Índice da edição de 30/04/2009

Primeiro de Maio: Direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, e não das empresas! artigo de Norbert Suchanek Nós, os comunistas, novos gerentes do estado liberal burguês, artigo de Joelson Pinheiro Meira Influenza Suína: desinformação e automedicação esgotam remédios em farmácias do Rio Audiência pública no Senado sobre mudanças do Código Florestal Audiência pública no Senado sobre mudanças do Código Florestal: a opinião da Senadora Marina Silva Audiência pública no Senado sobre mudanças do Código Florestal: a

Primeiro de Maio: Direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, e não das empresas! artigo de Norbert Suchanek

[EcoDebate] Em celebração ao dia histórico de luta pelos direito dos trabalhadores e das trabalhadoras, o presidente Lula visitará, no dia 30 de abril, o canteiro de obras da Companhia Siderúrgica do Atlântico (TKCSA). A visita tem como objetivo assinar a 30.000ª carteira de trabalho resultante das obras. No dia primeiro de maio, quando organizações sindicais e sociais estarão nas ruas em todo o mundo, organizações e movimentos sociais no

Nós, os comunistas, novos gerentes do estado liberal burguês, artigo de Joelson Pinheiro Meira

[EcoDebate] Minha geração dos anos 70, dos presos políticos, torturados, atirados ao mar, desaparecidos, assassinados, enforcados e atropelados assiste, agora , ao desfile dos comunistas e subversivos pontificando nos postos chaves do velho Estado liberal burguês, assumindo, com invulgar desenvoltura, as tarefas de gerentes operosos, dedicados e conscientes do papel simbiótico com as outroras velhas estruturas opressoras, racistas e anti-popular do corrupto Estado , em todos os continentes do

Audiência pública no Senado sobre mudanças do Código Florestal: a opinião da Senadora Marina Silva

Como desenvolver protegendo o meio ambiente e como proteger a natureza, desenvolvendo o país? A resposta a essa pergunta é o desafio a ser enfrentado quando da reformulação do Código Florestal, afirmou a senadora Marina Silva (PT-AC). Para a parlamentar e ex-ministra do Meio ambiente, qualquer mudança nas leis ambientais deve resultar da mediação entre as informações geradas pela ciência, os interesses da sociedade e a necessidade de assegurar o

Audiência pública no Senado sobre mudanças do Código Florestal: a opinião da Senadora Kátia Abreu

A senadora pelo DEM, presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária no Brasil e autora do requerimento para realização da audiência pública para debater legislação ambiental e agronegócio, Kátia Abreu (TO), afirmou que as diversas regulamentações sobre o assunto no Brasil, de 1934 a 2009, têm condenado os pequenos agricultores à ilegalidade. 12995

Vazamento de rejeitos na refinaria Alunorte: Sema encontrou arsênio e soda cáustica no rio Murucupi…

[Nelson Tembra] A refinaria Alunorte foi multada pelo Ibama a pagar R$ 5 milhões por um vazamento de rejeitos que atingiu os córregos da região do município de Barcarena (PA), na região metropolitana de Belém. A fiscalização também multou a empresa a pagar mais R$ 50 mil por dia até que seja solucionado o problema. A Alunorte ainda terá que pagar multa de R$ 100 mil por ter dificultado a ação

O Brasil dos Agrocombustíveis: Novo relatório da Repórter Brasil analisa impactos da soja e da mamona

A Repórter Brasil lança, neste final de abril de 2009, o quarto relatório “O Brasil dos Agrocombustíveis – impactos das lavouras sobre terra, meio e sociedade”, que analisa os impactos econômicos, sociais, ambientais, fundiários e trabalhistas da produção de soja e de mamona no país, nos últimos doze meses. Para fazer a pesquisa, a equipe do Centro de Monitoramento de Agrocombustíveis (CMA) percorreu 21,4 mil quilômetros, por meio aéreo e

Mudanças no Código Florestal: ‘Isto é suicídio ecológico’. Entrevista especial com Rubens Nodari

O governo de Santa Catarina acaba de aprovar mudanças no Código Florestal que reduzem a proteção das matas e vão de encontro às determinações do Código Florestal Federal, que também corre o risco de passar por transformações perigosas para o meio ambiente do país. “Estamos instituindo uma regra básica em Santa Catarina: degradação ambiental sem punição”, sustenta o professor Rubens Nodari. Ele conversou por telefone com a IHU On-Line. Nodari declara

Mudanças no Código Florestal: Foco deve ser a recuperação de áreas degradadas

Área de pasto degradada, em foto de arquivo Custa entre R$ 800 a R$ 1.500 por hectare para recuperar áreas degradadas na Amazônia e utilizá-las com pecuária mais eficiente. Se for para soja, o valor chega a R$ 5 mil, segundo dados da Embrapa Amazônia Ocidental que constam do relatório "A Hora da Conta" lançado pela Amigos da Terra - Amazônia Brasileira. O presidente Lula, em entrevista recente, disse que o

Datafolha apura que 94% dos entrevistados preferem suspensão do desmatamento a maior produção agropecuária

Desmatamento na Amazônia, em foto de arquivo Enquanto o Congresso e o governo negociam mudanças nos atuais limites do desmatamento no país, uma pesquisa Datafolha mostrou que 94% dos entrevistados preferem a suspensão do abate de árvores, mesmo que isso signifique frear o crescimento da produção agropecuária. A opção de autorizar mais desmatamento para aumentar a produção foi escolhida por apenas 3% dos entrevistados. 12978

Top