal, informou

Relatório internacional mostra ‘pegada florestal’ de grandes empresas

Relatório [Forest Footprint Disclosure Annual Review] lançado ontem (10) no Reino Unido mostra o impacto da atividade de 35 grandes empresas sobre a floresta. O documento, elaborado pela organização Forest Footprint Disclosure calcula a “pegada florestal” de companhias que utilizam commodities ligadas às florestas e que podem pressionar o avanço do desmatamento, como soja, carne, couro, madeira e biocombustíveis. 24966

RO: Ação pede que ICMBio, Incra e União retirem comunidade quilombola de Santo Antônio do Guaporé da situação de indigência

MPF/RO quer impedir genocídio de comunidade quilombola no estado O Ministério Público Federal em Rondônia (MPF/RO) ingressou com ação civil pública com pedido de liminar contra o Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e União. O objetivo é retirar a comunidade quilombola de Santo Antônio do Guaporé da situação de indigência que, lamentavelmente, está vivendo. Além de sofrer restrições do órgão

Top